Educação

Estudante da zona rural de Araci conquista medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática

20 de out de 2017 às 10:22 | em: Araci,Educação

Foto: Gabriel Carvalho

A habilidade com os números e o gosto pelo desafio em resolver cálculos está fazendo com que o estudante Dikson Ferreia dos Santos, 15 anos, morador do distrito de Pedra Alta, zona rural do município de Araci (223 km de Salvador), se transforme em um grande campeão da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBMEP). No próximo dia 14 de novembro, o estudante do 3º ano do Ensino Médio embarcará para o Rio de Janeiro, onde receberá, em cerimônia no Teatro Municipal no dia 15, a medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática (OBMEP). O detalhe é que esta é a quarta medalha da OBMEP que ele conquista nos últimos quatro anos.

Foto: Gabriel Carvalho

A coleção nas competições que participou, no entanto, já chega à soma de 11 medalhas. Por morar na zona rural, Dikson é estudante do Ensino Médio por Intermediação Tecnológica (EMITec). Graças à esta tecnologia, ele assiste às aulas no Instituto Educacional de Pedra Altas, que são transmitidas via satélite, em tempo real, com professores diretamente dos estúdios instalados no Instituto Anísio Teixeira, em Salvador. Ele fala que o fato de estudar perto de casa, otimiza o seu tempo. “O EMITec é bem importante para estudantes de baixa renda que não têm condições de ir para outro lugar e os professores são bem qualificados. Estudar pelo EMITec é importante para mim porque não precisei mudar para uma cidade maior par estudar”, afirma. Filhos de professores da educação infantil, Dikson diz que só se interessou pela Matemática quando resolveu participar da primeira OBMEP, em 2012. “Depois disso, eu tomei gosto e fui participar de um curso de iniciação científica, quando fui bolsista do CNPq. Então, me apaixonei pela Matemática e comecei a estudar cada vez mais”, afirma.

Foto: Gabriel Carvalho

O estudante acrescenta que é movido pelos desafios. “Mesmo que eu quebre a cabeça, a felicidade de resolver compensa o tempo que gastei sofrendo por ele. Eu conquistei uma medalha de Prata da OBMEP, que para mim foi muito valiosa, pois passei nove horas fazendo a prova e acertei a metade das questões”, comemora. Em visita aos estúdios do EMITec, nesta quarta-feira (18), Dikson foi recebido por professores que ele costumava interagir pelo vídeo. Na oportunidade, o estudante falou para os demais colegas em toda a Bahia, que assistem às aulas pelo mesmo programa. O EMITec atende a 21.120 estudantes que moram em áreas remotas da Bahia, chegando a 414 localidades, em 150 municípios. Além de contar como é a sua experiência nos estudos, ele também disse que já está se preparando para o vestibular e acredita que o bom desempenho nas provas de Matemática irá contribui para sua entrada na universidade. “Acho que vou fazer Engenharia Mecatrônica e ou alguma outra coisa que relacione a Matemática e a Física. Então, a Matemática sempre vai fazer parte da minha vida”.

Professores de Teofilândia fazem protesto na Câmara de Vereadores contra atraso de salários

19 de out de 2017 às 14:13 | em: Educação,Teofilândia

Foto: Teofilândia.Acontece

Dezenas de professores do município estiveram presentes na sessão da Câmara Municipal de Vereadores desta terça-feira (18). Os educadores foram vestidos de preto para protestar contra o atraso salarial da categoria. Os professores da rede pública municipal de Teofilândia estão com o salário referente ao mês de Setembro atrasado. Os valores deveriam ter ido pagos até o 5° dia útil deste mês e outubro. O mesmo fato ocorreu no mês passado. A Prefeitura de Teofilândia não se manifestou oficialmente sobre o protesto. Confira o vídeo publicado na página Teofilândia.Acontece:

Dezenas de professores do município estiveram presentes na sessão da Câmara Municipal de Vereadores, ontem, terça-feira, os educadores foram vestidos de preto para protestar contra o atraso salarial da categoria. A Prefeitura de Teofilândia ainda não se manifestou oficialmente sobre o caso.

Posted by Teofilândia.Acontece on Wednesday, October 18, 2017

Relembre:

APLB de Teofilândia lança nota de repúdio por atrasos salariais de professores; setembro não foi pago

Atraso de salários de professores resulta em novas manifestações em Teofilândia

Professores de Teofilândia fazem protesto contra atraso de salários; foram de preto para salas de aula e para a Câmara

“Estamos com salário atrasado e não conseguimos pagar nossas contas”, dizem professores de Teofilândia

APLB Araci convoca seus filiados para Assembléia Extraordinária dia 20/10

17 de out de 2017 às 14:40 | em: Araci,Educação

APLB de Teofilândia lança nota de repúdio por atrasos salariais de professores; setembro não foi pago

17 de out de 2017 às 08:29 | em: Educação,Teofilândia

Foto: Leitor A Voz do Campo

Os professores da rede municipal de educação de Teofilândia continuam se manifestando contra o atrasos do salário do mês de setembro. No mês de agosto também houve um atraso semelhante. Ao site A Voz do Campo, uma professore disse: “Teremos que lutar todos os meses para receber nosso salário? Fizemos concurso, trabalhamos regularmente, mas nosso salário não é pago. Tivemos que lutar para receber o salário em Agosto e já estamos no meio de setembro e nada do salário deste mês”, disse ela. Confira a nota da APLB:

Relembre:

Atraso de salários de professores resulta em novas manifestações em Teofilândia

Professores de Teofilândia fazem protesto contra atraso de salários; foram de preto para salas de aula e para a Câmara

“Estamos com salário atrasado e não conseguimos pagar nossas contas”, dizem professores de Teofilândia

Vereadores de São Paulo aprova instalação de chips em uniformes das escolas municipais

05 de out de 2017 às 16:49 | em: Educação

Foto: Reprodução

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou nesta quarta-feira (4) um projeto de lei que determina a instalação de chips eletrônicos nos uniformes de escolas municipais de ensino fundamental destinado ao controle de presença dos alunos. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, a votação foi em caráter de segundo turno, portanto já segue para sanção do prefeito João Doria (PSDB). O projeto determina que os microchips sejam instalados nos brasões dos uniformes e enviem mensagens para os responsáveis pelas crianças nos horários em que elas entrem e saiam das instituições. Para isso, será necessária a instalação de sensores na área dos portões das escolas. “Para mim, é algo revolucionário. Os pais e mães vão receber torpedos, como aqueles que você recebe de bancos ou da [operadora] Sky, assim que os filhos entrarem ou saírem das escolas. Vão receber torpedos com a mensagem ‘seu filho adentrou a escola’ ou ‘seu filho saiu da escola'”, afirma o vereador Camilo Cristófaro (PSB), que é autor do projeto de lei. Cristófaro diz já ter discutido o projeto com o prefeito. “O Doria está reclamando, perguntando quem vai pagar. É a prefeitura que tem que pagar, oras. Vamos torcer para que sancione”. O texto teve aprovação simbólica da maioria, sem destaque nominal dos votantes. Nove vereadores se posicionaram contra a proposição, sendo a maioria deles de partidos de oposição, como PT e Psol. A ideia já tinha sido implantada em 2012 nas escolas municipais de Vitória da Conquista, na Bahia, mas após falhas consecutivas no sistema, como mensagens atrasadas ou “alarmes falsos”, o projeto foi cancelado um ano depois. O investimento foi de R$ 1,1 milhão.

Secretaria de Educação de Araci envia nota sobre atrasos de remuneração do Programa Mais Educação

29 de set de 2017 às 13:16 | em: Araci,Educação

Secretária Manoela Teixeira | Foto: Ilustração

A Prefeitura de Araci, através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura vem, por meio desta, esclarecer acerca das informações distorcidas sobre o Programa Novo Mais Educação publicada por este respeitável site. Inicialmente, cabe informar que o Programa Novo Mais Educação foi instituído pela Portaria MEC nº 1144, de 10 de outubro de 2016. O programa é uma estratégia do Governo Federal que objetiva melhorar a aprendizagem em Língua Portuguesa e Matemática no ensino fundamental, por meio da ampliação da jornada escolar de crianças e adolescentes. É implementado por meio da realização de acompanhamento pedagógico nas disciplinas supracitadas e do desenvolvimento de atividades nos campos de artes, cultura, esporte e lazer, impulsionando a melhoria do desempenho educacional. Constatamos que na matéria divulgada existem alguns equívocos, os quais passaremos a esclarecer:

Os monitores responsáveis pelo desenvolvimento das atividades do programa não possuem nenhum vínculo empregatício, uma vez que prestam serviço voluntário, nos termos da Lei nº 9.608 de 18 de fevereiro de 1988, conforme Termo de Adesão e Compromisso (modelo em anexo), que foi assinado pelos monitores. Desta forma, o monitor não é remunerado, e sim ressarcido pelo serviço prestado. Esse ressarcimento (pagamento), é oriundo do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), ou seja, não é de responsabilidade da prefeitura.

Contudo, o PDDE é executado através das Unidades Executoras de cada escola, que por sua vez, passa por processo de renovação, após vencimento da Ata vigente com a eleição dos membros que compõem sua Diretoria e dos Conselhos Deliberativo e Fiscal, através de reunião com a comunidade escolar. Após essa eleição, a ata é levada ao cartório de imóveis e hipotecas para registro da mesma. Depois de registrada, é encaminhada para o banco e somente depois da liberação, a escola pode utilizar os recursos da Unidade Executora. Vale ressaltar que este é um processo demorado, pois exige atenção por parte dos órgãos responsáveis pela autorização da execução dos recursos do caixa escolar.

Diante disso, cabe esclarecer que algumas escolas estão passando por esse processo, o que tem ocasionado atraso no ressarcimento dos monitores. Acreditamos que tal situação será resolvida com brevidade, pois todas as Unidades que encontram-se com suas atas vencidas já deram início ao procedimento de renovação. Diante do exposto, restando dúvidas, colocamo-nos à disposição para maiores esclarecimentos.

Entenda o caso

Professores do Mais Educação em Araci denunciam que estão há seis meses sem receber

Professores do Mais Educação em Araci denunciam que estão há seis meses sem receber

29 de set de 2017 às 08:15 | em: Araci,Educação

Foto: Ilustração

Professores e tutores do Programa Mais Educação em Araci entraram em contato com a redação do site A Voz do Campo para denunciar que alguns estão há 06 meses sem receber suas remunerações. Segundo os professores, eles iniciaram as atividades como contratados pela Prefeitura Municipal de Araci a partir de maio deste ano de 2017. Alguns profissionais receberam o primeiro e o segundo mês, outros até agora não receberam nenhuma parcela o valor, que foi firmado em R$ 300. “Nosso trabalho é dar apoio aos professores. A maioria trabalha 06 horas por dia, uma vez por semana, outros trabalham em duas escolas. Estamos passando dificuldades porque acreditamos que receberíamos nosso dinheiro. Como recebemos o primeiro mês e disseram que a Prefeitura tinha o dinheiro da para pagar 05 meses, acreditamos (…). Fizeram dívidas e até agora estamos sem receber“, disse um contratado pelo Mais Educação em Araci. A Voz do Campo recebeu informações de três profissionais, mas ambos pediram para nãos serem identificados.
O site fez contato com o prefeito municipal de Araci, Silva Neto. Ele se comprometeu em enviar informações sobre este caso, no entanto, até o fechamento desta matéria não foi enviada uma justificativa. A Voz do Campo mantém-se à disposição para justificativas e notas públicas.

O programa

O Programa Mais Educação foi criado pela como uma estratégia do Ministério da Educação e tem como objetivo melhorar a aprendizagem em língua portuguesa e matemática no ensino fundamental, por meio da ampliação da jornada escolar de crianças e adolescentes. As secretarias municipais, estaduais e distrital de educação (Entidades Executoras – EEx) aderiram ao Programa Mais Educação por meio do módulo PAR do Sistema Integrado de Monitoramento Execução e Controle (SIMEC), com a indicação das escolas vinculadas habilitadas a aderir ao Programa.

CETEP Sisal II convida a todos para o I Simpósio de Análises Clínicas de Araci

28 de set de 2017 às 09:35 | em: Araci,Educação

O Centro Territorial de Educação Profissional do Sisal II, localizado na cidade de Araci, convida toda comunidade Araciense e da Região Sisaleira a participar do I Simpósio de Análises Clínicas de Araci. O tema principal será “Os desafios encontrados nas análises clínicas” e contará com a participação de palestrantes renomados como: Marcus Vinicius e Carlos Danilo os famosos gêmeos da biomedicina, Arthur Jorge, Misael Costa, Jean Alves e Franklin Pereira. Serão oferecidos minicursos: Primeiros socorros, Técnicas de coleta sanguínea, Patologia clínica e Interpretação de exames. O evento será realizado nos dias 29 e 30 de setembro, na Câmara de Vereadores local. Aguardamos a presença de todos. Inscrições abertas no CETEP, antigo Censg, em frente ao Hospital Municipal.

Galeria de fotos

“Projeto Quartel de Portas Abertas” faz integração entre estudantes de Araci e a Policia Militar

14 de set de 2017 às 14:38 | em: Araci,Educação,Policia

Foto: Divulgação | PM

Na tarde da última quarta-feira (13), foi desenvolvido na sede da 3ª Companhia em Araci, o Projeto Quartel de Portas Abertas. A ação contou com a visita de jovens estudantes do Colégio Interativo, com faixa etária entre 05 e 06 anos. “Este projeto tem como objetivo estabelecer uma relação de confiança e diálogo entre a PM e a sociedade, melhorando cada vez mais a relação polícia – escola – comunidade. Nosso quartel sempre estará de portas abertas!”,
finalizou o comandante da Companhia, capitão Agassiz. Confira imagens:

Galeria de fotos
  • Foto: Divulgação | PM
  • Foto: Divulgação | PM
  • Foto: Divulgação | PM
  • Foto: Divulgação | PM
  • Foto: Divulgação | PM
  • Foto: Divulgação | PM
  • Foto: Divulgação | PM
  • Foto: Divulgação | PM
  • Foto: Divulgação | PM
  • Foto: Divulgação | PM
  • Foto: Divulgação | PM
  • Foto: Divulgação | PM
  • Foto: Divulgação | PM
  • Foto: Divulgação | PM

Professores de Teofilândia fazem protesto contra atraso de salários; foram de preto para salas de aula e para a Câmara

13 de set de 2017 às 14:19 | em: Educação,Teofilândia

Foto: Leitor A Voz do Campo

Os professores do município de Teofilândia ainda não receberam o salário equivalente ao mês de agosto deste ano e, como forma de protesto, dezenas de educadores estão indo para escolas vestidos de preto. O mesmo também ocorreu na sessão da Câmara de Vereadores desta terça-feira (12), onde dezenas de professores foram à sede do legislativo de preto em sinal de protesto. Segundo Teofilândia.Acontece, recentemente o prefeito de Teofilândia, Tércio Nunes, enviou para a Câmara Municipal de Vereadores uma proposta que, na prática, reduz os salários dos professores municipais, porém, os vereadores foram contra. “O gestor alega que é preciso reduzir as vantagens dadas aos professores para que possa realizar o pagamento, entretanto, a verba que entrou na Prefeitura prova que dá sim para pagar”, disse o vereador Isaías de Oliveira, durante esta última sessão da Câmara de Vereadores.

Relembre:

“Estamos com salário atrasado e não conseguimos pagar nossas contas”, dizem professores de Teofilândia

Galeria de fotos
  • Foto: Leitor A Voz do Campo
  • Foto: Leitor A Voz do Campo
  • Foto: Leitor A Voz do Campo
  • Foto: Leitor A Voz do Campo
  • Foto: Leitor A Voz do Campo

“Estamos com salário atrasado e não conseguimos pagar nossas contas”, dizem professores de Teofilândia

12 de set de 2017 às 13:19 | em: Educação,Teofilândia

Foto: Ilustração

Professores da rede pública municipal de Teofilândia reclamam do atraso no pagamento do salário referente a agosto de 2017. Segundo eles, há algum tempo o pagamento do salário passou do dia 20 de cada mês para o dia 30. “Desta vez está pior. A prefeitura já passou do 5° dia útil e até agora não pagou. Ninguém nos diz nada (..)”, informou uma professora. A professora lembra que, antes das eleições, foi firmado um acordo dos candidatos com a APLB de Teofilândia para que não houvessem atrasos, mas o acordo não está sendo cumprido. As professoras informaram ao site A Voz do Campo que a partir desta terça-feira (12) irão trabalhar de roupas pretas para simbolizar o atraso dos salários. “Essa noite também iremos à Câmara Municipal de Vereadores protestar e exigir nosso direito, que é nosso salário na conta. As dívidas estão ai. Estamos sem dinheiro”, finalizou um professor.
A Voz do Campo entrou em contato com a Prefeitura Municipal de Teofilândia. Márcio Santos disse que eles estão aguardando o Prefeito se manifestar, uma vez que ele está tentando uma solução para resolver está temática do professores. “O mesmo irá esclarecer em breve toda a situação com o FUNDEB”, afirmou Márcio.

Alunos do ensino médio público em Araci vivenciam experiência científica em Laboratório da UEFS

05 de set de 2017 às 10:37 | em: Araci,Educação

Foto: Divulgação | CETEP SISAL ll

Os alunos do 3º ano técnico em Análises Clínicas do CETEP SISAL ll de Araci realizaram durante uma semana no LAPRON (UEFS), sob supervisão da Professora Dra Angélica Lucchese, professora Pachiele Cabral , professora Gisélia Lima e a Mestranda Acsa Magalhães, testes fitoquímicos como fenólicos e flavonoides totais, além de atividade fotoprotetora UVB, das folhas e do caule da espécie Caesalpinia pyramidalis Tul. Sendo esta, uma espécie pertencente à família Leguminosae, popularmente conhecida como catingueira e pau-de-rato.

Foto: Divulgação | CETEP SISAL ll

Foi escolhida como objeto de estudo pelos estudantes, por ser uma árvore endêmica da região Nordeste do Brasil e muito utilizada na medicina popular para tratamento de tosse, bronquite, infecção respiratória, gripe, asma, gastrite, cólicas, febre, azia, flatulência, diarréia, colisão, lesão, diabetes e dor de estômago.

Foto: Divulgação | CETEP SISAL ll

Para a realização dos testes, os alunos coletaram o material vegetal na zona rural de Araci conhecida como Chan próximo a barragem do maracujá, secaram em temperatura ambiente ao abrigo de luz e em seguida encaminharam todo o material para a UEFS, onde fizeram os extratos etanólicos bruto e realizaram os experimentos.

Foto: Divulgação | CETEP SISAL ll

Essa experiência científica foi de grande valia para todos os participantes envolvidos, pois além do aprendizado e conseguir vivenciar de perto a rotina de um laboratório de pesquisa científica, os mesmo irão para a FACIBA-Feira de Ciências e Engenharia da Bahia, que será realizado em Salvador, onde concorrerão a premiações.

Faculdade AGES chega a Tucano para oferecer a melhor educação da região

04 de set de 2017 às 09:21 | em: Educação,Tucano

Foto: Divulgação

A Faculdade AGES de Tucano chega para oferecer à população o melhor em educação superior da região. Além de investimentos em material didático e professores qualificados, também dispomos de uma infraestrutura de ponta para acomodar os nossos estudantes. Metodologias que são referência no Brasil e no mundo; programas de bolsas e incentivos que cabem no seu orçamento e excelência em educação: seja AGES você também! Há 35 anos tornando sonhos possíveis com a educação. Inscrições abertas para vestibular agendado e matrículas imediatas. Faça-nos uma visita! Estamos localizados na BR 116 KM 277. Maiores informações acesse www.faculdadeages.com.br ou pelos telefones (75) 9.9943-9269 / 9.9819-4399.

Educação Municipal de Tucano é reconhecida pela Unesco

24 de ago de 2017 às 08:16 | em: Educação,Tucano

Foto: Divulgação | Tucano

A Prefeitura Municipal de Tucano teve seu trabalho reconhecido pela Unesco e Unicamp, em função de projeto voltado a formação de alfabetizadores leigos desenvolvido pela Secretaria de Educação. O município recebeu um diploma assinado pelas duas entidades. O diploma foi entregue ao prefeito de Tucano, Luiz Sérgio (Dr Sérgio) e a secretária de Educação, Vanusa Santos. O reconhecimento foi pela experiência “Formação de Alfabetizadores Leigos”, desenvolvido pela Secretaria de Educação. “Esse é mesmo um projeto encantador. Mas quero dividir toda esse reconhecimento aos nossos colegas educadores que mantém viva a chama da educação inclusiva, ampliando os horizontes de todos os atores envolvidos no processo de aprendizagem”, ressaltou Vanusa Santos.

Diploma

O diploma foi outorgado à Prefeitura de Tucano pelo Escritório Regional da Unesco para a América Latina e Caribe e o Núcleo de Estudos e Políticas Públicas da Unicamp. O reconhecimento foi pelo trabalho realizado em favor do desenvolvimento de práticas inovadoras em educação. O projeto “Formação de Alfabetizadores Leigos” foi considerado como “significativo ao melhoramento da qualidade e equidade da educação para todos”. O prefeito de Tucano, Luiz Sérgio (Dr Sérgio), ressaltou a prioridade que o Governo Municipal tem dado à educação municipal, especialmente, aos educadores da rede pública de ensino. “Muito feliz com o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Secretaria de Educação de nosso município. Parabéns a todos que atuam cotidianamente pela melhoria de nossa educação”, parabenizou o prefeito. (Ascom Tucano).

Confira imagens do Dia dos Pais do Colégio Apoio de Lauro de Freitas

18 de ago de 2017 às 09:04 | em: Educação,Publicidade
Galeria de fotos
  • Foto: Colégio Apoio
  • Foto: Colégio Apoio
  • Foto: Colégio Apoio
  • Foto: Colégio Apoio
  • Foto: Colégio Apoio
  • Foto: Colégio Apoio
  • Foto: Colégio Apoio
  • Foto: Colégio Apoio
  • Foto: Colégio Apoio
  • Foto: Colégio Apoio