Educação

Centro Universitário Ages é vendido a grande grupo de Educação

14 de ago de 2019 às 09:25 | em: Bahia,Educação

Foto: Ilustração

A Ânima Educação anunciou  que o Centro Universitário Ages (UniAGES) passa a integrar a companhia em operação que consistiu em um investimento de R$ 200 milhões por parte da Ânima. O objetivo é oferecer aos jovens de todo o Brasil mais oportunidade e acesso à educação de qualidade. Com 26 cursos de graduação e dona de resultados acadêmicos consistentes, a UniAGES tem 5,6 mil estudantes distribuídos em sete unidades acadêmicas – 1 Centro Universitário e 6 Faculdades – nas cidades baianas de Paripiranga, Jacobina, Jeremoabo, Senhor do Bonfim, Tucano e Irecê, além de Lagarto, em Sergipe. Além disso, também é reconhecida por um projeto acadêmico baseado no uso intensivo de metodologias ativas já consolidadas, na humanização das relações de aprendizagem, bem como no rigor com a prática acadêmica. Com a operação, a Ânima também amplia seu envolvimento na Medicina, uma vez que o curso também faz parte do portfólio da Faculdade AGES de Jacobina (BA), com 85 vagas anuais e, em breve, na cidade de Irecê (BA), com 50 vagas anuais totalizando 135 novas por ano. Dentro deste projeto, a Ânima conta com a atuação direta do professor doutor José Lúcio Martins Machado, responsável pela vertical de Saúde do grupo, a qual ganha um impulso de fortalecimento a partir desta nova integração. Machado tem grande experiência no segmento, tendo liderado a implantação e autorização de mais de 50 cursos de Medicina no Brasil, entre instituições públicas e privadas. A chegada da Ânima ao Nordeste faz parte também do plano de expansão da instituição, que agora está presente em sete estados brasileiros: Una (MG e GO), Universidade São Judas (SP), UniBH (MG), UniSociesc (SC e PR) e, agora, a UniAGES (BA e SE). “Para transformar o país pela Educação, precisamos estar sempre em busca de caminhos que viabilizem a oportunidade de mais e mais brasileiros terem acesso a uma educação de qualidade para, consequentemente, realizarem seus sonhos. Pois isso, nos unimos a uma marca cuja história tem total relação com nosso DNA”, declara Marcelo Battistella Bueno, presidente da Ânima Educação. A UniAGES foi idealizada há 37 anos pelo professor e educador José Wilson dos Santos, que por meio de seus esforços, visão e dedicação, criou uma rede de ensino que ao longo das últimas décadas vem transformando e desenvolvendo toda a região. “A AGES vive um dos momentos mais importantes de sua história, passando a ter um impacto não apenas na região, mas em todo o Brasil. Seguimos confiantes e otimistas com o novo ciclo que se inicia, pois os novos desafios são ainda maiores. Temos a certeza de que toda a equipe estará pronta para atendê-los. A Ânima chega para agregar valores à AGES e, sem dúvida, temos muito a contribuir para o seu crescimento e difusão na região Nordeste e no Brasil. Otimismo é a palavra de ordem”, afirma o professor José Wilson.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Alunos baianos de Direito e Enfermagem têm maiores dívidas com Fies no estado

13 de ago de 2019 às 09:49 | em: Bahia,Brasil,Educação

Foto: Ilustração

Dados da Coordenação de Concessão e Controle do Financiamento Estudantil (Cosif), obtidos pelo projeto Fiquem Sabendo, revelaram que a Bahia tem a 5° maior dívida com o Fies do Brasil: 5% do valor total de R$ 11,4 bilhões de contratos com pagamento em atraso pelo país. O número se refere a contratos firmados entre 1999 e 2009. A maior gama de inadimplentes está em São Paulo, com 145 mil contratos e pagamento em atraso acumulado que soma R$ 3,36 bilhões. As maiores dívidas com o Fies na Bahia estão matriculadas nos cursos de Direito e Enfermagem. Para as Ciências Jurídicas, o Fies celebrou 2,9 mil contratos de alunos que atualmente estão inadimplentes e têm, juntos, uma dívida de R$ 92,67 milhões com o governo federal. No campo da Enfermagem, foram 2,92 mil contratos que somam R$ 92,66 milhões em atraso. Os cursos de Serviço Social – 1,1 mil contratos – e Administração – 2,1 mil contratos – fecham a lista dos quatro maiores saldos devedores do estado com o Fies: R$ 43 milhões e R$ 49 milhões, respectivamente. Com maior oferta de emprego e bons salários no mercado, o curso de Medicina na Bahia tem 14 contratos inadimplentes com um pouco mais de R$ 1,6 mi em dívidas. No Fies, o estudante pode escolher pagar boa parte do empréstimo após 18 meses do término da graduação. Ser contratado após o curso superior se torna elemento recomendado para quem quer fugir da inadimplência. Entre 1999 e 2009, foram registrados, no Brasil, 522.417 contratos inadimplentes, que são aqueles com saldos devedores e prestações não pagas a partir do nonagésimo dia após o vencimento. O Fies financia a graduação na educação superior de estudantes matriculados em instituições particulares e não gratuitas.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Ziraldo: Os 50 anos de Flicts e a aventura de ler; Artigo de Maria de Sousa

31 de jul de 2019 às 11:53 | em: Colunistas,Educação

“O importante é motivar a criança para leitura, para a aventura de ler” – Ziraldo

No dia 24 de outubro de 1932, na cidade de Caratinga – Minas Gerais, nasceu Ziraldo Alves Pinto, cartunista, chargista, pintor, dramaturgo, caricaturista, escritor, cronista, desenhista, humorista, colunista e jornalista brasileiro. Ele é o criador  do Menino Maluquinho e outros personagens famosos, bem como um dos mais conhecidos e aclamados escritores infantis do Brasil.

No momento, destacamos os 50 anos de Flicts: primeiro livro infantil de Ziraldo.

“Era julho de 1969 e o mundo ainda estava atônito com a chegada do homem à Lua. Ziraldo levou a Fernando de Castro Ferro, editor na Expressão e Cultura, a proposta de transformar as tirinhas semanais que publicava na imprensa no livro Jeremias, o Bom. Saiu da editora com o aval de Ferro e uma encomenda: um livro para o público infantil, que precisaria ser entregue num prazo curtíssimo. Ziraldo topou e, em apenas dois dias, criou Flicts. A obra que marcou a estreia do autor na literatura infantil é também um divisor de águas na história do livro no Brasil… ”.  Flicts, comemora 50 anos de sua publicação, no mês de julho do corrente.  O livro “mostra a cor Flicts (de um tom terroso bege), que se sente excluída por não ser tão forte quanto o vermelho, por não ter a imensidão do amarelo e nem a paz do azul”. O tema de Flicts, nos fala de uma cor, que por ser diferente das outras, se sente excluída, ou seja,  ela não se considera tão importante quanto as demais. Isso a deixa fora do ambiente que vivi. Na medida em que ela se descobre, se reconhece, aprende que ser diferente é apenas uma forma de ser. Todos ocupam um lugar de importância, e ser diferente não é ser pior, é só diferente e é relativo. É um livro que fala sobre inclusão, tolerância, superação e respeito. “Contudo, Ziraldo presenteia o leitor com uma fantástica mensagem de caráter e respeito, dando a entender que todas as pessoas, por mais diferentes que sejam, possuem seu lugar no mundo. E Flicts  também encontra seu lugar: na Lua”. Ziraldo utilizou nesse livro, o máximo de cores e o mínimo de palavras e a história relatada por Flicts nos encanta ao mostrar a superação de uma “cor” que não encontrava seu lugar no mundo.  Os astronautas americanos que pisaram na Lua pela primeira vez, quando visitaram o Brasil, foram presenteados pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil com um exemplar do livro Flicts. Um deles, Neil Armstrong,  leu o referido livro e, comovido, escreveu ao autor: “The moon is FLICTS” (“A Lua é FLICTS”). Flicts, uma grande obra infantil do escritor Ziraldo e que tanto enriqueceu o mundo das crianças! Finalizo com as frases desse magnifico escritor que expressam a importância do livro e da leitura para todas as crianças:

“Ler é mais importante do que estudar” – Ziraldo.

“Livro: gênero de primeira necessidade” – Ziraldo

Viva  ZIRALDO! 

Maria de Sousa – Advogada, Araciense e Colunista do site “A Voz do Campo” – Direto de São Paulo – Capital.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Novo bloqueio do Orçamento atinge R$ 348 milhões da Educação

31 de jul de 2019 às 09:54 | em: Brasil,Educação,Notícias

Foto: Ilustração

O bloqueio de R$ 1,4 bilhão no Orçamento federal deste ano, anunciado pelo governo na última semana, será distribuído em nove ministérios. Decreto com o detalhamento do corte foi editado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) na noite desta terça-feira (30). A maior limitação, de R$ 619 milhões, será feita no Ministério da Cidadania. O segundo maior corte ficou com o MEC (Ministério da Educação), que terá menos R$ 348 milhões para gastar neste ano. Com a piora nos parâmetros econômicos e uma redução nas projeções de arrecadação, o governo já havia feito em março um bloqueio de aproximadamente R$ 30 bilhões no Orçamento. A redução de recursos na área da Educação levou a uma onda de protestos em maio. No mesmo mês, a equipe econômica anunciou o desbloqueio de parte da verba do ministério da área. Agora, voltou a fazer um corte na Educação. No total, foram bloqueados neste ano R$ 6,2 bilhões da pasta, quase 25% do orçamento para o ano. É o maior corte da esplanada dos ministérios. O decreto editado nesta terça ainda bloqueia recursos dos ministérios da Agricultura (R$ 54 milhões), Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (R$ 59 milhões), Economia (R$ 282 milhões), Meio Ambiente (R$ 10 milhões), Relações Exteriores (R$ 32 milhões), Saúde (R$ 6 milhões) e Turismo (R$ 100 milhões). A medida recompõe R$ 60 milhões ao Ministério de Infraestrutura e R$ 5 milhões ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. O corte de R$ 1,4 bilhão no Orçamento dos ministérios só não foi maior porque o governo usou uma reserva de recursos destinada a situações emergenciais. Para atenuar o bloqueio, a equipe econômica usou R$ 809 milhões que restavam na reserva. A cada dois meses, o governo precisa reavaliar as contas e ver se o balanço entre receitas e despesas permite o cumprimento da meta fiscal, atualmente fixada em déficit de R$ 139 bilhões. Em setembro, uma nova avaliação será feita. Eventual descompasso na conta levará a novo corte, já que não há mais reserva emergencial para cobrir o rombo.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

MEC prorroga prazo para renegociação de dívida com Fies

30 de jul de 2019 às 09:58 | em: Bahia,Educação,Notícias

Foto: Ilustração

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou, para o dia 10 de outubro, o prazo para renegociação de dívida do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A portaria que prevê a ampliação a renegociação foi publicada hoje (30) no Diário Oficial da União. Para pedir a renegociação, os estudantes precisam ter firmado o contrato com o Fies até o segundo semestre de 2017; estar com as parcelas atrasadas em, no mínimo, 90 dias; e ter contratos em fase de amortização. Além disso, os contratos não podem ser objeto de ação judicial. A depender do tipo contrato, a renegociação também poderá ser feita pelo prazo de amortização. De acordo com o Ministério da Educação, mais de 500 mil alunos estão com os contratos de financiamento na fase de amortização e com atraso no pagamento das prestações. O saldo devedor total alcança o valor de R$ 11,2 bilhões. Para regularizar a situação, os interessados devem procurar a instituição bancária onde o contrato foi assinado. O valor da parcela resultante da renegociação não pode ser inferior a R$ 200. Há ainda a parcela de entrada. O estudante deve pagar ou 10% da dívida consolidada vencida, ou R$ 1.000.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Alerta: Recursos dos precatórios do Fundef não podem ser usados para pagar professores, diz TCU

28 de jul de 2019 às 15:41 | em: Brasil,Educação

Foto: Ilustração

O Tribunal de Contas da União julgou hoje (24/7) solicitação do Congresso Nacional (SCN) para abertura de fiscalização no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), que garantisse o uso de 60% dos valores destinados pela União aos municípios, a título de precatórios do Fundo, no pagamento dos profissionais do magistério. Em seu voto, o ministro Augusto Nardes, relator do processo, concluiu que a solicitação é contrária à jurisprudência do TCU, o que torna juridicamente inviável a sua realização. Ele destacou a existência de auditoria de conformidade já em andamento no TCU, com o objetivo de identificar irregularidades relativas à gestão dos recursos transferidos aos municípios por meio dos precatórios do Fundef (TC 018.130/2018-6, da relatoria do Min. Walton Alencar Rodrigues), cujos resultados, após concluída, devem ser enviados à Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara, o que atenderia parcialmente à SCN. Em julgamentos anteriores (acórdãos 1.824/2017, 1.962/2017, 2.866/2018 e 180/2019, todos do Plenário do TCU), o Tribunal definiu que os recursos dos precatórios devem ser integralmente recolhidos à conta bancária do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), que sucedeu o Fundef, para aplicação em ações de manutenção e desenvolvimento do ensino para a educação básica pública. As verbas oriundas dos precatórios têm caráter eventual e não podem ser empregadas para o pagamento de salários, abonos ou passivos trabalhistas e previdenciários. Caso isso ocorra, os gestores poderão ser responsabilizados por dano ao erário e descumprimento de norma legal.

Serviço:

Leia a íntegra da decisão: Acórdão 1690/2019 – TCU – Plenário

Processo: 014.413/2019-1

Relator: ministro Augusto Nardes

Atendimento à imprensa: imprensa@tcu.gov.br

Ouvidoria: 0800 6441500 (opção 1)

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Estudantes nordestinos levam 59 das 75 medalhas na Olimpíada de História

24 de jul de 2019 às 16:24 | em: Bahia,Educação

Foto: Reprodução

Os estudantes nordestinos conquistaram 59 medalhas, de um total de 75, que foram entregues ao final da competição, realizada em Campinas, São Paulo. Os participantes eram estudantes do 8º e 9º ano, ensino fundamental, além de estudantes de todo o ensino médio. Foram 57 mil inscritos desde a primeira fase e aproximadamente 1.200 chegaram a final. Os estados que mais se destacaram foram Ceará (25 medalhas: 11 bronze, 9 prata e 5 ouro) e Rio Grande do Norte (13 medalhas: 7 bronze, 5 prata e 1 ouro). Depois, aparecem Pernambuco (15 medalhas: 6 bronze, 5 prata e 4 ouro), Bahia (4 medalhas: 3 bronze e 1 prata) e Paraíba (2 medalhas: 1 bronze e 1 prata).

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Biblioteca da zona rural de Nova Soure sediará Festa Literária Internacional

24 de jul de 2019 às 09:16 | em: Cultura,Educação,Nova Soure

Foto: UPB

O povoado de São José do Paiaiá, no município de Nova Soure, em pleno sertão da Bahia, sediará nos dias 24 a 26 de julho uma festa literária que reunirá escritores, professores, artistas de diversas expressões e lideranças comunitárias para debater a criação, a produção cultural e a difusão de saberes. Além disso, a II Festa Literária Internacional da Biblioteca do Paiaiá contará com atrações do Circo Premier, feira agro-ecológica e de artesanatos rurais, venda, troca e doação de livros e revistas, a Biblioteca Volante da Fundação Pedro Calmon, exposição sobre terceira idade e saúde da mulher, bumba meu boi, banda de pífanos, a Filarmônica de Nova Soure, peças de teatro, projeções de filmes e cavalgada. Localizado na rodovia BR 110, a 231 km de Salvador, São José do Paiaiá está na rota do peregrino Antônio Conselheiro de Canudos pelos Sertões da Bahia e possui, segundo a professora Walnice Nogueira Galvão, da Universidade de São paulo, a maior biblioteca em comunidade rural do mundo , com mais de 120 mil volumes. A instituição, fundada por um ex-morador do povoado, Geraldo Moreira Prado, tem 17 anos de existência e promove com alguns parceiros toda a programação da festa. Entre os temas na pauta de debates estão a vida cotidiana da juventude, educação no campo, cordel e aboio, histórias em quadrinhos, educação e culturas indígenas, leitura e políticas culturais nos municípios, leitura e matemática, memes didáticos e contos africanos. Também serão abordados a bioética, a ancianidade e o direito de envelhecer com dignidade. Durante as atividades serão homenageados o escritor baiano Carlos Anísio Melhor, falecido em 1991, o trabalhador rural Luiz Saldanha dos Santos, integrante do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Nova Soure, e a yalorixá D. Durvalina, única mãe de santo da região. Estão confirmadas as presenças do ex-ministro da Cultura Juca Ferreira, do prefeito de Conceição do Coité, Francisco Assis, da líder do Assentamento Cajuba, em Nova Soure, Raimunda Maria de Jesus, dos grupos de griôs de Santa Luz, dos escritores Aleilton Fonseca, Antenor Rita Gomes, Alex Simões, Darlan Zurc, Eraldo Miranda, Fábio Bahia, Franklin Carvalho, José Erenilson, Marcelo Torres, Uarlen Becker e do Quarteto Moxotó (Arcoverde-Pe). Além de educadores de instituições universitárias federais e estaduais e de gestores de bibliotecas, o evento mobiliza na sua organização jovens de várias escolas públicas das cidades vizinhas.

Contato:

e-mail: bibliotecapaiaia1@gmail.com
fanpage: @bibliotecacomunitariadopaiaia
Tel: 75 999753903 e 75 34377070

Sobre a Biblioteca do Paiaiá:

Link 1
Link 2
Link 3

Fonte: Casa Passará

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Lista de espera do Fies é automática e estudantes devem ficar atentos

15 de jul de 2019 às 08:41 | em: Brasil,Educação

Foto: Ilustração

Os estudantes que não foram pré-selecionados na chamada regular do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) devem, a partir de hoje (15), ficar atentos, pois podem, a qualquer momento, ser contemplados com o financiamento. O acompanhamento deve ser feito pelo site do programa.

Inscrição postergada

Começa hoje também, e vai até o dia 17, o prazo para os candidatos com inscrição postergada complementarem a inscrição pela internet. Esses candidatos foram selecionados para receber o financiamento, mas devido ao fato de a conclusão do processo ter ocorrido no meio ou no fim do semestre corrente, escolheram que o início do financiamento se daria apenas no segundo semestre deste ano, adiando a confirmação da inscrição.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Fies do segundo semestre divulga lista de candidatos pré-selecionados

10 de jul de 2019 às 09:36 | em: Brasil,Educação

Foto: Reprodução/MEC

Foi divulgada às 20h desta terça-feira (09) a  lista de candidatos pré-aprovados no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o segundo semestre. A consulta deve ser feita pelo site do programa. Mas, com o site instável, muitos candidatos reclamaram nas redes sociais de dificuldade para carregar o resultado. Após cerca de 15 minutos de instabilidade, o sistema voltou a funcionar e os candidatos começaram a relatar nas redes sociais que haviam conseguido consultar seus resultados. A ordem de classificação seguirá as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). De acordo com o Ministério da Educação (MEC), serão oferecidos 150 mil contratos, dos quais 50 mil terão juro zero. Após a pré-seleção, os candidatos terão entre os dias 10 e 12 de julho para fecharem o contrato. A chamada da lista de espera será aberta entre 15 de julho e 23 de agosto. O Fies é um programa de financiamento para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas. Ele é aberto para quem fez o Enem a partir de 2010, teve nota igual ou maior que 450 nas cinco provas, não zerou na redação e tem renda familiar mensal per capita de até 3 salários mínimos, para o financiamento do Fies; e entre três e cinco salários mínimos, para o P-Fies.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Professores: Delegacia Sindical do Sisal realiza evento de posse em Araci

04 de jul de 2019 às 15:38 | em: Araci,Educação

Foto: A Voz do Campo

Nesta última segunda-feira (01), foi realizado o evento de posse da Delegacia Sindical do Sisal, na Câmara de Vereadores de Araci. A programação teve início a partir das 10h00. A posse faz parte das eleições, que aconteceram nos dias 29 e 30 de maio, com a reeleição do professor Elmer Carvalho de Oliveira e sua nova equipe de trabalho, à frente da delegacia Sindical do Sisal, sediada em Araci. Foram eleitos para o Núcleo Sindical de Araci: Professor Elmer, (reeleito) Diretor; Roseni Vice-Diretora; Renata Secretária Geral; Adna Tesoureira; Delvando Secretário Institucional; Tiago Secretário de Imprensa; Laian Secretário de Assuntos Jurídicos; Edmar Primeiro Suplente; Madalena Segunda Suplente; Jeane Terceira Suplente. No ato de posse geral da delegacia do Sisal, foram empossados os membros dos outros Núcleos. Tucano, que passa a ser coordenado pelo professor Adilson. O núcleo de Euclides da Cunha, que passa a ser coordenado pelo professor Edcarlos. O núcleo de Quijingue, que passa a ser coordenado pelo professor Marcelo. O núcleo de Canudos, com o professor Ataniel na Coordenação.(As Informações são do Portal Folha).

Galeria de fotos
  • Foto: A Voz do Campo
  • Foto: A Voz do Campo
  • Foto: A Voz do Campo
  • Foto: A Voz do Campo
  • Foto: A Voz do Campo
  • Foto: A Voz do Campo
  • Foto: A Voz do Campo
  • Foto: A Voz do Campo
  • Foto: A Voz do Campo
  • Foto: A Voz do Campo
  • Foto: A Voz do Campo
  • Foto: A Voz do Campo
  • Foto: A Voz do Campo

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Aulas do Ensino Médio na rede pública estadual terão uma hora a mais por dia a partir de 2020

27 de jun de 2019 às 15:32 | em: Bahia,Brasil,Educação

Foto: Reprodução

Os estudantes que cursam o Ensino Médio na rede pública da Bahia passarão a ter uma hora a mais de aulas. Com isso, a carga horária vai passar de 800 h/ano para 1 mil h/ano a partir de 2020. A medida, revelada pelo jornal Correio nesta quinta-feira (27), é apontada como uma das estratégias adotadas pela Secretaria de Educação do Estado (SEC) para melhorar o desempenho dos estudantes da categoria. No ano passado, os dados divulgados pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) mostraram que o rendimento do Ensino Médio vem caindo desde 2009 na Bahia. De acordo com o jornal, o subsecretário da Educação, Danilo Souza, disse que a pasta ainda avalia os detalhes da mudança, portanto, ainda não é possível dizer se a hora será acrescida no início ou no final das aulas. Esse estudo deverá ser concluído até novembro deste ano. O site Bahia Notícias procurou a SEC para apurar mais informações sobre a medida, mas não obteve resposta até o momento desta publicação.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

MEC abre inscrições para o Fies; veja como se candidatar

25 de jun de 2019 às 15:48 | em: Bahia,Brasil,Educação

Foto: Ilustração

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), programa do Ministério da Educação (MEC) que concede financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, inicia suas inscrições nesta terça-feira, por meio do site fies.mec.gov.br. O prazo para se candidatar vai até 1º de julho. O fundo tem duas modalidades, com uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato, indo de 50% a 99% do valor total do curso. Na primeira modalidade, pode se inscrever quem tiver renda familiar mensal per capita de até três salários-mínimos (ou seja, de até R$ 2.994, somando todos os salários da casa). A segunda modalidade, denominada P-Fies, é destinada aos estudantes com renda per capita mensal familiar de até cinco salários-mínimos (R$ 4.990). Para cumprir os requisitos do programa, o candidato deve ter obtido no mínimo 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não pode ter zerado a redação. A ordem de classificação no Fies segue a das notas no Enem. Quem for selecionado fará o contrato entre os dias 10 e 12 de julho. Já a chamada da lista de espera está programada para o período de 15 de junho a 23 de agosto. Das 100 mil vagas de faculdade ofertadas por meio do Fies para o primeiro semestre deste ano, apenas 38,7% foram preenchidas, segundo dados do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Foi a pior taxa de ocupação desde 2016, quando o programa passou a ter quantidade definida de vagas disponibilizadas. Diretor-executivo do Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp), Rodrigo Capelato afirma que o ano de 2019 registra a taxa mais baixa da série porque o patamar de financiamento garantido pelo governo no Fies , que vai de 50% a 99%, não atende aos estudantes. “A maior parte dos alunos está reportando que consegue financiar só 50% da mensalidade, o que é insuficiente. Não é só a mensalidade, tem o material, o transporte, a alimentação. Então eles desistem, especialmente diante dessa crise econômica”, diz Capelato.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Colégio Apoio realiza projeto “Diversidade ambiental e cultural”

17 de jun de 2019 às 15:26 | em: Educação

Foto: Divulgação

O Colégio Apoio realizou no dia (07) de junho, o projeto “Diversidade ambiental e cultural”. Com diversas apresentações, o projeto teve como tema: “Contingências sociais e cultura popular na criação das obras literárias”, e contou com a realização dos alunos do Ensino Fundamental II (6.º ao 9.º ano) e Ensino Médio (1.ª e 2.ª séries), no Colégio Apoio. O Colégio fica localizado Av. Praia de Itapuã. s/n, quadra 23 – Vilas do Atlântico, Lauro de Freitas. Contato: (71) 3379-0191. Seu filho com uma educação de qualidade!.

Galeria de fotos
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

LBV realiza Arraial da Boa Vontade para crianças e idosos atendidos em Lauro de Freitas

14 de jun de 2019 às 10:12 | em: Educação

Foto: Divulgação

Nesse sábado (15), às 9h, a Legião da Boa Vontade (LBV) promove o tradicional Arraial da Boa Vontade em seu Centro Comunitário de Assistência Social, localizado em Itinga Lauro de Freitas. O objetivo da iniciativa é proporcionar um momento de alegria e ao de e, de forma lúdica, apresentar a diversidade da cultura popular nordestina para os atendidos. A programação inclui uma série de atrações, como apresentações culturais dos atendidos, comidas típicas e muita música. Conduzidos pelo ritmo do forró, as crianças e os idosos atendidos retratarão a cultura nordestina através das danças e brincadeiras. Na LBV, a valorização da cultura nordestina é um tema bastante abordado nas oficinas que acontecem na Instituição. Nesse período do ano, em que acontecem as festas juninas, o tema é mais trabalhado afim de estimula-los a conhecerem e entenderem a importância da cultura popular.

Foto: Divulgação

Serviço:

LBV promove Arraial da Boa Vontade para crianças e idosos atendidos em Lauro de Freitas
Data: 15/06 (sábado) | Horário: 9 horas
Local: Centro Comunitário de Assistência Social da LBV
Endereço: Rua Prof. Theócrito Batista – Quintas do Picuaia, Itinga, Lauro de Freitas
Informações: (71) 3288-6149.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Resultado do Sisu está disponível, diz Governo Federal

11 de jun de 2019 às 09:25 | em: Brasil,Educação

Foto: Ilustração

Os estudantes que estão concorrendo a vagas em instituições públicas de ensino superior podem consultar o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), na página do programa. A lista dos selecionados na chamada única foi divulgada na tarde de hoje (10). As matrículas devem ser realizadas de 12 a 17 de junho. Ao todo, nesta edição, são ofertadas 59.028 vagas em 76 instituições públicas de ensino em todo o país. Aqueles que não foram selecionados poderão participar da lista de espera de 11 a 17 de junho. A convocação desses estudantes ocorrerá após o dia 19 deste mês. Para participar da lista de espera é preciso acessar o site do Sisu e indicar para qual a opção de vaga escolhida na fase de inscrição se deseja pleitear uma vaga. Podem participar do Sisu os estudantes que fizeram prova do Exame Nacional do Ensino Médio em 2018 e obtiveram nota na redação acima de zero.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Juíza federal da Bahia determina suspensão de cortes nas universidades

08 de jun de 2019 às 09:58 | em: Brasil,Educação

Foto: Reprodução

A juíza Renata Almeida, da 7ª Vara Federal, de Salvador, acatou o pedido, e ordenou o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a suspender os cortes em universidades federais em até 24 horas, sob pena de multa diária de R$ 100 mil, nesta última sexta-feira (7). A decisão foi publicada no fim do expediente, e a ação de é de autoria do deputado Jorge Solla (PT-BA). Essa é uma das várias provocações ao judiciário feitas com o mesmo tema espalhadas pelo país. Devido ao princípio da primazia, todas as demais migraram para a Justiça Federal na Bahia. Não se está aqui a defender a irresponsabilidade da gestão orçamentaria, uma vez que é dever do administrador público dar cumprimento às metas fiscais estabelecidas em lei, mas apenas assegurando que os limites de empenho, especialmente em áreas sensíveis e fundamentais segundo a própria Constituição Federal, tenham por base critérios amparados em estudos que garantam a efetividade das normas constitucionais”, destacou a juíza, na decisão. A magistrada também criticou os ataques do ministro Weintraub, às universidades federais, acusando-as de promover balbúrdia.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Programa ‘Ingressar’ oferecer 800 vagas em curso gratuito para o Enem

27 de maio de 2019 às 16:35 | em: Educação

Foto: Reprodução

A pouco mais de cinco meses da realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019, a Prefeitura de Salvador anuncia a abertura de 800 vagas gratuitas para o curso preparatório ‘Ingressar”. O programa foi apresentado pelo prefeito ACM Neto (DEM) e pela secretária municipal de Política para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), Rogéria Santos, na manhã desta segunda-feira (27). Durante o evento, realizado no auditório do Hub Salvador, no Comércio, eles informaram que as inscrições seguem até o próximo dia 9 e podem ser feitas pela internet ou presencialmente. O programa é voltado para jovens com idades entre 16 e 29 anos, residentes em Salvador e oriundos do 3º ano do Ensino Médio em instituições públicas ou bolsistas de unidades privadas, além de egressos da Educação de Jovens e Adultos (EJA). “O objetivo do Ingressar é levar o cursinho, qualificar e preparar esses jovens vindos de escola pública, ao longo dos próximos meses. Os alunos da escola particular ainda têm vantagem sobre os alunos da escola pública e a gente quer, aos poucos, superar essa realidade”, afirmou o prefeito ao defender o projeto. Com investimento de pouco mais de R$ 1,6 milhão, por meio da SPMJ, o Ingressar é realizado pelo segundo ano consecutivo. A seleção é feita através de pontuação que, além dos critérios acima, também inclui participantes de programas sociais ou em situação de vulnerabilidade social. Os interessados devem se inscrever através do portal (clique aqui) ou se dirigir ao Infocentro da Juventude, localizado na Av. Sete de Setembro, nº 202, Edifício Adolpho Basbaum, no 4º andar. No local, técnicos estarão à disposição para auxiliar os jovens que tenham dúvidas sobre como efetuar a inscrição. Os estudantes devem apresentar a documentação exigida no edital, em cópia acompanhada de original ou cópia autenticada em cartório. Do total de vagas, 5% é reservado para pessoas com deficiência, 30% para pessoas negras e 5% para jovens participantes de programas sociais da Fundação Cidade-Mãe (FCM) ou egressos do sistema socioeducativo.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Brasileira vence maior feira de ciências do mundo e vai dar nome a asteroide

25 de maio de 2019 às 12:42 | em: Brasil,Educação

Foto: Divulgação

A estudante brasileira Juliana Estradioto é mais uma vez destaque graças ao seu experimento científico, só que desta vez numa feira mundial de ciências. Isso lhe dará ainda o direito de batizar um asteroide com o seu nome. Com pesquisa sobre a casca da noz de macadâmia, a brasileira de 18 anos, conquistou a posição máxima na categoria “Ciência dos Materiais” na premiação Intel International Science and Engineering Fair (Isef), considerada uma das maiores feiras de ciências para pré-universitários do mundo. Juliana também já criou um plástico feito com casca de maracujá. O resultado foi anunciado no dia 17 de maio, durante evento da organização em Phoenix, nos Estados Unidos, que reuniu mais de 1,8 mil estudantes do ensino médio de 80 países. Como conquistou o 1º lugar da categoria, Estradioto também poderá batizar um asteroide com seu nome ― algo comum a estudantes que ficam com os primeiros e segundos lugares em categorias da premiação. Foi com a pesquisa sobre o aproveitamento da casca de noz macadâmia para curativos de ferimentos da pele ou para criar embalagens a jovem levou o prêmio. A ideia é substituir o uso do plástico nesses materiais. Em entrevista ao Ministério da Educação na última quinta-feira (23), ela contou que criou uma farinha biodegradável a partir da casca da noz de macadâmia que, em contato com microorganismos, se transforma em uma membrana. O material substitui os sintéticos, como sacolas plásticas, por exemplo. Segundo a cientista, a ideia é criar um produto sustentável, com custo baixo, produzido a partir de resíduos com destinação ao lixo. “A membrana da macadâmia possui características, como flexibilidade e resistência, que permitem a utilização em curativos para pele queimada ou machucado. Outro uso possível é na elaboração de embalagens para o recolhimento de fezes de cachorro, em substituição ao plástico”, contou. Os próximos passos de sua pesquisa são estudar o material para não ser utilizado apenas como curativo de cicatrizes na derme ― primeira camada da pele ―, mas também em cicatrizes pós-cirúrgicas, que são mais profundas. “Já vi que pode ser usado em queimaduras e auxilia no processo de regeneração da pele”, pontuou. Natural de Osório (RS) com cerca de 40 mil habitantes, Estradioto é recém-formada no curso Técnico em Administração Integrado ao Ensino Médio, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS). Ela já ganhou mais de 40 prêmios científicos nacionais e internacionais e participou de outras feiras de ciência nos Estados Unidos. Após a premiação de 2019, ela está credenciada para ir à cerimônia do Prêmio Nobel, na Suécia. Outra meta de Estradioto é cursar Química em uma universidade norte-americana.

Veja a emoção dela ao receber o prêmio:

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Prefeito que cancelou carnaval pra investir em educação inaugura escola

24 de maio de 2019 às 09:03 | em: Brasil,Educação

Foto: Reprodução

O prefeito de Colatina, no Espírito Santo, cancelou a festa de carnaval da cidade pra economizar e investir em saúde e educação. Com o dinheiro ‘não gasto’ no carnaval do ano passado, Sérgio Meneguelli acaba de inaugurar uma escola rural. A história dele é viral nas redes sociais.  Em um vídeo, ele garante que o cancelamento não era pra sempre. “Se na festa do município, em agosto, estivermos em situação melhor com nossos postos equipados e escolas reformadas, podemos pensar em uma programação com os desfiles dentro da festa”, disse. Meneguelli pediu desculpas pela decisão. “Me perdoem. É triste tirar esse lazer de vocês, mas é por pouco tempo”, concluiu. “A nossa saúde e nossa educação estão exigindo, neste momento, um tratamento especial. Para que façamos um carnaval como foi no ano passado, eu teria que gastar de R$ 180 a R$ 200 mil e seria uma irresponsabilidade minha usar este dinheiro para fazer desfile de escola de samba, quando em nossos postos, às vezes, faltam material de limpeza”, afirmou ele. “Certos momentos da vida chegam a ser irônicos. Eu incentivei a retomada do carnaval nessa cidade, em 2009 e, quando chega 2018, eu preciso vir a público para dizer que está difícil fazer carnaval hoje”, disse. Depois da renúncia da festa, a promessa com o dinheiro economizado foi cumprida. Meneguelli é chamado de ‘melhor prefeito’ na cidade e é conhecido por ações surpreendentes como aguardar na fila do SUS junto com a população para saber como está sendo o atendimento, almoçar marmitex em camelódromo e muito mais. A Prefeitura Municipal de Colatina divulgou um vídeo que mostra Sérgio Meneguelli inaugurando uma Escola Rural construída com o dinheiro que seria destinado ao desfile de Escolas de Samba no Carnaval de 2019.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.