Filantropia

Família de Araci procura desaparecido após ir trabalhar em Santa Catarina

18 de dez de 2018 às 09:37 | em: Araci,Filantropia

Foto: Arquivo Familiar

Gilmar Silva dos Santos, conhecido como “Vilmar” não dá notícias à família desde 2012. Segundo seu irmão, Raildon, ele está desaparecido desde que saiu do Distrito de Barreira, zona rural de Araci, dizendo que iria para Santa Catarina trabalhar. Ele deixou em casa a esposa e oito filhos. Os familiares moram em Araci, Tucano e Serrinha. “Até hoje ainda não perdemos a esperança de encontrá-lo com vida. Ele só nos ligou uma vez”, diz o irmão. A família pede que quem tiver contato do homem, por favor, entre em contato com esse número: 75 9 91550847. Ele está muito mais velho do que na foto.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Coité: Orquestra realiza vaquinha para levar jovem a um intercâmbio musical no Canadá

14 de dez de 2018 às 08:42 | em: Conceição do Coité,Filantropia

Foto: Reprodução

O jovem Ladson Oliveira, 20 anos, integrante da Orquestra Santo Antônio, da cidade de Conceição do Coité, acaba de ser selecionado no programa de intercâmbio da UEFS – Universidade Estadual de Feira de Santana, para cursar um semestre na Universidade ST. Thomas, na cidade de Fredericton, estado de New Brunswick (NB), Canadá. O jovem violinista é estudante do quinto semestre de licenciatura em música, e o primeiro da sua família a ingressar na universidade. De origem bastante humilde, Ladson mantem seus estudos com auxilio do PAE – Programa de Assistência Estudantil de Conceição do Coité, através das aulas que ministra no Projeto Santo Antônio de Música e também com bolsas de estudos do programa de extensão universitária. O sonho de realizar um intercâmbio internacional esbarra no custo bastante elevado para a viagem. Para não perder esta grande oportunidade Ladson, e por isso criou uma vaquinha para arrecadar doações. Segundo ele, as passagens aéreas até o Canadá não são custeadas pela universidade, e no primeiro mês todas as despesas serão pagas por ele, uma vez que a universidade entra com a parceria institucional e educacional com a universidade no exterior, contribuindo com as despesas com alimentação e hospedagem. A coordenação do Projeto Santo Antônio já está mobilizando pessoas para realizar um caruru beneficente e contribuir para o intercâmbio.

Foto: Reprodução

Maria Valdete conta que “Ladson é um menino muito esforçado e talentoso. Ele acorda às 04 da manhã para viajar 200 km diariamente para suas aulas. Como mora num bairro distante, percorre um grande trajeto até o ônibus na madrugada. Para dar aulas aqui no projeto ele atravessava a cidade a pé, andando cerca de seis quilômetros por dia. Com a sua dedicação ganhou uma bolsa de estudos em inglês, no curso de idiomas YES, e nas viagens internacionais da Orquestra Santo ele sempre ajuda com a comunicação. Ladson tem até o dia 05 de janeiro para arrecadar 6 mil reais valor e garantir sua participação no intercâmbio estudantil internacional. Para contribuir é só clicar no link AQUI e fazer a sua contribuição ou entrar em contato com a coordenação do projeto através do número 75 99190-0653. Para quem preferir pode enviar mensagem diretamente para Ladson – 75 8363-3826. O Projeto Santo Antônio de Música tem sede no bairro Alto da Colina, na cidade de Conceição do Coité, e acaba de completar 11 anos de atividades. Ao longo deste tempo já contabiliza enumeras conquistas:

– 14 jovens ingressaram no ensino superior em músicas;

– Mais de 1.300 crianças, adolescentes e jovens atendidos;

– Mais de 350 apresentações artísticas;

– 04 intercâmbios internacionais (Portugal, EUA e México, França);

– intercâmbio em 16 estados brasileiros;

– 01 teatro construído com capacidade para 350 pessoas;

– 01 escola de música com 07 salas de aulas;

– Mais de 40 bolsas de incentivo artístico.

Fonte: Calila Notícias

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Morador de rua faz questão de pagar almoço em restaurante de bairro nobre e ganha repercussão na web

07 de dez de 2018 às 16:40 | em: Brasil,Filantropia,Mundo

Foto: Reprodução

No início da tarde desta terça-feira (4), um senhor chegou a um restaurante no Lourdes, bairro nobre da Região Centro-Sul de Belo Horizonte, pediu uma entrada com frango, um filé, uma garrafa de vinho e um refrigerante. Maltrapilho e descalço, ele carregava uma sacola de plástico e uma nota de R$ 50. “O garçom veio me perguntar se ele poderia ser atendido. Eu respondi que sim. Se ele quer almoçar aqui, qual é o problema de estar malvestido?”, disse o dono do restaurante Benvindo, Gustavo Viana. A advogada e professora Daniela Zapata estava almoçando com amigas quando viu o homem entrando no restaurante. “Ele foi atendido com tanta dignidade que a gente ficou com um sentimento de alegria. Ele fez questão de pagar e parecia que havia se preparado para ir ao restaurante”, disse ela que contou a história em seu perfil no Instagram. Até o começo da tarde desta quarta-feira (5), a foto tinha mais de 15 mil curtidas em diferentes perfis do Instagram. A imagem do morador de rua acabou viralizando na internet. “A gente ficou até assustado com a repercussão. Ele só quis almoçar e pagar por isso, né? Só isso”, disse Gustavo. O homem se sentou em uma mesa e pediu o cardápio. “Eu até disse ao garçom que não precisava cobrar dele. Deixa ele comer, né? Fiquei com dó. Mas aí o garçom voltou dizendo que ele fazia questão de pagar. Achei muito bacana. Ele só queria ser tratado como um cliente qualquer”, contou o empresário. “O prato mais barato do restaurante custa R$ 43. A conta dele ficou em R$ 130. Segundo Gustavo, o homem deu a nota de R$ 50 e o garçom ainda devolveu o troco. “A gente cobrou só o refrigerante que custa R$ 8. Ele só queria ser tratado com dignidade”, contou ele. Daniela disse que ao chegar o troco, o homem ficou indignado porque sabia que tudo que havia consumido não valia menos de R$ 10. “Aí o garçom muito delicado disse que o restaurante não cobrou pelo serviço.”

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Igreja usa o dízimo para quitar dívidas de 48 famílias de sua congregação

06 de dez de 2018 às 17:33 | em: Filantropia,Mundo

Foto: Ilustração

A Igreja “Worship Center Christian Church”, que fica no estado do Alabama – EUA, usou seus recursos financeiros para quitar dívidas de 48 famílias de sua congregação. Cerca de 41 mil dólares foram usados de forma generosa para que estas famílias possam ter um novo começo, longe das dívidas. O dinheiro doado foi o mesmo dinheiro que a instituição recebeu de doações de seus fiéis e a ideia foi do pastor presidente, Vanable H. Moddy, que afirmou que através deste ato pretende ser as “mãos e os pés de Jesus”, para aqueles que enfrentam adversidades: “Nós sentimos o chamado para erradicar essas dívidas, porque queremos dar às pessoas um novo começo e ajudá-las a sair deste buraco”. A Igreja já trabalha há algum tempo ajudando os mais necessitados, realizando trabalhos para pessoas desabrigadas, visitando prisões na região e distribuindo alimentos. O pastor, que costuma dar alguns sermões relacionados à gestão financeira, explica o porquê considera sua atitude importante: “Tivemos uma série de mensagens que ensina sobre as finanças, e uma das mensagens direcionadas foi sobre a importância de viver livre de dívidas. Nesta mensagem, tratei com a dor que a dívida realmente provoca nas pessoas e prejudica a qualidade de vida de diferentes maneiras”. As famílias ajudadas pela Igreja também receberam aulas sobre gestão financeira e a partir de agora poderão viver com a paz de quem não tem nenhuma dívida para quitar. Vanable disse que começou a prestar atenção e viu que muitas famílias no estado do Alabama estão com problemas financeiros, então além de sua igreja oferecer aulas, ele achou que poderia fazer algo a mais, os ajudando a “sair do buraco”: “Nós sentimos o chamado para erradicar essas dívidas, porque queremos dar as pessoas um novo começo e ajuda-las a sair deste buraco”. Recentemente, o Alabama aprovou uma lei que permite que os credores possam quitar suas dívidas nos bancos, com taxas mais baixas. É importante salientar que o pastor não estava em busca de uma solução de curto prazo, pois foi à procura das famílias que estavam endividadas há bastante tempo e entendeu que elas precisavam de conselhos e aulas de educação financeira. Após quitarem suas dívidas, essas pessoas participaram de workshops de finanças, para que de fato, possam nunca mais contrair dívidas e passar os ensinamentos aos seus filhos.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Emocionante: Enfermeira canta para paciente em estado grave, ele melhora e tem alta; veja o vídeo

22 de nov de 2018 às 16:50 | em: Filantropia,Mundo

Foto: Reprodução

Uma enfermeira cantora transformou de uma maneira incrível a vida de um paciente em estado grave. Quando Brenda Buurstra descobriu que ele gostava da música “You Light Up My Life”, de Debby Boone, ela começou a cantar para o idoso. Uma semana depois, o homem recebeu alta dos cuidados paliativos, dados a pacientes que têm doenças graves e irreversíveis. O caso aconteceu no Hospital Bronson, em Kalamazoo, Michigan, nos EUA. O pai de Lytle, Robert Olson, foi internado com insuficiência respiratória no mês passado. O aposentado de 85 anos estava recebendo cuidados paliativos, porque o caso parecia irreversível. “Ele tem problemas cardíacos, mas por causa da idade, não consegue colocar um marca-passo”, disse Lytle. “Ele não conseguia respirar. Então eles o levaram para o Bronson Hospital. Ele estava lá a cerca de uma semana. Não achamos que ele voltaria pra casa desta vez.” Lytle contou que o pai tinha dificuldades pra falar. Então Buurstra entrou e misteriosamente, a enfermeira fez Olson falar e cantar. “Nós estávamos assistindo a um show em Pat Boone, e ele disse à enfermeira: ‘Eu não gosto dele, mas eu gosto de uma música que sua filha canta.’ E ela começou a cantar”, disse Lytle. “Ele disse: ‘Minha música favorita é ‘You Light Up My Life’”. E eu comecei a cantar “, disse Buurstra. Ela não sabia a letra toda, então prometeu imprimir e voltar no dia seguinte para cantar um pouco mais. “Ele estava radiante”, disse Buurstra. “Mesmo com uma máscara de ventilação, seus olhos se iluminaram. Seu semblante mudou, e ele tinha um grande sorriso. Você poderia dizer que aquela canção o iluminou, literalmente. ‘You Light Up My Life’ significa “Você iluminou a minha vida”.Você poderia dizer que tocou seu coração “, comemora. “E fiquei deslumbrada. Ela tem uma grande voz.” Lytle postou o momento emocionante no YouTube. “Se você assistir ao vídeo, você poderá ouvi-lo tentando cantar no final.  Era como se ele soubesse que ele iria para casa”, disse Lytle. Uma semana depois, Olson havia recuperado forças suficientes para receber alta do hospital. “Só espero que ela saiba o que fez pelo meu pai”, disse Lytle. “Só espero que o Bronson Hospital saiba a enfermeira que tem.” Buurstra vem iluminando a vida dos pacientes há mais de uma década e desta vez acabou sendo flagrada pela filha do paciente, Roberta Lytle, que fez o vídeo da cena emocionante. “Eu canto para pacientes há 14 anos, e esta é a primeira vez que fui flagrada”, disse Buurstra à WWMT, afiliada da CBS. Ela começou a cantar há 17 anos na Igreja e disse que ser enfermeira é muito mais do que apenas cuidar das necessidades médicas de um paciente: “Não é apenas cuidar da doença em um paciente. É tocar sua vida e seu coração”. “Eu queria estar em uma equipe de pessoas positivas, e é isso que temos aqui em Bronson. Isso é o que fazemos todos os dias.”

Veja o vídeo:

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Mulher impede que homem pule da ponte; “você vale a pena”, disse ela

21 de nov de 2018 às 16:43 | em: Filantropia,Mundo

Foto: Reprodução

Uma mensagem de amor e compaixão de uma mulher impediu que um homem pulasse da ponte na Flórida, EUA. Nicole Oyola, de 23 anos, de Clearwater, estava na ponte Howard-Franklin no início do mês, quando viu um homem à beira do abismo. “Comecei a conversar com ele. Eu disse: ‘Você vale a pena. Você é o suficiente ”, contou Oyola à Fox 13. ‘Eu não sei o que você está passando, mas eu amo você e Deus ama você e tudo vai ficar bem’, continuou. Oyola contou que o homem parecia ter 20 e poucos anos e que ela inicialmente pensou que ele havia parado na ponte porque estava com problemas no carro. A jovem disse que ligou para a polícia e um oficial que chegou orou com o homem antes de tirá-lo da ponte.

Um abraço

Enquanto ela falava, o homem não conseguiu controlar a emoção. “Ele olhou para mim e, depois de olhar para mim, começou a chorar e eu disse: ‘Só quero lhe dar um abraço’. Então ele veio para o outro lado e eu dei um abraço nele ”, contou. “Deus tem um propósito para todos”, acrescentou ela. “Eu acredito nisso, então parei. Eu só queria ajudá-lo a se sentir melhor. Se eu estivesse passando por isso, gostaria que alguém parasse para mim também ”. Segundo informações da Fox, o homem agora está recebendo aconselhamentos.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Projeto beneficente ensina Capoeira para crianças carentes e deficientes em Araci

07 de nov de 2018 às 10:07 | em: Araci,Filantropia

Foto: Arquivo Pessoal

Capoeirista respeitado, Ederson Moreira da Silva Santo é conhecido em Araci como “Gordo”. No início deste ano de 2018, ele iniciou um projeto filantrópico que ensina capoeira a crianças carentes e deficientes em Araci. O projeto é uma extensão do Grupo ACM, do mestre Kako, de Serrinha. Em Araci, o projeto funciona no bairro Cascalheira, no Residencial Recanto das Flores. Segundo ele, são 06 adultos e 29 crianças como alunos do projeto. “Temos o orgulho de tirar as crianças da rua e ensinar o amor, o respeito e o esporte. Temos crianças com deficiência visual, com Síndrome de Down. Aqui não ha lugar pra preconceito e vaidades“, disse Gordo ao site A Voz do Campo.

Foto: Arquivo Pessoal

Ele aproveitou a entrevista para pedir mais apoio do poder público para seu projeto. Segundo ele, apenas a vereadora Edneide Pereira (PT) o ajuda com este projeto. “Sinto que não somos incluídos nos projetos sociais em Araci. Sinto que falta mais apoio para nós. Não quero nada mais que apoio para poder dar qualidade de trabalho com essas crianças. Precisamos de instrumentos de trabalho (pandeiros, atabaques), por exemplo“, finalizou. Contato de Ederson: 71 9 9278-1245.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Refugiados venezuelanos são transferidos para a Bahia com emprego garantido

26 de out de 2018 às 16:07 | em: Bahia,Filantropia,Mundo

Foto: Reprodução

Um grupo de refugiados venezuelanos foi transferido da cidade de Boa Vista, em Roraima, para a Bahia nesta quinta-feira (25). A medida é resultado de uma articulação entre a organização Associação Voluntários para o Serviço Internacional – Brasil (AVSI Brasil) e o setor privado. Entre os 30 transferidos, 25 seguem de ônibus para a cidade de Alagoinhas e as outras cinco permanecem em Salvador. A AVSI Brasil fez contato prévio com empresas para garantir empregos para os venezuelanos com mão de obra especializada, além de contribuir com toda a infraestrutura necessária para a acolhida, como locação de apartamentos mobiliados, alimentos e produtos de higiene pessoal. A transferência foi feita em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB). Este é o primeiro grupo que parte dos abrigos gerenciados pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) em parceria com a AVSI Brasil, em Boa Vista, na modalidade de interiorização para trabalho.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Alunos do Colégio CEIC realizam campanha de arrecadação de alimentos para famílias carentes em Araci

25 de out de 2018 às 16:21 | em: Araci,Filantropia

Foto: Divulgação

Alunos do  Colégio Estadual Imaculada Conceição (CEIC) realizam ação solidaria na cidade de Araci. Durante uma Gincana promovida pela direção do colégio juntamente com os professores, em uma das provas os alunos deveriam arrecadarem uma quantidade de alimentos para serem doados para famílias carentes do município. De acordo com o site Portal do Sisal a equipe do 3º ano matutino resolveram prolonga a campanha e estão pedindo o apoio e colaboração da população. Todos os itens arrecadados estão a disposição no Setor de comunicação localizado no CTP na praça da Juventude.

Galeria de fotos
  • Foto: Equipe Azul/2°ano
  • Foto: Equipe Azul/2°ano
  • Foto: Equipe Azul/2°ano
  • Foto: Equipe Azul/2°ano
  • Foto: Equipe Azul/2°ano

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Solidariedade: Idoso de Tucano está com doença rara e família pede ajuda no tratamento

25 de out de 2018 às 13:33 | em: Filantropia,Tucano

Foto: Arquivo Familiar

Gilberto Soares Moura é morador do Distrito de Tracupá, zona rural de Tucano. Ele foi diagnosticado com Mielodisplásica, uma doença rara que requer tratamento especializado de controle, mas não tem cura. Com ajuda de familiares, o idoso já realizou tratamentos, mas eles não conseguem avançar no tratamento, por limitações financeiras. Diante do avanço do quadro da doença, que pode levar à morte, os médicos optaram por um tratamento mais caro. A família já gastou R$ 12 mil reais. No entanto, o tratamento precisa avançar. As injeções custam R$ 1.630,00 reais. Ao site A Voz do Campo, a família pediu a ajuda da sociedade. “Podem nos ajudar com quanto foi possível para cada um. R$ 5, 10, 50 (…). Precisamos das boas ações das pessoas. Você pode ajudar?

Geovana Pimentel de Moura
Caixa Econômica Federal
Agência: 3803
Variação: 013 (Poupança)
Conta: 00006423-3

Contato: 75 9 9285-1884

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Tucanense corre risco de ficar cego por falta de condições para tratamento; ajude e compartilhe

15 de out de 2018 às 14:53 | em: Filantropia,Tucano

Foto: Arquivo Familiar

João Alves de Santana Júnior, 32 anos, conhecido por todos como Júnior, tem 02 filhos. Ele residente no Povoado de Creguenhem, município de Tucano, e fez uma cirurgia no olho esquerdo, em novembro 2017, no CEMA, Hospital Especializado, situado no Estado de São Paulo. Neste ano de 2018, ele teve graves reações no olho que havia realizado o transplante. Ocorreu o embaçamento da visão, vindo a perdê-la totalmente. Júnior já está na fila para novo transplante de córnea do outro olho, agora o direito. Foi detectada uma infecção nos olhos que precisa ser tratada. No entanto, a família está enfrentando sérios problemas financeiros e necessita continuar com o tratamento. Sem recursos, corre o risco de interrupção do tratamento médico. Ele pode ficar cego por falta de recursos para ficar em São Paulo. O caso veio a público após uma publicação de Alex Andrade – Tenente da Polícia Militar, que resolveu ajudar a família. “A família já não tem mais recursos para continuar a pagar os exames e o custo de manter Júnior em São Paulo. Motivo que pelo qual vem pedir a ajuda de todos. O desejo de ajudar um pai a voltar a ver seus filhos é comovente“, disse o Tenente. Ao site A Voz do Campo, Maria Izabel, irmã de Júnior, confirmou toda a história. Eles pedem a ajuda e contribuição de todos.

Você pode ajudar?

Banco Bradesco
Agência 3544
C. Corrente 12503-2
Titular: Maria Santos de Santana (mãe de Júnior)

Banco do Brasil
Agência 4495-4
C. Corrente 15.666-3
Titular: Maria Isabel Santos de Santana (irmã de Júnior)

Contato da Família: 75 9.9158-6892.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Boa ação: Menino de 2 anos faz sanduíches e entrega para moradores de rua

08 de out de 2018 às 16:23 | em: Filantropia,Mundo

Foto: Reprodução

Lincoln Hanley, de apenas dois anos, já é mais generoso que muito adulto. Ele decidiu fazer sanduíches para os necessitados, depois que assistiu a um documentário junto com os pais na TV. O menino estava com Elissa e Jamie Hanley quando ficou tocado pelas imagens que passavam na televisão, na casa da família, em Peterborough, Inglaterra. O documentário era sobre a falta de moradia. Enquanto os Hanleys assistiam ao programa, eles notaram que a criança prestava muita atenção e quando acabou, o garotinho ficou tão comovido que assumiu a missão de ajudar os necessitados. Havia um cachorro com uma senhora sem-teto na tela e ele começou a dizer que havia um cachorro e não tinha comida. Ele começou perguntando onde a senhora dormia – disse Elissa. “Nós explicamos a ele que o cão e a senhora não tinham comida e ele disse ‘vá e alimente as pessoas’”. “Ele continuou falando sobre como queria alimentar as pessoas, ele estava realmente interessado.” “Foi tudo ideia de Lincoln”, disse Elissa. “Nós não trabalhamos com pessoas desabrigadas antes e quando ele quiz fazer isso nós dissemos: ‘vá em frente’. Nós queríamos encorajá-lo. Ele só queria alimentar as pessoas e os cachorros”, contou. Naquele mesmo dia, os pais de Lincoln lhe deram 20 libras. O pai, Jamie, o levou ao mercado local para pegar pão, carne de sanduíche, doces e comida de cachorro.

Foto: Reprodução

Eles então voltaram para casa e fizeram sanduíches, aqueceram a sopa e fizeram kits de almoço para entregar no centro da cidade. Nas ruas, Lincoln perguntava às pessoas se queriam comida. Ele estava muito animado com isso. A família encontrou um homem chamado Joseph e o menino lhe entregou comida e doces. Havia outro morador de rua que tinha um cachorro, e Lincoln ficou particularmente feliz de poder dar comida ao cãozinho dele. O menino até convidou Joseph para sua festa de aniversário. Jamie diz que Lincoln agora é bem conhecido em sua cidade e eles não poderiam estar mais orgulhosos do filho por pensar nos outros e ajudá-los. “Agora, toda vez que saímos, quando passamos pelos moradores de rua com quem conversamos e oferecemos comida, ouvimos frequentemente ‘olá Lincoln’ seguido de uma conversa curta, mas amigável e de um educado aperto de mão”, disse o pai orgulhoso. Além de compartilhar o bolo de aniversário, ele já pensa nos meses de inverno e planeja distribuir chapéus, luvas e cobertores. Os pais do menino estão confiantes de que essa filantropia é simplesmente uma parte de quem é seu filho, e acham que ele sempre será o tipo de pessoa que vai ajudar as pessoas pra vida toda.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Jovem de Teofilândia está desaparecido e família pede ajuda para encontrá-lo; compartilhe

29 de set de 2018 às 10:12 | em: Filantropia,Teofilândia

Foto: Arquivo Pessoal

O jovem Jeferson Soares, popularmente conhecido como “Del”, tem 33 anos e está desaparecido deste a sexta-feira (28), às 15h. Ao site A Voz do Campo, sua esposa, Natália, informou que ele saiu de casa e não disse para onde ia. Ela fez questão de frisar que “Del” não costuma sumir sem informações por tanto tempo. Eles moram na sede do município de Teofilândia. Você tem informações sobre o paradeiro dele? Ligue: 75 9 9111-9154.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Vakinha Virtual: Criança baiana pede sua ajuda no tratamento de saúde de doença rara

19 de set de 2018 às 09:04 | em: Filantropia

Foto: Arquivo Pessoal

Paulus é um lindo garotinho de 3 anos que luta contra um câncer raro em estágio avançado, o qual, por diagnóstico médico errado, tardou a ser tratado, se manifestando assim com um tumor de 12 cm na suprarrenal, além de metástase na medula óssea e em linfonodos no tórax. Segundo o protocolo médico, os pacientes com Neuroblastoma em estágio avançado precisam se submeter a cirurgia para retirada do tumor, radioterapia e o tão temido transplante de medula óssea, que não é realizado em Salvador. A família entrou em contato com o site A Voz do Campo e pediu que o caso do pequeno Paulus fosse divulgado.

Foto: Arquivo Pessoal

Eles pedem ajuda. “Houve a necessidade de nos mudarmos para o Estado de São Paulo, onde estamos tendo várias despesas e onde teremos que ficar durante alguns meses (talvez 1 ano). Por conta dos altos gastos para dar continuidade ao tratamento longe de casa, precisamos muito da ajuda de todos os nossos familiares, amigos e pessoas de bom coração que queiram nos ajudar neste momento tão difícil e delicado”, disse o pai.

Foto: Arquivo Pessoal

Para doações diretamente na conta:

Banco do Brasil
Paulo Cássio A C Teixeira
Ag 3781-8
C/C 34409-5

Caixa Econômica Federal
Paulo Cássio A C Teixeira
Ag 0665
C/C 21204-5
Operação 001

Contato
71 99176-0533 WhatsApp

Instagram
@sospaulus

Vakinha Virtual AQUI. CLIQUE E AJUDE.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Separados pelo destino: Araciense busca pelo pai que não vê há 13 anos

02 de set de 2018 às 10:31 | em: Antas,Filantropia

Karina | Foto: Arquivo Pessoal

Karina das Neves Silva, que hoje tem 26 anos, vê dias de angústia e saudades do pai que não o vê desde os 10 anos de idade. Eles ainda se falaram depois. No entanto, já são 13 anos de uma separação que o tempo não apaga a vontade de reencontrá-lo. Morando em Araci (BA), Karina é casada e tem filhos. Ela entrou em contato com a redação do site A Voz do Campo para trazer o caso à tona na tentativa de encontrar seu pai. Natural de Januária (MG), Joaquim Melo Silva morou em Araci (BA) por algum tempo, quando era casado com a mãe da jovem. Eles também moraram em Embu das Artes (SP) por algum tempo, no bairro Jardim Santa Rita. Segundo a jovem, na última vez que pai e filha se falaram, ele ainda morava neste bairro, junto com outros familiares (irmãos).

Joaquim há 27 anos | Foto: Arquivo Pessoal

Isso ocorreu há uns 13 anos, foi quando meu filho ainda era bebê. Ele estava morando em Embu das  Artes, mas também pode estar em Januária, sua terra natal. Eu realmente não sei onde ele está, mas ele tem família em Embu e em Januária“, disse ela. Ainda segundo a jovem, seus avós paternos se chamam Raimundo Rocha Silva e Jovelina Mello Silva, ambos de Januária. Seus tios paternos em São Paulo são Odai Melo Silva, Malene Melo Silva, Ana Araújo da Silva e Eunice Melo Silva. Você conhece ou tem informações sobre o paradeiro do pai de Karina? Entre em contato com a redação do site A Voz do Campo: 75 9 9138-2138.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Atletas de Jiu-Jitsu de Tucano usam da criatividade para conquistar sonhos e ir a campeonatos

17 de ago de 2018 às 16:00 | em: Filantropia,Tucano

Foto: Divulgação

A Associação Rogério Marshal (AJJRM) de Tucano é uma instituição civil sem caráter lucrativo. Seu objetivo é, tão somente: ensinar o esporte, o amor e o respeito aos jovens. O professor é Luciano Teles é o líder da Associação em Tucano, que recentemente vem acumulando títulos e bons resultados nas competições em todo o Brasil. Em dezembro de 2017, o projeto saiu vitorioso na 11° Etapa do Campeonato Baiano de Jiu-Jitsu, em Lauro de Freitas. Cerca de 40 atletas trouxeram 04 medalhas Ouro, 09 de Prata e 05 de Bronze (relembre aqui).

Foto: Divulgação

Em 09 de junho deste ano, atletas de diversos países, especialmente da América do Sul, estiveram reunidos em Feira de Santana para o Campeonato Mundial de Jiu-jitsu. A AJJRM levou 40 jovens do projeto Regue – Resgate de Guerreiros para representar o município. Os jovens atletas campeões de Tucano garantiram 21 Medalhas no total, sendo, 08 Ouro, 06 Prata e 07 Bronze (relembre aqui). Em julho, o atleta tucanense Dorgivan Jesus ganhou uma medalha de Ouro no Campeonato Baiano de Jiu-jitsu em Salvador (relembre aqui).

Foto: Divulgação

Ao site A Voz do Campo, o atleta Dorgivan disse que o grupo usa da criatividade para garantir a participação dos atletas nas competições. Segundo ele, não há apoio do poder público, exceto a ajuda do vereador Marcos do Raio X. “Nosso Projeto tem 03 anos ativos. Temos o objetivo de tirar os jovens dos caminhos tortuosos e levar uma nova perspectiva e esperança para as famílias, mudando a realidade de muitos jovens através do esporte”, disse.

Foto: Divulgação

O grupo faz rifas, sorteios pela Loteria Federal, Feijoadas, Dobradinhas e Sorteios para poder participar dos campeonatos e realizar esses sonhos. Atualmente, eles estão promovendo uma rifa para custear participações em campeonatos. Os atletas de maior destaque também têm o apoio de comerciantes locais. Você quer ajudar o AJJRM e o Projeto Regue – Resgate de Guerreiros? Fala contato com o atleta Dorgivan: 75 9 9138-0557.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Coiteense com problemas psicológicos está desaparecido; ajude e compartilhe

31 de jul de 2018 às 09:06 | em: Conceição do Coité,Filantropia

Foto: Reprodução

Fábio Nascimento de Lima, popularmente conhecido como “Binho”, tem 37 anos. Ele é morador do Distrito de Salgadália, zona rural de Conceição do Coité, e está desaparecido desde a última quarta-feira (25). Segundo informações de familiares repassadas aos site A Voz do Campo, ele sofre com problemas psicológicos e foi visto pela última vez no Povoado de Ichu, em Valente. Ele teria sido visto ele em um matagal e posteriormente desapareceu novamente. Ele estava sem camisa, descalço e com um short vermelho. Viu “Binho”? Ligue para 75 98195 6165. 

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Você ajuda, a LBV faz; conheça mais este trabalho no Brasil

13 de jul de 2018 às 09:16 | em: Brasil,Filantropia

Foto: Ilustração

Com o imprescindível apoio de seus colaboradores, a Legião da Boa Vontade (LBV) atua, há mais de 68 anos, no amparo a crianças, adolescentes, jovens, adultos, gestantes e idosos em situação de vulnerabilidade social. Em 2017, a Instituição alcançou a expressiva marca de 13.523.005atendimentos e benefícios prestados às populações de baixa renda, impactando mais de 370 mil pessoas nas cinco regiões brasileiras. Em todo o país a LBV mantém 82 unidades de atendimento, entre elas Centros Comunitários de Assistência Social, lares para idosos, centro de assessoramento, escolas de educação básica e escola de capacitação profissional. Além disso, promove inúmeras campanhas de apoio a famílias e comunidades, fornecendo aos atendidos condições e informações a fim de que possam buscar os próprios direitos e colaborar para a construção de uma sociedade solidária, justa e com oportunidades iguais para todos.

Um simples gesto pode mudar vidas

Por isso sua doação vale muito. Você pode se tornar um voluntário, ajudar a divulgar esta iniciativa ou, então, contribuir financeiramente para a manutenção dos programas socioeducacionais da Instituição. Pode ainda colaborar com alimentos não perecíveis ou doações diversas. Um simples gesto pode melhorar a vida de muita gente. Indique amigos, familiares, vizinhos e empresas para apoiar as atividades da Legião da Boa Vontade. Acesse www.lbv.org ou ligue para 0800 055 50 99. Acompanhe, siga, curta e compartilhe as ações da LBV nas redes sociais: LBVBrasil no youtube.com, no facebook.com e no instagram.com.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Jovens salvam homem cego que caiu em trilho do metrô

04 de jul de 2018 às 16:23 | em: Filantropia

Foto: Reprodução

Um ato de coragem e bondade de 3 jovens. Eles salvaram um homem cego que havia acabado de cair nos trilho do metrô em Toronto, no Canadá. Dois deles não foram identificado, mas o resgate foi testemunhado por Julie Caniglia que postou uma foto deles no Facebook. De acordo com Caniglia, ela estava na estação de metrô Broadview, na última quinta-feira, quando ouviu um barulho seguido da cena, que provocou o maior susto da vida dela. “Quando meu vagão do metrô parou… ouvi uma voz fraca chamar ‘ajude, me ajude por favor’”, escreveu Caniglia. “Não vinha nenhuma composição e depois de ouvir de novo, olhei para a plataforma. “De repente, e tudo muito rapidamente, [eu] vi um homem com uma bengala caído nos trilhos.” O homem era cego e felizmente, os jovens entraram em ação.

Os heróis

Sem hesitar, Kyle Busquine, de 24 anos, saltou nos trilhos e – com a ajuda de outros dois rapazes na plataforma – foi capaz de içar o homem com segurança. “Estávamos todos em choque olhando para ele, esperando e rezando para que um trem não viesse”, disse Caniglia à CBC News . “Tudo aconteceu em menos de um minuto, mas pareciam horas. “Sabendo que a pior coisa possível poderia acontecer e que estava fora do controle de todos, [esta] foi a experiência mais assustadora que eu já vi”, acrescentou. Embora os outros dois homens não tenham se manifestado, Busquine diz que não teria conseguido resgatar o viajante em perigo sem a ajuda deles. Os paramédicos levaram o homem ferido para o hospital pra que pudesse cuidar dos ferimentos leves que ele teve.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Idosa está desaparecida em Teofilândia; compartilhe e ajuda e encontrar

03 de jul de 2018 às 09:28 | em: Filantropia,Teofilândia

Foto: Divulgação

A professora teofilandense, Iana, está pedindo ajuda na busca pela idosa Creuza de Araujo Souza. Ela está desaparecida e a família pede ajuda a todos na sua busca. Viu dona Creuza? Ligue: 75 9 9903-2582. Ajude e compartilhe. Ela pode estar em Teofilândia e região.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.