Religião

Menino com Síndrome de Down conforta Jesus durante Via Sacra

21 de abr de 2019 às 09:35 | em: Religião
Foto: Reprodução

Isso foi muito emocionante! Em um vídeo que viralizou ao redor do mundo (você poderá assisti-lo abaixo), um menino com síndrome de down vai ao encontro de um ator que interpretava Jesus durante uma Via Sacra no México para confortá-lo. A procissão ocorreu na sexta-feira santa deste ano em Monclova, no México, e o nome do menino é Juan Pablo. “O que uma criança com uma camisa de futebol verde faz no local de uma via sacra em Monclova?”, diz a descrição do vídeo em espanhol no Facebook. “Lembre-nos do amor mais sublime, o de cuidar dos outros com misericórdia! Sua inocência, seu amor transbordante e sua síndrome de down nos desafiam hoje. Juan Pablo é seu nome, que deve ser sinônimo de boa esperança. Vamos ensinar nossos filhos a serem mais compassivos”. Até o momento o vídeo tem mais de 3,3 Mi de visualizações, 36 mil reações e 78 mil compartilhamentos. Posicionar-se em defesa de pessoas com Síndrome de Down tornou-se um dos focos do movimento Pró-Vida nos últimos anos, uma vez que em muitos lugares, 90% das crianças diagnosticada com síndrome de down são abortadas antes de nascer. A Igreja ensina que todos os seres humanos são feitos à imagem de Deus, têm valor inerente e, portanto, devem ser protegidos, amados e cuidados.

Plan C, una Esperanza llamada Juan Pablo

¿Qué hace un niño con una playera verde de soccer en la escena de un Viacrucis en Monclova?¡Recordándonos el amor más sublime, el de cuidar al otro con misericordia!Su inocencia, su amor desbordante y su Síndrome de Down, trastocan hoy nuestro ser.Juan Pablo es su nombre, que debería ser sinónimo de buena esperanza.Enseñemos a nuestros críos a comulgar más con la compasión.Agradezco a Claudia Fuentes que me compartiera este instante, en Plan C siempre divulgamos las buenas historias que tanta falta le hacen a nuestro mundo.

Posted by Soy Plan C on Sunday, April 1, 2018

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Ataques simultâneos atingem igrejas e hotéis no Sri Lanka e deixam 150 mortos

21 de abr de 2019 às 09:24 | em: Religião
Foto: Reprodução

Uma série de explosões simultâneas em três igrejas e três hotéis de luxo no Sri Lanka provocou a morte de mais de 150 pessoas neste domingo (21). Entre os mortos, há pelo menos 35 estrangeiros, segundo balanços iniciais. Cerca de 500 pessoas ficaram feridas. Segundo as autoridades do Sri Lanka, os primeiros seis ataques ocorreram por volta das 8h45 (horário local, 2h30 em Brasília). No momento das explosões, os templos católicos estavam celebrando o Domingo da Ressureição, uma das datas mais importantes do calendário cristão. A capital, Colombo, foi alvo de pelo menos quatro explosões: em três hotéis de luxo e uma igreja. As outras duas igrejas atingidas ficam em Negombo, no oeste do país (região que abriga uma grande população católica); e em Batticaloa, no leste. Poucas horas depois das seis explosões simultâneas iniciais, foram registrados mais dois atentados. Uma explosão atingiu um pequeno hotel em Dehiwala, um subúrbio de Colombo. Uma oitava explosão foi registrada em Dematagoda, outro subúrbio da capital, e atingiu uma residência. Sete pessoas foram presas por suspeita de participação nos ataques. A rede BBC informou que o governo disse que a maioria das explosões foi provocada por terroristas suicidas. Nenhum grupo reivindicou a autoria das ações até o momento. Em resposta aos ataques, o governo impôs toque de recolher em toda a ilha, com início às 18h (horário local) até as 6h do dia seguinte. O governo determinou ainda um bloqueio temporário às redes sociais para impedir a difusão “de informações incorretas”. Segundo as autoridades, pelo menos 45 pessoas morreram em Colombo, 67 em Negombo, 25 em Batticaloa e 2 em Dehiwala.

Fonte: EBC

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Peça teatral intitulada “Caminhada Sagrada” marca finalização da celebração da Paixão de Cristo em Araci

21 de abr de 2019 às 09:18 | em: Araci,Religião
Foto: Divulgação

Na última sexta-feira (19), dia em que foi celebrada a Paixão de Cristo, a companhia de Teatro Icaraso apresentou uma belíssima peça teatral intitulada “Caminhada Sagrada”, cujo objetivo foi retratar de forma reflexiva, as 15 estações da Via Sacra, correlacionando-as com temas atuais. Assim como a Via Sacra, a peça teve início com a condenação de Jesus Cristo à morte, em que o povo pediu a crucificação de Jesus após Pilatos ter transferido para essas pessoas, essa responsabilidade. Na segunda estação, Jesus carrega a sua cruz, subindo ao monte do calvário, onde será crucificado. A terceira estação demonstra a queda de Jesus Cristo pela primeira vez, após ter sido muito torturado, e sob tortura é forçado a levantar pelos soldados.

Foto: Divulgação

Na quarta estação, Jesus encontra a sua mãe, onde se abraçam em meio à dor. Na quinta estação, Simão ajuda Jesus a carregar a sua cruz. Na sexta estação, Verônica, uma mulher que assistia à passagem de Jesus, se comoveu e limpou seu rosto. No pano usado por Verônica ficou gravado o rosto de Jeus. Na sétima estação, Jesus cai pela segunda vez. Na oitava estação, Jesus consola as mulheres de Jerusalém que choravam ao ver o seu sofrimento. Na nona estação, Jesus cai pela terceira vez. Na décima estação Jesus é despojado de suas vestes.

Foto: Divulgação

Na décima primeira estação, Jesus é pregado na Cruz, na décima segunda, Jesus morre na Cruz. Na décima terceira estação Jesus é decido da Cruz e entregue aos braços de sua mãe. Já na décima quarta estação, Jesus é sepultado. A apresentação finalizou na décima quarta estação, sendo que a décima quinta estação da Via Sacra, que representa a Ressureição de Cristo, será realizada neste sábado (20), a segunda etapa do espetáculo que será apresentada na Praça da Conceição após a missa de Sábado de Aleluia. A peça foi escrita e dirigida por Naiane Vila Nova e desenvolvida pela companhia de teatro Icaraso, com apoio da Prefeitura de Araci, através da diretoria de cultura, da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, Colégio Ideia e GSI.

Fonte: PMA

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Paixão de Cristo é celebrada com leituras, orações, reflexões e procissão do Senhor Morto em Araci

20 de abr de 2019 às 11:03 | em: Araci,Religião
Foto: Pastoral da Comunicação

Na última sexta-feira (19), uma multidão percorreu as principais ruas da cidade acompanhando a Procissão do Senhor Morto, com as imagens do Senhor Morto e Nossa Senhora das Dores, seguindo até a Igreja Matriz. Antecedendo a procissão, tão importante na Sexta-Feira da Paixão, aconteceu a leitura da paixão, momento de oração, reflexão, e de lembrar o sofrimento de Jesus, desde a sua traição, prisão, até a sua crucificação, morte e sepultamento. Rememorando esse momento, a Procissão do Senhor morto envolta por luto e respeito à entrega de Jesus Cristo percorreu diversas ruas da cidade de Araci. Durante a procissão, o emocionante canto de Verônica ecoou pelas ruas da cidade, fazendo a todos os presentes rememorarem e vivenciarem a Paixão de Cristo, cuja redenção representa a salvação do mundo. A procissão foi presidida pelo Padre Theófanes Fechine, e concelebrada com o Vigário José Carlos (JC). Após a procissão, as celebrações foram finalizadas com o Beijo da Cruz e o canto do ofício, seguidos pela apresentação da peça teatral intitulada “Caminhada Sagrada”, pela companhia de teatro Icaraso.

Fonte: PMA

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Procissão e Missa de Ramos marcam abertura da Semana Santa no Território do Sisal

Tucano | Foto: Ascom PCT

Domingo de Ramos é uma festa móvel cristã celebrada no domingo antes da Páscoa. A festa comemora a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, um evento da vida de Jesus mencionado nos quatro evangelhos canônicos.

Teofilândia | Foto: Felipe Mateus

Na liturgia romana, este dia é denominado de “Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor. Este domingo (14), foi marcado pela procissão em todo o Território do Sisal. Também ocorreram as missas do evento religioso.

Conceição do Coité | Foto: Calila Notícias

Em Teofilândia, Araci, Serrinha, Tucano, Conceição do Coité e demais cidades, a comunidade católica deu vida a essa majestosa manifestação religiosa e cultural. Confira a missa em Araci:

Transmissão da Santa Missa Domingo de Ramos Primeira Leitura (Is 50,4-7)Responsório (Sl 21)Segunda Leitura (Fl 2,6-11) Evangelho (Lc 19,28-40)Preside Padre Théo, paróco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição do Raso.

Posted by Paróquia de Araci on Sunday, April 14, 2019

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Teofilândia, Serrinha e Araci recebem a visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora Aparecida

03 de abr de 2019 às 09:14 | em: Araci,Religião,Serrinha,Teofilândia
Foto: Divulgação | Ascom

Nesta segunda-feira (01), a Paróquia Santo Antônio de Teofilândia recebeu a visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do ECC e do Brasil, que seguirá o seu trajeto até Brasilia, quando acontecerá o XXII Congresso Nacional do ECC.

Foto: Divulgação | Ascom

Na sequência, a imagem foi entregue na Diocese de Serrinha. A imagem havia passado por Araci, anteriormente. Em todos os municípios por onde passou, a imagem foi recebida com muito entusiasmo e amor pelos fieis.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Fotos: Veja os melhores momentos do Dia dos Evangélicos em Araci

11 de mar de 2019 às 16:20 | em: Araci,Eventos,Religião

Hoje: Dia do Evangélico em Araci terá Marquinhos Gomes, Sandro Nazireu e bandas locais

09 de mar de 2019 às 11:20 | em: Araci,Religião

Foto: Divulgação

Neste sábado (9), o Dia do Evangélico em Araci terá uma programação a partir das 19h. Esse ano o evento religioso contará com grandes nomes da música gospel, como Marquinhos Gomes e Sandro Nazireu. Além da Banda Coração Valente, Ministério Nação da Cruz e bandas locais. A pregação ficará por conta do Pastor Edvaldo Filho. O evento é realizado pelas Igrejas Evangélicas, com o apoio da Prefeitura de Araci.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

21 de janeiro: Dia Mundial da Religião e Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa no Brasil

21 de jan de 2019 às 20:53 | em: Religião

Foto: Reprodução

O Brasil registra uma denúncia de intolerância religiosa a cada 15 horas, e os adeptos de religiões de matriz africana estão entre os principais alvos. Segundo o último levantamento do Ministério dos Direitos Humanos, realizado há dois anos, umbanda e candomblé eram as religiões mais perseguidas no país. Para estimular o debate sobre o tema, o ex-presidente Lula sancionou, em 2007, a lei que criou o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, comemorado em 21 de janeiro. A data coincide com a morte da ialorixá Gildásia dos Santos, conhecida como mãe Gilda de Ogum, fundadora do Axé Abassá de Ogum, em Itapuã (BA). Em 2000, a religiosa foi atacada dentro do terreiro, e o trauma contribuiu para os problemas cardíacos que a levariam à morte. “Membros da Assembleia de Deus atacaram verbalmente e fisicamente, jogando a Bíblia sobre a sua cabeça e dizendo que iam exorcizá-la, que iam tirar o demônio do corpo dela. Mãe Gilda ficou muito abalada”, relata Flávio Magalhães, filho do terreiro Abassá de Ogum. No mesmo ano, a mãe de santo foi vítima de outra injustiça – que custou sua vida, segundo as palavras de Flávio. “Não bastando isso, a Igreja Universal do Reino de Deus [por meio do jornal Folha Universal] publicou uma foto da ialorixá, no seu jornal, com uma tarja com a chamada ‘macumbeiros charlatões lesam a vida e o bolso de clientes’. Ao ver essa chamada falsa, ela teve um ataque cardíaco fulminante”, relembra. A partir de 2011, o Disque 100, número de telefone do governo que funciona 24 horas por dia para receber denúncias de violações de direitos humanos, começou a contabilizar os casos de intolerância religiosa. No primeiro ano de balanço, foram 15 casos. O número saltou para 109 no ano seguinte, chegou a 201 em 2013 e recuou para 149 registros em 2014, de acordo com a secretaria de Direitos Humanos. Entre 2015 e o primeiro semestre de 2018, foram 1.729 casos de intolerância religiosa – uma média de 42 por mês.

Foto: Reprodução

Campanha

“O governo precisa pautar mais ações efetivas que possam coibir este ódio”, analisa mãe Jaciara Ribeiro, filha biológica de mãe Gilda, e atual ialorixá do Axé Abassá de Ogum. Para ampliar a visibilidade do Dia Nacional de Combate à Intolerância, o coletivo Okàn Dìmó criou a campanha “Todxspor21”, que reúne relatos de pessoas pela liberdade de fé. “A perseguição às religiões de matriz africana já vem acontecendo há muito tempo. Na formação da sociedade brasileira, nossos ancestrais escravizados passaram por um processo de ressignificação dos seus símbolos para que a gente pudesse pensar e cultivar o candomblé”, explica Odara Dèlé, professora de sociologia e membro do coletivo Okán Dìmó. O nome do coletivo significa “corações que abraçam”. O grupo é resultado de uma iniciativa do babalorixá Rodney de Oxóssi, do Bàbá Bruno Nascimento e da Ìyá Ẹfun Lade. As reuniões mensais começaram no início de 2017 para discutir estratégias de proteção para a liberdade de culto e contra o racismo. Casos recentes, como os ataques nas redes sociais contra a imagem, o legado e a memória de mãe Stela de Oxóssi, no final do ano passado, e o assalto ao terreiro Casa do Mensageiro, no dia 12 de janeiro, em Salvador, deixam o grupo em alerta para a onda de intolerância religiosa em tempos de governo de extrema direita. “Nós acreditamos que, a partir dessa conjuntura política, em que as religiões pentecostais e a ideologia de direita têm tomado proporções fortíssimas, esses casos venham a crescer”, lamenta Odara. Por outro lado, há exemplos de resistência dos povos de terreiro e lutas históricas por reparação e reconhecimento de direitos. No caso da reportagem da Folha Universal, o terreiro venceu a Igreja do bispo Edir Macedo na Justiça. “A Igreja Universal foi condenada a pagar R$ 1 milhão à família, referente a R$ 1,00 por jornal veiculado. Só que a Igreja Universal recorreu alegando que ‘não ia enriquecer família da mãe de santo'”. No final do processo, o valor ficou em R$ 140 mil, divididos em sete vezes. Para a família de mãe Gilda de Ogum e seus filhos de santo, o dinheiro não importa, porque “não ia trazer a ialorixá de volta”. Mas, “só o fato de nós termos ganhado a causa contra uma igreja neopentescostal do tamanho que é a Universal, foi uma vitória enorme”, enaltece Flávio Magalhães.

Foto: Reprodução

Busto de fé

Em 28 de novembro de 2014, em meio às comemorações do mês da Consciência Negra, foi inaugurado um busto de bronze em homenagem à memória de mãe Gilda. A estátua fica no parque do Abaeté, em Itapuã. Em maio de 2016, a obra foi alvo de vandalismo.  Confira o relato da entrevista com mãe Jaciara de Ogum, filha biológica de mãe Gilda, sobre o caso: “Foi a partir da minha luta de ter conseguido o busto de mãe Gilda que foi instalado aqui na lagoa de Abaeté. Foi muito difícil essa instalação. E depois, quando o busto completa dois anos, ele é violado. Foi apedrejado, foi violado todo. Daí, a gente teve que fortalecer de novo. Para mim, como filha biológica de mãe Gilda, ter visto a imagem dela ser maculada pela Igreja Universal do Reino de Deus, daquela matéria que maculava a imagem dela com o ‘macumbeiros charlatões lesam a vida e o bolso dos clientes’, vê-la morrer… Aí, depois, mesmo o busto dela, que é um símbolo… por mais que seja um busto feito de bronze e de ferro, mas é a imagem da ialorixá que foi maculada e apedrejada. Para mim foi muito difícil”, relembra, emocionada. A estátua de mãe Gilda, no mesmo local, em Abaeté, foi restaurada e reinaugurada em novembro de 2016. (Edição: Daniel Giovanaz | Brasil de Fato).

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Morte de Mãe Stella de Oxóssi é uma grande perda para a cultura e religião na Bahia

27 de dez de 2018 às 22:45 | em: Bahia,Cultura,Religião

Foto: Reprodução

Maria Stella de Azevedo Santos, Mãe Stella de Oxóssi, Odé Kayode, nasceu em Salvador, em 2 de maio de 1925. Ela faleceu em Santo Antônio de Jesus nesta quinta-feira (27), aos 93 anos. Mãe Stella foi a quinta Iyalorixá do Ilê Axé Opó Afonjá em Salvador, Bahia. Ela estava internada há 13 dias, desde 14 de dezembro, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Incar (INCAR) de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo. Autoridades e famosos foram às redes sociais lamentar o falecimento da ialorixá. Reservada e ao mesmo tempo brincalhona, ela é famosa no mundo todo por ser representante do candomblé e uma das figuras mais influentes da Bahia. Mãe Stella recebeu vários prêmios, homenagens e condecorações, como o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade Federal da Bahia (2005), por se destacar como defensora da cultura negra. Além de ser convidada a ocupar o assento de número 33 da Academia de Letras da Bahia (2013). Órfã de mãe aos sete anos, foi criada por seus tios que seguiam o catolicismo, mas aos 14 foi iniciada no candomblé. Formou-se com especialização em Saúde Pública na Escola Baiana de Medicina, trabalhando com crianças por 30 anos. Causou polêmica ao tornar-se mãe de santo do Terreiro Ilê Axé Opó Afonjá, relativamente cedo, aos 50 anos de idade. A Ialorixá também é conhecida por defender o fim do sincretismo religioso, destacando o respeito a individualidade de cada religião. Ela é considerada um ícone da cultura Baiana e das religiões afrodescendentes. 

Conheça um pouco mais de Mãe Stella:

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Missa marca o encerramento dos festejos de Nossa Senhora da Conceição em Araci

09 de dez de 2018 às 10:16 | em: Araci,Religião

Foto: Pascom Araci

Uma Missa marcou o encerramento dos festejos de Nossa Senhora da Conceição, em Araci, neste sábado (08). A Santa Missa de encerramento da festa da Padroeira municipal teve a presença do bispo da diocese, Dom Otorrino (presidente da celebração), e como concelebrantes o Dom José Ionilton, Pe. Théo, Pe. José Carlos e Pe. Lima. Os festejos reuniram fieis de todo o município deste o dia 30 de novembro, quando houve a missa de abertura. Foram nove noites de muita comemoração, através de missas, orações e festividades de integração entre a comunidade católica. A praça Nossa Senhora da Conceição recebeu Parque de Diversões e barracas com alimentos diversos.

Galeria de fotos
  • Foto: Pascom Araci
  • Foto: Pascom Araci
  • Foto: Pascom Araci
  • Foto: Pascom Araci

Fim da Santa Missa de encerramento da festa de nossa Padroeira com o bispo de nossa diocese, Dom Otorrino (presidente da celebração), e como concelebrantes o Dom José Ionilton, Pe. Théo, Pe. José Carlos e Pe. Lima.

Posted by Paróquia de Araci on Saturday, December 8, 2018

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

1° Noite do Novenário a Nossa Senhora da Conceição do Raso ocorre em Araci

30 de nov de 2018 às 15:15 | em: Araci,Religião

Fotos: Ascom PNC

A primeira noite do Novenário a Nossa Senhora da Conceição do Raso ocorreu em Araci nesta quinta-feira (29). A noite foi recheda de emoções, com Santa Missa presidida pelo Frei Anílson, da Paróquia Santuário de Nossa Senhora Aparecida em Serrinha. O novenário ocorre até a festa principal, dia 08 de Dezembro. Em frente à Igreja, o fiel desfruta de diversas ações de integração com a comunidade, além de alimentos típicos de Araci. Também há um Parque de Diversões e diversas ações sociais.

Galeria de fotos
  • Fotos: Ascom PNC
  • Fotos: Ascom PNC
  • Fotos: Ascom PNC
  • Fotos: Ascom PNC
  • Fotos: Ascom PNC
  • Fotos: Ascom PNC

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

O combustível mais barato na BR-116 entre Tucano e Teofilândia está no Posto Barreiro

29 de nov de 2018 às 16:43 | em: Br 116,Publicidade,Religião,Teofilândia

Foto: Divulgação

Combustíveis com o menor preço e qualidade da região você só encontra no Posto Barreiro, localizado na BR-116, no povoado do Barreiro, em Teofilândia. O posto é hoje a principal opção para quem transita na BR-116. A gasolina está sempre abaixo dos preços da região. Atendimento de segunda à sábado das 05h à 20h e aos domingos das 05 às 19h. Dê uma passada no Posto Barreiro e confira a qualidade do combustível. A gasolina está no preço de R$ 4,33, o álcool está R$ 2,95, o diesel S10 está R$ 3,50 e S500 $3,44.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Cultura: Festa do Caboclo Boiadeiro reúne mais de 2 mil pessoas em Araci

30 de set de 2018 às 19:14 | em: Araci,Cultura,Religião

Foto: Divulgação

A tradicional festa do Caboclo Boiadeiro reuniu mais de 2 mil pessoas no terreiro Ilê Axé Jitolobi, na cidade de Araci. O evento religioso e cultural do Candomblé teve inicio no ultimo sábado (29) e finaliza neste domingo (30). A festa do Caboclo Boiadeiro já é tradição há mais de 20 anos. Gelvane da Silva, popularmente conhecido como “Pai Gel”, é o líder religioso no município e atrai fiéis de toda a Bahia e do Brasil.

Foto: Divulgação

“Pai Gel” é líder espiritual com influência e respeitabilidade entre músicos e atores da Bahia e do Brasil. “O Ilê Axé Jitolobi em Araci está em festa, tudo maravilhoso em Louvor ao Caboclo Boiadeiro Catimboré da Selvagem (…). Agradecemos a todos que com muita fé e amor vieram, agradecemos também aos que ainda estão para chegar, pois nossa festa não acabou”, disse Geovane.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

“Celebra Araci” encanta com música, religião e serviços sociais

24 de set de 2018 às 11:30 | em: Araci,Eventos,Religião

Foto: Reprodução

Centenas de pessoas participaram do “Celebra Araci”, um dos maiores eventos evangelísticos já realizados no município. A celebração teve como tema “Vamos com tudo e com todos”. Houve a celebração de vários batismos, uma cerimônia nunca vista em praça pública. O evento contou com shows de diversos artistas do cenário gospel e prestação de serviços sociais numa Feira de Ações de Saúde. Diversos estandes funcionavam como verdadeiros consultórios itinerantes de médicos, dentistas, fisioterapeutas, psicólogos, fonoaudiólogos e advogados. Outros estandes abrigavam laboratórios de avaliações e controle, com uma equipe paramédica fazendo exames para identificar, diabete, tipo sanguíneo, aferimento de pressão e outros procedimentos. Havia também estande com birôs de advogados e áreas com equipamentos de alongamento orientado por profissionais. O publico também foi premiado com bolsas de estudo do ensino fundamental à faculdade e outros brindes patrocinados pelas marcas parceiras do evento. “Estamos em momento não só de festa, estamos celebrando tudo o que Deus fez no passado pela sua igreja nesta comunidade ao longo destes 72 anos de existência. Estamos dando graças pelo que Ele está fazendo no presente e louvando o que Deus continuará fazendo no futuro”, disse o pastor Rosenildo.

Galeria de fotos

 

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Entrevista: Bispo natural de Araci encontra Papa Francisco e entrega presente em Roma

14 de set de 2018 às 13:45 | em: Araci,Religião

Encontro com o Papa | Foto: Arquivo Pessoal

José Ionilton Lisboa de Oliveira, 56 anos, é natural de Araci e foi ordenado Bispo pela Igreja Católica Apostólica Romana  no dia 19 de abril de 2016, através de uma publicação no jornal L’Osservatore Romano. A ordenação ocorreu em uma emocionante celebração de missa campal em frente à Igreja Matriz de Araci, sua cidade Natal, no dia 16 de julho de 2017 (relembre aqui). Dom José Ionilto atualmente é Bispo em Itacoatiara, Amazonas. Ele é o líder religioso na Prelazia de Itacoatiara (relembre aqui).

Ordenação| Foto: Arquivo Pessoal

Entre 5 e 13 deste mês de Setembro de 2018, José Ionilton participou do Encontro de Curso para Novos Bispos da Igreja Católica, em Roma. Segundo o Bispo araciense, trata-se de um encontro que acontece anualmente e tem o objetivo de reunir os novos bispos da Igreja Católica. O encontro foi organizado pela Congregação Geral dos Bispos e reuniu líderes religiosos de todo o mundo. O tema deste ano foi: Servidores da Alegria do Evangelho. “Neste encontro, nós discutimos diversos assuntos. A luta dos povos indígenas, o lugar dos mais pobres na função social da Igreja. Também fizemos muita oração, assuntos espirituais e a nossa relação com as outras religiões também foi assunto do encontro“, disse ele. José Ionilton, junto com os outros Bispos, também encontrou com o papa em um ambiente reservado. Ele entregou um artesanato produzido na Amazônia. “O papa achou bonito e agradeceu muito“, finalizou.

Confira a entrevista:

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Assista: Procissão de Nossa Senhora Santana em 1985 encanta as redes sociais

26 de jul de 2018 às 18:59 | em: Religião,Tucano,TV Web

Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (26), a Paroquia de Tucano publicou um vídeo em seu perfil no Facebook de uma procissão de Senhora Sant’Ana, do ano de 1985. O vídeo encantou as redes sociais. Assista a reprodução do vídeo através da TV A Voz do Campo. Os festejos em comemoração à Padroeira de Tucano estão em curso, sendo esta quinta-feira o seu dia principal.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Quem foi Nossa Senhora de Santana? Conheça a história

26 de jul de 2018 às 10:05 | em: Religião

Foto: Ilustração

Conhecida também como Santa Ana, a Nossa Senhora Santana é muito importante para os cristãos. Apesar de muitas pessoas não fazerem ideia de quem ela foi, sua figura está no centro da Igreja Católica. Ela é a mãe de Maria, que por sua vez gerou Jesus Cristo. Por isso é comum que essa personalidade seja designada a padroeira dos avós. Santa Ana era casada com São Joaquim, uma pessoa de grande influência, principalmente na região de Jerusalém, onde moravam. Seu marido, além da influência, era pertencente à família real de Davi. Apesar do grande prestígio, o casal passaria por grandes dificuldades pelo caminho, em razão de uma dificuldade para gerar filhos. O nome Ana significa “graça”. Essa relação com o espiritual, presente até mesmo no nome, é significativo para compreender os eventos que ocorreram na vida de Nossa senhora de Santana. É desse seio familiar que surgiria, pouco depois, a criança Jesus, o principal personagem da tradição católica. Apesar dessa relação de parentesco entre cristo e Santana, o dia de Nossa Senhora Santana ainda é desconhecido por várias pessoas, em especial no Brasil.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Confira fotos da 9º noite de festejos da padroeira de Tucano

26 de jul de 2018 às 09:52 | em: Religião,Tucano

Galeria de fotos
  • Foto: @gui_bit
  • Foto: @gui_bit
  • Foto: @gui_bit
  • Foto: @gui_bit

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Araci: Policlínica Fernando Ribeiro realiza XV tradicional triduo em honra a Santo Antônio

16 de jun de 2018 às 09:20 | em: Araci,Religião

Foto: Policlínica Fernando Ribeiro

A Policlínica Fernando Ribeiro realizu um tradicional XV triduo em honra a Santo Antônio, em Araci. Segundo o médico Dr. Fernando, foi uma alegria contar com o apoio da comunidade religosa local, uma vez que as orações também marcam a reativação do Ponto de Atendimento e Hospital Dia. “Reativamos com as bençãos do Glorioso Santo”, disse o médico ao site A Voz do Campo.

Galeria de fotos
  • Foto: Policlínica Fernando Ribeiro
  • Foto: Policlínica Fernando Ribeiro
  • Foto: Policlínica Fernando Ribeiro
  • Foto: Policlínica Fernando Ribeiro

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.