Brasil

A caminho dos EUA, serrinhense Virna Jandiroba vibra com o UFC e afirma: “Temos grandes ambições”

21 de abr de 2019 às 12:53 | em: Brasil,Esportes
Foto: Dave Mandel

Uma lesão de Livinha Souza abriu caminho para uma jovem que, há tempos, segundo especialistas, já merecia uma chance no UFC. Trata-se de Virna Jandiroba, nascida e criada em Serrinha, Bahia. Ela vai enfrentar a ex-campeã peso-palha, Carla Esparza no card do UFC Fort Lauderdale, marcado para o dia 27 de abril, na Flórida (EUA) (relembre aqui). Segundo o Tatame, através das redes sociais, a jovem Serrinhense afirmou que o fato de enfrentar uma ex-campeã em sua estreia indica claramente que a organização reconhece seu potencial na brasileira. Invicta no MMA, com 14 vitórias conquistadas, a “Carcará” é campeã peso-palha do Invicta FC e era, até então, considerada a melhor atleta da categoria a não estar no Ultimate ainda. Ao ser questionada sobre o fato do UFC “enxergar” um bom valor em sua contratação, Jandiroba brincou com a situação e afirmou ter grandes ambições visando sua trajetória na companhia. “Eu acho ótimo que eles me vejam dessa maneira, acho muito benéfico, e concordo com eles também (risos). Eu me vejo com muito potencial e estamos tendo nossa oportunidade no momento certo. Lógico que eu quero ganhar luta por luta, com calma, primeiro estou pensando nessa estreia. Mas, com certeza, nós temos grandes ambições dentro do UFC”, finalizou.

Viagem para os Estados Unidos da América

Neste sábado (20), a jovem Serrinhense postou vídeos nas redes sociais no Aeroporto Internacional de São Paulo. Ela desejou feliz páscoa a todos e brincou com seus colegas de viagem. Jandiroba segue em direção aos EUA, uma vez que faltam apenas 7 dias para sua estréia no maior evento de MMA do mundo.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Governo decreta sigilo sobre estudos que embasam reforma da Previdência

21 de abr de 2019 às 12:36 | em: Brasil
Foto: Ilustração

O Ministério da Economia decretou sigilo sobre estudos e pareceres técnicos que embasaram a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da Previdência. Assim, não é possível ao cidadão comum, afetado diretamente pelas mudanças em pensões e aposentadorias, ter acesso a argumentos, estatísticas, dados econômicos e sociais que sustentam o texto em tramitação. A decisão de blindar os documentos consta de resposta da pasta a um pedido da Folha para consultá-los, formulado com base na Lei de Acesso à Informação após o envio da PEC ao Congresso.Na resposta, a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho informou ter elaborado, “no âmbito de suas competências regimentais”, manifestações técnicas sobre a proposta em tramitação. “Contudo, registra-se que todos os expedientes foram classificados com nível de acesso restrito por se tratarem de documentos preparatórios”, explicou. Na prática, isso significa que só servidores e autoridades públicas, devidamente autorizados, podem acessar as informações.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Bolsonaro defende Previdência e diz que ‘com reforma, quem ganha menos pagará menos’

21 de abr de 2019 às 08:31 | em: Brasil
Foto: Reprodução / G1

O presidente Jair Bolsonaro voltou a falar sobre a reforma da Previdência nas redes sociais. Nesta sexta-feira (19), ele defendeu que a reforma garantirá que “quem ganha menos pagará menos e quem ganha mais pagará mais”. Bolsonaro também falou a respeito do serviço disponível na página do Ministério da Economia que faz o cálculo da aposentaria.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

“Já demos uma trava na Petrobras”, diz Onyx Lorenzoni em mensagem aos caminhoneiros

20 de abr de 2019 às 11:11 | em: Brasil
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Em uma mensagem de áudio publicada no dia 27 de março em um grupo de WhatsApp de lideranças dos caminhoneiros, o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o governo deu “uma trava na Petrobras” para frear os constantes reajustes do diesel. A iniciativa visa evitar uma nova greve da categoria. “Estamos trabalhando, o presidente está focado, tem várias coisas bacanas que estamos trabalhando aí para a categoria, para dar condição a que o caminhoneiro autônomo tenha o seu direito respeitado, seja valorizado. Estamos trabalhando muito. Já demos uma trava na Petrobras. Qualquer modificação de preço, no mínimo entre 15 e 30 dias de variação, não pode ter menos que isso”, diz o áudio de Lorenzoni divulgado pela revista Veja, em referência à periodicidade dos reajustes do diesel, que antes se dava a cada sete dias. “Por outro lado, nós estamos também resolvendo a questão dos postos e vamos para cima na fiscalização”, acrescentou o ministro.

Fonte: Bahia Notícias

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Pesquisa mostra que brasileiro tem pouca disposição para conversar com quem pensa diferente

19 de abr de 2019 às 12:11 | em: Brasil
Foto: Ilustração

Duas pesquisas divulgadas nos últimos dias registraram um fenômeno que todo mundo já notou: as pessoas andam mais fechadas para opiniões diferentes, mais cheias de certeza sobre todos os assuntos, mais intolerantes com quem pensa da mesma forma; e não é só nas redes sociais. Novas pesquisas medem como anda a disposição do brasileiro para conversar com quem pensa de forma diferente. Uma delas foi feita em 27 países. Os pesquisadores quiseram saber se vale a pena conversar com quem tem visões políticas diferentes; 32% dos brasileiros que participaram acham que não vale a pena. Só na Índia e na África do Sul as pessoas estão ainda mais fechadas do que os brasileiros. Nos outros países pesquisados, incluindo Argentina, Chile, México, Estados Unidos, Reino Unido, Japão, as pessoas estão mais dispostas a conversar com quem tem visões diferentes. Nas redes sociais, existe até um remédio pronto para quem não quer saber de diálogo: bloquear a outra pessoa. Quando os pesquisadores perguntaram se as redes sociais estão tornando os debates sobre temas sociais mais divisivos do que eram antes, 54% dos brasileiros disseram que sim. Nesse ponto, o Brasil ficou na média dos outros países. Dora Tognolli, psicanalista e mestre em psicologia social, acha que a sociedade está passando por um período de narcisismo.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Associações dizem que caminhoneiros estão ‘insatisfeitos’ e ‘enfurecidos’

19 de abr de 2019 às 12:07 | em: Brasil
Foto: Reprodução

A Abam (Associação Brasileira de Caminhoneiros) e a CNTA (Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos) afirmaram em notas que o pacote de medidas anunciado pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL) para os caminhoneiros não atende às principais demandas da categoria, que são a queda do preço do óleo diesel e a fiscalização nas estadas do cumprimento da tabela do frete. De acordo com a CNTA, a alta de R$ 0,10 por litro de combustível, que entrou nesta em vigor nesta quinta, “aumentou ainda mais a tensão instalada na categoria. Segundo a nota, os caminhoneiros carregam desde o “ano passado a frustração de não ter a lei do piso mínimo do frete cumprida”. A confederação diz ter feito um levantamento com 140 sindicatos, nove federações e uma associação colaborativa, para confirmar o posicionamento dos caminhoneiros.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Decisão de Toffoli libera Lula para conceder entrevista

19 de abr de 2019 às 11:11 | em: Brasil
Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, decidiu hoje (18) arquivar sua decisão que impediu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de conceder entrevistas à imprensa. Desde 7 de abril do ano passado, Lula está preso na carceragem da Polícia Federal (PF) em Curitiba para cumprir pena inicial de 12 anos e um mês de prisão, imposta pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá (SP). Com a medida, o ex-presidente poderá conceder uma entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, que teve pedido rejeitado pela Justiça Federal em Curitiba. Após a decisão, Toffoli enviou o caso para Lewandowski, que deverá determinar a autorização para a entrevista. “Determino o retorno dos autos ao gabinete do relator para as providências cabíveis, uma vez que não há impedimento no cumprimento da decisão proferida pelo eminente relator nesta ação e naquelas apensadas”, decidiu. No ano passado, durante as eleições, Toffoli suspendeu uma decisão do ministro Ricardo Lewandowski que liberava a entrevista. Nesta quinta-feira, ao analisar a questão novamente, o presidente informou que o processo principal do caso, relatado por Lewandowski chegou ao fim e a liminar de Toffoli perdeu o efeito. Antes de o caso chegar ao STF, a juíza federal Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, negou o pedido de autorização solicitado por órgãos de imprensa para que o ex-presidente conceda entrevistas. Ao decidir o caso, a magistrada entendeu que a legislação não prevê o direito absoluto de um preso à concessão de entrevistas. “O preso se submete a regime jurídico próprio, não sendo possível, por motivos inerentes ao encarceramento, assegurar-lhe direitos na amplitude daqueles exercidos pelo cidadão em pleno gozo de sua liberdade”, entendeu a juíza. Você será direcionado para o “Fale com a Ouvidoria” da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Com ovos de super-heróis e mega recheados, doceiras apostam na criatividade para lucrar na Páscoa

18 de abr de 2019 às 16:33 | em: Brasil
Foto: Reprodução

Ovos de chocolate personalizados, com tema de super-heróis, de séries e recheados com os mais variados sabores. Haja espaço para tanta criatividade. A cada ano, as doceiras que apostam na venda de ovos artesanais tentam se reinventar e chamar a atenção dos consumidores. Elas investem em vídeos e fotos para atrair o olhar e paladar de quem não resiste ao sabor de um bom chocolate. A Páscoa nem chegou e a estudante Gabriela Soares, de 19 anos, já não está mais recebendo encomendas. Ela é nova no ramo e se juntou, com a prima Diuly Monique, de 20, para vender ovos de chocolate pela primeira vez. A meta era entregar 100 unidades e pronto, elas já atingiram o objetivo. Gabriela estuda para entrar na universidade e por isso não está no mercado de trabalho. O jeito foi ganhar uma renda extra nessa época. “Eu entrei confiante, vi que no começo estava indo bem, agora decidimos parar porque está no limite. Conseguimos. O que nos ajudou a impulsionar as vendas foram nossos amigos e o Instagram. Comecei a vender dia 6 de abril e já atingimos os 100 ovos. Eu penso em continuar, mas por enquanto eu tenho que estudar. Quero voltar a vender chocolate no Dia dos Namorados e docinhos para festas”. Os ovos vendidos pelas primas têm cinco tamanhos e variam de R$ 15 a R$ 60. “Meus pais acharam bom porque eles perceberam que a gente está dando um jeito de se virar”. Aos 58 anos, a empresária Jenny Fátima Bart não tem moleza e coloca a mão na massa. Ela faz doces, bolos e trufas há 10 anos. Esse é a quarta vez que ela aposta na venda de ovos da Páscoa. Mas se engana quem pensa que é só vender os produtos. Para ela, a preparação começou no fim do ano passado.


Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Bahia está na lista de destinos que ex-presidente do EUA quer visitar no mundo

18 de abr de 2019 às 15:40 | em: Brasil,Notícias
Foto: Ilustração

O ex-presidente americano Barack Obama quer voltar ao Brasil, agora como turista. “Eu amo a América Latina, já estive no Rio e em São Paulo, mas há partes da Bahia que gostaria de conhecer”, afirmou. A declaração foi dada em entrevista ao diretor-executivo da rede de hotéis Hilton, Christopher Nassetta, durante o encontro anual do WTTC (Conselho Mundial de Viagens e Turismo, na sigla em inglês), realizado no início do mês, em Sevilha, na Espanha. Obama também citou o Brasil ao falar da importância de facilitar a entrada de turistas, para o bom desempenho econômico do setor. “Vimos um grande aumento no número de brasileiros com renda compatível e que queriam visitar a Disney e outros lugares dos EUA. Mas eles só conseguiam fazer o visto em São Paulo e no Rio, e o país é enorme, então isso iria limitar nosso desempenho”, afirmou. Hoje, brasileiros também podem obter o visto americano em Porto Alegre, Recife e Brasília. De volta à sua lista de desejos, o ex-presidente disse que gostaria de visitar o Chile e a Argentina, especialmente a região da Patagônia. “E a Antártica. O Serviço Secreto americano não ficou muito animado com a logística [que a viagem demandaria] porque se o tempo virar, podemos ficar sem comunicação por semanas. Mas, agora que eu não sou mais presidente, talvez eu faça essa viagem”, disse. Outra atração que Obama quer visitar é o templo Taj Mahal, na Índia. Ele chegou a programar uma visita programada, em 2015, mas precisou cancelá-la. “O rei Abdullah, da Arábia Saudita, morreu, então decidimos ir para Riad [capital da Arábia Saudita].” Também foi um imprevisto que o fez perder uma visita marcada ao templo Angkor Wat, no Camboja, outro lugar em sua lista de destinos para conhecer. “Eu estava no Camboja para uma reunião da Associação das Nações do Sudeste Asiático, a apenas duas horas de Angkor, e não consegui ir por causa de uma crise nos Estados Unidos”, afirmou. Ao lembrar de viagens que o marcaram, contou sobre um mochilão que fez pela Europa, depois de se formar na faculdade. “Não fiquei no Hilton porque não tinha dinheiro para isso, fiquei em hostels e todo o dia comprava baguetes e queijo, e, de vez em quando, um vinho. E era isso que comia.” Ele contou ainda que pegou um ônibus noturno de Madri para Barcelona, e lá ficou amigo de outro viajante, que não falava inglês. Eles se comunicaram em um espanhol precário. Obama dividiu com ele seu pão e o viajante compartilhou o vinho que trazia. “Nós chegamos em Barcelona no amanhecer e eu lembro de caminhar em direção às Ramblas com o sol nascendo. Viagens como essa são inesquecíveis porque elas fazem parte de você, como jovem, tentando descobrir o seu lugar no mundo.” A estadia em Barcelona aconteceu logo antes de Obama passar um mês no Quênia, o país natal de seu pai, também chamado Barack Obama. Nessa viagem, incluída entre as inesquecíveis pelo ex-presidente, ele conta que o objetivo era se conectar com o pai, com quem teve pouco contato. Ele era economista e morreu em um acidente de carro em Nairóbi em 1982. O ex-presidente americano Barack Obama durante encontro do WTTC (Conselho Mundial de Viagens e Turismo), em Sevilha, na Espanha Divulgação/WTTC/Flickr Homem de terno sentado em cadeira com microfone na mão    Obama afirmou ainda que viajar ajuda as pessoas a ter menos medo de culturas diferentes e é uma forma de lembrá-las do valor da diversidade. “[Viajar] me fez apreciar mais os Estados Unidos, mas também perceber que há muitos outros países maravilhosos com pessoas maravilhosas, e elas também têm orgulho de suas coisas.” “Se você está andando por uma pequena vila no Quênia e vê uma mãe brincando e rindo com uma criança, a cena não é diferente de uma mãe com sua criança na Virgínia (EUA) ou no Havaí”, acrescentou.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Guedes promete sequência de medidas “fortes” para estimular a economia

18 de abr de 2019 às 09:42 | em: Brasil,Economia,Notícias

Na noite da quarta-feira (17), o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo já tem preparado uma série de medidas extraordinariamente fortes” para estimular a economia. “Choque da energia barata, pacto federativo, redução e simplificação de impostos, privatizações”, relatou o ministro, em entrevista à GloboNews. Guedes reiterou, porém, que a reforma da Previdência é absolutamente necessária para equacionar a situação fiscal doméstica. O ministro disse ainda que investidores estrangeiros estão entusiasmados para aportar recursos no Brasil. Quando questionado sobre a imagem do País no exterior, reconheceu que ela é “péssima”, mas atribuiu isso aos governos do PT. Guedes afirmou ainda que, embora o governo venha enfrentando problemas evidentes de articulação política, a coordenação “está melhorando”. Quando confrontado sobre o adiamento da votação do parecer do relator da PEC da Previdência na Comissão e Justiça da Câmara (CCJ) da Câmara, o ministro disse que a situação já foi muito pior, lembrando de quando teve que postergar sua primeira ida à CCJ. “É interessante politicamente resolver reforma da Previdência no primeiro semestre.” Ele não quis comentar sobre quais pontos o governo poderá ceder – se limitou a comentar que o governo está preparado para ceder “em algumas coisas e não em outras” e afirmou que, “aparentemente”, a votação do parecer acontecerá na terça-feira, 23. O ministro da Economia afirmou ainda que, em reuniões com governadores e prefeitos, o apoio à Previdência tem sido “unânime”. Mesmo no Congresso, Guedes acredita que os parlamentares sabem que a reforma é “incontornável” e que ela irá acontecer, mas avaliou que “eles querem se sentir parte do processo”. “Se não houver reforma, vamos entrar em uma rota conhecida, a da Venezuela”, disparou. Guedes disse ainda que a reforma poderia ter tido uma tramitação mais rápida caso o governo tivesse apoiado a eleição de Rodrigo Maia à presidência da Câmara. “Para mim, era óbvio que teria que haver aliança centro-direita, mas política é política.”

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Caminhoneiros criticam alta do diesel e ameaçam greve em 10 dias

17 de abr de 2019 às 21:44 | em: Brasil
Foto: Reprodução

Grupo de caminhoneiros critica o aumento de dez centavos de real no valor do diesel anunciado nesta quarta feira, 17, pela Petrobras. Há ameaças de paralisação em todo o país em um prazo de, no máximo, dez dias. “Esse governo está louco”, afirma o caminhoneiro Wanderlei Alves, conhecido como Dedéco, que foi considerado um dos líderes da greve de 2018. Segundo ele, dez centavos não é pouco para a categoria. Ele exemplifica dizendo que gasta 9.000 reais em combustível por mês e, com o aumento de dez centavos, o custo subirá em 900 reais.  

Fonte: Veja

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Petrobras anuncia alta de R$ 0,10 por litro no diesel

17 de abr de 2019 às 19:51 | em: Brasil
Foto: Ilustração

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, anunciou nesta quarta-feira (17), uma alta de R$ 0,10 por litro do óleo diesel. Com a alta, o litro do diesel passa a custar R$ 2,2470 nas distribuidoras a partir desta quinta-feira. O anúncio vem seis dias depois da estatal voltar atrás no último aumento, por determinação do presidente Jair Bolsonaro. O novo preço, segundo o executivo, representa uma variação mínima de 4,5% e máxima 5,1% nos pontos de venda da companhia. A variação média ficou em 4,84%. Castello Branco reforçou que o esse reajuste será aplicado nas refinarias, e que espera que ele não seja repassado na integralidade ao consumidor final.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Bilionária brasileira doa R$ 88 milhões para reconstrução da Catedral de Notre-Dame em Paris

17 de abr de 2019 às 17:27 | em: Brasil,Mundo
Foto: Reprodução

O incêndio que atingiu a Catedral de Notre-Dame, em Paris, na França, gerou comoção em grande parte do mundo ao longo dos últimos dias. Embora divida opiniões, principalmente nas redes sociais, as reações relacionadas à construção foram levadas a outro patamar. É que uma espécie de campanha de doação para que a estrutura seja reformada ganhou corpo logo no primeiro dia após o registro do acidente. O grupo Kering, de François-Henri Pinault – marido da atriz Salma Hayek, doará o equivalente a R$ 430 milhões para as obras. Ele é responsável e proprietário de marcas como Gucci e Yves Saint Laurent. Já o grupo LVMH, da família bilionária Arnault, comunicou uma doação de R$ 860 milhões. A lista de doadores tem crescido ao longo dos últimos dias, mas um nome em particular tem chamado atenção por dois motivos: além de ser brasileira, a responsável doou sozinha uma quantia estimada em R$ 88 milhões. Trata-se da bilionária Lily Watkins Cohen Monteverde Bendahan Safra, ou apenas Lily Safra. Aos 84 anos, ela tem uma fortuna estimada em R$ 5 bilhões. Lily é natural de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, e foi casada com o banqueiro Edmond Safra – o segundo marido dela. Filha de pai inglês, já apareceu por várias vezes na lista de mulheres mais ricas do mundo. Mas nem tudo são flores na vida da socialite: ela também perdeu um dos filhos, o mais velho Claudio Cohen, e um neto em um acidente de carro ocorrido no Rio de Janeiro ainda nos anos 1990. A brasileira bilionária também é conhecida por fazer parte do circulo social de figuras importantes e famosas, entre elas o príncipe Charles e o músico inglês Elton Jhon.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Após sessão tumultuada, CCJ adia votação da Reforma da Previdência para a próxima semana

17 de abr de 2019 às 16:45 | em: Brasil
Foto: Reprodução

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, o deputado novato Felipe Francischini (PSL-PR), adiou para a próxima terça-feira (23) a votação do parecer do relator da reforma da Previdência, Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG). A previsão era votar nesta quarta-feira o relatório sobre a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/19, mas a sessão foi tumultuada desde o início e chegou a ser suspensa pelo presidente do colegiado até o retorno do relator para anunciar sua decisão no início da tarde. Após reunião com líderes partidários, o relator vai analisar se irá apresentar uma complementação ao seu parecer. “O que estamos procurando trabalhar é a construção de um consenso que permita discutir um texto final que atenda aos interesses da sociedade brasileira sem que haja uma desidratação no texto proposto pelo governo. Estamos estudando ainda. São 13 relatórios em apartado que foram feitos”, disse Freitas.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

‘Se subir o óleo diesel, ministro, nós vamos parar’, diz caminhoneiro a Onyx

17 de abr de 2019 às 07:51 | em: Brasil
Foto: Ilustração

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, trocou mensagens pelo WhatsApp com o caminhoneiro Wanderlei Alves, o Dedéco, ao longo dessa terça-feira (16), dia no qual foram anunciadas medidas que beneficiam a categoria nesta terça-feira (16). Alves, que é de Curitiba (PR), participou da paralisação de maio de 2018 e afirma fazer parte de um grupo formado por várias lideranças de caminhoneiros. Os dois discutiram sobre os líderes ouvidos pelo governo para criar o plano de ação. Para Alves, o governo não está falando com as pessoas certas. Desde o final de março, o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem feito promessas para agradar a categoria e evitar uma nova paralisação. “Nós, governo, tomamos atitudes em cima da pauta que dezenas de líderes de caminhoneiros de todo o Brasil nos apresentaram. Inclusive tu, Dedéco”, afirma Onyx, em áudio obtido pela Folha de S.Paulo. E continua, “não estamos aqui para mediar nem briga de caminhoneiro com caminhoneiro, e muito menos de quem se acha líder do A ou do B. Nosso negócio é respeitar e valorizar o caminhoneiro”. Na troca de áudios pelo WhatsApp, Alves respondeu que não apresentou nenhuma pauta ao governo. “A pauta nossa é fazer valer o piso mínimo e não subir óleo diesel. A decisão do nosso grupo está tomada”, diz. O caminhoneiro também fala sobre a possibilidade de uma nova greve. “Se subir o óleo diesel, ministro, nós vamos parar e ponto final”. O ministro responde agradecendo de forma irônica as “palavras de consideração”. E diz: “Vamos trabalhar daqui e tu trabalha daí”. Após troca de áudios, o ministro bloqueou o caminhoneiro no WhatsApp.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

PRF-BA inicia Operação Semana Santa 2019 nesta quinta (16)

16 de abr de 2019 às 17:05 | em: Brasil,Notícias
Foto: Reprodução

Começa na próxima quinta-feira (18) e termina no domingo (21) a Operação Semana Santa 2019 nas estradas federais que cortam a Bahia. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF-BA), haverá reforço concentrado no policiamento preventivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade. Em caso de dias chuvosos, os motoristas devem: transitar com velocidade moderada, sempre à direita da via, acender os faróis (baixo), manter distância segura do outro veículo que segue à frente, além de evitar manobras e freadas bruscas. Os acidentes que ocorrem sob chuva, geralmente são provocados pela diminuição da visibilidade, falta de atenção e velocidade incompatível. Ainda segundo a PRF, o uso abusivo de álcool é uma das principais preocupações. Neste caso, a infração é gravíssima, sendo punida com detenção [de 6 meses a 3 anos], multa de R$ 2,9 mil, além de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor. No caso de reincidência nos últimos 12 meses, a multa é dobrada. A PRF também pede o uso do cinto de segurança, do capacete e dos dispositivos de retenção para crianças. Até um ano, os bebês devem ser transportados no bebê-conforto, de costas para o motorista; de um a quatro anos, deve-se utilizar a cadeirinha; de quatro a sete anos e meio, o assento de elevação. Crianças com até 10 anos de idade devem ser transportadas no banco de trás do veículo, com o cinto de segurança.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Governo anuncia crédito de R$ 500 milhões para caminhoneiros e R$ 2 bilhões em obras

16 de abr de 2019 às 16:45 | em: Brasil,Notícias
Foto: Ilustração

Nesta terça-feira (16), o governo federal anunciou uma linha de crédito de até R$ 30 mil, via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para caminhoneiros autônomos. Também anunciou o investimento de R$ 2 bilhões em rodoviais. O anúncio foi feito no Palácio do Planalto pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. “O governo anuncia neste momento uma linha de crédito específica para caminhoneiros autônomos de até R$ 30 mil para compra de pneus e manutenção dos veículos”, afirmou Onyx. De acordo com o ministro, serão liberados R$ 500 milhões na linha de crédito, que poderá ser acessada pelos caminhoneiros primeiro nos bancos públicos, Banco do Brasil e Caixa, e depois nos “demais bancos e cooperativas de crédito de todo o Brasil.” Além disso, segundo Onyx, poderão tomar o empréstimo apenas caminhoneiros autônomos que tenham até dois caminhões por CPF.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.040 para 2020, sem aumento acima da inflação

16 de abr de 2019 às 08:41 | em: Brasil,Economia
Foto: Ilustração

O governo federal propôs um salário mínimo de R$ 1.040 para 2020, de acordo com o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do ano que vem, divulgado nesta segunda-feira (15) pela equipe econômica. Atualmente, o salário mínimo é de R$ 998. O reajuste, se aprovado pelo Congresso, começará a valer em janeiro do ano que vem, com pagamento a partir de fevereiro. Com isso, deverá ser a primeira vez que o salário mínimo, que serve de referência para mais de 45 milhões de pessoas, ficará acima da marca de R$ 1 mil. Para os anos seguintes, o governo propôs um salário mínimo de R$ 1.082 em 2021 e de R$ 1.123 em 2022.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Piloto de avião que levava cantora Claudia Leitte é preso ao desembarcar em aeroporto

15 de abr de 2019 às 17:17 | em: Brasil,Notícias
Foto: Foto: Reprodução/Instagram @claudialeitte

Mais uma vez a bordo de um táxi-aéreo clandestino, Claudia Leitte se envolveu em uma situação constrangedora na semana passada. Quando a cantora pousou no aeroporto Galeão, no Rio de Janeiro, a Polícia Federal (PF) entrou no avião e prendeu o piloto Ernani Luiz Assis Figueiredo Campos, que pilotava a aeronave. Segundo informações da Veja, a assessoria de comunicação da artista disse que ela não possui qualquer relação com o profissional e que não compactua com qualquer irregularidade cometida. Reincidente em situações do tipo, Claudia Leitte também usou um táxi-aéreo irregular em outubro do ano passado. Na época, a aeronave foi interditada após uma denúncia recebida pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Mas ela não é a única. Só no ano passado, a entidade interditou aeronaves que transportariam Anitta, Marília Mendonça, Amado Batista e a dupla Maiara e Maraísa

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Sem apostas vencedoras, Mega-Sena acumula novamente e prêmio chega aos R$ 52 milhões

15 de abr de 2019 às 08:10 | em: Brasil
Foto: Ilustração

Nenhum apostador levou o prêmio do concurso 2142 da Mega-Sena neste sábado (13). O vencedor do prêmio principal levaria R$ 45 milhões. Os números sorteados fora: 07, 40, 44, 50, 52 e 57. A Mega-Sena acumulou e no próximo sorteio um apostador sortudo poderá levar R$ 52 milhões. O sorteio acontecerá na próxima quarta-feira (17). No sorteio deste sábado a Quina teve 65 ganhadores, cabendo a cada um deles R$ 55.484,51. A quadra registrou 5.028 acertadores, cada um deles levou R$ 1.024,68.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.