Saúde

Dúvidas sobre vacinas se espalham, diz executivo

22 de maio de 2019 às 09:48 | em: Brasil,Saúde

Foto: Reprodução / Agencia Brasil

Dúvidas sobre vacinas se espalharam nas redes sociais como uma doença, e informações falsas de que elas “matam pessoas” deveriam ser retiradas pelas empresas que operam plataformas digitais, disse o chefe da aliança global de vacinas Gavi nessa terça-feira (21). Falando em um evento patrocinado pelos Estados Unidos por ocasião da assembleia anual da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Genebra, o diretor executivo da Gavi, Seth Berkley, lembrou que há forte consenso científico a respeito da segurança das vacinas. Para ele, as redes sociais privilegiam conteúdo sensacionalista em vez de fatos científicos, convencendo rapidamente pessoas que nunca viram familiares morrerem de doenças evitáveis. “Temos que pensar nisso como uma doença. Isso é uma doença”, disse Berkley. “Isso se espalha na velocidade da luz, literalmente”. A OMS diz que a imunização insuficiente está causando surtos de sarampo globais, cujos números estão atingindo picos em países que estavam quase livres da doença, incluindo os Estados Unidos. A desinformação sobre vacinas, que a OMS diz salvarem 2 milhões de vidas por ano, não é uma questão de liberdade de expressão, e as empresas de redes sociais precisam tirá-la da internet, disse Berkley. “Lembro que isso mata pessoas”.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Cientistas brasileiros criam cerveja especial para quem tem diabetes

21 de maio de 2019 às 18:22 | em: Brasil,Saúde

Foto: Bruno Marçal/SAÚDE é Vital

Um acidente científico. É assim que o biomédico Carlos Ricardo Maneck Malfatti, da Universidade Estadual do Centro-Oeste, em Guarapuava (PR), se refere à descoberta da associação entre a ingestão de alecrim-do-campo e a queda na glicemia. É que, inicialmente, ele e sua equipe achavam que a planta tinha potencial na perda de peso. “Notamos em pesquisas com animais, porém, que ela poderia ajudar no combate ao diabetes“, relata. Ao que tudo indica, esse tipo de alecrim protege o pâncreas, órgão que produz a insulina, e melhora a resposta das células ao hormônio — com isso, o açúcar não sobra no sangue. Os cientistas decidiram, então, usar o extrato do vegetal em uma receita de cerveja, batizada de Rosemary. Ela já está sendo testada em pacientes e, segundo Malfatti, os resultados são bem animadores. Como há empresários interessados na inovação, há grandes chances de a bebida sair do laboratório e chegar ao mercado em breve.

Por trás da própolis

Sabia que a própolis verde é produzida pelas abelhas a partir do alecrim-do-campo? “E esse é um meio bacana de aproveitar seus benefícios”, diz Malfatti. A resina é conhecida por ser antioxidante e antimicrobiana. Nas pesquisas do biomédico, ele concebeu um método para extrair do alecrim só os compostos de seu interesse — como os destinados à cerveja. Então não dá para comparar seus efeitos com os da própolis.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Bahia: Hemoba continua realizando campanhas para doação de sangue

19 de maio de 2019 às 09:33 | em: Bahia,Saúde

Foto: Divulgação

A Fundação Hemoba começa mais uma semana com roteiro de coletas externas no Estado. A ideia é alcançar locais que não possuem unidades fixas de coleta para facilitar o acesso de doadores e reforçar os estoques de sangue da instituição.  Em Salvador, o serviço de coleta está instalado até sexta (17), das 8h às 17h, na Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), na Paralela, e no Colégio Adventista de Salvador, no bairro de Nazaré. Na cidade de Feira de Santana, a unidade móvel atende no Hospital Clériston Andrade até amanhã (15) às 15h e depois segue viagem para coleta em Irará, na quinta-feira (16), das 8h às 16h. Já finalizando a semana de campanhas, os interessados em doar serão recebidos no Hemóvel no município de Conceição do Jacuípe na sexta e no sábado (18), das 8h às 16h, e em um posto de coleta itinerante instalado na Policlínica de Itabela no sábado, das 8h às 15h. Para doar sangue, o voluntário deve estar em boas condições de saúde, pesar acima de 50 quilos, sendo necessário estar bem alimentado, tendo, preferencialmente, ingerido alimentos sem gordura. O doador precisa ter entre 16 e 69 anos de idade (menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal) e apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional. Doar sangue é simples, rápido e seguro. O organismo repõe o volume de sangue doado nas primeiras 24 horas após a doação. Todo o material utilizado na coleta é descartável, o que elimina qualquer risco de contaminação para o doador.

 

COLETAS EXTERNAS:

SALVADOR – BA

Onde: Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC)
End.: Avenida Luis Viana, 8812, Paralela
Quando: 14 a 17 de maio (terça a sexta-feira)
Funcionamento: 8h às 17h

Onde: Colégio Adventista de Salvador (Coleta Itinerante)
End.: Rua Frei Henrique, 21, Nazaré
Quando: 14 a 17 de maio (terça a sexta-feira)
Funcionamento: 8h às 17h

FEIRA DE SANTANA – BA

Onde: Hospital Clériston Andrade
End.: Avenida Eduardo Fróes da Mota, s/n, 35° BI
Quando: 13 a 15 de maio (segunda a quarta-feira)
Funcionamento: 8h às 17h*

*Na quarta-feira o cadastro de doadores encerra às 15h.

IRARÁ – BA

Onde: Praça Pedro Nogueira / Praça da Matriz
Quando: 16 de maio (quinta-feira)
Funcionamento: 8h às 16h

CONCEIÇÃO DO JACUÍPE – BA

Onde: Praça Benjamin Costa
Quando: 17 e 18 de maio (sexta e sábado)
Funcionamento: 8h às 16h

ITABELA – BA

Onde: Policlínica (Coleta Itinerante)
End.: Rua Pedro Calmon, Bandeirantes
Quando: 17 de maio (sexta-feira)
Funcionamento: 8h às 15h

 

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Inteligência artificial consegue prever o câncer de mama cinco anos antes

17 de maio de 2019 às 07:14 | em: Saúde

Pesquisadores identificaram o câncer de mama (esquerda) em uma mulher quatro anos antes dele se desenvolver (direita). Foto: Reprodução / MIT

Com a ajuda da Inteligência Artificial, cientistas do conceituado Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e do Hospital Geral de Massachusetts, nos EUA, desenvolveram um algoritmo capaz de prever o câncer de mama até cinco anos antes dele se manifestar. Foi aplicada uma ampla testagem com dados de 2009 a 2012 advindas de mais de 90 mil mamografias de 6 mil pacientes diferentes do Hospital Geral de Massachusetts. Os pesquisadores conseguiram detectar padrões sutis pelo modelo de inteligência artificial que não podiam ser identificados por humanos nos tecidos mamários. Desta forma, conseguiram antever a manifestação e desenvolvimento do câncer. O algoritmo previu 31% (cerca de um terço) dos casos de pacientes de alto risco – uma melhora considerável na prevenção da doença, haja visto que as técnicas atuais podem prever apenas 18% desses casos (cerca de um sexto).

Foto: Reprodução / MIT

Um estudo publicado pelo periódico Journal of Women’s Health mostrou que a eficácia dos testes de prevenção deixava de lado a população negra e hispânica, uma vez que os métodos tradicionais foram criados com base em dados de mulheres brancas. Felizmente, o modelo de inteligência artificial desenvolvido leva em conta dados de mulheres negras, sendo até agora o modelo de prevenção mais expansivo e democrático possível, embora o algoritmo ainda careça de dados feitos em mulheres indianas e de outras etnias. A tecnologia permitiu ainda conhecer riscos individuais de cada paciente, informações que podem ser usadas para customizar programas de prevenção. Por fim, o novo método pode revolucionar a mamografia tradicional, que tem base em faixa etária a partir dos 45 anos de idade nos EUA. Isso pode mudar: segundo os cientistas, a descoberta pode permitir que no futuro as mamografias possam ser feitas em mulheres mais jovens, além de identificar outros problemas de saúde, como doenças do coração e outros tipos de câncer.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Day Hospital Medical Center Araci: Atendimento de Oftalmologia, Ginecologista, Psicologia e muito mais

16 de maio de 2019 às 13:19 | em: Araci,Saúde

Foto: Divulgação

Para melhor atender os pacientes, a Day Hospital Medical Center Araci sob a direção de Dr. Fernando Ribeiro, oferece diversas especialidades médicas com preços acessíveis para a população araciense. Agende já a sua consulta. A clínica fica na Rua José Pinheiro, nª272, no centro de Araci. Em breve PRONTO ATENDIMENTO, Aguarde…! Mais informações (75) 3266-2132.

*Confira a agenda abaixo:

Oftalmologista: 25 / 05 (8 horas)
Ginecologista: 10 / 06  (8 horas)
Cardiologista: 07 / 06  (8 horas)
Psicologista: 23 / 06  (8 horas)
Urologista: 17 / 06  (10:30 horas)

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Conselho Federal de Medicina vê irregularidades em hospitais públicos

09 de maio de 2019 às 09:36 | em: Brasil,Notícias,Saúde

Foto: Reprodução / Agência Brasil

Fiscalização realizada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) em 506 hospitais públicos, no ano passado, encontrou inconformidades nas unidades desde a falta de materiais e medicamentos básicos até centros cirúrgicos que não tinham área para higienização. Os dados, divulgados nesta quinta-feira (09), em São Paulo, fazem parte do primeiro levantamento feito pelo conselho após a entrada em vigor do novo Manual de Vistoria e Fiscalização da entidade, em 2016, que estabelece critérios para a fiscalização em centros cirúrgicos, unidades de terapias intensivas, salas de recuperação pós-anestésica e unidades de internação, avaliando as condições estruturais, físicas e de equipamentos. Na pesquisa, foram analisados 102 centros cirúrgicos, dos quais 3% não contavam com área para higienização das mãos, o que foi classificado como falta grave, “já que essa falha é fonte certa de infecção hospitalar”, de acordo com o CFM. Nas 102 salas cirúrgicas, 33% não tinham foco cirúrgico com bateria; 22% não tinham negatoscópio para a leitura de imagens; 16% também não contavam com carro para anestesia ou monitor de pressão não invasivo; e 12% não dispunham de equipamentos básicos como fio guia e pinça condutora. Já 44% não possuíam fonte fixa de óxido nitroso, usado em procedimentos anestésicos, e em 21% também faltava a fonte de oxigênio. Em 43% dos centros cirúrgicos, não havia capnógrafo, aparelho que monitora o dióxido de carbono exalado pelo paciente durante cirurgias, e em 28% faltavam dispositivos para a realização de traqueotomia. Nas salas de recuperação pós-anestésica, o CFM avaliou que a situação também é de grande precariedade: 28% dos centros cirúrgicos não tinham salas de recuperação pós-anestésica, sendo que em 18% faltavam oxímetros e em 19% não havia carrinhos de emergência. Faltavam ainda medicamentos básicos, como brometo de ipratrópio (15%), escopolamina (15%), diclofenaco de sódio (13%) e haloperidol (12%). Para o coordenador do Departamento de Fiscalização do CFM (Defis), Emmanuel Fortes, os primeiros resultados das fiscalizações realizadas a partir do Manual de Vistoria e Fiscalização em hospitais, mostram que o CFM, ao ampliar seu arsenal fiscalizatório, pode fazer “um diagnóstico preciso das inconformidades para exigir soluções dos administradores e gestores”. Ressaltou que, ao fortalecer a fiscalização dos ambientes médicos, o CFM cumpre sua previsão legal e “atende às expectativas dos médicos e da população”.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Ministério da Saúde: 24 remédios estão com estoque zerado da Bahia, entre eles de HIV

08 de maio de 2019 às 18:10 | em: Bahia,Saúde

Foto: e-Magine Art/ Creative Commons

Pelo menos vinte e quatro medicamentos [veja lista abaixo] adquiridos pelo Ministério da Saúde estão com estoque zerado na Bahia. Hoje, não há remédios para o tratamento de doenças como HIV/Aids, Tuberculose, Hanseníase, Hepatite, Artrite Reumatóide, Alzheimer, Parkinson, Esclerose Múltipla e Tecidos Transplantados. A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) informou que tem feito notificações ao Ministério da Saúde a respeito do desabastecimento, no entanto, a pasta não responde desde o último dia 22 de abril. Ainda segundo a Sesab, outros 19 medicamentos estão com estoque crítico e só irão durar até o próximo mês de junho.

Veja a lista dos remédios faltosos:

BETAINTERFERONA, 1A, 44 MCG/ML (12.000.000 UI) , SOLUCAO INJETÁVEL , SERINGA PREENCHIDA 0,5 ML
METOTREXATO, SOLUCAO INJETÁVEL 50MG F.A
IMIGLUCERASE 400UI AMPOLA
ALFA/ERITROPOETINA, HUMANA RECOMBINANTE 10.000UI INJETÁVEL
TALIGLUCERASE ALFA 200UI PÓ PARA SOLUÇÃO INJETÁVEL
MICOFENOLATO MOFETILA 500 MG COMPRIMIDO
ABATACEPT 250MG PÓ PARA SOLUÇÃO INJETÁVEL + KIT DE INFUSÃO
OLANZAPINA 10 MG COMPRIMIDO
SEVELAMER CLORIDRATO 800 MG COMPRIMIDO
ZIPRASIDONA, 40 MG, CAPSULA
TACROLIMO 1 MG CÁPSULA
BETAINTERFERONA 1B 9.600.000 UI AMPOLA
DARUNAVIR COMPRIMIDO 150MG-FRASCO C/ 240 COMPRIMIDOS
DARUNAVIR COMPRIMIDO. 75MG-FRASCO C/ 480 COMPRIMIDOS
EFAVIRENZ SOLUÇÃO ORAL 30MG/ML-FRASCO C/ 180ML
ENFUVIRTIDA PÓ LIÓFILO INJETÁVEL 90MG/ML – FRASCO-AMPOLA 90MG
ETRAVIRINA COMPRIMIDO 100MG-FRASCO C/ 120 COMPRIMIDOS
ETRAVIRINA COMPRIMIDO 200MG-FRASCO C/ 60 COMPRIMIDOS
RALTEGRAVIR COMPRIMIDO 100MG-FRASCO C/ 60 COMPRIMIDOS

Estoque quase zerado e situação nacional

A situação dos medicamentos faltosos se repete nos outros estados no Brasil. No último dia 12 de março de 2019, o Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass) enviou um ofício para o ministro Luiz Henrique Mandetta, avisando sobre a falta de remédios. De acordo com o presidente do Conass, Alberto Beltrame, o Ministério da Saúde distribui obrigatoriamente 134 medicamentos no país. Destes, 25 estão com estoque zerados. “O Brasil vem sofrendo uma grave crise de abastecimento de medicamentos. O alerta do conselho acontece porque a situação está ficando cada vez mais insustentável”, afirmou Beltrame.

Fonte: Bahia.ba

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Brasileiros criam método com inteligência artificial para diagnosticar Alzheimer

08 de maio de 2019 às 16:43 | em: Brasil,Saúde

Foto: Reprodução

Como se sabe, o Alzheimer é uma patologia degenerativa que afeta áreas do cérebro e provoca perda de memória. Por isso, o diagnóstico precoce segue como um dos maiores desafios e aliado da área médica. Nessa lógica, pesquisadores da Unicamp desenvolveram um método inédito para identificar os primeiros sinais da doença. De acordo com o G1, a tecnologia foi desenvolvida pelo Instituto de Computação da universidade, juntamente com o Instituto Nacional de Saúde, dos Estados Unidos. A técnica, que analisa ressonâncias magnéticas baseadas em mais de 20 mil imagens de cérebros (saudáveis e doentes), cria um sistema de inteligência artificial, onde um computador é capaz de apontar quais áreas do cérebro estão em fase inicial de Alzheimer. “Nossa ideia é fazer uma ferramenta que auxilia o diagnóstico. Vamos gerar os dados para o médico tomar uma informação mais detalhada, embasada, precisa e mais rápida”, explicou o pesquisador Guilherme Folego. Ainda na nota, ele pontuou que os médicos só conseguem ter certeza da manifestação da doença em estado já avançado e que o sistema habitualmente utilizado demora de 15 a 20 horas. “Nosso sistema, por outro lado, demora de 10 a 15 minutos, então é bem expressivo. Você consegue ajudar o médico a fazer um diagnóstico mais preciso e eficiente”, detalhou.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Anvisa aprova primeira injeção para tratar esquizofrenia

08 de maio de 2019 às 16:17 | em: Brasil,Saúde

Foto: Ilustração

Aprovada a primeira injeção para o tratamento de esquizofrenia no Brasil. O novo medicamento de ação prolongada foi autorizado pela Anvisa, a agência de regulamentação de medicamentos no país. O palmitato de paliperidona trimestral requer apenas quatro doses ao ano para tratar da doença. A ação prolongada é importante, já que pesquisas apontam que uma das principais causas de recaída entre 80% dos pacientes durante os cinco primeiros anos é a baixa adesão ao tratamento. Espera-se que o palmitato de paliperidona aumente a adesão ao tratamento, previna recaídas e melhore a qualidade de vida do paciente. O palmitato de paliperidona já estava disponível em forma de injeção mensal. A nova medicação é indicada para pacientes adultos que já tenham sido tratados com a injeção mensal por, no mínimo, quatro meses. A aplicação do medicamento deve ser feita por profissionais de saúde em hospitais, clínicas e hospital dia. Estudos clínicos mostram que o Invega Trinza (nome comercial do palmitato de paliperidona trimestral) é seguro – assim como a versão oral e a injeção mensal. Os efeitos colaterais mais comuns são reação no local da injeção, aumento de peso e dor de cabeça. Estudo publicado este ano ainda apontou que mais de 90% dos pacientes que utilizaram o novo medicamento não tiveram recaída ao longo de um ano e meio. Embora tenha sido aprovado pela Anvisa, o medicamento só estará disponível para compra depois de receber aprovação de preço pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), o que deve acontecer dentro dos próximos três meses, de acordo com a Janssen. Esquizofrenia é um transtorno psiquiátrico mais comum do que se imagina. Chamada de distúrbio da mente dividida, ela é marcada por surtos em que o mundo real acaba substituído por delírios e alucinações. O transtorno afeta 2 milhões de brasileiros. Geralmente a esquizofrenia se inicia com uma simples apatia no final da adolescência e no começo da vida adulta, na faixa dos 18 aos 30 anos.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Nos EUA, Rui Costa apresenta programa para fortalecer o SUS na Bahia

07 de maio de 2019 às 10:04 | em: Bahia,Notícias,Saúde

Foto: Reprodução / BNews

Em viagem internacional, o governador Rui Costa começou nesta segunda-feira (6), em Washington, nos Estados Unidos na sede do Bid (Banco Interamericano de Desenvolvimento). Na ocasião, o chefe do Executivo estadual apresentou a proposta de financiamento da segunda fase do Prosus ( Programa de Fortalecimento do Sistema Único de Saúde) para a Região Metropolitana de Salvador. O programa contemplou treze municípios com investimentos nas redes de atenção básica, psicossocial, urgência e emergência e na rede de atenção materno-infantil. O secretário estadual da Saúde. Fábio Vilas-Boas explicou que o Prosus 2 é um financiamento de 150 milhões de dólares para investir na construção de novas Unidades Básicas de Saúde e novas Policlínicas. Também participaram do encontro os secretários da Casa Civil, Bruno Dauster, e de Ciência, Tecnologia e Inovação, Adélia Pinheiro, e o superintendente de Atração e Desenvolvimento de Negócios, Paulo Guimarães. O governador cumpre agenda até sexta-feira (10) nos Estados Unidos, onde tem reuniões marcadas com empresas interessadas em investir no interior da Bahia. Em seguida, ele viaja para Munique, na Alemanha, e Pequim e Shenzhen, na China.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Alex da Piatã acha absurdo inadimplência de Feira de Santana e mais 11 cidades no repasse de verbas para policlínica da região

01 de maio de 2019 às 09:17 | em: Bahia,Saúde

Foto: Teones Araújo

Durante a visita da Comissão da Saúde a Policlínica da cidade de Feira de Santana, o líder do PSD na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Alex da Piatã (PSD), classificou como absurda a situação de inadimplência por parte das prefeituras no repasse de verbas para manutenção do centro de saúde. O requerimento de realização da visita do colegiado nesta terça-feira (30) foi de autoria do pessedista.  A policlínica de Feira de Santana é mantida por um Consórcio formado por 28 municípios, mas 12 estão com o repasse em atrasado. São elas: Pintadas, Riachão do Jacuípe, Santanopolis, Ipacaetá, Ipirá, Irará, Serra Preta, Água Fria, Baixa Grande, Candeal, Capela do Alto Alegre e Feira de Santana. “Dos 28, 12 municípios estão em atraso, sem pagar a participação: 50% da inadimplência é de Feira. Isso é um absurdo! No entanto, quero destacar que ela está bem gerida pelo consórcio, pacientes de todos os municípios continuam sendo atendidos. Todos funcionários recebendo em dia. Tudo em dia”, pontuou Alex. De acordo com o deputado, vai ser apresentado no âmbito da Comissão da Saúde uma solicitação para confecção de cartas a serem enviadas para as prefeituras inadimplentes com a Policlínica para entender e ajudar a encontrar saídas para efetivação dos repasses, importante para manutenção do local.  Participaram da visita o presidente da Comissão, deputado Alan Castro (PSD), deputado José de Arimateia (PRB), deputado Niltinho (PP), o Ouvidor Geral do Estado, Carlos Geilson, e o coordenador das policlínicas, Nelson Portela.

Fonte: ASCOM – Victor Pinto

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Alerta! Território do Sisal tem cidades com risco de surto de dengue, chikungunya e zika

30 de abr de 2019 às 22:08 | em: Bahia,Saúde

Foto: Ilustração

A Bahia tem 104 cidades em situação de risco de surto de dengue, zika e chikungunya, segundo informações divulgadas pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (30). Os números são resultado do primeiro Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2019 (ver aqui o LIRa). O estudo separa as cidades em níveis de risco, alerta e satisfatório. Segundo o levantamento, realizado entre janeiro e março, Salvador e outros 184 municípios baianos estão em estado de alerta para as doenças. O resultado da pesquisa deste ano representa um aumento em relação ao estudo divulgado em dezembro de 2018. Na época, apenas 69 cidades baianas tinham risco de surto das doenças – 35 municípios a menos.

Território do Sisal e região

Os municípios de Itiúba, Queimadas, Nova Soure, Santaluz, São Domingos, Santa Bárbara, Sátiro Dias, Serrinha e Valente apresentam alto índice de infestação, com risco de surto para as doenças dengue, zika e chikungunya.

Os municípios de Araci, Barrocas, Candeal, Cansanção, Conceição do Coité, Euclides da Cunha, Ichu, Lamarão, Monte Santo, Nordestina, Quijingue, Retirolândia, Riachão do Jacuípe, Ribeira do Pombal e Tucano estão em situação de alerta.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Comissão de Saúde aprova proposta de Alex da Piatã e visitará Policlínica de Feira

19 de abr de 2019 às 18:47 | em: Feira De Santana,Saúde
Foto: Reprodução / Política ao Vivo

Membro titular da Comissão da Saúde da Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado estadual Alex da Piatã (PSD) propôs e seus colegas membros do colegiado aprovaram, uma visita, no próximo dia 30 de abril, às 8h, na Policlínica de Saúde localizada na cidade de Feira de Santana.  O intuito, de acordo com o parlamentar estadual, é buscar conhecer o funcionamento da unidade. “O governo do Estado tem investido nas Policlícinas, um trabalho louvável do governador Rui Costa e do secretário Fábio Villas Bôas. A escolha de Feira de Santana se deu pelo fato de ser a segunda maior cidade do Estado e temos informações preliminares que tem dado certo o trabalho desenvolvido por lá”, destacou. Alex ressaltou ainda que a média e alta complexidade da saúde da Bahia tem tido uma revolução com consultas com especialista da maneira regionalizando irradiando o serviço para todo o território baiano.

Fonte: Bahia Noticias

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Conheça os benefícios do bacalhau com duas receitas versáteis para a Sexta-Feira Santa

18 de abr de 2019 às 16:38 | em: Saúde
Foto: Ilustração

Durante a celebração da Sexta-feira Santa, é tradição evitar o consumo de carnes de vaca, porco e aves. Por isso, o peixe é o ingrediente principal no feriado. Além de ser um costume religioso, adicionar este alimento na alimentação traz diversos benefícios ao organismo. Em geral, os peixes são ricos em vitamina B3, B6 e B12, e minerais importantes para o funcionamento do corpo. O bacalhau, por exemplo, possui baixo teor calórico e é fonte de proteínas e vitaminas. Ainda ajuda em outras áreas, como a manter a concentração, trabalhar a memória e a evitar problemas de circulação. No Brasil, adicionar o bacalhau no almoço da Sexta-feira Santa é uma prática recorrente em todo o país. A tradição começou com os portugueses e continua sendo repassada de geração em geração. Confira a seguir dois pratos relativamente fáceis e versáteis, que combinam com qualquer ocasião. O bolinho pode ser servido como petisco ou acompanhamento e a quiche até como prato principal. Não tem como errar!

Foto: Ilustração / Bolinho de Bacalhau

Ingredientes:

500g de bacalhau dessalgado e desfiado

500g de batata cozida e amassada

60g de Farinha de Trigo Finna tipo I (sem fermento)

2 cebolas picadinhas

5 dentes de alho picadinhos

1 pimenta-dedo-de-moça picadinha

50ml de azeite

1/2 xícara de salsinha picadinha

Raspas de dois limões

Pimenta-do-reino a gosto

Sal a gosto

Óleo para fritar


Modo de Preparo:

– Em uma panela, refogue a cebola e o alho no azeite.

– Adicione o bacalhau e a pimenta-dedo-de-moça, cozinhe por aproximadamente 4 minutos.

– Acerte o sal e a pimenta-do-reino.

– Adicione a salsa e retire o refogado do fogo. Espere esfriar.

– Misture em uma travessa o refogado de bacalhau, a batata amassada, as raspas do limão e a farinha de trigo, até incorporar. Se achar que ainda não deu liga, adicione mais um pouco de farinha.

– Modele como desejar o seu bolinho.

– Frite em óleo quente.


Foto: Ilustração / Quiche de Bacalhau

Ingredientes:

2 xícaras de Farinha de Trigo Finna tipo I (sem fermento)

1 xícara de Margarina Puro Sabor

1 gema

4 xícaras de bacalhau dessalgado e desfiado

½ xícara de azeitonas pretas chilenas

1 xícara cebola picada

Salsa picada a gosto

5 colheres (sopa) de azeite

2 dentes de alho picados

2 ovos

1 xícara de creme de leite

4 colheres de sopa de parmesão ralado

1 xícara de pimentões em cubinhos (amarelo e vermelho)


Modo de Preparo:

– Misture a farinha com a manteiga com as pontas dos dedos até fazer uma farofa.

– Acrescente a gema e o sal e continue misturando com os dedos.

– Abra a massa em uma forma redonda própria para quiche. (fundo móvel)

– Refogue a cebola e o alho no azeite. Coloque os pimentões.

– Junte o bacalhau e, por último, acrescente a salsa picada.

– Junte o creme de leite, os dois ovos, o queijo parmesão misturando bem.

– Coloque esse refogado sobre a massa da quiche e acrescente as azeitonas.

– Leve ao forno médio por aproximadamente 30 minutos.

– Sirva

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Estudo constata que crianças em contato com violência podem ter alterações no cérebro

18 de abr de 2019 às 16:24 | em: Mundo,Saúde
Foto: Ilustração

As capacidades de empatia e a memória nos cérebros de jovens de 9 a 13 anos, podem ser prejudicadas por abuso sexual, agressões físicas de familiares ou colegas de escola, ao testemunhar violência contra terceiros e até mesmo ser ofendido, segundo pesquisa do Instituto do Cérebro (InsCer). Os estudos mostraram, segundo a Folha de S. Paulo, que a pessoas entre essas idades e expostas violência tinham maior chance de não distinguir emoções alheias e falhar em testes de atenção. Essas observações foram feitas em uma pesquisa do InsCer (Instituto do Cérebro), da PUC-RS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul), Alunos de escolas estaduais de Porto Alegre foram estudados durante a pesquisa feita pelo InsCer na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. O estudo teve apoio do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). A capital gaúcha foi escolhida porque foi considerada, em 2015, uma das 50 cidades mais violentas do mundo em um trabalho da organização Seguridad, Justicia y Paz. Em 2016, Porto Alegre registrou 55,6 assassinatos a cada 100 mil habitantes. Durante a pesquisa os estudantes responderam um questionário sobre experiências com violência. Os testes incluíram ainda reconhecimento de emoções enquanto a atividade cerebral era observada por ressonância magnética. Por fim os cientistas observaram que os estudantes mais próximos à violência falham mais frequentemente no reconhecimento de emoções ao observarem expressões faciais.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

A mais de 8 anos atuando em Teofilândia, clinica médica é referência em atendimento especializado

18 de abr de 2019 às 16:09 | em: Cidades,Saúde,Teofilândia
Foto: Divulgação

Há mais de oito anos no mercado, o Centro Médico São Matheus conta com uma estrutura moderna e busca proporcionar comodidade aos seus pacientes, atendendo nas especialidades de Clínica Médica, Cardiologia, Ginecologia, Ortopedia, Pediatria, Urologia, Psicologia, Nutrição, entre outras especialidades, realizando também exames como Raios X, Eletrocardiograma, Ecocardiograma, Mapa, Holter, Teste ergométrico, Eco por stress físico, Ultrassonografia, Preventivo e exames laboratoriais em parceria com o Laboratório Estrela.

Foto: Divulgação

Localizada na Rua José Américo, 98 no centro de Teofilândia, a clínica médica tem como objetivo prestar serviços na área da saúde para atender pacientes com qualidade, de forma ágil e com valores acessíveis. “Nosso maior objetivo é agregar o serviço de saúde da cidade, trazendo diversos atendimentos para que as pessoas não precise se deslocar a outro município, possibilitando aos pacientes fazer suas consultas, exames e os procedimentos necessários para um diagnóstico preciso em um só lugar”, disse o sócio e cardiologista, Dr. Márcio Nascimento.

Foto: Divulgação

Atualmente, a empresa conta com uma ampla equipe médica, o diretor técnico Dr. Márcio Souza Nascimento e o Administrador Natanael Ribeiro Vargas ambos sócios da empresa, está sempre buscando agregar valores para que a região desfrute de uma clínica confortável e segura, prezando sempre o bom atendimento, em variadas especialidades médicas. Buscando sempre ter no corpo médico profissionais de qualidade.

Galeria de fotos

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Cientistas apresentam coração impresso em 3D a partir de tecidos humanos

15 de abr de 2019 às 17:36 | em: Saúde
Foto: Ilustração

Cientistas da Universidade de Tel-Aviv, em Israel, produziram um coração vivo que palpita a partir de tecido humano com uma impressora 3D, feito que abre as portas para a realização de transplantes no futuro. O estudo foi publicado nesta segunda-feira (15), na revista Advanced Science. “É a primeira vez que se produz um coração com uma impressora 3D com o tecido humano de um paciente”, explicou o professor Tal Dvir. O coração “está completo, vivo e palpita” e foi feito com “células e biomateriais do próprio paciente. Fizemos uma pequena biópsia do tecido adiposo dele, removemos todas as células e as separamos do colágeno e outros biomateriais, as reprogramamos para que sejam células-mãe e logo as diferenciamos para que sejam células cardíacas e células de vasos sanguíneos”, detalhou Dvir. Em seguida, os biomateriais foram processados “para serem convertidos em biotinta, que permitirá imprimir com as células”. O produto final, um coração de cerca de 3 centímetros, equivale ao tamanho de um rato ou um coelho, mas “é muito básico”, destacou o professor. Para ele, “o próximo passo é amadurecer este coração de modo que possa bombear”. No momento, “as células podem se contrair, mas o coração completo não bombeia. Precisamos desenvolvê-lo mais” para conseguir um órgão que possa ser transplantado para um ser humano, afirmou Dvir. “O próximo desafio é amadurecer essas células e ajudá-las para que se comuniquem entre elas, de forma que se contraiam juntas. É preciso ensinar as células a se comportarem adequadamente. E depois teremos outro desafio, conseguir desenvolver um coração maior, com mais células. Temos que descobrir como criar células suficientes para produzir um coração humano”, explicou Dvir. O professor e pesquisador tem a esperança que “em 10 ou 15 anos tenhamos em hospitais impressoras 3D, que forneçam tecido para os pacientes. Talvez, corações”. O estudo “pavimenta o caminho até a medicina do futuro, na qual os pacientes não terão que esperar por um transplante ou tomar remédios para evitar sua rejeição. Os órgãos necessários serão impressos, totalmente personalizados para cada paciente”, explicou a universidade. O professor Dvir trabalha no Laboratório para Engenharia do Tecido e Medicina Regenerativa, na Faculdade de Ciências Vivas George S. Wise, da Universidade de Tel-Aviv, onde estuda estratégias de nanotecnologia para a engenharia do tecido cardíaco adiposo e a fabricação de tecidos híbridos, entre outros assuntos.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Conferência Municipal de Saúde é realizada em Araci e discute propostas para o SUS

14 de abr de 2019 às 07:39 | em: Araci,Saúde
Foto: Divulgação | PMA

Na última semana aconteceu em Araci a 6ª Conferência Municipal de Saúde, com tema “Democracia e Saúde: saúde como direito e consolidação e financiamento do SUS”, e teve por objetivo, discutir propostas de políticas públicas voltadas para a saúde tanto no âmbito municipal, quanto estadual e nacional, para que possam ser avaliadas e votadas para serem postas em prática e/ou serem encaminhadas às outras esferas de discussão a nível estadual e nacional. A Conferência que aconteceu em Araci, consiste na etapa Municipal de uma Convocação Nacional através da Presidência da República para a 16ª Conferência Nacional de Saúde.

Foto: Divulgação | PMA

As conferências de saúde acontecem a cada quatro anos, sempre no primeiro ano de governo do Presidente da República, e tem sua convocação realizada no ano anterior pelo presidente antessessor, sendo a Conferência Nacional composta, portanto, pelas etapas municipal, estadual e nacional. As Conferências de Saúde consistem em uma das formas de participação popular, criadas para fazer valer o princípio do SUS de Controle Social, em que a população não só tem o direito, como o dever de participar das políticas públicas de saúde e de ser protagonista no processo de sua consolidação. Outra forma de garantir esse princípio, são os Conselhos Municipais de Saúde (CMS), que consistem no agrupamento de pessoas da Sociedade Civil, trabalhadores de saúde, gestores e prestadores do SUS de forma paritária, que realizam reuniões ordinárias e extraordinárias para discutir problemas e políticas de saúde pública, aprovar decisões, orçamentos voltados para a saúde, dentre outros.

Foto: Divulgação | PMA

A nível Municipal, as conferências de saúde, após convocação nacional, são aprovadas, deliberadas e convocadas através de assembleia do CMS e publicada resolução no Diário Oficial do Município. Durante a Etapa Municipal, as propostas são deliberadas em grupos divididos por eixos temáticos (Saúde como direito; Consolidação do SUS e Financiamento do SUS), e votadas por delegados representantes de entidades de usuários do SUS, trabalhadores, gestores e prestadores de forma paritária. As propostas aprovadas são encaminhadas para a etapa estadual, onde o município também encaminha seus delegados representantes, eleitos na Conferência Municipal em cada segmento (usuário, trabalhador, prestador e gestor). A Conferência que aconteceu no dia 04 de Abril, representa um espaço democrático de construção, discussão e de luta, que foi realizada de forma oportuna na semana em que Araci comemora seus 60 anos de Emancipação Política, enfatizando a necessidade de organização e de luta para a consolidação de políticas públicas em todos os âmbitos, inclusive na saúde, por parte dos usuários, gestores, trabalhadores e prestadores.

Foto: Divulgação | PMA

O evento contou com palestra magna abordando assuntos pertinentes ao tema da conferência, ministrada pela Enfermeira Mestra, Doutoranda e docente da UEFS, Mariana, que serviu de fundamentação para as discussões nos eixos temáticos e também para a participação das pessoas através dos seus pronunciamentos. Além dos delegados de cada segmento representado na conferência, a mesma contou com a presença de diversas pessoas do poder legislativo, executivo, da administração pública indireta, trabalhadores, estudantes e representantes da sociedade civil. A inciativa foi de organização do Conselho Municipal de Saúde, em parceria com a Prefeitura Municipal de Araci, através da Secretaria de Saúde, que além das contribuições em relação à organização junto ao conselho, forneceu todo apoio em relação à logística para a concretização da conferência. (Fonte: Ascom PMA).

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Campanha nacional de vacinação contra gripe começa nesta quarta

10 de abr de 2019 às 16:20 | em: Saúde
Foto: Ilustração

Começa nesta quarta-feira (10) a campanha nacional de vacinação contra a gripe, destinada a grupos de pessoas mais vulneráveis ao vírus. A mobilização vai até 31 de maio em todo o país. De acordo com o Ministério da Saúde, nos primeiros dias da campanha – entre 10 e 18 de abril – serão priorizadas as crianças e gestantes. Para os que se enquadram em outras categorias, a vacinação será oferecida a partir de 22 de abril. O lançamento oficial da campanha acontece na manhã desta quarta em Porto Alegre, onde o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, cumpre agenda durante o dia. Também nesta quarta serão divulgados o número de doses e as metas da campanha. Em 2018, foram adquiridas 60 milhões de doses. Começa nesta quarta-feira (10) a campanha nacional de vacinação contra a gripe, destinada a grupos de pessoas mais vulneráveis ao vírus. A mobilização vai até 31 de maio em todo o país. De acordo com o Ministério da Saúde, nos primeiros dias da campanha – entre 10 e 18 de abril – serão priorizadas as crianças e gestantes. Para os que se enquadram em outras categorias, a vacinação será oferecida a partir de 22 de abril. O lançamento oficial da campanha acontece na manhã desta quarta em Porto Alegre, onde o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, cumpre agenda durante o dia. Também nesta quarta serão divulgados o número de doses e as metas da campanha. Em 2018, foram adquiridas 60 milhões de doses. 50 mortes em 2019. Até março deste ano já foram notificados 232 casos de influenza e a morte de 50 pessoas no país. Alguns estados tiveram que antecipar o início da campanha por causa de surtos imprevistos de gripe. No Amazonas, por exemplo, a vacinação começou em 20 de março. Podem receber a vacina gratuitamente: Crianças de 6 meses a 5 anos de idade; Gestantes e puérperas, isto é, mães que deram à luz há menos de 45 dias; Idosos; Profissionais de saúde, professores da rede pública ou privada, portadores de doenças crônicas, povos indígenas e pessoas privadas de liberdade; Portadores de doenças crônicas (como HIV) que fazem acompanhamento pelo SUS também têm direito à vacinação gratuita. A campanha se concentra neste período do ano porque a queda das temperaturas no outono e no inverno tende a aumentar as aglomerações de pessoas em lugares fechados e sem ventilação. São maiores também os riscos de se pegar a doença, pois a contaminação ocorre principalmente por meio do contato com outras pessoas doentes.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Estudo mostra que cães podem farejar câncer em amostras de sangue

08 de abr de 2019 às 16:06 | em: Saúde
Foto: Ilustração

O uso do faro dos cães para detectar doenças é uma nova frente de pesquisas da medicina. Um novo estudo, apresentado na reunião anual da Sociedade Americana de Bioquímica e Biologia Molecular, mostrou que os cães podem usar seu olfato altamente evoluído para farejar o câncer em amostras de sangue, com quase 97% de precisão. Os cães têm receptores de cheiros dez mil vezes mais eficazes do que os humanos, o que os torna muito sensíveis a odores que não percebemos. Os resultados podem levar a novos testes de detecção, mais baratos, precisos e não invasivos. “Um teste altamente sensível para detectar o câncer poderia salvar milhares de vidas e mudar a forma como a doença é tratada”, explica a pesquisadora Heather Junqueira. Para o estudo, os cientistas usaram uma forma de treinamento de reforço positivo para ensinar quatro cães da raça beagle a distinguir entre amostras de sangue normais e amostras positivas para câncer de pulmão. Três cães identificaram o câncer de pulmão corretamente em 97% das tentativas. “Esse trabalho é muito emocionante porque abre caminho para novas pesquisas, que podem levar a novas ferramentas de detecção de câncer”, disse Junqueira.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.