Educação

Empresa de Energia Eólica realiza educativas e ações sociais em Tucano

13 de dez de 2018 às 09:24 | em: Araci,Educação,Notícias,Região Sisal,Tecnologia,Tucano

Foto: Reprodução

O Parque Eólico Tucano, realizou uma ação social entre os dias 21 e 22 de Novembro em duas escolas do município de Tucano, com o objetivo de construir um processo de comunicação entre a população das áreas de influência e o empreendimento. A atividade teve como princípio, contribuir com a educação dos alunos, realizar atividades de educação ambiental e assim possibilitar aos alunos um contato direto com a natureza. Em ambas escolas, inicialmente se falou do grupo SOWITEC, o que é a energia eólica e o projeto do Parque Eólico Tucano, deixando assim todos informados sobre o futuro empreendimento da região. Estiveram presentes na aplicação da ação social, os funcionários da SOWITEC do Brasil, Raissa Ramos e Daniel Araujo, além dos estagiários vindo da SOWITEC da Alemanha: Marize, Ann-Kathrin, Moritz e Luis. Na Escola Pe. Cícero, localizado no povoado de Quererá, a ação aconteceu no dia 21 de novembro de 2018 com o tema “Observação de Aves”. Na atividade realizada, os alunos tiveram uma aula teórica sobre o tema e logo mais uma aula prática na Nascente do Bebedouro, onde puderam apreciar a natureza, fazer a prática da observação de aves e contribuir com enriquecimento do local plantando alguma mudas nativas, colocando algumas placas para a preservação do meio ambiente. Na escola Pe. Cândido, localizado no povoado do Assentamento Pé de Serra, a ação aconteceu no dia 22 de novembro de 2018, com o tema “Horta/pomar na escola”, onde os alunos tiveram uma aula teórica sobre o tema e logo após foram para a prática onde os próprios alunos com a ajuda da equipe da SOWITEC presente, fizeram o plantio de alface, rúcula, alecrim, orégano, umbu, graviola, laranja, manga, goiaba, etc. Foi nótorio a felicidades dos alunos em participar da atividade. Vale ressaltar que a atividade desenvolvida. A ação social realizada no município, permitiu uma sensibilização ambiental através dos temas abordados, um conhecimento cultural sobre o ambiente local, respeito à diversidade ecológica, além da aproximação do empreendimento com a população da área de influência do projeto. Ainda na perspectiva em se ter a participação da população do projeto, os lanches para a realização da ação foi encomendado pela comunidade local, contribuindo assim com o desenvolvimento econômico da região local.

Fundada em 1993, de origem Alemã, a SOWITEC estabeleceu sua presença no mercado em 14 países: Chile, Argentina, Uruguai, Brasil, Peru, Colômbia, México, Holanda, Alemanha, Rússia, Cazaquistão, Arábia Saudita, Quênia e Tailândia tendo como atividade principal desenvolvimento e implantação de parques eólicos e fotovoltaicos. A SOWITEC do Brasil está a mais de 10 anos no mercado brasileiro, com a maior equipe especializada de desenvolvimento, sediada em Salvador-BA e considera o Brasil como o maior mercado de energia renovável do futuro. O Parque Eólico Tucano, conta com o aproveitamento da fonte de energia ambientalmente limpa e disponível na região, o vento, que nesse caso em específico, se tem em grande potencial, visto medição de vento feita na área em média de 8 anos e estudos feitos no local. O projeto em questão está localizado na Bahia e envolve seis municípios, sendo eles: Tucano, Araci, Nova Soure, Biritinga, Sátiro Dias e Teofilândia. O empreendimento terá uma capacidade de geração de energia de mais de 660MW, onde serão instaladas uma expectativa de 220 turbinas eólicas.

Galeria de fotos

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos; entenda o tema

10 de dez de 2018 às 09:56 | em: Educação,Mundo

Foto: Reprodução

A Declaração Universal dos Direitos do Homem chega a 70 anos no dia 10 de dezembro de 2018. O texto foi aprovado pelos Estados-membros da ONU (Organização das Nações Unidas) – incluindo o Brasil – apenas três anos após o fim da Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Seus 30 artigos compõem a base de todas as leis contemporâneas que defendem os direitos essenciais de todo o ser humano, como o direito à vida, à integridade física, à livre expressão e à associação, sem qualquer distinção de raça, cor, sexo, religião ou visão política. Esses 70 anos da declaração, no entanto, não estão marcados apenas por celebrações. Em todo o mundo, os direitos humanos seguem sendo ameaçados. Em maio de 2017, numa entrevista ao Nexo, Iain Levine, então diretor de Programas de uma das mais influentes organizações do setor, a Human Rights Watch, disse que o mundo está enfrentando a maior ameaça aos direitos humanos desde o pós-Guerra. “Todo o sistema criado em 1948 está sendo duramente questionado e cada vez mais há rejeição ao conceito de universalidade dos direitos”, disse Levine.

O que é a Declaração Universal dos Direitos Humanos?

A Declaração Universal dos Direitos Humanos é o documento mais conhecido e mais influente do mundo na área de direitos humanos. Ela lista, em 30 artigos, os direitos inerentes (com os quais todo ser humano nasce) e inalienáveis (que não podem ser retirados de ninguém). Ela diz que “todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos” e determina que esses princípios devem ser aplicados “sem distinção de qualquer espécie, seja de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento, ou qualquer outra condição”. Essa declaração foi adotada em 10 de dezembro de 1948 pelos Estados-membros da ONU (Organização das Nações Unidas). No contexto político da época, sua adoção expressa a vontade de evitar a repetição de tragédias humanas como as ocorridas durante a Segunda Guerra Mundial, que havia chegado ao fim apenas três anos antes, em 1945. Seus princípios, entretanto, são muito mais antigos. A declaração codifica valores que estão presentes em textos religiosos, filosóficos e políticos que atravessam toda a história da civilização. Ela é um documento de valor “consuetudinário” – palavra que se refere ao caráter de “costume” entranhado na cultura humana através dos tempos. Muitas de suas formulações encontram inspiração na Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, proclamada em 1789, durante a Revolução Francesa, que marcou o ocaso das monarquias absolutistas e passou a afirmar o ideal de liberdade, igualdade e fraternidade entre todos os seres humanos – ainda que o colonialismo e a escravidão perdurassem como marcas a contradizer na prática esses ideiais. O documento da ONU de 1948 é uma Declaração sem força de lei. O que ela fez foi estabelecer um “ideal comum a ser atingido por todos os povos e todas as nações”. Quando lançada, a declaração trouxe consigo o compromisso explícito de que todos os países do mundo adotassem “medidas progressivas de caráter nacional e internacional” para assegurar “sua observância universal e efetiva”. Foi a partir dela que se desprenderam diversas legislações nacionais e internacionais que, com maior detalhe, regulam hoje uma ampla coleção de direitos civis, políticos, econômicos, sociais e culturais.

Conheça mais em Nexo Jornal.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Inovação: Estudantes terão armário individual com chave em Colégio de Araci no ano letivo 2019

09 de dez de 2018 às 12:48 | em: Araci,Educação

O Colégio Ideia é considerada a unidade de ensino particular que mais cresce na região sisaleira. Situado em Araci, o Colégio vem inovando todos os anos. Para 2019, a direção está fazendo divulgações sequenciadas das novidades. Temos uma excelente estrutura e professores altamente qualificados.  Em 2019 os alunos terão armários individuais com chave! Em breve divulgaremos mais novidades para 2019″, disse Thadeu Pinheiro ao site A Voz do Campo.

Galeria de fotos
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

TCU decide que precatórios do FUNDEF não devem ser repassados para professores

08 de dez de 2018 às 09:34 | em: Brasil,Educação

Foto: Ilustração

O Tribunal de Contas da União(TCU) decidiu nesta quarta-feira (5), que as verbas que a União deve a Estados por ter deixado de completar recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) que podem chegar a R$ 95 bilhões podem ser utilizadas para pagamento de salários, dívidas trabalhistas ou bônus a professores ou servidores públicos. Fundef é o antecessor do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). O período em que a União deixou de complementar os valores foi entre 1998 e 2006. O direito de os Estados receberem a verba do governo foi reconhecido em diversas decisões do Supremo Tribunal Federal (STF). O governo ainda tenta reversão em um recurso na Suprema Corte, em um processo paralelo ao que corre no TCU. A Corte de Contas já havia suspendido em julho a possibilidade de pagamento a professores sob a argumentação de que, como a verba é indenizatória e extraordinária, não deveria haver uma vinculação de 60% do Fundeb que é prevista normalmente, para remuneração regular, a profissionais da educação. No julgamento de mérito nesta quarta-feira (5), reafirmou o entendimento e frisou que os valores devem ser aplicados no na manutenção e desenvolvimento do ensino (MDE), em investimento na educação básica pública. O julgamento manteve também a proibição de que os valores do Fundef sejam utilizados para pagamento de honorários advocatícios, o que já foi considerado inconstitucional em outro processo analisado pelo tribunal. Os diferentes processos dentro do TCU foram abertos diante de indícios de irregularidades na aplicação dos recursos — o que não foi discutido no julgamento do dia. O TCU decidiu também recomendar aos Estados beneficiários dos precatórios do Fundef elaborem plano de aplicação dos recursos compatível com as diretrizes definidas pelo tribunal, com o Plano Nacional de Educação, com os objetivos básicos das instituições educacionais e com os respectivos planos estaduais e municiais de educação, especificando os valores envolvido nas ações que vierem a ser realizadas. Um dos precedentes que o TCU levou em conta foi que o Supremo negou, recentemente, em decisão liminar (provisória) do ministro Luís Roberto Barroso, um pedido de um sindicato para que os precatórios fossem utilizado ao pagamento de professores.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

UNEB Serrinha: Evento destaca prevenção ao risco suicida e valorização da vida

07 de dez de 2018 às 09:29 | em: Educação,Serrinha

Foto: Kenned Firmino

O Departamento de Educação (DEDC) do Campus XI da UNEB, em Serrinha, por meio do Projeto UNEB nas Comunidades – UC’s, realizou a atividade Valorização da Vida: Setembro Amarelo pode ser todo dia, no dia 29 de novembro, na Praça Morena Bela, no município. O projeto, criado em 1995 com o nome Projeto de Experiências Criadoras, tem como objetivo promover ações parceiras em prol da valorização da vida, como forma de identificar e prevenir o risco de suicídio. A iniciativa é coordenada pelas professoras Zoraya Maria e Luci Ana Gonçalves.

Foto: Kenned Firmino

Nesta edição, foram realizadas atividades culturais e palestras com temáticas voltadas para a valorização do ser humano e o incentivo pessoal.  A programação contou com jogos, cantigas de rodas e apresentação teatral, realizado pelo projeto Recreando, desenvolvido por estudantes do curso de Pedagogia do campus. “O Projeto Recreando foi pensando de modo que viesse a divertir as crianças no âmbito do brincar, onde a valorização da vida seja a principal finalidade”, explicou a estudante Hemili Araújo. O evento encerrou as atividades com a roda de conversa A valorização da vida é a mais urgente das urgências, que contou com a participação de Cibele Santos, da Sociedade PSI, e Josiana Rocha, do Centro de Valorização da Vida (CVV). “Essa foi à quarta participação da CVV nesse evento. Trata-se de uma iniciativa que oportuniza o debate sobre essa temática, ampliando as possibilidades de reflexão e conscientização acerca da importância  da  luta contra o suicídio”, ressaltou Josiana Rocha.

Texto: Kenned Firmino

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Estudante da zona rural do interior da Bahia é premiado no 29º Prêmio Jovem Cientista

06 de dez de 2018 às 16:07 | em: Bahia,Educação

Foto: Divulgação

O estudante Sandro Lúcio Rocha, 17 anos, do 3º ano do Ensino Médio, do Colégio Estadual Norberto Fernandes e morador da zona rural de Caculé (a 641 km de Salvador), foi premiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), nesta quarta-feira (5), em Brasília, no 29º Prêmio Jovem Cientista, que teve como temática ‘Inovações para Conservação da Natureza e Transformação Social’. Ele conquistou o 2º lugar, na categoria ‘Estudante do Ensino Médio’, com o projeto “Captação e uso da água da chuva no ambiente escolar através de caixa feita a partir de garrafas pet e cimento ecológico da cinza da fibra do coco”, que foi orientado pela professora Djane Alexandre Costa. O projeto foi desenvolvido no Colégio, no âmbito do projeto Ciência na Escola, da Secretaria da Educação do Estado.  A iniciativa propõe a utilização da cinza da fibra do coco para a fabricação de um reservatório de água na unidade escolar, utilizando, também garrafas pet em substituição aos tijolos tradicionais.

Foto: Divulgação

Com isso, ao mesmo tempo em que vai captar a água da chuva para a utilização na limpeza e banheiros da unidade escolar, o projeto visa contribuir para diminuir o consumo da água potável e para o reuso de materiais recicláveis, tornando o ambiente mais saudável. Pela premiação, Sandro Lúcio ganhou uma bolsa do CNPQ, válida por dois anos, além de um notebook. Outros dois computadores foram destinados à professora e para a escola. O estudante sobre a conquista. “É muito importante receber esse reconhecimento e a valorização do nosso trabalho em âmbito nacional. Estamos vendo a confirmação de um projeto que é real e que pode, de fato, ajudar a melhorar as condições do meio ambiente. Ouvir chamarem o nome da sua escola, cidade e Estado, com todos aplaudindo, não tem preço. Também percebemos uma grande participação de diversas unidades do Nordeste, o que me dá muito orgulho. A partir de agora, quero conseguir aperfeiçoar esse projeto e seguir na área de pesquisa, dentro do curso de Medicina que pretendo me formar”, contou Sandro Lúcio, que mora na região rural do município. Para Djane Alexandre, a premiação mostra que não há barreiras para o ensino da ciência. “Está claro que não existe um local específico para que a ciência se desenvolva. Com oportunidade, podemos encontrar estudantes capazes de realizar grandes projetos. E nisso incluímos a escola pública que possui muitos talentos nesta área. Realmente, é uma satisfação conseguirmos essa premiação, além de interagirmos com alunos e educadores de todo o Brasil, o que promove um enriquecimento pessoal e profissional”, relatou.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Empresa de Consultoria Pedagógica e Reforço Escolar é destaque em Araci e região

06 de dez de 2018 às 15:09 | em: Araci,Educação,Publicidade

Foto: Divulgação

A Sábios empresa de Consultoria Pedagógica e Reforço Escolar tem se destacado na região nos últimos meses por ter um atendimento diferenciado e mais próximo de cada aluno, com o objetivo de auxiliá-los nesse processo de ensino-aprendizagem. A Sábios está presente nas cidades de Araci e Teofilândia com atendimentos de Reforço Escolar e Equipe Multidisciplinar, tendo como público alvo alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental – Anos Iniciais e Anos Finais. O grupo também oferece aulas de Inglês para todas as idades. A ideia surgiu no ano de 2014, mas só foi realmente estabelecida no início de 2018, quando Fábia Lanúzia e Fernanda Paiva entraram em sociedade com as professoras Danielle Costa e Vanderléia Santiago. “Diante das vivências diárias nos espaços escolares, observamos as dificuldades dos alunos em sala de aula e assim, decidimos proporcionar às famílias, um atendimento diferenciado e mais próximo de cada aluno” disse uma das fundadoras.

Foto: Divulgação

A Sábios tem como MISSÃO garantir o estímulo durante o processo de aprendizagem, fortalecer o compromisso social e promover a superação das dificuldades obtendo os resultados esperados através da prestação de serviços especializados aos alunos, complementando a ação da família e da escola. “Temos como VISÃO, sermos reconhecidos na região como Consultoria Pedagógica & Reforço Escolar de qualidade, visando melhorias contínuas no atendimento aos alunos” disse Fernanda. “Entendemos que desafios devem ser enfrentados com uma equipe competente, criativa, motivada e disposta a vencê-los” completou. Atualmente a instituição conta com 14 profissionais, entre eles, Professores com Licenciatura, Assistente Social, Psicóloga, Nutricionista, Pedagogas e Neuropsicopedagoga.

Galeria de fotos

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Colégio Apoio finaliza ano letivo com Festival de Cultura para seus alunos

05 de dez de 2018 às 15:12 | em: Educação

Foto: Divulgação

O Colégio Apoio realizou neste último sábado (01), um grande Festival de Cultura. O Festival teve como tema, “Musicas que marcaram época”. Com diversas apresentações culturais, o Festival foi um marco neste ano letivo de 2018, finalizando-o com chave de ouro. O Colégio fica localizado Av. Praia de Itapuã. s/n, quadra 23 – Vilas do Atlântico, Lauro de Freitas. Contato: (71) 3379-0191. Seu filho com uma educação de qualidade!

Galeria de fotos
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Colégio Apoio realizará Festival de Cultura

30 de nov de 2018 às 16:23 | em: Educação

O Colégio Apoio realizará neste sábado (01), um grande Festival de Cultura. O Festival terá como tema, “Musicas que marcaram época”. Com diversas apresentações culturais, o Festival será um marco neste ano letivo de 2018. O Colégio fica localizado Av. Praia de Itapuã. s/n, quadra 23 – Vilas do Atlântico, Lauro de Freitas. Contato: (71) 3379-0191. Seu filho com uma educação de qualidade!

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

XIII Feira do Conhecimento do Colégio Ideia iniciará neste domingo (25) em Araci

22 de nov de 2018 às 17:14 | em: Araci,Educação

O Colégio Idéia promove nos dias 25 e 28 de Novembro a XIII Feira do Conhecimento. O evento terá como tema;  “SER” (Superar, Entender, Respeitar), que dará inicio no dia 25 as 18h com apresentação de palco e na Praça da Conceição e no dia 28 apresentação nos stands a partir das 8h no Colégio Ideia. De acordo com a professora Aldania Oliveira, o objetivo do evento visa conscientizar as pessoas com relação ao respeito ao próximo. “Essa atitude é necessária para sociedade conviver sem conflitos, aceitando as diferenças entre as pessoas. Respeitar é colocar distância diante da visão diferente de outra pessoa, isso nos ajuda a não julgá-la pela sua escolha ou opinião. O respeito se expressa quando não se julga a outra pessoa pela sua visão, decisão, comportamento, ou forma de vida, disse Aldania que é professora de língua portuguesa na unidade escolar.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Cultura: Estudantes apresentam projetos de arte e cultura em Serrinha

21 de nov de 2018 às 18:06 | em: Cultura,Educação,Serrinha

Fotos: Divulgação

As diferentes criações estudantis desenvolvidas durante o ano letivo nas escolas estaduais estão sendo apresentadas nas etapas territoriais dos projetos de arte e cultura, que são realizados pela Secretaria da Educação do Estado com o objetivo de dinamizar o ambiente escolar e promover o protagonismo estudantil. No Núcleo Territorial de Educação de Teixeira de Freitas (NTE 07), a territorial começou nesta quarta-feira (21) e segue até amanhã (22), no Cenarium Eventos. Em Paulo Afonso (NTE 24), a ação acontece, no mesmo período, no clube de Paulo Afonso. Nesta quinta-feira (22), as apresentações serão realizadas em  Serrinha (NTE 07), às 9h, no Shopping de Serrinha, e a partir das 16h, em Eunápolis (NTE 27), no salão de eventos do Hotel Portal.

Fotos: Divulgação

Os estudantes, que foram selecionados nas etapas escolares, protagonizam a etapa territorial dos projetos: Tempo de Artes Literárias (TAL), Festival Estudantil de Teatro (FESTE), Mostra de Dança Estudantil (DANCE), Artes Visuais Estudantis (AVE), Educação Patrimonial e Artística (EPA), Produções Visuais Estudantis (PROVE), Festival Anual da Canção Estudantil (FACE) e o Canto Coral Estudantil (ENCANTE). A estudante Lara Silva, 17 anos, do Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães, em Itamaraju, disse que a oportunidade de participar do EPA proporcionou conhecer mais a história do seu município. “Fizemos um projeto voltado para a Lagoa do Jacaré que e se encontra abandonada. Um local histórico para a nossa cidade que foi esquecido, porém com esse produto cultural buscamos resgatar a história e mostrar a importância para os moradores.

Fotos: Divulgação

E tudo isso acontece por meio do incentivo e orientação dos professores na escola, o que nos dá mais estrutura para desenvolver o projeto”, ressaltou. Para as estudantes Cristyele Oliveira e Joyce Gomes, ambas com 17 anos, do Colégio Estadual Machado de Assis, em Teixeira de Freitas, o FESTE foi o espaço encontrado para debater assuntos de interesse dos jovens. “Na peça ‘A vida não pode parar’, queremos apresentar uma discussão voltada para o problema da depressão e ansiedade que se tornou muito comum entre os adolescentes”, explicou Cristyele. Joyce Gomes completa: “Os projetos culturais são uma forma mais atrativa de apresentar esses temas aos estudantes devido ao formato lúdico. Com certeza há uma absorção maior do conhecimento”, afirmou.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Conhecimento: Por que comemora-se o Dia da Consciência Negra em 20 de novembro?

20 de nov de 2018 às 16:11 | em: Educação

Foto: Johann Moritz Rugendas/Reprodução

Sempre se ouve falar no Dia da Consciência Negra e da importância histórica que a luta dos quilombolas ocasionou nas gerações seguintes, mas você sabe porque 20 de novembro é associado a tudo isso? Vamos começar pelo início. A figura que melhor representa o embate entre escravos e fazendeiros é Zumbi dos Palmares. O espaço de acolhimento de escravos fugitivos que sofriam arduamente pelas mãos dos fazendeiros – que hoje equivale ao à Serra da Barriga, em Alagoas – recebeu o nome de Quilombo do Palmares. O local chegou a abrigar 20 mil pessoas e Zumbi era o líder que simbolizava a resistência dos negros escravizados no Brasil. Dentre as conquistas ao longo do tempo, as mais famosas foram três leis que defenderam os direitos dessa minoria. A Lei do Ventre Livre, em 1871, concedeu liberdade para os filhos dos escravos nascidos após essa lei entrar em vigor; a Lei dos Sexagenários concedeu, em 1885, liberdade aos escravos com mais de 60 anos de idade e a Lei Áurea, assinada por Princesa Isabel, estabeleceu a liberdade definitiva.

Motivações para a simbologia

Na década de 70, historiadores descobriram que Zumbi morreu em 20 de novembro de 1695. Após ter caído em uma emboscada feita por um companheiro (até então), o líder do Quilombo dos Palmares foi decapitado e exposto como troféu pelos traidores em praça pública. Depois disso, os quilombolas foram vítimas de diversas tentativas de ataque, até que  as defesas não aguentaram e o quilombo foi completamente destruído em 1695. O conflito ficou conhecido como Guerra de Palmares.  Tomar conhecimento sobre a data da morte de Zumbi fez com que integrantes do Movimento Negro Unificado – em plena ditadura militar – organizassem um congresso para que a imagem de Zumbi fosse retratada como símbolo de luta dos negros. Com a Constituição de 1988 promulgada, os resultados a favor dos interesses do MNU foram surgindo com significância. A partir dessas conquistas, anos depois, o Projeto de Lei 10.639/03 que instituía o ensino da História e Cultura Afro-Brasileiras nas escolas finalmente foi aprovado em 2003. A admissão da lei que decreta o Dia Nacional da Consciência Negra só aconteceu em 2011, durante o governo de Dilma Rousseff. A Lei 12.519 instituiu oficialmente a comemoração da data em que Zumbi dos Palmares morreu.

Feriado

Nesse dia, em todo o Brasil, acontecem palestras, discussões e eventos de arte, cultura, beleza, conscientização e combate ao racismo. A intenção é provocar uma reflexão acerca de todo o sofrimento dos negros desde a colonização, das conquistas, e ainda homenagear aqueles que lutaram pelos direitos da população afrodescendente. O Dia da Consciência Negra é nacional, mas o feriado não. Apenas cinco estados do país incluem o 20 de novembro como feriado, 12 deles não integram no estado inteiro e nove – mais o Distrito Federal – não sancionaram o dia em nenhum município. Atualmente circula para análise no Plenário da Câmara o Projeto de Lei 296/15, aberto pelo deputado Valmir Assunção (PT/BA), que propõe a determinação do Dia da Consciência Negra como feriado nacional. A proposta transita na Câmara desde 2015.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

11 de nov de 2018 às 10:14 | em: Brasil,Educação

Foto: Reprodução

O participante não poderá deixar o local de prova antes das duas primeiras horas e só poderá levar o Caderno de Questões para casa caso deixe a sala 30 minutos antes do fim da prova. Os candidatos deverão ter em mãos um documento válido, oficial e com foto; e guardar no envelope porta-objetos fornecido pelo aplicador o telefone celular e quaisquer outros equipamentos eletrônicos, que deverá ficar desligados. Os inscritos no exame devem levar também caneta de tubo transparente e tinta preta. Lápis, borracha, lapiseira e canetas sem transparência não podem ser usados no dia da prova. O gabarito oficial do Enem 2018 será divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) até 14 de novembro. Já o resultado deverá sair no dia 18 de janeiro de 2019.

Falta de energia

Segundo o Inep, os participantes dos locais de prova que ficaram sem energia elétrica no domingo passado não devem deixar de fazer o Enem hoje. Eles terão direito à reaplicação apenas das provas do primeiro dia, em dezembro. Dois locais de prova foram afetados, um em Franca (SP), com 993 participantes; e o outro em Porto Nacional (TO), com 759. O Inep fez contato com essas pessoas pelo e-mail ou SMS cadastrados na Página do Participante, alertando sobre a necessidade de comparecerem.

Enem 2018

O Enem 2018 será aplicado em 1.725 municípios brasileiros, 70 deles de difícil acesso. Ao todo, 5.513.726 estudantes estão inscritos. No último domingo, 4,1 milhões de estudantes fizeram o exame, registrando-se o menor percentual de faltosos desde 2009: 24,9% do total de 5,5 milhões de inscritos. Foram aplicadas provas de linguagem, ciências humanas e redação. A estrutura para aplicação do Enem envolve 10.718 locais de aplicação, 155.254 salas e mais de meio milhão de colaboradores. Foram impressos 11,5 milhões de provas de 12 cadernos de questões diferentes. Haverá ainda uma videoprova em Língua Brasileira de Sinais (Libras). Ao todo, são quase 600 mil pessoas envolvidas na aplicação do exame. A nota no Enem poderá ser usada para concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Deputado quer proibir uso de celulares nas salas de aula da Bahia

09 de nov de 2018 às 09:26 | em: Bahia,Educação

Foto: Reprodução

O deputado estadual Angelo Almeida (PSB) apresentou um Projeto de Lei que proíbe a utilização de telefone celular nos estabelecimentos de ensino, durantes as aulas, exceto em situações excepcionais  ou  quando  servir  para  o desempenho de atividades pedagógicas. Ao justificar a proibição, o parlamentar disse que são inúmeros os percalços enfrentados atualmente nos estabelecimentos de ensino. “Um deles está relacionado à utilização de aparelhos de telefone celular, no curso das aulas, seja para atender uma ligação, ou fazer uso dos mais diversos aplicativos de mensagem e redes sociais, assim como jogos”,  explicou. Para o deputado, o uso de telefones celulares em sala de aula, além de prejudicar o aprendizado de quem faz uso do aparelho, interfere nas atividades da classe, na medida em que retira ou dificulta a concentração dos demais alunos, além de poder repercutir no desempenho dos professores, que, não raras vezes, têm que pa-ralisar a aula para chamar a atenção do aluno.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Conselho de Educação se articula para liberar EAD no ensino médio

08 de nov de 2018 às 10:29 | em: Brasil,Educação

Foto: Reprodução

O Conselho Nacional de Educação (CNE) quer aprovar nesta semana que 20% das aulas do ensino médio diurno possam ser feitas a distância – e 30%, nas turmas do noturno. Conselheiros ouvidos pelo jornal O Estado de S. Paulo dizem que a discussão está amadurecida e que há consenso para aprovar essa possibilidade, hoje não prevista na legislação.  O ensino a distância na educação básica é uma das ideias defendidas pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), para atender locais mais remotos, por exemplo. Críticos argumentam que a convivência em ambiente escolar é importante para crianças e adolescentes, tanto quanto o conteúdo ensinado.  A nova regra em debate no CNE vai atualizar as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) para o ensino médio e regulamenta a reforma da etapa, que já havia aberto uma brecha para o ensino online. A reestruturação do médio, aprovada em 2017, prevê que 40% da carga horária seja flexível, com aprofundamento de estudos em áreas específicas optativas. Os outros 60% são para os conteúdos comuns, como Matemática e Linguagens.  O texto propõe que o ensino a distância seja “preferencialmente” utilizado na parte flexível, prevista pela reforma. Portanto, tanto o conteúdo comum quanto a parte optativa poderão ser oferecidos de maneira não presenciais.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Portões serão fechados ao meio-dia para as provas do Enem na Bahia

02 de nov de 2018 às 09:48 | em: Bahia,Brasil,Educação

Foto: Ilustração

Com o início do horário de verão neste domingo (4), os mais de 398 mil alunos que se inscreveram para prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) terão que ficar atentos para não perder a hora da prova. Na Bahia os portões abrem as 11h e fecham ao meio dia. Depois disso não será possível entrar no local de prova. O exame será aplicado as 12h30 com final às 18h. Neste primeiro domingo de ENEM serão aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias. No segundo dia de provas (11), os estudantes irão fazer provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e de Matemática e suas Tecnologias. No dia do exame o aluno precisa se dirigir ao local de prova portando o cartão de identificação e apresentar um documento de identificação original, com foto, a exemplo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e das cédulas de identidade expedidas por Secretarias de Segurança Pública, Forças Armadas, Polícia Militar e Polícia Federal. Caso tenha perdido os documentos é necessário apresentar um Boletim de Ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro domingo de aplicação. Não é permitido o uso de borracha, corretivo, lápis, lapiseira, impressos e anotações, fones de ouvido e dispositivos eletrônicos, a exemplo de relógios, calculadoras, agendas eletrônicas, telefones celulares, smartphones e tablets.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Serrinha: Encontro das Brinquedotecas das Universidades Estaduais da Bahia promove reflexões sobre importância do brincar

01 de nov de 2018 às 16:23 | em: Educação,Serrinha

Foto: Divulgação

Durante os dias 23, 24 e 25 de outubro, o Departamento de Educação (DEDC) do Campus XI da UNEB, em Serrinha, sediou o II Encontro de Brinquedotecas das Universidades Estaduais da Bahia. O evento, que teve como objetivo promover reflexões sobre a importância do brincar, e de tornar o brinquedo um instrumento para a construção do pensamento crítico da criança. A atividade reuniu coordenadores e representantes das Brinquedotecas que compõem a UNEB, além de colaboradoras da Brinquedoteca da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). O evento cumpre uma agenda de encontros anuais no sentido de socializar as demandas,  produções e atividades realizadas, além de construir estratégias voltadas para as Brinquedotecas Universitárias Estaduais da Bahia, buscando uma melhor estruturação das políticas institucionais.

Formação do pensamento social

Foto: Divulgação

O II Encontro de Brinquedotecas recebeu a etnomusicóloga Lydia Hortélio. A educadora pontuou a falta de atenção à infância no Brasil como prejudicial ao futuro das crianças, “É importante entender que a criança precisa ter um tempo e um incentivo para brincar, pois a brincadeira serve para contribuir com a formação do pensamento social”. O professor Marcos Teodorico (UFC) também participou da programação do evento. Em sua palestra, o docente destacou que todos devem ser coparticipes no processo de inclusão do brincar na vida das crianças. “O brincar pode ser um instrumento para a evolução da nossa própria humanidade”, afirmou. O evento contou ainda com rodas de conversa sobre temas como Mapeamento das Brinquedotecas da UNEB: desafios, avanços e possibilidades, e Experiências Formativas e Metodológicas com o uso de Jogos Eletrônicos em Sala de Aula, além de atividades culturais, minicursos e apresentação de trabalhos.

Foto: Divulgação

O evento foi encerrado com Plenária Leitura, apreciação e aprovação do documento final dos GTs, que tem o formato de uma carta aberta contendo os encaminhamentos que buscam a ampliação da articulação e o fortalecimento das Brinquedotecas das Universidades Estaduais da Bahia, laboratórios ou outros espaços universitários de fomento à cultura lúdica, enquanto âmbito de formação e humanização das relações e contextos. O evento foi uma realização da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), através do Gabinete da Reitoria, do Departamento de Educação XI – Serrinha, da Comissão de Articulação das Brinquedotecas da UNEB, da Brinquedoteca Universitária Paulo Freire (DEDC I) e Brinquedoteca Criação (DEDC XI), e contou com o apoio da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX), Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (PRAES), da Pró-Reitoria de Planejamento (PROPLAN), dos grupos de pesquisa Formaci e Getel, Departamentos da UNEB, PARFOR – UNEB e da ASCOM UNEB.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

A menina que faz parte da vida de todos; Artigo de Givaldo Ferreira

25 de out de 2018 às 16:33 | em: Araci,Educação

Foto: Divulgação

“A menina que faz parte da vida de todos; Artigo de Givaldo Ferreira”

Uma menina que nasceu em 05 de outubro de 1988, com ajuda e a presença dos brasileiros, essa menina nasceu com boas ideias, trazendo algumas experiências de outras senhoras Brasileiras, essas um tanto quanto complexas. Logo que despontou acrescentou suas ideias com firmeza e resistência, mas sempre sendo atualizadas. Seu corpo têm uma grande estrutura, tendo como base a cabeça e o tronco, sendo rígida, porém, seus braços e pernas, sendo acessórios, em constantes mutações. Seu corpo é composto pelas partes, macro e micro, tendo ainda a formação do seu esqueleto de ossos como pedra, como base. Já as partes periféricas se modificam ao logo do tempo. Mas, essa menina foi crescendo, crescendo e, ganhando formas, ganhou uma grande roupagem, vestindo bem, sendo uma das roupas mais importante do mundo, exemplo para demais meninas do universo. Essa menina tem uma grande relevância sobre seu todo, tendo muitos órgãos funções e partes, completou 18 anos ficando maior idade, foi sempre emendada e se tornando responsável por uma sociedade, na vida do nosso país, muitas das dificuldades pelo seu caminho, muito atuante como base formal, apoio e suporte de vizinhos, sobre sua coordenação maior. Aos 21 anos, ela passou por todo um processo de adaptações, no seu corpo material. Seguindo sua vida, aproxima seu trigésimo aniversário, que será no dia 05 de outubro de 2018. Estou falando de uma menina que todos os brasileiros dependem dela, essa menina é nossa grande constituição federal brasileira, a constituição cidadã, a carta magna que regula a vida dos brasileiros, dentro de um Estado democrático de direito. Dia 7 de outubro de 2018 ou segundo turno no dia 28 do mês corrente, estamos às vésperas  das eleições, a nível nacional, em que os brasileiros irão às urnas, para exercer à cidadania, depositar e assinar mais uma procuração para seus futuros representantes políticos, para os próximos quatro anos, no intuito de buscar respostas positivas sobre os quais confiamos. No desejo que retorne para o povo políticas públicas voltadas a saúde, educação, lazer, moradia, segurança, trabalho, presidência social, proteção à maternidade, assistência social e infância, entre outros. No dia 28 que ao invés da corrupção, prevaleça a honestidade, a transparência, a moral, a ética, a produção e o desenvolvimento econômico e sustentável, que se faça valer os direitos políticos, civis, sociais, a igualdade, a liberdade e a fraternidade. O Brasil do futuro, passa e depende das decisões do povo. Se o povo é soberano, porque o povo sofre? Porque o povo não participa? Porque o povo não exerce a sua cidadania? Exercer a cidadania só por um dia, entre 4 anos? Nossa democracia é semi- direta, ou mais representativa, seria importante uma prestação de conta sobre os eleitos, em forma de referendo, ou seja, consulta sobre aquela administração. Em busca da aprovação da população, sim ou não, sobre as políticas públicas.

Acadêmico – Givaldo Ferreira de Oliveira – Araci-Ba. II semestre do curso de Direito. Faculdade Anísio Teixeira- Feira de Santana.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Inscritos no Enem podem checar local de provas a partir de hoje

22 de out de 2018 às 09:48 | em: Brasil,Educação

Foto: Reprodução

Os estudantes que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 podem acessar a partir de hoje (22) os cartões de confirmação da inscrição. Para consultar o documento, é necessário acessar a página do participante(acesse aqui), onde deve ser colocado o CPF e senha ou baixar em seu celular o aplicativo Enem 2018. A primeira etapa do exame será aplicada no domingo, dia 4 de novembro. O cartão reúne os dados do estudante, o endereço do local, a data e hora da aplicação da prova, além das informações sobre a língua estrangeira escolhida e recursos de acessibilidade, se tiverem sido solicitados. Caso tenha problema com as informações do cartão ou dificuldade de acesso ao documento, o estudante pode entrar em contato com o MEC pelo telefone 0800616161 ou pelo link Fale Conosco, no site do Enem. Com a entrada em vigor do horário de verão no mesmo dia da primeira etapa do Exame, em 4 de novembro, o Ministério da Educação recomenda que os inscritos fiquem atentos aos horários de abertura e fechamento dos portões dos locais de prova em cada estado. O MEC recomenda também que o estudante faça antes o trajeto até o local da prova, organizando o planejamento. A sugestão é que os participantes comecem a ajustar o horário de sono e dormir mais cedo uma semana antes do dia da prova.

Confira os horários do fechamento dos portões

No Distrito Federal e nos estados do Espírito Santo, de Goiás, Minas Gerais, do Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e São Paulo, os portões abrem às 12h e fecham às 13h. Nos estados de Alagoas, do Amapá, da Bahia, do Ceará, Maranhão, de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, do Pará, da Paraíba, de Pernambuco, do Piauí, Rio Grande do Norte, de Sergipe, do Tocantins, os portões abrem às 11h e fecham às 12h. No Amazonas, em Rondônia e Roraima, os portões abrem às 10h e fecham às 11h. No Acre, os portões abrem às 9h e fecham às 10h, no horário local.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Eleita pelo MEC, melhor faculdade EAD se instala em Araci

19 de out de 2018 às 15:55 | em: Araci,Educação,oportunidades

Foto: Ilustração

Reconhecida nacionalmente por sua qualidade educacional, a Unicesumar está entre entre 4% das melhores instituições do Brasil. Na última avaliação do MEC, a Unicesumar manteve IGC 4 (Índice Geral de Cursos); resultado conquistado por sete anos consecutivos. A Unicesumar está com as matrículas abertas para cursos de graduação do segundo semestre deste ano. Em Araci, o polo da Faculdade fica instaurado no Colégio Idea. Além de ser considerado um dos mais reconhecidos grupos educacionais privados do Brasil, a Unicesumar é também a melhor instituição que oferece cursos de educação a distância (EAD) no país. Permitindo um estudo mais flexível, uma vez que o aluno possui autonomia para gerenciar o seu horário e local de estudo, de acordo com as suas necessidades. São mais de 37 cursos de graduação e não precisa formar turma para cursar, material didático disponível para os alunos, preço acessível e com desconto de abertura que chega até 35% de desconto. Suporte pedagógico de segunda a sábado, e ainda uma infinidade de opções de pós graduação e cursos de curta duração, você só precisa ir ao polo uma vez por mês para realizar as provas. O Polo fica localizado no Colégio Ideia. Faça já sua matricula e estude em casa e monte seu horário!

Mais informações Ligue (75) 3266-2731, ou acesse aqui: https://www.unicesumar.edu.br/ead/

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.