Mundo

Ator é preso após marcar encontro com menor de idade nos EUA

17 de dez de 2018 às 13:39 | em: Mundo

Foto: Reprodução

A Polícia de Salt Lake City, nos Estados Unidos, prendeu no sábado (14) um ator da Disney acusado de marcar encontro para fazer sexo com menor de idade. Stoney Westmoreland, de 48 anos, interpreta o avô da protagonista da série infantil “Andi Mack”, do Disney Channel. Westmoreland foi pego em flagrante em uma emboscada armada pela polícia. Os policiais se passaram por uma pessoa menor de 13 anos – as autoridades não disseram se o falso perfil era de um menino ou de uma menina. Ao “Washington Post”, o detetive Greg Wilking disse que o ator sabia que se tratava de um menor de idade e mandou fotos íntimas ao perfil. Ele também teria pedido ao falso jovem que fizesse o mesmo. A Justiça local arbitrou ao ator fiança de US$ 30 mil – equivalente a cerca de R$ 117 mil. Westmoreland responderá por cinco acusações: uma por sedução de menores pela internet, e quatro por entregar material nocivo a um ou uma menor. Além de enfrentar a Justiça, o ator perdeu o emprego no Disney Channel, o canal de desenhos e séries da gigante do entretenimento norte-americano. A porta-voz da empresa, Patti McTeague, comunicou a demissão à imprensa dos EUA: “Dada a natureza das acusações e da nossa responsabilidade pelo bem estar dos jovens empregados [no Disney Channel], nós o dispensamos de seu papel atual. E ele não vai voltar a trabalhar na série [Andi Mack], cuja projução da terceira temporada começa na semana que vem”, disse McTeague.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Menino de 8 anos ganha R$ 84 milhões com Youtube

13 de dez de 2018 às 17:04 | em: Mundo

Foto: Reprodução

Um menino de oito anos, que faz vídeos sobre brinquedos, é o mais bem pago do YouTube. Ele ganhou US$ 22 milhões, cerca de R$ 84 milhões em um ano. As estimativas da revista Forbes indicam que Ryan, do canal Ryan ToysReview, desbancou o youtuber Jake Paul por US$ 500 mil, nos 12 meses anteriores a junho. O canal Dude Perfect ficou em terceiro lugar, faturando US$ 20 milhões, de acordo com a revista. Os ganhos de Ryan, que não incluem impostos ou pagamentos a agentes e advogados, dobraram em comparação ao ano anterior. O menino disse que tem a fórmula pra conversar com o público infantil. “Porque eu sou divertido e engraçado”, contou o garoto. Desde que o canal foi criado pelos pais de Ryan em março de 2015, os vídeos tiveram quase 26 bilhões de visualizações e ganharam 17,3 milhões de seguidores. A Forbes disse que apenas US$ 1 milhão do total de US$ 22 milhões não vinha de anúncios exibidos no início dos vídeos, mas sim de posts patrocinados. O montante gerado por posts patrocinados é pequeno se comparado ao de outros youtubers, diz a Forbes. É “resultado dos poucos acordos que a família dele aceita”, diz a revista. Os brinquedos que aparecem no canal podem acabar nas lojas na mesma hora. Em agosto, a rede Walmart começou a vender brinquedos e roupas da marca Ryan’s World e um vídeo que mostrava Ryan e seus pais procurando esses produtos no Walmart teve 14 milhões de visualizações em três meses. O que Ryan ganhou com o acordo com o Walmart deve aumentar bastante os ganhos dele no ano que vem. Como ele ainda é criança, 15% do que ele ganha vão para uma conta bancária que Ryan só poderá acessar quando for adulto. As irmãs gêmeas dele também estão na festa: elas aparecem em alguns vídeos em outro canal, o Ryan’s Family Review. Apesar de ser um dos rostos infantis mais famosos da internet, sabe-se pouco sobre a vida privada de Ryan. Nunca foram revelados seu nome completo, nem onde vive. Mas em uma entrevista que sua mãe concedeu em 2017, citada pelo jornal The Washington Post, ela conta que a ideia do canal do Youtube surgiu quando o menino tinha 3 anos de idade. “Ryan estava assistindo a uma grande quantidade de canais de resenhas de brinquedos. Alguns de seus favoritos são EvanTubeHD e Hulyan Maya, porque costumavam fazer um monte de vídeos sobre Thomas the Tank Engine (um trem de brinquedo), e Ryan era fã de Thomas”, disse sua mãe ao site Tubefilter, no ano passado. “Um dia ele me perguntou: ‘Como é que eu não estou no Youtube como todas as outras crianças?’. Foi assim que dissemos: ‘sim, podemos fazer isso’. Então o levamos à loja para comprar seu primeiro brinquedo. Acho que foi um trem de Lego. E tudo começou a partir daí”, explica a mulher, que prefere manter o anonimato. O canal aberto em março de 2015 teve seu grande lançamento com um vídeo em que Ryan abriu mais de 100 brinquedos escondidos em ovos-surpresa de plástico. O vídeo teve mais de 800 milhões de visualizações. Um vídeo chamado “Top 10 experiências científicas que você pode fazer em casa com as crianças”, em que estrelavam os três, teve mais de 26 milhões de visualizações.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos; entenda o tema

10 de dez de 2018 às 09:56 | em: Educação,Mundo

Foto: Reprodução

A Declaração Universal dos Direitos do Homem chega a 70 anos no dia 10 de dezembro de 2018. O texto foi aprovado pelos Estados-membros da ONU (Organização das Nações Unidas) – incluindo o Brasil – apenas três anos após o fim da Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Seus 30 artigos compõem a base de todas as leis contemporâneas que defendem os direitos essenciais de todo o ser humano, como o direito à vida, à integridade física, à livre expressão e à associação, sem qualquer distinção de raça, cor, sexo, religião ou visão política. Esses 70 anos da declaração, no entanto, não estão marcados apenas por celebrações. Em todo o mundo, os direitos humanos seguem sendo ameaçados. Em maio de 2017, numa entrevista ao Nexo, Iain Levine, então diretor de Programas de uma das mais influentes organizações do setor, a Human Rights Watch, disse que o mundo está enfrentando a maior ameaça aos direitos humanos desde o pós-Guerra. “Todo o sistema criado em 1948 está sendo duramente questionado e cada vez mais há rejeição ao conceito de universalidade dos direitos”, disse Levine.

O que é a Declaração Universal dos Direitos Humanos?

A Declaração Universal dos Direitos Humanos é o documento mais conhecido e mais influente do mundo na área de direitos humanos. Ela lista, em 30 artigos, os direitos inerentes (com os quais todo ser humano nasce) e inalienáveis (que não podem ser retirados de ninguém). Ela diz que “todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos” e determina que esses princípios devem ser aplicados “sem distinção de qualquer espécie, seja de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento, ou qualquer outra condição”. Essa declaração foi adotada em 10 de dezembro de 1948 pelos Estados-membros da ONU (Organização das Nações Unidas). No contexto político da época, sua adoção expressa a vontade de evitar a repetição de tragédias humanas como as ocorridas durante a Segunda Guerra Mundial, que havia chegado ao fim apenas três anos antes, em 1945. Seus princípios, entretanto, são muito mais antigos. A declaração codifica valores que estão presentes em textos religiosos, filosóficos e políticos que atravessam toda a história da civilização. Ela é um documento de valor “consuetudinário” – palavra que se refere ao caráter de “costume” entranhado na cultura humana através dos tempos. Muitas de suas formulações encontram inspiração na Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, proclamada em 1789, durante a Revolução Francesa, que marcou o ocaso das monarquias absolutistas e passou a afirmar o ideal de liberdade, igualdade e fraternidade entre todos os seres humanos – ainda que o colonialismo e a escravidão perdurassem como marcas a contradizer na prática esses ideiais. O documento da ONU de 1948 é uma Declaração sem força de lei. O que ela fez foi estabelecer um “ideal comum a ser atingido por todos os povos e todas as nações”. Quando lançada, a declaração trouxe consigo o compromisso explícito de que todos os países do mundo adotassem “medidas progressivas de caráter nacional e internacional” para assegurar “sua observância universal e efetiva”. Foi a partir dela que se desprenderam diversas legislações nacionais e internacionais que, com maior detalhe, regulam hoje uma ampla coleção de direitos civis, políticos, econômicos, sociais e culturais.

Conheça mais em Nexo Jornal.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Morador de rua faz questão de pagar almoço em restaurante de bairro nobre e ganha repercussão na web

07 de dez de 2018 às 16:40 | em: Brasil,Filantropia,Mundo

Foto: Reprodução

No início da tarde desta terça-feira (4), um senhor chegou a um restaurante no Lourdes, bairro nobre da Região Centro-Sul de Belo Horizonte, pediu uma entrada com frango, um filé, uma garrafa de vinho e um refrigerante. Maltrapilho e descalço, ele carregava uma sacola de plástico e uma nota de R$ 50. “O garçom veio me perguntar se ele poderia ser atendido. Eu respondi que sim. Se ele quer almoçar aqui, qual é o problema de estar malvestido?”, disse o dono do restaurante Benvindo, Gustavo Viana. A advogada e professora Daniela Zapata estava almoçando com amigas quando viu o homem entrando no restaurante. “Ele foi atendido com tanta dignidade que a gente ficou com um sentimento de alegria. Ele fez questão de pagar e parecia que havia se preparado para ir ao restaurante”, disse ela que contou a história em seu perfil no Instagram. Até o começo da tarde desta quarta-feira (5), a foto tinha mais de 15 mil curtidas em diferentes perfis do Instagram. A imagem do morador de rua acabou viralizando na internet. “A gente ficou até assustado com a repercussão. Ele só quis almoçar e pagar por isso, né? Só isso”, disse Gustavo. O homem se sentou em uma mesa e pediu o cardápio. “Eu até disse ao garçom que não precisava cobrar dele. Deixa ele comer, né? Fiquei com dó. Mas aí o garçom voltou dizendo que ele fazia questão de pagar. Achei muito bacana. Ele só queria ser tratado como um cliente qualquer”, contou o empresário. “O prato mais barato do restaurante custa R$ 43. A conta dele ficou em R$ 130. Segundo Gustavo, o homem deu a nota de R$ 50 e o garçom ainda devolveu o troco. “A gente cobrou só o refrigerante que custa R$ 8. Ele só queria ser tratado com dignidade”, contou ele. Daniela disse que ao chegar o troco, o homem ficou indignado porque sabia que tudo que havia consumido não valia menos de R$ 10. “Aí o garçom muito delicado disse que o restaurante não cobrou pelo serviço.”

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Igreja usa o dízimo para quitar dívidas de 48 famílias de sua congregação

06 de dez de 2018 às 17:33 | em: Filantropia,Mundo

Foto: Ilustração

A Igreja “Worship Center Christian Church”, que fica no estado do Alabama – EUA, usou seus recursos financeiros para quitar dívidas de 48 famílias de sua congregação. Cerca de 41 mil dólares foram usados de forma generosa para que estas famílias possam ter um novo começo, longe das dívidas. O dinheiro doado foi o mesmo dinheiro que a instituição recebeu de doações de seus fiéis e a ideia foi do pastor presidente, Vanable H. Moddy, que afirmou que através deste ato pretende ser as “mãos e os pés de Jesus”, para aqueles que enfrentam adversidades: “Nós sentimos o chamado para erradicar essas dívidas, porque queremos dar às pessoas um novo começo e ajudá-las a sair deste buraco”. A Igreja já trabalha há algum tempo ajudando os mais necessitados, realizando trabalhos para pessoas desabrigadas, visitando prisões na região e distribuindo alimentos. O pastor, que costuma dar alguns sermões relacionados à gestão financeira, explica o porquê considera sua atitude importante: “Tivemos uma série de mensagens que ensina sobre as finanças, e uma das mensagens direcionadas foi sobre a importância de viver livre de dívidas. Nesta mensagem, tratei com a dor que a dívida realmente provoca nas pessoas e prejudica a qualidade de vida de diferentes maneiras”. As famílias ajudadas pela Igreja também receberam aulas sobre gestão financeira e a partir de agora poderão viver com a paz de quem não tem nenhuma dívida para quitar. Vanable disse que começou a prestar atenção e viu que muitas famílias no estado do Alabama estão com problemas financeiros, então além de sua igreja oferecer aulas, ele achou que poderia fazer algo a mais, os ajudando a “sair do buraco”: “Nós sentimos o chamado para erradicar essas dívidas, porque queremos dar as pessoas um novo começo e ajuda-las a sair deste buraco”. Recentemente, o Alabama aprovou uma lei que permite que os credores possam quitar suas dívidas nos bancos, com taxas mais baixas. É importante salientar que o pastor não estava em busca de uma solução de curto prazo, pois foi à procura das famílias que estavam endividadas há bastante tempo e entendeu que elas precisavam de conselhos e aulas de educação financeira. Após quitarem suas dívidas, essas pessoas participaram de workshops de finanças, para que de fato, possam nunca mais contrair dívidas e passar os ensinamentos aos seus filhos.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Insulina para diabéticos pode faltar nas próximas décadas e isso preocupa cientistas

03 de dez de 2018 às 11:36 | em: Mundo,Saúde

Foto: Ilustração

O fenômeno tem sido chamado de flagelo da vida urbana: um estilo de vida não saudável e obesidade levaram a um ressurgimento da diabetes de tipo 2, que ocorre quando o corpo não consegue produzir insulina suficiente para regular os níveis de açúcar no sangue. Agora os cientistas afirmam que milhões de pessoas ao redor do mundo que têm diabetes podem não conseguir acesso à insulina ao longo da próxima década – e, talvez, por ainda mais tempo. Cerca de 400 milhões de pessoas entre 20 e 79 anos vivem com a diabetes de tipo 2, que é a forma mais comum da doença. Mais da metade delas na China, na Índia e nos Estados Unidos. Até 2030, acredita-se que os números ultrapassem 500 milhões. A outra forma da diabetes é a de tipo 1, na qual o corpo ataca as células do pâncreas que produzem insulina. Um novo estudo publicado no periódico científico Lancet Diabetes and Endocrinology afirma que aproximadamente 80 milhões de pessoas com diabetes vão precisar de insulina até 2030. Mas cerca de metade delas – possivelmente, a maioria na Ásia e na África – não conseguirá. Atualmente, uma em cada duas pessoas com diabetes de tipo 2 não têm acesso à insulina que precisam. “O acesso (à insulina) é definido como a combinação da disponibilidade do produto e se ele é acessível”, afirmou o médico Sanjay Basu, da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, que coordenou a pesquisa. “Além da questão dos preços, também deve existir uma cadeia de abastecimento que consiga distribuir de forma segura uma droga refrigerada e tudo aquilo que a acompanha – como agulhas esterelizadas e seringas”. Por que a insulina, um medicamento que já existe há 97 anos e que já foi considerada uma das drogas revolucionárias do século 20, continua a ser muito cara ao longo dos anos? Uma razão, dizem os cientistas, é que três empresas multinacionais (Novo Nordisk, Eli Lilly and Company, Sanofi) controlam 96% do volume de insulina vendido no mundo e 99% do valor estimado de vendas, de US$ 21 bilhões de dólares. Confira o artigo completo em BBC Brasil.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Cresce o risco de uma nova crise mundial, dizem economistas da OCDE

02 de dez de 2018 às 16:04 | em: Economia,Mundo

Foto: Reprodução

Agora é oficial: uma nova crise mundial, cogitada com frequência crescente nos últimos meses, é possibilidade concreta, reconhece a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico no seu relatório periódico mais importante, o Economic Outlook, de acompanhamento da situação e perspectivas da economia global, divulgado na quarta-feira 21. Para a OCDE, “nuvens acumulam-se no horizonte” e a combinação de elevações de tarifas, preço do petróleo e juros pode “abalar seriamente o crescimento”. Alertas semelhantes foram emitidos por entidades como a Organização Mundial do Comércio e o Fundo Monetário Internacional. Ninguém se arrisca a prever quando nem como o colapso ocorreria, mas parece não existir dúvida quanto a essa perspectiva diante da piora da economia global enfraquecida desde 2008 e golpeada pelo conflito comercial e o protecionismo em expansão.  A ampliação das incertezas contribuiu para aumentar a remessa de divisas ao exterior e o dólar voltou a subir, fechando em 3,91 reais na terça-feira 27, e o Banco Central vendeu lotes da moeda estadunidense no mercado na tentativa de conter a valorização. Segundo a OCDE, o Brasil será o terceiro país a sofrer o maior impacto negativo depois de China e Estados Unidos, as duas superpotências polarizadoras da guerra comercial mundial. Em simulação que incluiu países avançados e emergentes, a organização projeta uma queda de -0,83% no Produto Interno Bruto do Brasil, de -0,84% no PIB dos Estados Unidos e de -1,18% no PIB da China entre 2019 e 2020. As estimativas têm por base a hipótese de aumento de 20 dólares por barril nos preços do petróleo, elevação de 1 ponto percentual nos prêmios de risco de investimento nas economias emergentes e tarifa de 25% sobre o comércio bilateral EUA-China a partir de 2019. O cálculo supõe que todos os choques durem cinco anos e considera o efeito nos PIBs a preços constantes, isto é, descontada a inflação projetada. Confira o artigo completo em Carta Capital.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Arqueólogos descobrem anel onde Pôncio Pilatos teria julgado Jesus Cristo

02 de dez de 2018 às 15:59 | em: Mundo

Foto: Reprodução

Uma das descobertas mais fascinantes da arqueologia moderna é, sem dúvida, a revelação de que o anel descoberto da década de 1960, pelo arqueólogo Gideon Forster, da Universidade Hebraica de Jerusalém, pertenceu ao governador romano Pôncio Pilatos, responsável pelo julgamento que levou a crucificação de Jesus Cristo, como diz a Bíblia. O achado foi um dos muitos artefatos encontrados na época, durante escavações na fortaleza do rei Herodes (73 a.C. a 4 a.C.), localizada no deserto da Judeia, 12 km ao sul de Jerusalém.  Até então os pesquisadores não haviam decifrado a inscrição na superfície do anel de bronze, mas graças aos avanços tecnológicos foi possível utilizar uma técnica especial de leitura ampliada, mediante fotografias computadorizadas, para revelar o significado da inscrição, 50 anos depois. Atualmente, uma equipe liderada pelo Dr. Roee Porath, também da Universidade Hebraica de Jerusalém, descobriu que o anel contém a imagem de uma taça de vinho com uma inscrição em grego que diz: “Pilatus”.Por ser uma peça simples, os cientistas acreditam que o anel era utilizado por Pilatos no seu dia-a-dia, como uma espécie de carimbo para autenticar documentos em seu nome. Existe a possibilidade de que funcionários também possam ter utilizado o anel sob o seu comando, com o mesmo propósito. A revelação do nome de forma precisa não deixa dúvida quanto à sua autenticidade, por se um nome raro na época. A peça também revela a importância de Pilatos naquele contexto, em Roma, exatamente como descreve a Bíblia. “Não conheço nenhum outro Pilatos do período e o anel mostra que ele era uma pessoa de influência e riqueza”, disse o professor Danny Schwartz, segundo informações do jornal Haaretz. A descoberta arqueológica é mais uma que acrescenta evidências históricas precisas da época de Jesus Cristo, confirmando cientificamente que os relatos narrados na Bíblia Sagrada possuem pleno respaldo histórico, corroborando ainda mais com a fé cristã, o que significa um duro golpe para céticos e ateus.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Cientistas acreditam ter encontrado primeiro animal imortal no mundo

30 de nov de 2018 às 16:57 | em: Mundo

Foto: Reprodução

O ser humano sempre desejou a imortalidade, buscando a fonte da juventude, o elixir da vida eterna. Também povoou suas mitologias, religiões e histórias com seres, deuses e heróis que nunca morrem. Mas, na vida real, quem conseguiu esse feito foi uma pequena água-viva de não mais do que dois centímetros de diâmetro. Depois de milhões de anos de evolução, esse bicho conquistou um poder de regeneração fantástico e não morre de causas naturais – só quando atacado por predadores. Por isso, em tese, pode viver para sempre. Batizada de Turritopsis nutricula, é uma das cerca de 4 mil espécies de águas-vivas conhecidas no planeta. Foi descoberta em 1843 pelo zoólogo francês René-Primevère Lesson. Mas só mais recentemente sua capacidade de viver para sempre foi reconhecida. Há duas versões sobre o achado dessa característica inusitada. De acordo com uma delas, a imortalidade da Turritopsis nutricula foi encontrada por acaso, em 1988, pelo então estudante alemão de biologia marinha Christian Sommer. Ele passava férias de verão na Riviera Italiana, no Mar Mediterrâneo, e aproveitava para coletar espécies de hidrozoários para uma pesquisa. Nessa empreitada, acabou capturando a pequena e intrigante água-viva. Sommer levou o animal para o laboratório e o observou por vários dias. Ficou espantado com o que viu. O animal simplesmente não morria. Pelo contrário, parecia que estava seguindo caminho inverso do envelhecimento e da morte, tornando-se cada vez mais “jovem”. A água-viva chegou até a regredir a sua primeira fase de desenvolvimento, reiniciando seu ciclo de vida novamente. E assim continuou sucessivamente, envelhecendo e rejuvenescendo, para voltar a envelhecer e rejuvenescer. A outra versão diz que a descoberta da imortalidade da Turritopsis nutricula foi feita pelo pesquisador japonês Shin Kubota, hoje um dos maiores especialistas do mundo nesse animal. Kubota descobriu o poder de rejuvenescimento ou regeneração dessa água-viva quando encontrou, no mar do sul do seu país, uma delas cheia de espinhos em seu corpo. Ao arrancá-los, percebeu que as feridas se curavam. e o bicho rejuvenescia. Entre 2009 e 2011, o pesquisador repetiu a experiência 12 vezes, ferindo as águas-vivas. Em todas elas, aconteceu a mesma coisa: elas se regeneravam e voltavam ao estágio inicial do seu ciclo de vida.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Bolsonaro se reúne hoje com assessor de Trump no Rio de Janeiro

29 de nov de 2018 às 09:51 | em: Brasil,Mundo,Notícias,Trump

Foto: Reprodução

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, se reúne hoje (29) com o assessor de Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Bolton. Antes de viajar ao Brasil, em Washington, o norte-americano disse que a conversa é uma “oportunidade histórica” para as relações com o Brasil. Bolton ressaltou que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, telefonou para Bolsonaro tão logo foi anunciado o resultado do segundo turno das eleições. De acordo com o assessor norte-americano, a relação bilateral entre os dois países será alçada a um “novo nível”. “Encaramos como uma oportunidade histórica para que o Brasil e os Estados Unidos trabalhem juntos em uma série de áreas, como economia, segurança e outras.” Bolton e Bolsonaro devem conversar ainda sobre a crise na Venezuela, agravada nos últimos meses por questões econômicas e políticas, provocando a fuga de venezuelanos. Também deverá entrar na pauta a relação com Cuba, cujo governo é criticado tanto por Bolsonaro como por Trump. De acordo com a Agência EFE, é possível também que ambos ainda mencionem possibilidades de expansão das relações de comércio, investimento e negócios entre EUA e Brasil, além de alternativas para aperfeiçoar a segurança energética regional. Bolton incluiu o Rio de Janeiro na visita à América do Sul, uma vez que participa da Cúpula de Líderes do G20, em Buenos Aires, com a presença de Trump.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Emocionante: Enfermeira canta para paciente em estado grave, ele melhora e tem alta; veja o vídeo

22 de nov de 2018 às 16:50 | em: Filantropia,Mundo

Foto: Reprodução

Uma enfermeira cantora transformou de uma maneira incrível a vida de um paciente em estado grave. Quando Brenda Buurstra descobriu que ele gostava da música “You Light Up My Life”, de Debby Boone, ela começou a cantar para o idoso. Uma semana depois, o homem recebeu alta dos cuidados paliativos, dados a pacientes que têm doenças graves e irreversíveis. O caso aconteceu no Hospital Bronson, em Kalamazoo, Michigan, nos EUA. O pai de Lytle, Robert Olson, foi internado com insuficiência respiratória no mês passado. O aposentado de 85 anos estava recebendo cuidados paliativos, porque o caso parecia irreversível. “Ele tem problemas cardíacos, mas por causa da idade, não consegue colocar um marca-passo”, disse Lytle. “Ele não conseguia respirar. Então eles o levaram para o Bronson Hospital. Ele estava lá a cerca de uma semana. Não achamos que ele voltaria pra casa desta vez.” Lytle contou que o pai tinha dificuldades pra falar. Então Buurstra entrou e misteriosamente, a enfermeira fez Olson falar e cantar. “Nós estávamos assistindo a um show em Pat Boone, e ele disse à enfermeira: ‘Eu não gosto dele, mas eu gosto de uma música que sua filha canta.’ E ela começou a cantar”, disse Lytle. “Ele disse: ‘Minha música favorita é ‘You Light Up My Life’”. E eu comecei a cantar “, disse Buurstra. Ela não sabia a letra toda, então prometeu imprimir e voltar no dia seguinte para cantar um pouco mais. “Ele estava radiante”, disse Buurstra. “Mesmo com uma máscara de ventilação, seus olhos se iluminaram. Seu semblante mudou, e ele tinha um grande sorriso. Você poderia dizer que aquela canção o iluminou, literalmente. ‘You Light Up My Life’ significa “Você iluminou a minha vida”.Você poderia dizer que tocou seu coração “, comemora. “E fiquei deslumbrada. Ela tem uma grande voz.” Lytle postou o momento emocionante no YouTube. “Se você assistir ao vídeo, você poderá ouvi-lo tentando cantar no final.  Era como se ele soubesse que ele iria para casa”, disse Lytle. Uma semana depois, Olson havia recuperado forças suficientes para receber alta do hospital. “Só espero que ela saiba o que fez pelo meu pai”, disse Lytle. “Só espero que o Bronson Hospital saiba a enfermeira que tem.” Buurstra vem iluminando a vida dos pacientes há mais de uma década e desta vez acabou sendo flagrada pela filha do paciente, Roberta Lytle, que fez o vídeo da cena emocionante. “Eu canto para pacientes há 14 anos, e esta é a primeira vez que fui flagrada”, disse Buurstra à WWMT, afiliada da CBS. Ela começou a cantar há 17 anos na Igreja e disse que ser enfermeira é muito mais do que apenas cuidar das necessidades médicas de um paciente: “Não é apenas cuidar da doença em um paciente. É tocar sua vida e seu coração”. “Eu queria estar em uma equipe de pessoas positivas, e é isso que temos aqui em Bronson. Isso é o que fazemos todos os dias.”

Veja o vídeo:

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Mulher impede que homem pule da ponte; “você vale a pena”, disse ela

21 de nov de 2018 às 16:43 | em: Filantropia,Mundo

Foto: Reprodução

Uma mensagem de amor e compaixão de uma mulher impediu que um homem pulasse da ponte na Flórida, EUA. Nicole Oyola, de 23 anos, de Clearwater, estava na ponte Howard-Franklin no início do mês, quando viu um homem à beira do abismo. “Comecei a conversar com ele. Eu disse: ‘Você vale a pena. Você é o suficiente ”, contou Oyola à Fox 13. ‘Eu não sei o que você está passando, mas eu amo você e Deus ama você e tudo vai ficar bem’, continuou. Oyola contou que o homem parecia ter 20 e poucos anos e que ela inicialmente pensou que ele havia parado na ponte porque estava com problemas no carro. A jovem disse que ligou para a polícia e um oficial que chegou orou com o homem antes de tirá-lo da ponte.

Um abraço

Enquanto ela falava, o homem não conseguiu controlar a emoção. “Ele olhou para mim e, depois de olhar para mim, começou a chorar e eu disse: ‘Só quero lhe dar um abraço’. Então ele veio para o outro lado e eu dei um abraço nele ”, contou. “Deus tem um propósito para todos”, acrescentou ela. “Eu acredito nisso, então parei. Eu só queria ajudá-lo a se sentir melhor. Se eu estivesse passando por isso, gostaria que alguém parasse para mim também ”. Segundo informações da Fox, o homem agora está recebendo aconselhamentos.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

“Fake news” no WhatsApp levaram um povoado a linchar e queimar dois homens inocentes

20 de nov de 2018 às 09:55 | em: Mundo

Foto: Reprodução

Em 29 de agosto, pouco depois do meio-dia, Maura Cordero, dona de uma loja de artesanato na pequena cidade de Acatlán, no estado de Puebla, no México, reparou que havia uma aglomeração incomum em frente à delegacia, próxima a seu estabelecimento. Cordero, de 75 anos, foi até a porta da loja para espiar. Dezenas de pessoas estavam do lado de fora da delegacia na rua Reforma, principal via da cidade, e não parava de chegar gente. Logo, haveria mais de cem pessoas. Cordero não se lembrava de ter visto uma aglomeração assim em Acatlán, a não ser em ocasiões festivas. Enquanto observava, um carro da polícia passou pela loja levando dois homens. Alguns moradores seguiam o veículo, enquanto gritos ecoavam da multidão acusando os dois de serem sequestradores de crianças. De trás do estreito portão de metal na entrada da delegacia, a polícia respondeu que eles não eram sequestradores, mas delinquentes. “Eles são pequenos infratores”, repetiam os policiais, à medida que a multidão aumentava. Dentro da delegacia, estavam Ricardo Flores, de 21 anos, que havia sido criado nos arredores de Acatlán, mas se mudou para Xalapa, a 250 quilômetros a nordeste, para estudar direito, e seu tio Alberto Flores, agricultor de 43 anos que viveu por décadas em uma pequena comunidade nas cercanias de Acatlán. Confira a matéria completa em BBC Brasil.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Stan Lee, criador dos heróis da Marvel Comics, morre aos 95 anos

12 de nov de 2018 às 17:01 | em: Mundo,Notícias

Foto: Reprodução

Faleceu nesta segunda-feira (12), aos 95 anos Stan Lee, uma das maiores lendas da indústria de quadrinhos e criador de boa parte dos personagens da Marvel Comics. A informação foi divulgada primeiro pelo site TMZ, que alega ainda que uma ambulância foi chamada às pressas para a casa de Stan Lee, em Hollywood, na manhã desta segunda-feira. Ele foi levado para o Cedars-Sinai Medical Center, onde não aguentou e faleceu.O motivo da morte ainda não foi divulgado. Além de seu imenso legado como criador de quase todos os principais heróis da Marvel Comics, Stan Lee deixa também uma filha, J.C. Sua esposa, Joan, morreu em 2017. Ao TMZ, J.C. disse: “Meu pai amou todos os seus fãs. Ele foi grande, um homem decente!”. A Legião dos Heróis expressa nossos mais profundos pêsames com a partida de uma das principais mentes criativas da indústria do entretenimento moderno e também criador de uma série de personagens que amamos ao longo de todas as nossas vidas.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Colégio Apoio realiza festa de Halloween para alunos

31 de out de 2018 às 16:38 | em: Mundo,Salvador

Foto: Divulgação

Juntamente com os alunos, o Colégio Apoio realizou uma festa de Halloween, trazendo diversão e mais dinâmica para o dia dos seus alunos e professores. A festa de Halloween é mais comum nos Estados Unidos, onde a tradição do Halloween é muito forte. Foi trazida por imigrantes irlandeses no século XIX. Desde então, a festa é o maior sucesso.

Foto: Divulgação

As crianças usam fantasias e batem nas portas das casas vizinhas pedindo doces. Em busca de diversão e aprendizado, o Colégio realiza diversas atividades que envolvem seus alunos. O Colégio fica localizado Av. Praia de Itapuã. s/n, quadra 23 – Vilas do Atlântico, Lauro de Freitas. Contato: (71) 3379-0191. Seu filho com uma educação de qualidade!.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Refugiados venezuelanos são transferidos para a Bahia com emprego garantido

26 de out de 2018 às 16:07 | em: Bahia,Filantropia,Mundo

Foto: Reprodução

Um grupo de refugiados venezuelanos foi transferido da cidade de Boa Vista, em Roraima, para a Bahia nesta quinta-feira (25). A medida é resultado de uma articulação entre a organização Associação Voluntários para o Serviço Internacional – Brasil (AVSI Brasil) e o setor privado. Entre os 30 transferidos, 25 seguem de ônibus para a cidade de Alagoinhas e as outras cinco permanecem em Salvador. A AVSI Brasil fez contato prévio com empresas para garantir empregos para os venezuelanos com mão de obra especializada, além de contribuir com toda a infraestrutura necessária para a acolhida, como locação de apartamentos mobiliados, alimentos e produtos de higiene pessoal. A transferência foi feita em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB). Este é o primeiro grupo que parte dos abrigos gerenciados pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) em parceria com a AVSI Brasil, em Boa Vista, na modalidade de interiorização para trabalho.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Câmara aprova Projeto de Lei que cria juizados para processar crimes digitais

18 de out de 2018 às 16:12 | em: Mundo

Foto: Ilustração

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados concluiu nesta quarta-feira (17) a votação do projeto que cria juizados especiais criminais digitais para conciliar e processar infrações ligadas à informática. A proposta foi aprovada no colegiado em caráter terminativo em julho deste ano e, como não houve recursos para votação em plenário, teve a redação final aprovada na manhã de hoje. Agora, ela segue para apreciação do Senado. O objetivo da proposição é combater de forma mais rápida crimes cibernéticos como o roubo de dados, fraude no comércio eletrônico, assédio e molestamento na internet, além do planejamento de atividades terroristas. Autora do projeto, a deputada Laura Carneiro (DEM-RJ) justificou que os juizados especiais cíveis e criminais, criados a partir da Constituição Federal de 1988, contribuíram para a celeridade do Poder Judiciário. Caso seja aprovado pelos senadores, o projeto vai permitir a criação dos juizados digitais, que serão responsáveis por conciliar, julgar e executar infrações penais cometidas mediante o emprego da informática. A matéria, porém, restringe os crimes objeto de análise dos juizados às “infrações de menor potencial ofensivo”.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Boa ação: Menino de 2 anos faz sanduíches e entrega para moradores de rua

08 de out de 2018 às 16:23 | em: Filantropia,Mundo

Foto: Reprodução

Lincoln Hanley, de apenas dois anos, já é mais generoso que muito adulto. Ele decidiu fazer sanduíches para os necessitados, depois que assistiu a um documentário junto com os pais na TV. O menino estava com Elissa e Jamie Hanley quando ficou tocado pelas imagens que passavam na televisão, na casa da família, em Peterborough, Inglaterra. O documentário era sobre a falta de moradia. Enquanto os Hanleys assistiam ao programa, eles notaram que a criança prestava muita atenção e quando acabou, o garotinho ficou tão comovido que assumiu a missão de ajudar os necessitados. Havia um cachorro com uma senhora sem-teto na tela e ele começou a dizer que havia um cachorro e não tinha comida. Ele começou perguntando onde a senhora dormia – disse Elissa. “Nós explicamos a ele que o cão e a senhora não tinham comida e ele disse ‘vá e alimente as pessoas’”. “Ele continuou falando sobre como queria alimentar as pessoas, ele estava realmente interessado.” “Foi tudo ideia de Lincoln”, disse Elissa. “Nós não trabalhamos com pessoas desabrigadas antes e quando ele quiz fazer isso nós dissemos: ‘vá em frente’. Nós queríamos encorajá-lo. Ele só queria alimentar as pessoas e os cachorros”, contou. Naquele mesmo dia, os pais de Lincoln lhe deram 20 libras. O pai, Jamie, o levou ao mercado local para pegar pão, carne de sanduíche, doces e comida de cachorro.

Foto: Reprodução

Eles então voltaram para casa e fizeram sanduíches, aqueceram a sopa e fizeram kits de almoço para entregar no centro da cidade. Nas ruas, Lincoln perguntava às pessoas se queriam comida. Ele estava muito animado com isso. A família encontrou um homem chamado Joseph e o menino lhe entregou comida e doces. Havia outro morador de rua que tinha um cachorro, e Lincoln ficou particularmente feliz de poder dar comida ao cãozinho dele. O menino até convidou Joseph para sua festa de aniversário. Jamie diz que Lincoln agora é bem conhecido em sua cidade e eles não poderiam estar mais orgulhosos do filho por pensar nos outros e ajudá-los. “Agora, toda vez que saímos, quando passamos pelos moradores de rua com quem conversamos e oferecemos comida, ouvimos frequentemente ‘olá Lincoln’ seguido de uma conversa curta, mas amigável e de um educado aperto de mão”, disse o pai orgulhoso. Além de compartilhar o bolo de aniversário, ele já pensa nos meses de inverno e planeja distribuir chapéus, luvas e cobertores. Os pais do menino estão confiantes de que essa filantropia é simplesmente uma parte de quem é seu filho, e acham que ele sempre será o tipo de pessoa que vai ajudar as pessoas pra vida toda.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

EUA ameaçam atacar russos se tornarem míssil proibido operacional

02 de out de 2018 às 16:25 | em: Mundo

Foto: Reprodução

Os Estados Unidos ameaçaram militarmente a Rússia caso Moscou torne operacional um novo modelo de míssil com capacidade de carregar ogivas nucleares. A inusual ameaça, bravata ou não, foi feita pela embaixadora americana junto à Otan (aliança militar ocidental) nesta terça-feira (2). Se o sistema ficar operacional, disse Kay Bailey Hutchinson, “os EUA então examinar a capacidade de anular um míssil que possa atingir algum de nossos países”. Ela se referia a um novo míssil de cruzeiro desenvolvido pela Rússia, o 9M729. O governo americano afirma que a arma fere o Tratado de Forças Nucleares Intermediárias, um dos mais importantes para colocar o fim da Guerra Fria. O tratado, de 1987, baniu todos os mísseis de cruzeiro com alcance entre 500 e 5.500 km. Esse tipo de míssil viaja a velocidades subsônicas e de forma “inteligente”, desviando de obstáculos e muito próximo do solo, o que o torna difícil de ser detectado por defesas inimigas. “Contra-medidas [americanas] seriam eliminar os mísseis que estão sendo desenvolvidos em violação ao tratado. Eles estão avisados”, disse ela, emulando a agressividade dos comunicados de seu chefe, o presidente Donald Trump. Como ninguém espera que Washington resolva bombardear posições de lançamento de mísseis russos sem provocar a Terceira Guerra Mundial com isso, a ameaça deve ser lida como mais um movimento para colocar pressão sobre Moscou. Com isso, Trump afaga a Otan, a quem já chamou de obsoleta e de quem cobra maior participação na composição orçamentária da defesa europeia. Nesta quarta (3) haverá uma reunião de cúpula dos ministros responsáveis pela defesa dos 28 países integrantes da Otan. A Rússia, que sempre negou que seu míssil infrinja o acordo de 1987, não fez nenhum comentário sobre a fala da embaixadora, ocorrida a repórteres em Bruxelas. O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, afirmou que a aliança considera que o governo de Vladimir Putin não deu garantias de que seu novo míssil não tem as capacidades temidas. O tratado de 1987 olhava para um teatro de operações europeus em caso de guerra entre o Ocidente e a então União Soviética. Eliminou assim 800 ogivas americanos e 1.800 soviéticas até 1991. A questão toda é que o texto proíbe versões terrestres. Os russos já testaram a nova arma lançada de navios e aviões, tecnicamente respeitando o tratado. Ele tem 2.000 km de alcance e, segundo reportagem do The New York Times no ano passado, já tem dois batalhões operacionais –que poderiam usar lançadores usado pelo míssil balístico Iskander, que é permitido, para enganar os europeus.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Elefante de parque natural pisoteia e mata turista alemã

27 de set de 2018 às 16:59 | em: Acidentes,Mundo

Foto: Reprodução

Um elefante matou uma turista da Alemanha em um parque natural no Zimbábue, informou nesta quinta-feira (27) à Agência EFE um funcionário da Autoridade de Gestão de Parques e Vida Silvestre (Zimparks). A mulher, de 49 anos, estava acompanhada de outros turistas e foi pisoteada por uma fêmea que se separou de sua manada na tarde desta quarta, perto da entrada do Parque Nacional Mana Pools, no norte do Zimbábue. “Caminhavam com um guia. Ao entrarem no parque, encontraram uma manada de elefantes e começaram a tirar fotos. Acredito que queriam se aproximar o máximo possível dos animais”, disse à EFE o porta-voz da Zimparks, Tinashe Farawo. “Não sabemos o que pode ter irritado o animal, mas ele pisoteou a mulher”, disse Farawo, informando que o caso está sendo investigado. A mulher, ainda não identificada pelas autoridades, recebeu os primeiros socorros momentos depois do ataque, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital. O Mana Pools, situado ao longo do rio Zambezi na fronteira do Zimbábue com a Zâmbia, é famoso por ser o único parque no qual os turistas podem caminhar livremente sem contar com um guia ou um guarda florestal. A maioria dos elefantes deste parque se sente confortável na presença de humanos, e alguns inclusive receberam nomes. Os ataques de elefantes a turistas não são frequentes e acontecem ocasionalmente em áreas fora das reservas naturais, que estes mamíferos, às vezes, invadem para se alimentar dos cultivos dos aldeões. (G1).

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.