Educação

Colégio Apoio realiza projeto “Diversidade ambiental e cultural”

17 de jun de 2019 às 15:26 | em: Educação

Foto: Divulgação

O Colégio Apoio realizou no dia (07) de junho, o projeto “Diversidade ambiental e cultural”. Com diversas apresentações, o projeto teve como tema: “Contingências sociais e cultura popular na criação das obras literárias”, e contou com a realização dos alunos do Ensino Fundamental II (6.º ao 9.º ano) e Ensino Médio (1.ª e 2.ª séries), no Colégio Apoio. O Colégio fica localizado Av. Praia de Itapuã. s/n, quadra 23 – Vilas do Atlântico, Lauro de Freitas. Contato: (71) 3379-0191. Seu filho com uma educação de qualidade!.

Galeria de fotos
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

LBV realiza Arraial da Boa Vontade para crianças e idosos atendidos em Lauro de Freitas

14 de jun de 2019 às 10:12 | em: Educação

Foto: Divulgação

Nesse sábado (15), às 9h, a Legião da Boa Vontade (LBV) promove o tradicional Arraial da Boa Vontade em seu Centro Comunitário de Assistência Social, localizado em Itinga Lauro de Freitas. O objetivo da iniciativa é proporcionar um momento de alegria e ao de e, de forma lúdica, apresentar a diversidade da cultura popular nordestina para os atendidos. A programação inclui uma série de atrações, como apresentações culturais dos atendidos, comidas típicas e muita música. Conduzidos pelo ritmo do forró, as crianças e os idosos atendidos retratarão a cultura nordestina através das danças e brincadeiras. Na LBV, a valorização da cultura nordestina é um tema bastante abordado nas oficinas que acontecem na Instituição. Nesse período do ano, em que acontecem as festas juninas, o tema é mais trabalhado afim de estimula-los a conhecerem e entenderem a importância da cultura popular.

Foto: Divulgação

Serviço:

LBV promove Arraial da Boa Vontade para crianças e idosos atendidos em Lauro de Freitas
Data: 15/06 (sábado) | Horário: 9 horas
Local: Centro Comunitário de Assistência Social da LBV
Endereço: Rua Prof. Theócrito Batista – Quintas do Picuaia, Itinga, Lauro de Freitas
Informações: (71) 3288-6149.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Resultado do Sisu está disponível, diz Governo Federal

11 de jun de 2019 às 09:25 | em: Brasil,Educação

Foto: Ilustração

Os estudantes que estão concorrendo a vagas em instituições públicas de ensino superior podem consultar o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), na página do programa. A lista dos selecionados na chamada única foi divulgada na tarde de hoje (10). As matrículas devem ser realizadas de 12 a 17 de junho. Ao todo, nesta edição, são ofertadas 59.028 vagas em 76 instituições públicas de ensino em todo o país. Aqueles que não foram selecionados poderão participar da lista de espera de 11 a 17 de junho. A convocação desses estudantes ocorrerá após o dia 19 deste mês. Para participar da lista de espera é preciso acessar o site do Sisu e indicar para qual a opção de vaga escolhida na fase de inscrição se deseja pleitear uma vaga. Podem participar do Sisu os estudantes que fizeram prova do Exame Nacional do Ensino Médio em 2018 e obtiveram nota na redação acima de zero.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Juíza federal da Bahia determina suspensão de cortes nas universidades

08 de jun de 2019 às 09:58 | em: Brasil,Educação

Foto: Reprodução

A juíza Renata Almeida, da 7ª Vara Federal, de Salvador, acatou o pedido, e ordenou o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a suspender os cortes em universidades federais em até 24 horas, sob pena de multa diária de R$ 100 mil, nesta última sexta-feira (7). A decisão foi publicada no fim do expediente, e a ação de é de autoria do deputado Jorge Solla (PT-BA). Essa é uma das várias provocações ao judiciário feitas com o mesmo tema espalhadas pelo país. Devido ao princípio da primazia, todas as demais migraram para a Justiça Federal na Bahia. Não se está aqui a defender a irresponsabilidade da gestão orçamentaria, uma vez que é dever do administrador público dar cumprimento às metas fiscais estabelecidas em lei, mas apenas assegurando que os limites de empenho, especialmente em áreas sensíveis e fundamentais segundo a própria Constituição Federal, tenham por base critérios amparados em estudos que garantam a efetividade das normas constitucionais”, destacou a juíza, na decisão. A magistrada também criticou os ataques do ministro Weintraub, às universidades federais, acusando-as de promover balbúrdia.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Programa ‘Ingressar’ oferecer 800 vagas em curso gratuito para o Enem

27 de maio de 2019 às 16:35 | em: Educação

Foto: Reprodução

A pouco mais de cinco meses da realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019, a Prefeitura de Salvador anuncia a abertura de 800 vagas gratuitas para o curso preparatório ‘Ingressar”. O programa foi apresentado pelo prefeito ACM Neto (DEM) e pela secretária municipal de Política para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), Rogéria Santos, na manhã desta segunda-feira (27). Durante o evento, realizado no auditório do Hub Salvador, no Comércio, eles informaram que as inscrições seguem até o próximo dia 9 e podem ser feitas pela internet ou presencialmente. O programa é voltado para jovens com idades entre 16 e 29 anos, residentes em Salvador e oriundos do 3º ano do Ensino Médio em instituições públicas ou bolsistas de unidades privadas, além de egressos da Educação de Jovens e Adultos (EJA). “O objetivo do Ingressar é levar o cursinho, qualificar e preparar esses jovens vindos de escola pública, ao longo dos próximos meses. Os alunos da escola particular ainda têm vantagem sobre os alunos da escola pública e a gente quer, aos poucos, superar essa realidade”, afirmou o prefeito ao defender o projeto. Com investimento de pouco mais de R$ 1,6 milhão, por meio da SPMJ, o Ingressar é realizado pelo segundo ano consecutivo. A seleção é feita através de pontuação que, além dos critérios acima, também inclui participantes de programas sociais ou em situação de vulnerabilidade social. Os interessados devem se inscrever através do portal (clique aqui) ou se dirigir ao Infocentro da Juventude, localizado na Av. Sete de Setembro, nº 202, Edifício Adolpho Basbaum, no 4º andar. No local, técnicos estarão à disposição para auxiliar os jovens que tenham dúvidas sobre como efetuar a inscrição. Os estudantes devem apresentar a documentação exigida no edital, em cópia acompanhada de original ou cópia autenticada em cartório. Do total de vagas, 5% é reservado para pessoas com deficiência, 30% para pessoas negras e 5% para jovens participantes de programas sociais da Fundação Cidade-Mãe (FCM) ou egressos do sistema socioeducativo.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Brasileira vence maior feira de ciências do mundo e vai dar nome a asteroide

25 de maio de 2019 às 12:42 | em: Brasil,Educação

Foto: Divulgação

A estudante brasileira Juliana Estradioto é mais uma vez destaque graças ao seu experimento científico, só que desta vez numa feira mundial de ciências. Isso lhe dará ainda o direito de batizar um asteroide com o seu nome. Com pesquisa sobre a casca da noz de macadâmia, a brasileira de 18 anos, conquistou a posição máxima na categoria “Ciência dos Materiais” na premiação Intel International Science and Engineering Fair (Isef), considerada uma das maiores feiras de ciências para pré-universitários do mundo. Juliana também já criou um plástico feito com casca de maracujá. O resultado foi anunciado no dia 17 de maio, durante evento da organização em Phoenix, nos Estados Unidos, que reuniu mais de 1,8 mil estudantes do ensino médio de 80 países. Como conquistou o 1º lugar da categoria, Estradioto também poderá batizar um asteroide com seu nome ― algo comum a estudantes que ficam com os primeiros e segundos lugares em categorias da premiação. Foi com a pesquisa sobre o aproveitamento da casca de noz macadâmia para curativos de ferimentos da pele ou para criar embalagens a jovem levou o prêmio. A ideia é substituir o uso do plástico nesses materiais. Em entrevista ao Ministério da Educação na última quinta-feira (23), ela contou que criou uma farinha biodegradável a partir da casca da noz de macadâmia que, em contato com microorganismos, se transforma em uma membrana. O material substitui os sintéticos, como sacolas plásticas, por exemplo. Segundo a cientista, a ideia é criar um produto sustentável, com custo baixo, produzido a partir de resíduos com destinação ao lixo. “A membrana da macadâmia possui características, como flexibilidade e resistência, que permitem a utilização em curativos para pele queimada ou machucado. Outro uso possível é na elaboração de embalagens para o recolhimento de fezes de cachorro, em substituição ao plástico”, contou. Os próximos passos de sua pesquisa são estudar o material para não ser utilizado apenas como curativo de cicatrizes na derme ― primeira camada da pele ―, mas também em cicatrizes pós-cirúrgicas, que são mais profundas. “Já vi que pode ser usado em queimaduras e auxilia no processo de regeneração da pele”, pontuou. Natural de Osório (RS) com cerca de 40 mil habitantes, Estradioto é recém-formada no curso Técnico em Administração Integrado ao Ensino Médio, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS). Ela já ganhou mais de 40 prêmios científicos nacionais e internacionais e participou de outras feiras de ciência nos Estados Unidos. Após a premiação de 2019, ela está credenciada para ir à cerimônia do Prêmio Nobel, na Suécia. Outra meta de Estradioto é cursar Química em uma universidade norte-americana.

Veja a emoção dela ao receber o prêmio:

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Prefeito que cancelou carnaval pra investir em educação inaugura escola

24 de maio de 2019 às 09:03 | em: Brasil,Educação

Foto: Reprodução

O prefeito de Colatina, no Espírito Santo, cancelou a festa de carnaval da cidade pra economizar e investir em saúde e educação. Com o dinheiro ‘não gasto’ no carnaval do ano passado, Sérgio Meneguelli acaba de inaugurar uma escola rural. A história dele é viral nas redes sociais.  Em um vídeo, ele garante que o cancelamento não era pra sempre. “Se na festa do município, em agosto, estivermos em situação melhor com nossos postos equipados e escolas reformadas, podemos pensar em uma programação com os desfiles dentro da festa”, disse. Meneguelli pediu desculpas pela decisão. “Me perdoem. É triste tirar esse lazer de vocês, mas é por pouco tempo”, concluiu. “A nossa saúde e nossa educação estão exigindo, neste momento, um tratamento especial. Para que façamos um carnaval como foi no ano passado, eu teria que gastar de R$ 180 a R$ 200 mil e seria uma irresponsabilidade minha usar este dinheiro para fazer desfile de escola de samba, quando em nossos postos, às vezes, faltam material de limpeza”, afirmou ele. “Certos momentos da vida chegam a ser irônicos. Eu incentivei a retomada do carnaval nessa cidade, em 2009 e, quando chega 2018, eu preciso vir a público para dizer que está difícil fazer carnaval hoje”, disse. Depois da renúncia da festa, a promessa com o dinheiro economizado foi cumprida. Meneguelli é chamado de ‘melhor prefeito’ na cidade e é conhecido por ações surpreendentes como aguardar na fila do SUS junto com a população para saber como está sendo o atendimento, almoçar marmitex em camelódromo e muito mais. A Prefeitura Municipal de Colatina divulgou um vídeo que mostra Sérgio Meneguelli inaugurando uma Escola Rural construída com o dinheiro que seria destinado ao desfile de Escolas de Samba no Carnaval de 2019.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Enem: Presidente do Inep é demitido após divergência sobre transparência de dados

17 de maio de 2019 às 16:15 | em: Brasil,Educação

Foto: Reprodução

O presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais), delegado Elmer Vicenzi, foi demitido nesta quinta-feira (16). É o segundo chefe do órgão, responsável pelo Enem, a sair do cargo no governo Jair Bolsonaro (PSL). A Folha apurou que Vicenzi teve divergências com a Procuradoria do órgão envolvendo transparência dos dados produzidos pelo Inep, mas o caso foi a gota d’água em uma relação já desgastada com o ministro Abraham Weintraub. Essa é a primeira baixa na equipe do Weintraub, que assumiu a pasta no lugar de Ricardo Vélez Rodríguez. Vicenzi insistia, com respaldo da equipe do MEC, que o Inep produzisse um parecer técnico que liberasse o acesso a dados pessoais dos estudantes da educação básica e superior. O objetivo do governo era utilizar essas informações sigilosas para fazer diversas ações, como cruzamentos para investigações, conferência com o programa Bolsa Família e a viabilização de uma carteirinha de estudantes que o governo pretende criar para esvaziar a principal fonte de recursos das entidades educacionais —como a Folha revelou. O órgão coleta as informações pessoais de estudantes junto a secretarias de Educação e instituições de ensino superior para produção de estatísticas oficiais, como o Censo educacional. Os dados são protegidos por sigilo, entendimento com que a cúpula do MEC não concorda. Nas últimas semanas, Vicenzi pediu parecer sobre o assunto à Diretoria de Estatísticas Educacionais, que foi contrária à abertura. A Procuradoria do órgão produziu documento na mesma linha, o que desagradou Vicenzi. Após o episódio, o presidente do instituto decidiu, na última sexta-feira (10), pela exoneração do procurador substituto, Rodolfo Carvalho Cabral (ainda não publicada oficialmente). O ato ocorreu na ausência da procuradora titular, Carolina Scherer Bicca, que estava em viagem. Toda a equipe da Procuradoria ameaçou abandonar o posto e, de volta ao Inep, Bicca foi ao ministro expor a situação. Nesse queda de braço, Vicenzi colocou o cargo à disposição e acabou demitido —a forma com que ele lidou com o caso, ao exonerar servidor sem a anuência de sua superiora, não foi bem recebida no MEC. A assessoria da pasta informou que Vicenzi pediu para sair sem detalhar os motivos.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Nos EUA, Bolsonaro chama manifestantes da educação de “idiotas úteis” e “massa de manobra”

15 de maio de 2019 às 16:12 | em: Brasil,Educação

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (15) em Dallas, no estado norte-americano do Texas, que não gostaria de contingenciar verbas, em especial da educação, mas que o bloqueio é necessário e que os manifestantes que protestam contra isso no Brasil “uns idiotas úteis, uns imbecis” (veja no vídeo acima). “É natural, é natural. Agora… a maioria ali é militante. É militante. Não tem nada na cabeça. Se perguntar 7 x 8 não sabe. Se perguntar a fórmula da água, não sabe. Não sabe nada. São uns idiotas úteis, uns imbecis que estão sendo utilizados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo de muitas universidades federais do Brasil”, afirmou Bolsonaro. O presidente chegou na manhã desta quarta a Dallas, onde estão previstos um evento em que Bolsonaro receberá uma homenagem e um encontro com o ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush. Assim que chegou, Bolsonaro se dirigiu ao hotel. Na porta, ele foi questionado por jornalistas sobre os protestos contra bloqueios na educação que ocorrem em quase todo o Brasil nesta quarta. “Não existem cortes. Nós temos um problema que… Eu peguei um Brasil destruído economicamente também. Então as arrecadações não eram aquelas previstas de quem fez o orçamento no corrente ano e se não houver contingenciamento, eu simplesmente entro de encontro, né, à lei de responsabilidade fiscal? Então, este mês não tem dinheiro. É o que qualquer um faz. Não tem, tem que contingenciar. Agora gostaria que nada fosse contingenciado. Gostaria, em especial, educação. Agora educação também está deixando muito a desejar no Brasil. Você pega as provas do Pisa, que eu peguei agora, de três em três anos, de 2000 pra cá, cada vez mais ladeira abaixo. A garotada com 15 anos de idade, da nona série, 70% não sabe a regra de três simples. Qual o futuro dessas pessoas? Qual é o futuro dessas pessoas? Falam porque tão desempregados 14 milhões, sim, mas parte deles não tem qualquer qualificação porque esse cuidado não teve nas administrações do PT ao longo de 13 anos”, disse Bolsonaro.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Impasse entre governo e professores estaduais continua e greve pode ser radicalizada

15 de maio de 2019 às 09:23 | em: Bahia,Educação,Notícias

Foto: Reprodução / Bahia Noticias

A reunião entre professores de universidades estaduais em greve e o governo do estado nesta segunda-feira (13) acabou sem nenhuma nova proposta do estado e a continuidade da greve deverá ser anunciada após assembleias da categoria na próxima segunda (20). A categoria foi até a Secretaria de Relações Institucionais buscando, entre outros pedidos, aumento salarial e dos orçamentos anuais das instituições. Segundo o site Bahia Noticias, o governo alega que só irá voltar a negociar com os professores quando a greve for interrompida. Já a categoria diz que não terminará o movimento deflagrado após quatro anos de reivindicações não atendidas pelo governador Rui Costa (PT). A greve atinge a Uneb, Uefs, Uesb e Uesc. “O governo repete o mantra de que se precisa terminar a greve para negociar. Passamos os últimos quatro anos tentando reuniões e protocolando pautas sem resposta. Estamos em greve e o governo precisa apresentar novas propostas”, declarou André Uzêda, porta-voz da Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (Aduneb). Diante da falta de avanços e da paralisação que já dura um mês, o sindicato fala agora em “radicalizar” os atos na greve. Perguntado sobre que tipo de efeito a radicalização traria a greve, o porta-voz se limitou a dizer que os docentes devem mostrar para a sociedade que o governo está brincando com o movimento. “Somos uma das poucas categorias que enfrentaram o ex-governador Jaques Wagner (PT) e enfrentam o governador Rui Costa”, falou Uzêda. As associações de professores devem se reunir na próxima segunda (20) e, se nada mudar até lá, a proposta da direção dos sindicatos será pela continuidade do movimento. Nesta quarta-feira (15) os professores participam de uma paralisação nacional pela Educação.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Enem 2019 registra mais de três milhões de inscritos

10 de maio de 2019 às 15:48 | em: Educação

Foto: Reprodução

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019,  já ultrapassou a marca dos 3 milhões de inscritos. O balanço foi divulgado pelo Ministério da Educação contando as inscrições feitas até as 22h da ultima quinta-feira (9). Do total de inscritos, 63% estão isentos do pagamento da taxa de inscrição. A taxa para o Enem é de R$ 85 e deve ser paga até o dia 23 de maio. O participante terá até 17 de maio para atualizar dados de contato, escolher outro município de provas, mudar a opção de língua estrangeira e alterar atendimento especializado e/ou específico, segundo a Agência Brasil. As inscrições foram abertas no último dia 6 e vão até o dia 17 de maio, pela internet. As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Bolsonaro diz que corte em recursos da Educação não é feito por “maldade”

09 de maio de 2019 às 10:07 | em: Brasil,Educação,Notícias

Foto: Alan Santos/PR

Na tarde desta quarta-feira (09), o presidente Jair Bolsonaro disse que o corte de 30% das verbas do Ministério da Educação ( MEC ) não ocorre por “maldade”, mas porque é necessário pagar dívidas deixadas por governos anteriores. A declaração foi dada em resposta a um aluno de uma escola da zona rural de Cavalcante (GO), que perguntou se poderia contar com ele para mais investimentos na área. A conversa ocorreu em uma chamada de vídeo, em cerimônia para anunciar a marca de 1 milhão de alunos de comunidades distantes com conexão à internet em banda larga via satélite, por meio do programa Governo Eletrônico Serviço de Atendimento ao Cidadão (Gesac), do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações em parceria com o MEC . Outros governos contingenciaram, cortaram recursos no linguajar popular. Ninguém vai cortar recursos da educação por maldade, é que nós não temos como pagar as dívidas que o Brasil tem, que são muito grandes e por isso esse contingenciamento respondeu Bolsonaro da sala de reunião do terceiro andar do Palácio do Planalto para o aluno da Escola Estadual Calunga I, localizada em uma comunidade quilombola a mais de 320 quilômetros de Brasília. O presidente explicou aos estudantes que o custo diário do satélite é de R$ 800 mil reais para os cofres públicos. Segundo ele, o equipamento estava há dois anos sendo utilizado apenas para serviços militares e “meia dúzia de escolas.” De acordo com o Executivo, desde o início da gestão Bolsonaro, foram instalados no país 3.600 pontos para receber o sinal do satélite, das quais 3.150  são unidades escolares. Até agosto a meta é atingir 6.500 colégios hoje sem acesso à internet e até o fim do ano 10 mil. Nas oito escolas das comunidades Calunga, 453 alunos são atendidos pela conexão, que fornece link de 10MB/s por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações (SGDC). A instalação das antenas é feita pela Telebras. “Podem ter certeza mesmo com poucos recursos nós estamos atendendo esse projeto a vocês. Isso custa dinheiro e para vocês não vai custar nada, porque verbas do Ministério da Ciência e da Tecnologia e do Ministério da Educação é que vão manter a internet funcionando aí”,disse o presidente.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Estudantes baianos desenvolvem importante método para tratamento de água

07 de maio de 2019 às 17:42 | em: Bahia,Educação

Foto: Divulgação

O trabalho de pesquisa de estudantes baianos da região de Ilhéus e Itabuna tem trazido resultados práticos quando o assunto é oferecer água de qualidade para a população. É o que revela o professor Franco Amado, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), responsável pelo Laboratório de Materiais e Meio Ambiente (Lamma), que conta com pesquisas, como o Projeto Água Limpa Sempre. O projeto tem conseguido eliminar impurezas das águas baianas, como em casos nos municípios de Bom Jesus da Lapa, Ilhéus e Itabuna. Responsável por iniciar as pesquisas entre os anos de 2000 e 2001, o professor Franco Amado explica que a máquina utilizada na Uesc pode tratar até dois mil litros por hora. “Se pensarmos que uma família de quatro pessoas utiliza 500 litros por dia, então uma máquina consegue tratar por hora o que quatro famílias consomem durante o dia”. Ele ressalta que atualmente não consegue tratar água de uma cidade inteira, mas de comunidades com 20 a 30 famílias. Para maximizar o processo de tratamento da água, auxiliando, inclusive, a resolver problemas de contaminação em cidades baianas, o pesquisador afirma que é possível acoplar várias máquinas ou produzir uma maior. “Já existe sistema similar operando para tratamento de efluente, que é para tratar a água que sai das indústrias, como a de celulose. Podemos aumentar a escala da máquina para resolver esse tipo de problema”. As pesquisas realizadas pelos estudantes da Uesc já tiveram resultados práticos no tratamento de água de poço no município de Bom Jesus da Lapa e na própria cidade de Ilhéus. “Em Bom Jesus da Lapa havia problema com excesso de flúor. Pegamos essa água e conseguimos tratar e remover o flúor da água. Outro problema que a gente resolveu foi na época da seca aqui na região, quando a água do mar estava invadindo o rio e deixando salobra a água para consumo”, lembra. O investimento em pesquisas, como a desenvolvida pelos estudantes da Uesc, pode, segundo o professor Franco Amado, auxiliar a resolver um problema comum nas águas distribuídas para diversas cidades baianas, que é o acúmulo de agrotóxico. “Na Bahia, nós conseguimos desenvolver pesquisa de ponta, com pouco de recurso, sem precisar importar soluções. O agrotóxico pode ser totalmente cancerígeno, então é um risco grande para a população. Teríamos que conhecer melhor cada caso, mas podemos tratar esse problema sim”.

Método água limpa

A máquina utilizada no Projeto Água Limpa Sempre funciona pelo método de separação por membranas (PSM) através de eletrodiálise. São alternativas de tratamento para remover contaminantes críticos e permitir a produção de água potável e para tratar efluentes (industriais e domésticos) e produzir água com qualidade para reuso. Entre os PSM, as membranas de filtração com diferentes tamanhos de poros, permitem remover desde sólidos e sais dissolvidos até metais, microrganismos e vírus, pela aplicação de um gradiente de pressão, de forma a produzir uma corrente de permeado (tratada) e outra de rejeito (concentrada). A eletrodiálise é uma alternativa que utiliza membranas íon-seletivas ao invés de porosas, que são capazes de separar os contaminantes quando se aplica corrente elétrica, resultando em um grande volume de água tratada (diluído), e um volume menor, concentrado de contaminantes.

Fonte: Ascom/Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti)

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Enem 2019 registra mais de um milhão de inscritos no primeiro dia

07 de maio de 2019 às 10:09 | em: Brasil,Educação,Notícias

Foto: Ilustração

Mais de um milhão de pessoas se inscreveram para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019 no primeiro dia de inscrições, iniciadas ontem (6) e vão até o dia 17 de maio, pela internet. As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro. O balanço de inscritos divulgado pelo Ministério da Educação contabiliza os candidatos registrados até as 20h de ontem. A taxa de inscrição para o Enem é de R$ 85 e deve ser paga até o dia 23 de maio. O participante terá até 17 de maio para atualizar dados de contato, escolher outro município de provas, mudar a opção de língua estrangeira e alterar atendimento especializado e/ou específico. Após esse prazo, não serão mais permitidas mudanças. O candidato que precisar de atendimento especializado e específico deve fazer a solicitação durante a inscrição. O prazo para pedidos de atendimento por nome social vai de 20 e 24 de maio. Quem já concluiu o ensino médio ou vai concluir este ano pode usar as notas do Enem, por exemplo, para se inscrever em programas de acesso à educação superior como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa Universidade para Todos (ProUni) ou de financiamento estudantil. A prova também pode ser feita pelos chamados treineiros – estudantes que vão concluir o ensino médio depois de 2019. Neste caso, os resultados servem somente para autoavaliação, sem possibilidade de o estudante concorrer efetivamente às vagas na educação superior ou para bolsas de estudo.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Inscrições do Enem 2019 começam nesta segunda (06)

06 de maio de 2019 às 11:16 | em: Brasil,Educação,Notícias

Foto: Reprodução / Agência Brasil

Começa nesta segunda-feira (6) o prazo para as inscrições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019. O cadastro deve ser feito pelo site oficial da prova (https://enem.inep.gov.br/participante/) e vai até 17 de maio. A taxa de inscrição é de R$ 85. Neste ano, a prova será aplicada em dois domingos seguidos: 3 e 10 de novembro. Mesmo quem obteve a isenção desse pagamento precisa se inscrever. Os candidatos que não têm isenção devem pagar a taxa entre 6 e 23 de maio, em agências bancárias, casas lotéricas e correios. Para fazer a inscrição, é necessário informar o número do CPF e do RG. Pelo site, será criada uma senha de acesso que também permitirá verificar o cartão de confirmação e os resultados do candidato. Também é preciso ter um número de celular e um e-mail válidos para que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que organiza a prova, envie comunicados diretamente aos candidatos. Segundo o Inep, até 17 de maio o candidato ainda poderá atualizar dados de contato, trocar o município de provas, mudar a opção de língua estrangeira e alterar atendimento especializado e/ou específico. Para os candidatos que precisam dessa atenção diferenciada, como pessoas com deficiência ou lactantes, a solicitação deve ser feita também até 17 de maio. Entre 20 e 24 de maio, os candidatos que desejarem poderão fazer a solicitação de atendimento pelo nome social – caso prefiram não ser chamados pelo nome do registro civil. O cartão de confirmação será disponibilizado só em outubro. Nele, haverá um resumo das principais informações para o candidato: número de inscrição; data, hora e local das provas; dados sobre atendimento especializado se solicitado; e opção de língua estrangeira.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Greve em universidades estaduais entra em 25° dia; docentes cobram encontro com Rui

03 de maio de 2019 às 15:40 | em: Bahia,Educação

Foto: Reprodução

A greve dos professores das universidades estaduais chega nesta sexta-feira (03) ao 25° dia. Conforme o comando de greve, até o momento não foi feita nenhum encontro com o governador Rui Costa. “A gente quer que ele sente conosco, olho no olho. É estranho que um governador que foi sindicalista trate o movimento assim”, disse Lilian Machado, diretora executiva da Aduneb [Sindicato dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia]. Entre as reivindicações dos professores, o movimento cobra promoções de carreiras de pelo menos 400 docentes que aguardam o benefício há quatro anos. Os docentes também tentam apoio de quadros próximos a Rui Costa, como o senador Jaques Wagner, abordado pelos grevistas durante ato no Dia do Trabalho, em Salvador, na última sexta-feira (1°). “Nós o procuramos e o senador acenou com a possibilidade de estreitar esse diálogo com o governo”, disse a docente. Na próxima terça-feira (7), uma audiência pública viabilizada pelo deputado estadual Hilton Coelho discutirá na Assembleia Legislativa as pautas do movimento. Está marcada para as 11h. Já na terça à tarde, os professores farão nova assembleia para debater os rumos da paralisação. A greve atinge a Uneb, Uefs, Uesb e Uesc. (Bahia Noticias).

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Colégio Apoio promoverá “plantão pedagógico” com pais e alunos

02 de maio de 2019 às 15:36 | em: Educação

O Colégio Apoio promoverá neste sábado (04), o projeto “Plantão Pedagógico” da primeira unidade letiva, que será realizado em sua sede, das 08h00 às 12h00. Esse momento possibilita promover o diálogo entre família, alunos e escola, onde os professores estarão disponíveis para atendimento às famílias, relatando pessoalmente o desempenho do(a) aluno(a) em sala de aula. O Colégio fica localizado Av. Praia de Itapuã. s/n, quadra 23 – Vilas do Atlântico, Lauro de Freitas. Contato: (71) 3379-0191. Seu filho com uma educação de qualidade!.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

MEC diz que bloqueio de 30% na verba vale para todas as universidades e institutos federais

02 de maio de 2019 às 08:56 | em: Brasil,Educação

Foto: Reprodução

O Ministério da Educação afirmou, na noite desta terça-feira (30), que o bloqueio de 30% na verba das instituições de ensino federais vai valer para todas as universidades e todos os institutos. O anúncio foi feito depois das reações críticas ao corte de verba de três universidades que tinham sido palco de manifestações públicas: a Universidade de Brasília (UnB), a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Universidade Federal da Bahia (Ufba). A informação foi dada à TV Globo por Arnaldo Barbosa de Lima Junior, secretário de Educação Superior do MEC. Segundo ele, trata-se de um “bloqueio” que foi feito “de forma preventiva” e “só sobre o segundo semestre”. Apesar de ter dito que o bloqueio foi feito “de forma isonômica” para todas as universidades e institutos, Lima afirmou que está “estudando alguns parâmetros” para definir quais delas seriam “premiadas” com uma “redução menor do que as outras” ao longo do ano, “mas com ênfase no segundo semestre”. Segundo ele, o primeiro parâmetro é o “desempenho acadêmico e seu impacto no mercado de trabalho”, seguido da governança das universidades. “A gente quer que elas tenham um sustentabilidade financeira”, explicou o secretário. O terceiro parâmetro é a inovação gerada para a economia.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Professores de Araci desenvolvem projeto para valorização da história do município

15 de abr de 2019 às 08:03 | em: Araci,Educação
Foto: Divulgação

Em comemoração aos 60 anos de Emancipação Política, escolas da Rede Municipal realizaram, sob orientação da coordenação pedagógica da Secretaria de Educação, diversas ações. Trata-se do projeto “Minha cidade Tem História e Memória” que integra o Ciclo de Aprendizagem da Educação Infantil e por meio do projeto integrador intitulado “Pertencimento”.

Foto: Divulgação

O projeto é desenvolvido por alunos dos anos Iniciais, finais e EJA. Ambos têm como objetivo trabalhar o conhecimento da história do município para despertar o sentimento de amor e valorização. Segundo a secretaria, assim nasce a preocupação de preservar suas riquezas naturais e culturais.

Foto: Divulgação

As atividades ocorrem através de ações na escola, entrevistas a moradores antigos e autoridades, visitas a alguns pontos turísticos do município que contam a história da cidade e despertam a valorização da nossa cultura.

Foto: Divulgação

Os projetos tiveram início no dia 01 de abril e segue até o final do mês. Para a secretária de Educação e Cultura, Professora Manuela, a realização de projetos como esses contribui imensamente para despertar nos estudantes o sentimento de pertencimento e, a partir deste, o respeito por nossa cidade.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Colégio Apoio realizará projeto “No ritmo do Enem”

11 de abr de 2019 às 16:38 | em: Educação

O Colégio Apoio realizará no dia (01) de junho, o projeto “No ritmo do Enem”. Com objetivo de orientar os alunos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o colégio realizará um “aulão”, envolvendo alunos, professores e toda sua equipe. Para descontrair um pouco, o projeto, por ser em mês festivo, São João, terá também diversas comidas tipicas e o famoso forró. O Colégio fica localizado Av. Praia de Itapuã. s/n, quadra 23 – Vilas do Atlântico, Lauro de Freitas. Contato: (71) 3379-0191. Seu filho com uma educação de qualidade!.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.