Eventos

Levantamento aponta que foliões aprovam atuação das polícias no Carnaval

15 de fev de 2018 às 08:35 | em: Bahia,Eventos

Foto: Reprodução

A Ouvidoria da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) divulgo na terça-feira (13), último dia de Carnaval, o resultado da pesquisa realizada na festa entre os dias 9 e 13 de fevereiro, nos três circuitos da folia. Segundo a SSP, o levantamento mostra a aprovação do trabalho dos policias Militares, Civis, Bombeiros e Departamento de Polícia Técnica. De acordo com a secretaria, mais de 1600 pessoas foram entrevistadas e falaram sobre a sensação de segurança proporcionada pelas equipes nas ruas. Mais de 84% consideraram a atuação da Polícia Militar como ótima e boa. Já o Corpo de Bombeiros somou 97% de aprovação dos foliões. Segundo o ouvidor-geral, Edmundo Assemany, as pesquisas das policias Civil e Técnica, foram realizadas via telefone. “A Civil teve aprovação de 94% e o Departamento de Polícia Técnica foi 79% avaliada como boa e ótima”, ressaltou, acrescentando que o resultado da pesquisa é fruto do compromisso das quatro forças.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Carnaval 2018 recuperou o espírito crítico com a classe política no Brasil

13 de fev de 2018 às 08:14 | em: Brasil,Eventos

Foto: Reprodução

A crise política brasileira não deu trégua neste Carnaval. Não apenas na rua, como era mais comum nos outros anos, mas também nos sambódromos do Rio e de São Paulo. As escolas de samba levaram para a avenida neste ano críticas sociais contundentes e muito diretas. O caso mais marcante foi o da Paraíso do Tuiuti, agremiação nascida no morro de mesmo nome, em São Cristovão, no Rio, que surpreendeu o público durante o desfile de domingo à noite e conseguiu enorme repercussão nas redes sociais. Com o samba enredo Meu Deus, Meu Deus, Está Extinta a Escravidão? a escola criticou as condições de trabalho no país e, de quebra, o atual Governo, responsável pela reforma trabalhista aprovada no ano passado. Thiago Monteiro, diretor de Carnaval da escola, explica que o enredo foi escolhido por concurso. “O objetivo era tratar da exploração do homem pelo homem. Não só da escravidão negreira, mas dessa exploração que se estende por séculos, passando pelos egípcios, celtas, romanos e que continua nos dias atuais. Fazer uma pessoa trabalhar uma jornada de 12 horas, como as costureiras, por um salário às vezes abaixo do mínimo e com direitos mitigados, é perpetuar esse sistema”, diz. Se a comissão de frente da escola trouxe O grito da liberdade, mostrando escravos saídos da senzala açoitados, o último carro veio com um vampiro vestido com a faixa presidencial, que lembrava Michel Temer. Ele estava em cima do carro chamado neo tumbeiro, ou seja, um navio negreiro dos tempos atuais. Na avenida foram ouvidos gritos de “Fora, Temer”, relatou o jornal O Globo. Entre o último e o primeiro carro, o desfile de 29 alas e 3.100 componentes ainda trouxe os manifestoches, integrantes vestidos de verde e amarelo, cor que marcou os protestos a favor do impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, sendo manipulados por uma mão invisível e encaixados em patos amarelos, símbolo das reclamações contra o antigo Governo feitas pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP).

Foto: Reprodução

Eles carregavam nas mãos panelas, outro símbolo dos protestos. “Como falávamos da exploração do homem pelo homem queríamos incluir a mitigação dos direitos sociais. Através dos patinhos você representa uma situação anterior na qual os direitos eram bem protegidos e a partir do momento em que uma nova ordem política toma o país você tem novas reformas que, na ótica da escola, tiram direitos sociais de uma parcela da população. A escola quis questionar se quem pediu essa mudança não é também vítima. Essa pessoa que foi para a rua não tem esses direitos cortados também?”, explicou MonteiroAs críticas explícitas da Paraíso do Tuiuti deixaram em silêncio os comentaristas da TV Globo, que transmite ao vivo os desfiles de Carnaval. Enquanto as alas anteriores eram explicadas em detalhes, a dos manifestoches recebeu um rápido e único comentário de “manipulados, fantoches”, logo cortado para um “Jú, 120 [centímetros] de quadril”, em referência à passista mostrada em seguida na imagem. Nas redes sociais, a escola foi louvada pela “coragem” das críticas. “No pré-Carnaval, quando foi divulgado o tema do enredo, já tivemos uma repercussão interessante, mas esta repercussão muito grande após o desfile nos surpreendeu. Estamos muito felizes”, destacou o diretor de Carnaval. Mas houve também quem, na Internet, considerasse o desfile um “desserviço” digno de rebaixamento.

Foto: Reprodução

Mais críticas

A Mangueira também trouxe, nesta primeira noite de desfiles do Grupo Especial carioca, uma crítica direta ao atual prefeito do Rio, Marcelo Crivella, que apareceu representado em um dos carros alegóricos como um boneco de Judas, do tipo que é malhado no Sábado de Aleluia. O boneco do político evangélico era acompanhado da frase: “Prefeito, pecado é não brincar o Carnaval”. A escola fazia críticas ao corte, por parte da Prefeitura, da metade da verba destinada às escolas de samba e tinha como enredo “Com dinheiro ou sem dinheiro, eu brinco”. A Beija-Flor, que desfila na noite desta segunda, também trará um Carnaval político para a Sapucaí. Com o enredo Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu deve abordar o descaso com crianças e adolescentes pobres, fazendo uma conexão com a corrupção. Em São Paulo, também houve crítica política, com a volta da X-9 Paulistana ao Grupo Especial, no sábado —o carro A Casa da Mãe Joana trouxe políticos, alguns com a faixa presidencial, e juízes representados sujos de lama e com malas de dinheiro e notas na cueca. Leonardo Bruno, colunista do jornal Extra e jurado do Estandarte de Ouro, prêmio extraoficial do Carnaval do Rio, acredita que as escolas de samba nunca tiveram muito esse papel de serem tão criticas à sociedade, algo, para ele, mais incorporado pelo Carnaval de rua.

Foto: Reprodução

“As escolas sempre tiveram uma característica diferente, tanto é que o samba enredo é considerado uma música de gênero épico, que narra os grandes acontecimentos, as grandes conquistas, as grandes realizações”, destaca ele. “Agora, por outro lado, o que a gente observa é que nos momentos de maior convulsão, quando a sociedade está mais necessitada de dar um grito contra alguma coisa, elas aparecem representando esse papel de crítica social e política”, acredita ele. Ele destaca que isso foi visto em outros dois momentos na história das escolas. Um, na virada dos anos 60 para 70, auge da ditadura militar no Brasil. Três enredos marcantes, nesta ocasião, falavam sobre a liberdade. O primeiro, em 1967, quando a Salgueiro desfilou A história da liberdade no Brasil. Dois anos depois, em 1969, a Império Serrano falou sobre os Heróis da Liberdade. E, no Carnaval de 1972, a Vila Isabel levou o enredo Onde o Brasil aprendeu a liberdade. Era um momento em que a censura estava no auge e as escolas deram vazão a esse grito represado pela liberdade. Em meados dos anos 80, destaca ele, a Caprichosos de Pilares e a São Clemente também falaram sobre o momento conturbado da abertura política no Brasil, quando o povo ainda não votava. Elas levaram para a avenida o grito de Direitas Já! e usavam faixas falando sobre a Constituinte. “Eram enredos muito críticos para a época”, relembra Bruno. Houve também, em 1989, o célebre desfile da Beija-Flor, em que Joãosinho Trinta produziu um Cristo mendigo, para criticar a pobreza, mas a alegoria acabou proibida pela Justiça, a pedido da Igreja. Já no final da década de 90 e nos anos 2000, quando o país viveu mais estabilidade política e econômica, os enredos críticos foram mais deixados de lado, ressalta o jornalista. “Temos que pensar como sociedade em que momento estamos como país, porque as escolas refletem o que se passa nas ruas. Para essas críticas terem chegado à Sapucaí é porque o momento é de uma crise muito grande. As escolas de samba, em geral, são o último ponto onde chega essa voz crítica, elas resistem muito. É um momento de convulsão em todos os níveis de Governo.”

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Beijo forçado e beijo roubado configuram o delito de estupro? Artigo de Hélder Luis

09 de fev de 2018 às 11:15 | em: Eventos

Foto: Ilustração

Em todos os carnavais, um tema que sempre desperta polêmica são os aspectos jurídico-penais que envolvem o beijo forçado e o beijo roubado. É comum vermos nos telejornais e em diversos sites que alguém foi processado penalmente por ter se valido dessa prática que, infelizmente, representa uma espécie de tradição entre os foliões. Sem muito esforço, percebemos que beijar alguém sem o seu consentimento é uma infração penal, isso não se discute. No entanto, o ponto em que reside a controvérsia é exatamente a definição específica da infração pela qual deverá responder o “beijoqueiro”. A questão é polêmica porque não existe um consenso jurídico a respeito do tema. Alguns operadores do direito acreditam que o beijo não consentido é uma hipótese de estupro (crime), outros sustentam que trata-se de importunação ofensiva ao pudor (contravenção penal) e ainda há aqueles que entendem ser hipótese de constrangimento ilegal (crime).   Inicialmente, é importante diferenciarmos a figura do BEIJO ROUBADO e do BEIJO FORÇADO.

O BEIJO ROUBADO é caracterizado pelo aproveitamento da distração daquele que é beijado. Imagine que alguém está em um determinado ambiente e é surpreendido com um beijo. Imaginou? Pois bem, nessa situação temos um claro exemplo de beijo roubado, pois, não houve, pelo menos no início, o interesse ou o consentimento daquele que recebeu o beijo. Observe que nesse tipo de situação, o indivíduo age de modo súbito, inesperado, sem usar violência física ou algum tipo de ameaça

NO BEIJO FORÇADO, diferentemente, o indivíduo utiliza sua força física ou o seu poder de intimidação para conseguir beijar a vítima. É o típico exemplo daquele que segura a cabeça de um semelhante e não permite que ele consiga evitar o beijo. Observe que a segunda situação é muito mais censurável do que a primeira, portanto, exige uma reprimenda muito maior.

Na hipótese do BEIJO ROUBADO (se apenas existir o beijo), muitos operadores do direito entendem que seria inapropriado responsabilizar o autor do beijo por estupro. Notem, o delito de estupro, na sua modalidade simples, possui pena de 6 a 10 anos de reclusão. Dessa forma, a elevada severidade da pena não condiz com o ato praticado (roubar um beijo). Em sendo assim, em obediência ao princípio da proporcionalidade, vozes lúcidas do direito penal defendem a tese de que o beijo roubado está mais próximo da contravenção penal de importunação ofensiva ao pudor, que prevê apenas uma pena de multa como sanção.

Quando o caso concreto revelar um BEIJO FORÇADO, o entendimento prevalecente é que, havendo apenas o beijo, não haverá, de igual modo o crime de estupro. Boa parte da jurisprudência argumenta que, nesse tipo de contexto, em obediência ao princípio da proporcionalidade, deve ser imputado ao algoz o crime de constrangimento ilegal, previsto no artigo 146 do código penal.

Não irei expor muitas considerações acerca do CONSTRANGIMENTO ILEGAL, mas, por hora, basta entendermos que ele se configura, basicamente, quando um indivíduo utiliza violência ou ameaça para cercear de alguma maneira a liberdade pessoal, isto é, o poder de autodeterminação da vítima, OBRIGANDO-A A FAZER ALGO QUE A LEI NÃO MANDA OU A DEIXAR DE FAZER ALGO QUE A LEI PERMITE. Essa noção elementar do constrangimento ilegal parece se adequar com mais harmonia ao contexto do beijo forçado, pois o criminoso utiliza violência para obrigar/forçar a vítima a fazer uma determinada coisa (beijar).

QUANDO HAVERÁ O CRIME DE ESTUPRO?

A responsabilização pelo delito de estupro exige que o algoz utilize de violência ou ameaça para constranger/obrigar a vítima a praticar com ele CONJUNÇÃO CARNAL OU OUTROS ATOS LIBIDINOSOS.

CONJUNÇÃO CARNAL (espécie do gênero ato libidinoso) é, sinteticamente, o coito vagínico, ou seja, a penetração do órgão genital masculino no órgão genital feminino.

ATOS LIBIDINOSOS, por sua vez, são atos voltados a satisfação da libido, a exemplo do coito anal, da masturbação, sexo oral, etc.

É interessante observar que para muitos juristas o BEIJO também é uma espécie do gênero ATO LIBIDINOSO, tendo em vista que, de um modo ou de outro, estimula a libido. Apesar disso, na grande maioria dos casos em que o beijo não é consentido (roubado ou forçado), a doutrina e a jurisprudência entendem ser desproporcional a responsabilização pelo delito de estupro, previsto no artigo 213 do código penal.  Observem que nos exemplos apresentados ao longo do texto, fiz questão de frisar que, naquela determinada situação, existia apenas um beijo não consentido. Fiz isso para deixar claro que quando o beijo não consentido é acompanhado de atos que agridem a dignidade sexual, a exemplo de um toque nos seios, vagina, anus, etc, estará configurado o crime de estupro.  Para encerrar, vale ressaltar que qualquer ato praticado sem a autorização do outro, seja ou não apenas um beijo, é, além de MORALMENTE REPROVÁVEL, INACEITÁVEL.

Hélder Luís é graduado em Direito pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Tucanense, Hélder é mais um profissional que contribui com informações para o site A Voz do Campo. Aprovado na OAB, ele só aguarda a chegada dos documentos para começar a atuar na área.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Palestra com Delney Lima capacita centenas de pessoas em Araci

07 de fev de 2018 às 16:18 | em: Araci,Eventos

Na noite desta terça-feira (06) no Espaço Maná Eventos aconteceu a Mega Palestra Show: “Os 7 erros fatais em vendas e atendimento”, com o palestrante Delney Lima. O evento reuniu vários empresários, comerciários e de outros seguimentos. A palestra foi destinada para o profissional, empresarial, pessoal e estudantil e trouxe inspiração, motivação, e direcionamento para todos os públicos. Delney Lima,  é consultor de empresas e há 20 anos atua como educador corporativo ministrando cursos, palestras e seminários nas áreas de liderança, motivação, qualidade, marketing, vendas, atendimento ao cliente, relações humanas, inteligência emocional, produtividade pessoal, gestão empresarial  e educação em todo o país. Como palestrante, possui uma forma de abordar os conteúdos singular e inovadora: alia uma argumentação teórica embasada em sua formação acadêmica e nas suas pesquisas como estudioso da filosofia, teologia, sociologia e psicologia, filtradas e enriquecidas pela sua experiência prática  como empresário, consultor e executivo de grandes empresas nacionais e multinacionais.

Galeria de fotos

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Rodoviária de Salvador disponibiliza 360 horários extras para Carnaval 2018

27 de jan de 2018 às 07:42 | em: Bahia,Eventos

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agerba) anunciou que será montado um esquema especial de horários no terminal rodoviário para atender a demanda do Carnaval 2018. Entre os dias 6 e 13 de fevereiro, a Agerba acredita que cerca de 100 mil pessoas deixem a capital com destino às cidades do litoral sul da Bahia ou à região da Chapada Diamantina, que são os locais mais procurados nesta época do ano. Além dos 540 horários já ofertados regularmente, serão disponibilizados outros 360 neste período. As passagens podem ser compradas antecipadamente pela internet ou por telefone e para realizar o embarque é preciso apenas apresentar um documento original com foto. Passageiros de até cinco anos não pagam passagem, desde que não ocupem assentos. Outras informações podem ser encontradas no site da Agerba ou pela Ouvidoria através do número: 0800-071-0080.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Biritinga Folia 2018 será dia 20 de janeiro e terá diversas atrações em praça pública

16 de jan de 2018 às 14:46 | em: Biritinga,Eventos

Unha pintada, Chicabana, Sem retoque, Psirico, Sine Calmon e Ruan Cigano estão confirmados na grade de atrações do Biritinga Folia 2018, festa bastante tradicional e aguardada na Região do Sisal. Reunindo 8 atrações, a 10ª edição da festa acontece de 20 a 21 de janeiro, na Praça 23 de Abril, em Biritinga. Na ocasião, o público ainda vai curtir apresentações de Vlad e Banda 90 graus. No dia 22/01, segunda-feira, o tradicional acompanhamento para sítio Tapera, após o acompanhamento confraternização das Famílias biritinguenses e convidados.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Evento: Naldinho & Léo Rios, Felipe Aladin, Del Led e DJ Thiago se apresentam na festa do João Vieira em Araci no dia 20

13 de jan de 2018 às 13:55 | em: Araci,Eventos

Foto: Ascom PMA

A tradicional festa do João Vieira que fica na zona rural de Araci acontecerá no próximo sábado (20). Naldinho & Léo Rios, Felipe Aladin, Del Led e DJ Thiago subirão ao palco. O evento tem a organização da Secretaria de Educação e Cultura através da Prefeitura de Araci.

*Informe Publicitário

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Carnaval da Melhor idade promete em Tucano

29 de dez de 2017 às 10:54 | em: Eventos

Atrevidas Solidário acontece neste domingo (24) com Alcione Paredão no Clube do NEC em Araci

20 de dez de 2017 às 10:50 | em: Araci,Eventos

MOC realizou reunião de planejamento e avaliação das ações de gênero em Araci

20 de dez de 2017 às 09:07 | em: Araci,Eventos

Foto: Divulgação

O Movimento de Organização Comunitária, através do Programa de Gênero (PGEM), realizou na quinta-feira (14), em Araci, uma reunião para planejamento, monitoramento e avaliação com apoio financeiro da instituição internacional Actionaid, por meio do projeto: “Parceiros/as Por um Sertão Justo. O projeto visa fortalecer as organizações de mulheres para a contribuição na ampliação da participação política e acesso aos seus direitos. Essa reunião foi realizada no Sindicato dos Agricultores da Agricultura Família de Araci (SINTRAF) e estavam presentes lideranças feministas profissionais de organizações de proteção às mulheres em situação de violência e contando ainda com a participação de Ádila da Mata do Programa de Gênero do MOC. O principal objetivo dessa reunião é de avaliar e planejar o trabalho para discutir, refletir ações da rede e das organizações de proteção para o enfrentamento á violência contra as mulheres. Como também avaliar as ações planejadas e implementadas pelas mulheres nas comunidades de base, no município no ano de 2017, além de definir estratégias de superação dos desafios, continuando a caminhada na luta pelos direitos das mulheres.

Galeria de fotos

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Coletivo de Mulheres de Nova Fátima avaliaram ações realizadas em 2017

18 de dez de 2017 às 09:23 | em: Cidades,Eventos

Foto: Divulgação

Nessa sexta-feira (15), aconteceu no município de Nova Fátima um momento para reflexão, discussão e avaliação das ações realizadas pelo coletivo de mulheres que trabalham com atividades diversas no sentindo do protagonismo da mulher em direitos, autonomia e liberdade, resultando no fortalecimento e conscientização do próprio ser mulher, que deve ser dotada de equidade de gênero. O trabalho realizado no município tem assessoramento e acompanhamento do Movimento de Organização Comunitária – MOC através do Programa de Gênero (PGEM) e com apoio financeiro da instituição internacional Actionaid, por meio do projeto: Parceiros/as Por um Sertão Justo. O dia começou com dinâmica uma de apresentação, que já convidava também todas/o a pensar e repensar um ponto forte e outro fraco do espaço em cada pessoa representa no município, com foco nesse coletivo, em seguida uma explanação do contexto de se trabalhar em um coletivo de mulheres, instigando a refletir como tem caminhado ou se movimentado para obterem avanços, além de perceber os desafios e dificuldades em articulação, compromisso, conscientização de questões de gênero e dos próprios direitos femininos. A técnica Cátia Souza (PGEN/MOC) que acompanha o município facilitou a atividade, na qual foi possível identificar as fragilidades e problemas, como ainda os mecanismos que podem contribuir para fortalecer o coletivo no município, incentivado alguns encaminhamentos e planejamentos para o ano vindouro. “A gente precisa identificar nossos problemas e suas causas, para poder pensar e encaminhar novas ações que fortaleçam esse coletivo, um deles é ocupar os espaços de incidências políticas, precisamos ter vozes ativas lá”, frisou Cátia. “Que a gente possa luta por mais liberdade da mulher e parar de ensinar as crianças, que elas têm que ser princesinhas, elas tem que ser empoderadas de direitos e deveres”, expressou Claudia Emília no espaço de avaliação dessa atividade.

Galeria de fotos
  • Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Câmara de Vereadores de Araci realizou sessão solene em homenagem ao dia da Bíblia

17 de dez de 2017 às 12:03 | em: Araci,Eventos,Religião

Foto: Divulgação

“Momento muito especial”, disse o presidente da Câmara de Vereadores de Araci, Jefinho Carneiro. Nesta sexta-feira (15), foi realizada uma sessão solene em homenagem ao dia da Bíblia, sessão essa proposta pelo vereador. Ele deixa agradecimentos aos vereadores: José Augusto Moura de Andrade, Guinha Pascoal e Edneide Santana Pereira, aos pastores Luiz Leandro Lima, Ruy Dantas, Cadimiel, Vieira, Dr. Elizangela Araújo e ao Cap Jorge Hssis “Agradecer de forma especial a todos que compareceram e abrilhantaram essa solenidade, onde o nome de Jesus foi glorificado”, finalizou ele.

 

Galeria de fotos

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Araci: Apaeb e Conab se reúnem com agricultoras familiares para planejar a execução do PAA

12 de dez de 2017 às 10:26 | em: Araci,Eventos,Política

Foto: Divulgação

A APAEB Araci realizou uma reunião com agricultoras familiares e com CONAB – Companhia Nacional de Abastecimento para planejar a execução do Contrato do Programa de Aquisição de Alimentos – PAA. Segundo a APAEB, vale salientar que este importante programa sofreu drástico corte no orçamento do governo federal, sendo poucos projetos apoiados. “A qualidade do projeto apresentado pela Apaeb Araci fez com que conseguisse essa contratação num período de poucos recursos”, disseram.

Galeria de fotos

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Tony Alisson arrastou multidões em show religioso em Araci

10 de dez de 2017 às 11:09 | em: Araci,Eventos,Religião

Foto: Reprodução

Tony Allysson é um artista amplamente consagrado no mercado católico, mas que circula surpreendentemente bem pelo mercado gospel também. Ele foi a principal atração para o fechamento das celebrações da padroeira de Araci, Nossa Senhora da Conceição. Seu show ocorreu em frente à Igreja local neste sábado (09) e arrastou multidões da cidade e da região.

Foto: Reprodução

Desde seu testemunho de libertação das drogas, o artista a dedicar sua vida à pregação, à ministração e à música. Seu primeiro álbum, “Poderoso Deus” chegou a vender mais de 240 mil cópias (Disco de Platina) enquanto o seu segundo trabalho, “Soberano”, contou com um pico de audiência de mais de 20 milhões de espectadores durante seu lançamento. O novo projeto “Sustenta O Fogo” conta tanto com antigos sucessos de sua carreira quanto com novas composições.

Foto: Reprodução

Segundo o cantor, suas canções nascem sempre em momentos de profunda oração e diálogo com Deus e assim, sua música é uma poderosa flecha de evangelização. Tony Allysson é uma verdadeira história de superação e um incontestável talento artístico. O show foi organizado pela paróquia de Araci.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Eventos: Noite do Arrocha terá Beto Botho e mais atrações neste sábado na AABB de Araci

08 de dez de 2017 às 13:36 | em: Araci,Eventos

Foto: Divulgação

A Noite do Arrocha será realizado neste sábado dia 09 de dezembro à partir das 22h, na AABB em Araci. O evento terá Beto Botho e muito mais. Ingressos Antecipados no Buzú Mania, Tim Som e AP Mídia.

*Informe Publicitário

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

MOC levanta a bandeira por alimentação saudável no Dia Mundial de Luta Contra os Agrotóxicos

07 de dez de 2017 às 12:06 | em: Agricultura,Cidades,Eventos

Foto: Divulgação

No último domingo (03) foi o Dia Mundial de Luta contra os Agrotóxicos, sendo marcado por manifestações contra o uso de agrotóxicos na produção alimentar.  A data serve para lembrar a Tragédia, ou Desastre de Bhopal. Foi um acidente industrial que ocorreu na madrugada de 3 de dezembro de 1984, em Bhopal, quando 40 toneladas de gases tóxicos vazaram na fábrica de pesticidas da empresa norte-americana Union Carbide. É considerado o maior desastre industrial e químico ocorrido até hoje, quando mais de 500 mil pessoas foram expostas aos gases. A principal causa do desastre foi negligência com a segurança. Segundo o MOC, essa triste realidade pode ser mudada a partir de leis que proíbam o uso dos agrotóxicos, bem como práticas de produção sustentável, como a produção agroecológica, que vem mostrando resultados significativos de como produzir alimentos de qualidade sem agredir o meio ambiente, para isso tem sido reforçada o uso das práticas da agroecologia que além de pensar na produção alimentar, reflete os aspectos sociais das pessoas envolvidas nesse trabalho e aos consumidores finais. O Movimento de Organização Comunitária – MOC tem levantado à bandeira da agroecologia e tem atuado na perspectiva de implantar e apoiar a gestão das Feiras agroecológicas em vários municípios, distribuídos no Território do Sisal e Bacia do Jacuípe. “Abrace também essa causa! Agrotóxicos Mata! Consuma alimentos agroecológicos!”. Abaixo fotos das Feiras Agroecológicas de Barrocas, Ipirá, Riachão do Jacuípe e Conceição do Coité.

Galeria de fotos

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Troca de experiências entre comunidades de Araci e movimentos socais movimentam a zona rural

06 de dez de 2017 às 18:48 | em: Araci,Eventos

Foto: Divulgação

Este sábado (02) foi um dia de muitas trocas de experiências entre as organizações da sociedade civil em Araci.  Foram realizadas diversas visitas com a comunidades rurais com a participação de diversas lideranças de movimentos sociais do homem do campo e da cidade. Elisângela Santos Araújo (CUT Nacional), Celia Firmo (MOC), Valmira Lopes de Souza (Coobencol e Cooperede), Roberto Do Miranda, Francisco Carvalho Oliveira e Marcello Militão (MOC), Josevan da Coopeser, Eduardo e Lidia Maria da Apaeb Araci, Zé Carlos de Pipiu e Cleide Jane Flor da Pele estavam todos presentes. O dia foi iniciado com o aniversário de 15 anos da Associação do Poço do Capim, no qual pôde-se comemorar todas as conquistas e também pautar a continuidade da luta por direitos. Posteriormente as lideranças seguiram para Campo Grande, onde participaram do Intercâmbio das Escolas da Regionais e também do Desfile em homenagem ao Novembro Negro. Por fim, eles se reuniram com representantes das comunidades de Campo Grande, Areal, Rufino, Roça de Dentro e Miranda. “Agradeço a companhia e apoio da nossa amiga”, Elisângela Santos Araújo, disse Célia Firmo do MOC.

Galeria de fotos
  • Foto: Divulgação

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Fetraf Bahia participou da VIII Feira da agricultura familiar, economia solidária e reforma agrária

29 de nov de 2017 às 16:16 | em: Eventos,Política

Foto: Divulgação

A FETRAF-BA participou do maior evento da agricultura familiar baiana. A VIII Feira da Agricultura Familiar, Economia Solidária e Reforma Agrária (FEBAFES) teve início neste sábado (25) e segue até o próximo domingo 03 de dezembro no Pavilhão de Feiras do Parque de Exposições de Salvador. A feira é promovida pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), e acontece em paralelo à 30ª edição da Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro). A FETRAF-BA está sendo representada pelo Coordenador Geral Rosival Leite, a Diretora de Mulheres Isabel da Cruz e mais diretores (as) no decorrer do evento. Essa ação possibilita conhecer a diversidade dos 27 Territórios de Identidade da Bahia, para Rosival Leite esse evento prova a força da categoria. “É o maior evento de valorização e comercialização da agricultura familiar, economia solidária e reforma agrária do país, em nome da FETRAF-BA. Expresso minha alegria e ressalto que vamos continuar trilhando o caminho da esperança, com luta e determinação. Parabenizo a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e ao Governo do Estado por proporcionar a oportunidade da Agricultura Familiar mostrar sua força”, disse Rosival.

Foto: Divulgação

A feira, que acontece em uma área de aproximadamente 11 mil metros quadrados, conta com a participação de 270 expositores, entre cooperativas, associações e organizações sociais e trazem, entre os 1.500 produtos, o Azeite de Licuri; Iogurte de Umbu e Licuri; Queijos e Doces de Leite de Cabra; Mel; Geleias, Doces e Compotas de frutas da caatinga, como o umbu e maracujá do mato; Chocolates gourmets; Cafés finos; Licuri Caramelizado; Barrinhas de Cereais com sabores exóticos; Néctar de frutas; Licores; Cachaças e a Cerveja de Umbu, além de uma variedade do artesanatos produzidos por Quilombolas, Indígenas e outros artesãos baianos. O evento contou na sua abertura oficial com a visita da comitiva com a presença do vice-governador e secretário da Secretaria de Planejamento (Seplan), João Leão e dos secretário da SDR, Jerônimo Rodrigues e da Agricultura (Seagri), Vitor Bonfim e dos gestores das unidades da SDR. No decorrer do evento passarão muitas autoridades do governo do estado, regionais, municipais, e representantes da diretoria da FETRAF-BA.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Noite do Arrocha terá Beto Botho, Lukas Lima e muito mais no dia 9 de dezembro na AABB de Araci

29 de nov de 2017 às 10:04 | em: Araci,Eventos

A Noite do Arrocha será realizado dia 09 de Dezembro à partir das 22h, na AABB em Araci. O evento terá Beto Botho e muito mais. Ingressos Antecipados no Buzú Mania, Tim Som e AP Mídia. Compareça.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Célia Firmo e Elisângela participam de mesa redonda para debater territórios de identidades baianos

28 de nov de 2017 às 17:41 | em: Eventos,Salvador

    Foto: Divulgação

O encontro de Mulheres Rurais aconteceu nos dias 26 e 27 de novembro durante a Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária em Salvador, com o tema: “Quando a Agricultura Familiar Crescer, a Bahia inteira se fortalece”. A Coordenadora do MOC, Célia Firmo, esteve presente na mesa de debate sobre ATER para mulheres na perspectiva da construção da autonomia.

Foto:

Estiveram contribuindo para o debate a Coordenadora Geral do FBAF, Elisângela Araújo,  a Presidenta da Unicafes Bahia, Iara Andrade, e Presidenta da Bahiater, Célia Watanabe. O encontro conta com 200 mulheres rurais dos 27 territórios de identidade da Bahia.

Galeria de fotos

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

XII Feira de Conhecimento do Colégio Ideia faz sucesso e encanta Araci

27 de nov de 2017 às 12:01 | em: Araci,Eventos

Foto: Reprodução

A XII Feira de Conhecimento do Colégio Ideia,  que neste ano trabalhou o tema:“Música: A arte que enCanta”, foi um sucesso pela qualidade e nível de excelência. Os alunos deram um verdadeiro Show na praça Nossa Senhora da Conceição. De Nave da Xuxa aos Menudos, de Michael Jackson às lindas crianças do Trem da Alegria. Enfim, foi um verdadeiro espetáculo.

Galeria de fotos

 

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Vem Com Papai Fest; Seu Maxixe e muito mais em Teofilândia

27 de nov de 2017 às 11:14 | em: Eventos,Teofilândia

A tradicional festa “Vem Com Papai Fest” será realizado dia 16 de Dezembro a partir das 22h, no Ginásio de Esportes em Teofilândia . O evento terá Seu Maxixe e muito mais; a festa promete!

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Chica Flor atrai centenas de pessoas em evento de moda “Chica Flor Fashion Day” em Araci

27 de nov de 2017 às 09:54 | em: Araci,Eventos

Na noite deste ultimo sábado (25) aconteceu a 2ª Edição do Chica Flor Fashion Day. Teve desfile, apresentação de dança e um Pocket Show com a Atriz do SBT Cinthia Cruz. Confira mais imagens na Pagina do Facebook SISAL Filmes e Fotografias. AQUI!

E na noite de sábado (25/11) aconteceu a 2ª Edição do Chica Flor Fashion Day! Teve desfile, apresentação de dança e um…

Posted by SISAL Filmes e Fotografias on Sunday, November 26, 2017

 

 

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Coordenador Geral da FETRAF-BA levou a voz da Agricultura Familiar no Fórum Cacau Bahia 2035

22 de nov de 2017 às 10:34 | em: Cidades,Eventos,Política

Foto: Divulgação

O Coordenador Geral da FETRAF-BA, Rosival Leite, esteve na manhã de hoje (21) participando no Hotel de Ville, em Salvador, do Fórum Cacau Bahia 2035 que tem o objetivo de agregar todos os agentes da cadeia produtiva do cacau para promover o desenvolvimento econômico sustentável e competitivo. Durante o encontro, foram validados o Sistema e Arranjo Produtivo Local (APL) do Cacau e Chocolate; uma portaria para beneficiar produtores do cacau cabruca, um plano de trabalho e a Rota do Cacau. Rosival Leite levou a voz da agricultura familiar: “É importante ressaltar a importância da ampliação na Assistência Técnica, do acesso ao crédito para os agricultores familiares, do reforço nos empreendimentos da agricultura familiar na agroindustrialização e no papel que a Secretaria de Desenvolvimento Rural da Bahia (SDR) tem cumprido para a melhoria da qualidade de vida dos agricultores familiares”, concluiu Rosival. O Fórum Cacau Bahia 2035 acontece em um momento em que o cacau da Bahia vive um novo ciclo na sua história. Do plantio cuidadoso para a preservação da Mata Atlântica à produção industrial em larga escala, passando por pequenos agricultores familiares e a diversificação de produtos.

Presenças

Senadora Lídice da Mata, Jaques Wagner (SDE), Jeronimo Rodrigues (SDR), Geraldo Reis (SEMA), Vitor Bonfim (SEAGRI), e Secretários do Governo do Estado juntamente com Deputados Estaduais.

Galeria de fotos
  • Foto: Divulgação

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Delegacias sindicais de Araci realizam encontro para debates; vereadora Edneide esteve presente

06 de nov de 2017 às 09:40 | em: Araci,Eventos,Política

Foto: Divulgação

O coordenador da Fetraf Rosival Leite visitou as delegacias sindicais das comunidades de Barbosa e Barreira junto com a vereador Edneide Pereira (PT), a coordenadora do Sintraf de Araci, Cleonice, e diretores do sindicato, Maria consagração, Maria José Teodoro e Elizeu, entre outros. Ocorreram debates sobre os retrocessos que vive o país, as percas das politicas da agricultura familiar e de toda classe trabalhadora. “Organizar a turma para desafio que esta posto é um dever nosso! A luta não vai parar e não pode parar”, disse Rosival Leite.

Galeria de fotos
  • Foto: Divulgação

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Apaeb em parceria com outros movimentos de Araci realizaram reunião de planejamento

31 de out de 2017 às 18:19 | em: Araci,Eventos

Foto: Divulgação

Apaeb de Araci em parceria com MOC, MMTR e SINTRAF realizou nesta segunda-feira (30), uma reunião de Planejamento dos 18 Empreendimentos Econômicos Solidários formados por Mulheres Rurais de Araci, no qual houve a organização do atendimento às demandas da Alimentação Escolar da Agricultura Familiar, bem como ao Programa de Aquisição de Alimentos – PAA. Através do acesso as políticas públicas, as mulheres rurais de Araci reescrevem suas histórias. Rosineide Silva, uma das integrantes do grupo de mulheres do Rufino, diz: “hoje nós temos o privilégio de tá chegando aos pouquinhos no PNAE de Araci por causa desses movimentos, é muito importante ver nossos filhos comendo os alimentos que nós mesmas produzimos”.

Galeria de fotos
  • Foto: Divulgação

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

MOC 50 anos oferece palestra “reinventando o Brasil de baixo pra cima”

27 de out de 2017 às 08:45 | em: Cidades,Eventos,Política

Foto: Divulgação

O Movimento de Organização Comunitária – MOC realizará no dia 30 de outubro de 2017, às 19:00 horas, no Auditório da Faculdade Católica de Feira de Santana, uma palestra com o tema MOC 50 anos: “Reinventando um Brasil de Baixo pra Cima, Por um Sertão Justo”. A instituição, que completou seu cinquentenário de história, lutas e conquistas no Semiárido Baiano, busca a garantia do acesso às políticas públicas como direito para homens, mulheres, crianças e adolescentes promovendo a qualidade de vida no campo com mais dignidade, autonomia, liberdade e igualdade. O encontro terá como convidados especiais: Dom Zanoni Demettino (Arcebispo metropolitano de Feira de Santana), professor José Jerônimo de Morais (Presidente do MOC), Naidison Quintella (Presidente da ASA Nacional e Coordenador da ASA Bahia) e o professor Albertino Carneiro (Fundador do MOC). E tratará, através de apresentação de relatos, diálogos e reflexões, da conjuntura política atual do Brasil, abordando assim sobre a responsabilidade social de se reinventar o Brasil de baixo para cima. Além de discutir a importância da organização comunitária da população, nos tempos de exceção. Um momento aberto ao público em geral, que contará também com a equipe de colaboradores/as do MOC como técnicos/as, coordenadores/as, comunicadores/as, e demais pessoas que contribui para o desenvolvimento das ações e trabalhos da entidade, que refletem tanto a convivência quanto os caminhos para efetivação do desenvolvimento sustentável regional, representando ainda os sujeitos que dão sentido à missão da instituição, como agricultores/as familiares, mulheres, jovens, crianças, educadores/as, empreendedores, entre outros. Criado em 1967, o Movimento de Organização Comunitária – MOC é uma organização não governamental que surgiu com o objetivo de organizar as comunidades carentes de Feira de Santana. No decorrer da década de 1970, o foco de atuação se deslocou para as comunidades rurais do Semiárido Baiano, especialmente na Região Sisaleira. Hoje, presente nos Território do Sisal, Bacia do Jacuípe e Portal do Sertão, atuando com ações pelo desenvolvimento sustentável desenvolvendo ações de fortalecimento da sociedade civil, da agricultura familiar, dos direitos de mulheres, homens, jovens, crianças e adolescentes, da educação do campo, da comunicação comunitária e do acesso à água, agroecologia e alimentação saudável.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

MOC recebeu nesta terça feira (24) homenagem pelos seus 50 anos em São Domingos

25 de out de 2017 às 20:35 | em: Cidades,Eventos,Política

Foto: Divulgação

Nesta terça-feira (24) o Movimento de Organização Comunitária – MOC recebeu mais uma homenagem pelos sue 50 anos de vida, no município de São Domingos através do requerimento do vereador  de São Domingos, Herbert Carneiro de Santana. Na oportunidade, o vereador Herbert fez um breve relato da história do MOC falando de suas linhas de atuação e como a entidade contribuiu no fortalecimento e construção do município. Os demais vereadores presente falaram da importância do MOC na vidas das pessoas. Albertino Carneiro, fundador do MOC, falou de como o MOC conseguiu superar cada desafio até os dias atuais e que “a participação de cada um presente é importante na construção do amanhã“. Algumas pessoas foram convidadas para dá seu depoimento onde ressaltam a influência do MOC com as ações do PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), CAT (Conhecer Analisar e Transformar), Baú de Leitura, o processo de Comunicação Comunitária, Agricultura familiar e dentre outros. A Coordenadora Geral do Fórum da Agricultura Familiar, Elisângela Santos Araújo esteve presente e falou emocionada do quanto o MOC contribuiu na sua militância. E lembrou “sou São Dominguense sei muito da importância do MOC na minha vida e me lembro do quanto Albertino nos ajudou a ingressar na vida e sou o que sou hoje devo muito ao MOC”, ressalta. O MOC recebeu homagens além da Câmara (em nome do vereador Herbert), do Sindicato e também de Elisangela Araújo.

Galeria de fotos

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Coordenador e diretores da Fetraf visitaram município de Mutuípe

23 de out de 2017 às 21:55 | em: Eventos,Política

Foto: Divulgação

O coordenador da Fetraf Rosival Leite esteve, juntamente com diretores da Fetraf Bahia, no município de Mutuípe, nas comunidades de Forjo, Piciganga e Massaranduba. Também esteve presente a direção do Sintraf. Eles tiveram a oportunidade de visitar famílias beneficiadas do programa nacional de habitação rural PNHR dos agentes financeiros Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Foi possível ver a mudança que a cooperativa Coopehabitar e o Sintraf de Mutuípe está fazendo na vida das pessoas. Segundo a instituição, é maravilhoso ouvir dos beneficiários. Para Maria de Jesus Santos e Júlio de Jesus Santos, é uma felicidade em ter sua casa nova. Para eles ainda parece um sonho. Eles agradeceram ao governo do estado, a presidente Dilma Rousseff pois esses contratos foi assinados no seu mandato. Eles também agradeceram ao Sintraf Mutuípense e a Coopehabitar e lamentaram que um programa como esse não tenha nenhum orçamento para 2018 pois muitos agricultores tem o mesmo sonho deles e não será realizado. “Mas vamos continuar lutando por esse programa pois agricultura familiar é a nossa casa”, disse Rosival Leite.

Galeria de fotos
  • Foto: Divulgação

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Caravana estadual da Fetraf visita municípios na Bahia

22 de out de 2017 às 09:58 | em: Cidades,Eventos,Política

Foto: Divulgação

A Caravana Estadual da Fetraf Bahia esteve visitando o município de Laje. Na oportunidade aconteceu reunião com a direção do Sintraf juntamente com 17 associações da agricultura familiar e entidades parceiras. Na pauta foram tratados alguns temas importantes, como organização sindical e produtiva, comercialização, tema agrário, reforma da previdência, habitação rural e conjuntura nacional. O debate foi caloroso e intenso, conhecendo todo o processo de produção dos agricultores do município, sesse município estiveram presentes, o Coordenador Geral da Fetraf Bahia Rosival Leite, a Secretária de Mulheres Isabel da Cruz, o Secretário de Políticas Sociais Paulino Pereira, o Secretário de Finanças Edilton Soares, o Secretário de Formação Joeleno Monteiro Santos, a Secretária de Comunicação Nayara Matos, a Diretora Roseli Damasceno, juntamente com a direção do Sintraf local. O trabalho não para, disse Rosival Leite.

Galeria de fotos
  • Foto: Divulgação

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.