Incêndio no CT completa 6 meses e Flamengo só fechou indenização com três famílias

08 de ago de 2019 às 09:05 | em: Brasil

Foto: Agif / Folhapress

O dia 8 de fevereiro começou com uma trágica notícia. Um incêndio no CT do Ninho do Urubu atingiu o alojamento provisório das divisões de base do Flamengo. Os bombeiros foram acionados às 5h17. O fogo vitimou 10 jovens atletas que dormiam no local. Seis meses depois da tragédia, o clube carioca fechou apenas três acordos para indenizações, desse total. O Flamengo acertou com a família de Athila Paixão e a de Gedson Santos. No caso de Rykelmo, apenas o pai do garoto aceitou a propostas, enquanto a mãe ainda não. Enquanto os casos de Arthur Vinícius, Bernardo Pisetta, Christian Esmério, Jorge Eduardo, Pablo Henrique, Samuel Thomas e Vitor Isaías ainda não se chegou a um acordo. Enquanto isso, o Flamengo segue reforçando o seu elenco profissional contratando jogadores como os laterais Filipe Luís e Rafinha, os atacantes Gabriel e Bruno Henrique, entre outros, para brigar por títulos.

Como você se sentiu com este conteúdo?
Curti
Curti Amei Feliz Surpreso Triste Raiva

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.