Cultura

Olubajé em Araci; O banquete do Rei é realizado em mais um ano de cultura e religiosidade no Ilê Axé Jitolobí

12 de ago de 2019 às 19:16 | em: Araci,Cultura,Religião

Foto: Divulgação

Olubajé, “O banquete do Rei”, é uma festa dedicada ao Orixá Omolu/Obaluaiye. Acontece sempre no mês de agosto. Várias comidas são servidas aos convidados, como uma forma de agradecimento a fartura em grãos recebida durante o ano.

Foto: Divulgação

É um evento carregado de cultura e religiosidade dentro do Candomblé. Nesta sábado (10), a festa foi celebrada no Terreiro Ilê Axé Jitolobí, em Araci. Centenas de pessoas, de Araci e outros municípios, acompanharam a celebração, que foi liderada pelo Babalorixá Geovane da Silva, popular “Pai Geo”.

Foto: Divulgação

O terreiro do líder religioso encontra-se em festa nestes finais de semana. A próxima festa acontecerá no próximo sábado (17), com os festejos para Ajodun Xangô.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Ilê Axé Jitolobí dá sequência ao seu calendário festivo com festas em Araci

05 de ago de 2019 às 10:43 | em: Araci,Cultura,Religião

Foto: Divulgação

O calendário festivo do Ilê Axé Jitolobí continua a ser comemorado aos sábados em Araci. Neste último sábado (03), Ogum, Oxossi e Ossain foram os Orixás da comemoração.

Foto: Divulgação

O Babalorixá Geovane da Silva, popular “Pai Geo”, recebeu sua família de Axé, membros de Religiões de Matriz Africana, amigos, autoridades, simpatizantes e a imprensa em seu terreiro.A próxima festa acontecerá no próximo sábado (10), com os festejos dedicados a Omolú, Oxumarê e Nanã, onde acontecerá o Olubajé, o banquete dedicado ao Orixá Omolú.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Conheça Quininho de Valente, o forrozeiro na essência da palavra

05 de ago de 2019 às 10:00 | em: Cultura,Valente

Foto: Divulgação

Joaquim Santos de Almeida, ou melhor, o cantor e compositor Quininho de Valente, é um artista autodidata da Música Popular Brasileira. Ele fez parte do mítico Trio Nordestino, antes de partir para carreira solo, sempre honrando o forró tradicional. Quininho tem um repertório de muito bom gosto, composto de músicas de sucesso de sua autoria e de outros forrozeiros, principalmente Trio Nordestino e Luiz Gonzaga. Estes, por sinal, são a influência do artista. Seu estilo, com alegria e sorriso contagiante, que lhe rendeu o título: “Furacão do Forró”.

Foto: Divulgação

O seu talento é comprovado através de repertórios escolhidos, com temas voltados para o sertão, para a metrópole e outros que fazem parte de nosso cotidiano. O forrozeiro Quininho de Valente está nessa estrada há 29 anos de carreira solo. Ele tem 19 discos gravados, entre vinil, CDs, e 02 DVDs, Um deles foi produzido em Valente, Bahia, sua cidade natal, em praça pública, com a participação de diversos artistas como: Trio Nordestino, Genaro, Walkyria, Targino Gondim, Missinho, Dinho Oliveira e o Gaúcho Cambará. Recentemente, ele lançou um DVD, contendo 14 super clipes com participação de Gennaro e Alcymar Monteiro com o titulo “ O Forrozeiro” e também um novo CD “Forrozeiro na Essência da Palavra”.

Foto: Divulgação

Contatos:

(71) 9 9962-1653 / 9 8300-7878 / email:quininhovalente@gmail.com site: www.quininhodevalente.com.br

Com informações do Blog do Valente.

 

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Babalorixá de Araci recebe homenagem na Câmara de Vereadores em Muritiba

01 de ago de 2019 às 18:42 | em: Araci,Cultura,Religião

Foto: Reprodução/Redes sociais

Nessa quinta-feira (01), o Babalorixá Geovane Silva, popular “Pai Geo”, foi homenageado na Câmara Municipal de Vereadores de Muritiba.  Ele recebeu a homenagem através da Ialorixá e vereadora Mara Tessunne.

Foto: Reprodução/Redes sociais

Ele recebeu o troféu que faz referência à Grande Tereza de Benguela, uma quilombola que viveu em uma comunidade e lutou pelo povo negro e pela liberdade dos escravos no século XVIII. Nas redes sociais, Pai Geo agradeceu à vereadora Mara, pelo carinho e atenção dedicada a ele e seus filhos.

Foto: Reprodução/Redes sociais

“Agradeço ao povo de Muritiba, ao prefeito, aos secretários, autoridades da região do recôncavo e, principalmente a todos os membros de religião de matriz africana presentes: Yawos, Ekegys, Ogãs, Ialorixás e Babalorixás, Ogã Nadinho e ao meu povo do Jitolibí”, disse ele. 

Relembre

Babalorixá Pai Gel recebe título de cidadão pela Câmara Municipal de Araci

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Biblioteca da zona rural de Nova Soure sediará Festa Literária Internacional

24 de jul de 2019 às 09:16 | em: Cultura,Educação,Nova Soure

Foto: UPB

O povoado de São José do Paiaiá, no município de Nova Soure, em pleno sertão da Bahia, sediará nos dias 24 a 26 de julho uma festa literária que reunirá escritores, professores, artistas de diversas expressões e lideranças comunitárias para debater a criação, a produção cultural e a difusão de saberes. Além disso, a II Festa Literária Internacional da Biblioteca do Paiaiá contará com atrações do Circo Premier, feira agro-ecológica e de artesanatos rurais, venda, troca e doação de livros e revistas, a Biblioteca Volante da Fundação Pedro Calmon, exposição sobre terceira idade e saúde da mulher, bumba meu boi, banda de pífanos, a Filarmônica de Nova Soure, peças de teatro, projeções de filmes e cavalgada. Localizado na rodovia BR 110, a 231 km de Salvador, São José do Paiaiá está na rota do peregrino Antônio Conselheiro de Canudos pelos Sertões da Bahia e possui, segundo a professora Walnice Nogueira Galvão, da Universidade de São paulo, a maior biblioteca em comunidade rural do mundo , com mais de 120 mil volumes. A instituição, fundada por um ex-morador do povoado, Geraldo Moreira Prado, tem 17 anos de existência e promove com alguns parceiros toda a programação da festa. Entre os temas na pauta de debates estão a vida cotidiana da juventude, educação no campo, cordel e aboio, histórias em quadrinhos, educação e culturas indígenas, leitura e políticas culturais nos municípios, leitura e matemática, memes didáticos e contos africanos. Também serão abordados a bioética, a ancianidade e o direito de envelhecer com dignidade. Durante as atividades serão homenageados o escritor baiano Carlos Anísio Melhor, falecido em 1991, o trabalhador rural Luiz Saldanha dos Santos, integrante do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Nova Soure, e a yalorixá D. Durvalina, única mãe de santo da região. Estão confirmadas as presenças do ex-ministro da Cultura Juca Ferreira, do prefeito de Conceição do Coité, Francisco Assis, da líder do Assentamento Cajuba, em Nova Soure, Raimunda Maria de Jesus, dos grupos de griôs de Santa Luz, dos escritores Aleilton Fonseca, Antenor Rita Gomes, Alex Simões, Darlan Zurc, Eraldo Miranda, Fábio Bahia, Franklin Carvalho, José Erenilson, Marcelo Torres, Uarlen Becker e do Quarteto Moxotó (Arcoverde-Pe). Além de educadores de instituições universitárias federais e estaduais e de gestores de bibliotecas, o evento mobiliza na sua organização jovens de várias escolas públicas das cidades vizinhas.

Contato:

e-mail: bibliotecapaiaia1@gmail.com
fanpage: @bibliotecacomunitariadopaiaia
Tel: 75 999753903 e 75 34377070

Sobre a Biblioteca do Paiaiá:

Link 1
Link 2
Link 3

Fonte: Casa Passará

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Documentário produzido em Araci concorre a prêmio em festival internacional

10 de jul de 2019 às 16:14 | em: Araci,Cultura,Mundo

Fotos: Valmir Barreto

Um documentário produzido por dois jovens publicitários da cidade de Araci, Danilo Victor e Valmir Barreto, está concorrendo em um concurso online internacional de filmes, o Musicbed Challenge. O curta retrata uma das culturas mais populares, tradicionais e originais do Nordeste, o reisado, e que, pouco a pouco, vai sendo esquecido, como aponta a produção cinematográfica. Gravado em meio a paisagens rurais da cidade, o curta mescla belíssimas imagens com depoimentos alegres, nostálgicos e emocionantes, protagonizados por moradores que participam e realizam, há décadas, o reisado, e que lamentam os rumos que a cultura local e regional tem tomado com o crescimento e popularização da cultura de massa e que desvaloriza e enfraquece a cultura raiz. Concorrendo na categoria Documentário, a melhor produção será escolhida com base no número de votos recebidos na página do concurso (link abaixo) e análise de um júri composto por profissionais internacionais da área de produção cinematográfica e artes. Segundo os produtores, a escolha pelo reisado de Araci como tema levou em consideração, primeiramente, o fato de se tratar de uma forte e fiel representação da identidade cultural local, nordestina, pouco conhecida ainda em muitos estados e internacionalmente. “Na contramão da desvalorização que acontece, nós queremos mostrar e levar essa cultura popular para o mundo”, explicam. Para votar, basta entrar no link abaixo, apertar no botão de votar, inserir um e-mail e marcar uma das opções que aparecem na sequência (clique aqui para votar). (*Colaborou Josevaldo Campos)

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Casa de reza indígena é destruída por incêndio em Dourados; item de mais de 180 anos foi queimado

10 de jul de 2019 às 09:41 | em: Brasil,Cultura,Notícias

Foto:Reprodução / TV Morena

Um incêndio destruiu a casa de reza localizada na aldeia Jaguapiru em Dourados, a 214 quilômetros de Campo Grande. A suspeita é que o incêndio tenha sido criminoso. Entre os objetos que se perderam, está o Xiru, uma espécie de cruz sagrada para os indígenas, dois foram retirados a tempo, mas o terceiro, com mais de 180 anos de história, foi consumido pelo fogo. O cacique e líder religioso Getúlio de Oliveira se lembra bem como tudo aconteceu.“Eu vi um rapaz de short e de camisa sair correndo do local. Não fui atrás pois pensei em salvar a casa e apagar o fogo”. A casa era a última da etnia Kaiowá, destinada às orações, pelo menos 70 famílias participavam dos encontros que ocorriam todas as noites no local. Além de um local de celebração, o espaço também era um dos mais conhecidos da reserva. Essa já era a segunda casa de reza do Seo Getúlio e da Dona Alda, a primeira também foi destruída em um incêndio. Dez anos de história viraram cinzas em menos de uma hora. Segundo a líder religiosa, a perda espiritual foi muito grande. “Aqui recebemos muita gente, de outras aldeias, muitas reuniões eram feitas. Ficamos muito tristes, porque não terá volta”.

Foto:Reprodução / TV Morena

Para os indígenas, o incêndio na casa de reza representa uma perda espiritual maior do que a perda material. Segundo a pesquisadora Graciela Chamorro, a estrutura da casa tem um significado especial, e a construção dela é uma forma da cultura indígena resistir ao tempo. “A casa tem coluna, que seria cumeeira, a casa Kaiowá tem costelas que serias as ripas que atravessam a casa, a casa tem boca, tem palavra, tem peito, e tudo isso está ligado com ao sol. O sol quando nasce ele ilumina o Xiru, que está exatamente na posição em que o sol nasceria, iluminando o Xiru, um item muito importante dessa cultura”. Um boletim de ocorrência foi registrado na Polícia Civil, que agora investiga o caso.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Araci: Projeto “Arte por toda cidade” leva cultura e entretenimento para a população

29 de maio de 2019 às 19:57 | em: Araci,Cultura

Foto: Ascom PMA

A secretaria de Educação e Cultura, com o apoio do Centro Cultural de Araci, promoveu no último sábado (25), o projeto Arte por toda cidade, com uma proposta de intervenção de arte urbana, teatro, e exposição fotográfica, atraindo diversas pessoas em frente ao centro cultural da cidade. Durante a programação, a jornalista e escritora araciense Josy Miranda, lançou o livro “O que há em mim”. Além disso, a exposição fotográfica coletiva que tem como título “Diversos olhares IV”, atraiu a atenção de quem esteve presente no evento, em que diversos fotógrafos da cidade e região, trouxeram um pouco dos seus olhares para a sociedade. Abrilhantando a noite e levando o público a gargalhadas, o grupo Icaraso, apresentou a peça teatral com o tema “ARTE”. Já na manhã de domingo (26), alguns artistas do grafite, repaginaram as paredes do centro cultural e da praça da juventude com suas intervenções artísticas, deixando o local com mais brilho e colorido.

Fonte: Ascom PMA

Galeria de fotos
  • Foto: Ascom PMA
  • Foto: Ascom PMA
  • Foto: Ascom PMA
  • Foto: Ascom PMA
  • Foto: Ascom PMA
  • Foto: Ascom PMA
  • Foto: Ascom PMA
  • Foto: Ascom PMA
  • Foto: Ascom PMA
  • Foto: Ascom PMA
  • Foto: Ascom PMA

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Assista: Com quase três meses de audições, Show de Talentos do Shopping Serrinha chega a sua reta final

29 de maio de 2019 às 11:02 | em: Cultura,Eventos,Serrinha

Larissa Lisandra Pereira e Leonardo Queiroz foram os campeões | Foto: Divulgação

Com quase três meses de audições, Show de Talentos do Shopping Serrinha chegou neste último domingo (19) a sua reta final. A Praça de Alimentação do Shopping permaneceu lotada durante todas as apresentações, onde os participantes deram um grande show na última noite do musical. Confira!

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Bahiatursa abre concurso para seleção de artistas do São João da Bahia

24 de maio de 2019 às 09:17 | em: Bahia,Cultura

Foto: Reprodução

O Governo do Estado da Bahia realiza concurso para a contratação de bandas e artistas que vão se apresentar nos eventos, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa). A ação tem o objetivo de compor a programação artística das festas juninas de 2019. Podem participar pessoas jurídicas ou pessoas físicas que atenderem a todas as exigências contidas no formulário presente no site www.bahiatursa.ba.gov.br. As inscrições seguem até o dia 5 de junho, e os documentos devem ser entregues até esta data no protocolo central da superintendência, que fica na 3ª Avenida, Nº 390, Térreo, Centro Administrativo da Bahia (CAB), das 8h30 às 18 horas. Somente serão aceitas inscrições feitas de modo presencial e mediante apresentação de todos os documentos requisitados. A entrega do envelope já é o ato de inscrição, entretanto a habilitação somente se dará após a análise e aprovação de toda a documentação pela comissão de avaliação. Após procedimentos de avaliação, serão contratadas 34 atrações artísticas. Na inscrição, é necessário que os interessados apresentem release, material fonográfico, fotos e clipagem. A Bahiatursa informa que as apresentações acontecerão no mês de junho em Salvador e na Região Metropolitana.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

12° Edição do Bloco do Mofo é realizado em Araci

22 de abr de 2019 às 09:35 | em: Araci,Cultura
Foto: Portal Folha

O bloco do Mofo é uma tradição de 12 anos em Araci. A edição 2019 arrastou centenas de pessoas pelas ruas da sede do município e alegrou crianças, jovens, adultos e idosos. O  bloco sempre desfila no domingo de Páscoa e foi idealizado radialista Zé Socorro. O desfile foi organizado pela Prefeitura Municipal de Araci e pela Rádio Comunitária Cultura FM de Araci.

Galeria de fotos
  • Foto: Portal Folha
  • Foto: Portal Folha
  • Foto: Portal Folha
  • Foto: Portal Folha

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Capoeira: Grupo Gangara promove evento nacional neste final de semana em Araci

11 de abr de 2019 às 11:20 | em: Araci,Cultura,Esportes,Eventos
Foto: Divulgação

O grupo de Capoeira Gangara realizará neste fim de semana, o 15º Encontro Cultural de Capoeira em Araci, visando compartilhar experiências e conhecimento entre mestres e alunos do esporte, valorizando a cultura afro-brasileira que mistura arte marcial, esporte, cultura popular e música.

Foto: Divulgação – Jivaldo Lima / Deronildes Oliveira

O evento gratuito e aberto a toda comunidade é resultado de um trabalho desenvolvido pela educadora social, Deronildes Oliveira e o Contramestre do grupo, Gangara Jivaldo Lima, que há 15 anos trabalham com o desenvolvimento e o ensinamento da capoeira na região. “Temos a honra de convidar todos os munícipes a prestigiar o nosso evento cultural de capoeira, que ocorrerá nos dias 12,13 e 14 de Abril”, disse Deronildes. “Em todos esses anos a família Gangara vem realizando a valorização da cultura corporal, denominado capoeira, visando o desenvolvimento integral das crianças, jovens e adolescentes, capacitando o sujeito a lidar com suas necessidades, desejos e expectativas, bem como, as necessidades, expectativas e desejos dos outros, de forma que o mesmo possa desenvolver as competências técnicas, sociais e comunicativas, essenciais para o seu processo de desenvolvimento individual e social”, completou o Contramestre. Ainda de acordo com os idealizadores o projeto terá participação especial do Mestre Nal, fundador da Associação Cultural de Capoeira Gangara.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Funceb abre a convocatória “Se Mostra Interior”, que vai selecionar espetáculos e obras de artes visuais do interior do estado

30 de mar de 2019 às 09:29 | em: Bahia,Cultura
Foto: Divulgação

A Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb/SecultBA), através da convocatória “Se Mostra Interior”, vai selecionar seis espetáculos de artes cênicas (teatro, circo ou dança) e seis obras de artistas visuais, ambos do interior do estado, para compor a pauta do Teatro Gamboa Nova, em Salvador, de julho a dezembro de 2019. A convocatória tem finalidade de incentivar a difusão das produções artísticas do interior do estado, democratizar o acesso às produções e dinamizar a programação do Teatro Gamboa Nova, parceiro do projeto. No caso das propostas de artes cênicas, os grupos ou artistas selecionados farão duas apresentações no Gamboa Nova, no período de 27 de julho a 15 de dezembro, nos últimos finais de semana de cada mês.

Foto: Divulgação

Cada proposta receberá o cachê de R$ 3 mil para as duas apresentações. Além disso, terão direito à renda arrecadada com a bilheteria do espetáculo, descontadas as taxas previstas no contrato de pauta para o caso de ingressos pagos via cartões de crédito e débito. Cada proposta de artes cênicas selecionada poderá indicar até duas pessoas da equipe para participar da atividade formativaMontagem Didática de Iluminação, que visa capacitar profissionais com conhecimentos básicos de iluminação e para uso do aparato técnico do Teatro, com carga horária de 16h, nos dois dias anteriores que antecedem a primeira apresentação. A Funceb vai disponibilizar 14 vagas para hospedagem da equipe do espetáculo no Pouso das Artes – residência artística da Funceb, envolvendo os dias de apresentação e os dias destinados à realização da Montagem Didática.

Foto: Divulgação

Artes Visuais – A convocatória vai selecionar também seis obras de artes visuais de artistas residentes no interior do estado para a composição da capa da programação imprensa mensal do Teatro Gamboa Nova, no período de julho a dezembro de 2019. Os artistas visuais, cujas obras sejam selecionadas, receberão prêmio no valor de R$ 500,00.

Inscrições – As inscrições para o Se Mostra Interior são gratuitas e ocorrem de 27 de março a 11 de maio de 2019, através do site da Funceb www.fundacaocultural.ba.gov.br.

Serviço:

Inscrições abertas – Se Mostra Interior

Quando: 27 de março a 11 de maio de 2019

Onde: através do site da Funceb: www.fundacaocultural.ba.gov.br

Gratuito

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Vaqueiros de Araci representarão cidade em Lagarto-SE em um dos maiores eventos do país

27 de mar de 2019 às 11:40 | em: Cultura,Eventos
Foto: Ilustração

Nesta semana as duplas de vaqueiros Wesley Andrade e Cleiton Góes, Gilnei Silva e Heri Marinho, representantes da AVA (Associação de Vaqueiros de Araci), irão disputar um dos maiores eventos de vaquejada do Brasil.

Foto: Reprodução /
Wesley Andrade e Cleiton Góes

As duplas araciense irão disputar nas categorias amador e aspirante. O evento inicia nesta quinta-feira (28) no Parque das Palmeiras em Lagarto-SE. A quarta edição da vaquejada tem como prêmio R$ 400 mil.



Foto: Reprodução / Gilnei Silva e Heri Marinho

A competição consiste em emparelhar o boi entre dois cavalos até a marca no fim da arena e dividido em três categorias: profissional, aspirante e amador.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Associação dos Vaqueiros é criada em Araci e terá primeira Assembléia Geral

15 de mar de 2019 às 16:31 | em: Araci,Cultura

Foto: Ilustrativa/Google

A Associação dos Vaqueiros de Araci (AVA), irá realizar sua primeira Assembléia Geral neste sábado (16), às 09h00, no Centro de Treinamento Profissional, mais conhecido como CTP, em Araci. Com sede no município de Araci, a Associação dos Vaqueiros de Araci surgiu da ansiedade dos vaqueiros, amantes e apreciadores da cultura e esporte sertanejo. O movimento foi tomando corpo e proporção, ao ponto que, em um encontro regional, estas pessoas viabilizassem a sua institucionalização e autonomia, tornando-se uma instituição e mantendo boas relações de parceria entre os diversos setores privados e públicos, grupos e organizadores de eventos e movimentos voltados para o fortalecimento da cultura e esporte sertanejo.

Foto: Reprodução

O objetivo inicial do grupo é desenvolver atividades que venham apoiar o fortalecimento das iniciativas culturais e do esporte, através das vaquejadas e cavalgada, encontro de vaqueiros, torneios, encontros de aboiadores e toadeiros. A associação apoia os grupos de vaqueiros, suas lutas culturais e sociais buscando que elas ganhem visibilidade nos espaços culturais, muitas das vezes esquecida e sem apoio de politicas publicas de cultura e esporte.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Projeto Cultural contempla Araci com livros de todos os temas

11 de fev de 2019 às 16:42 | em: Araci,Cultura,Educação,Eventos,Notícias

Foto: Reprodução

Esta semana a cidade de Araci foi contemplada com o Projeto Cultural Leve Livros. O Projeto foi criado, desenvolvido e é executado pelo poeta Carlos Silva, e serve como meio de divulgar a cultura através de doações de livros. O projeto tem circulado por algumas cidades da Bahia, distribuindo livros e incentivando a leitura. Em Araci, o projeto aconteceu na Praça da Conceição e atraiu diversos jovens e adultos que receberam e levaram pra casa alguns exemplares.

Galeria de fotos

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Mantendo a tradição, Prefeitura Municipal de Araci realiza festa de Reis

08 de jan de 2019 às 12:09 | em: Araci,Cultura

Foto: Divulgação | PMA

A noite de Domingo (6), foi marcada por muita animação e cultura. A Prefeitura Municipal de Araci, através da Secretaria de Educação e Cultura, realizou a tradicional festa de Reis, que acontece há décadas na cidade. O evento contou com as apresentações da Banda de Pífanos da Barreira, Reisado nossa senhora da Conceição, Boi vermelho, além do show cultural com Alisson Menezes, banda pé de serra e banda luz do oriente.

Foto: Divulgação | PMA

As festividades foram idealizadas por Irineu Santana e Barnabé que cantavam o reisado em casas no município, anos depois a festa tornou-se tradição e desde então vem sendo comemorada todo ano no início do mês de janeiro. Posteriormente, Goldenço Santana, Tonho Do Gato, Tonho do Boi, Zé preto, Tônho do Padre, Zé aleijadinho, Zé de Baio, Aribé, entre outros deram continuidade a tradição na cidade.

Foto: Divulgação | PMA

A festa é celebrada em homenagem aos três reis magos, que, ao avistar a estrela seguirão de encontro a menino Jesus, levando incenso e mira.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Morte de Mãe Stella de Oxóssi é uma grande perda para a cultura e religião na Bahia

27 de dez de 2018 às 22:45 | em: Bahia,Cultura,Religião

Foto: Reprodução

Maria Stella de Azevedo Santos, Mãe Stella de Oxóssi, Odé Kayode, nasceu em Salvador, em 2 de maio de 1925. Ela faleceu em Santo Antônio de Jesus nesta quinta-feira (27), aos 93 anos. Mãe Stella foi a quinta Iyalorixá do Ilê Axé Opó Afonjá em Salvador, Bahia. Ela estava internada há 13 dias, desde 14 de dezembro, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Incar (INCAR) de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo. Autoridades e famosos foram às redes sociais lamentar o falecimento da ialorixá. Reservada e ao mesmo tempo brincalhona, ela é famosa no mundo todo por ser representante do candomblé e uma das figuras mais influentes da Bahia. Mãe Stella recebeu vários prêmios, homenagens e condecorações, como o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade Federal da Bahia (2005), por se destacar como defensora da cultura negra. Além de ser convidada a ocupar o assento de número 33 da Academia de Letras da Bahia (2013). Órfã de mãe aos sete anos, foi criada por seus tios que seguiam o catolicismo, mas aos 14 foi iniciada no candomblé. Formou-se com especialização em Saúde Pública na Escola Baiana de Medicina, trabalhando com crianças por 30 anos. Causou polêmica ao tornar-se mãe de santo do Terreiro Ilê Axé Opó Afonjá, relativamente cedo, aos 50 anos de idade. A Ialorixá também é conhecida por defender o fim do sincretismo religioso, destacando o respeito a individualidade de cada religião. Ela é considerada um ícone da cultura Baiana e das religiões afrodescendentes. 

Conheça um pouco mais de Mãe Stella:

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.

Veja os filmes que estão em cartaz essa semana no Shopping Serrinha; sucesso de bilheteria Aquaman é um deles

27 de dez de 2018 às 21:14 | em: Cultura,Serrinha

Cultura: Estudantes apresentam projetos de arte e cultura em Serrinha

21 de nov de 2018 às 18:06 | em: Cultura,Educação,Serrinha

Fotos: Divulgação

As diferentes criações estudantis desenvolvidas durante o ano letivo nas escolas estaduais estão sendo apresentadas nas etapas territoriais dos projetos de arte e cultura, que são realizados pela Secretaria da Educação do Estado com o objetivo de dinamizar o ambiente escolar e promover o protagonismo estudantil. No Núcleo Territorial de Educação de Teixeira de Freitas (NTE 07), a territorial começou nesta quarta-feira (21) e segue até amanhã (22), no Cenarium Eventos. Em Paulo Afonso (NTE 24), a ação acontece, no mesmo período, no clube de Paulo Afonso. Nesta quinta-feira (22), as apresentações serão realizadas em  Serrinha (NTE 07), às 9h, no Shopping de Serrinha, e a partir das 16h, em Eunápolis (NTE 27), no salão de eventos do Hotel Portal.

Fotos: Divulgação

Os estudantes, que foram selecionados nas etapas escolares, protagonizam a etapa territorial dos projetos: Tempo de Artes Literárias (TAL), Festival Estudantil de Teatro (FESTE), Mostra de Dança Estudantil (DANCE), Artes Visuais Estudantis (AVE), Educação Patrimonial e Artística (EPA), Produções Visuais Estudantis (PROVE), Festival Anual da Canção Estudantil (FACE) e o Canto Coral Estudantil (ENCANTE). A estudante Lara Silva, 17 anos, do Colégio Estadual Luís Eduardo Magalhães, em Itamaraju, disse que a oportunidade de participar do EPA proporcionou conhecer mais a história do seu município. “Fizemos um projeto voltado para a Lagoa do Jacaré que e se encontra abandonada. Um local histórico para a nossa cidade que foi esquecido, porém com esse produto cultural buscamos resgatar a história e mostrar a importância para os moradores.

Fotos: Divulgação

E tudo isso acontece por meio do incentivo e orientação dos professores na escola, o que nos dá mais estrutura para desenvolver o projeto”, ressaltou. Para as estudantes Cristyele Oliveira e Joyce Gomes, ambas com 17 anos, do Colégio Estadual Machado de Assis, em Teixeira de Freitas, o FESTE foi o espaço encontrado para debater assuntos de interesse dos jovens. “Na peça ‘A vida não pode parar’, queremos apresentar uma discussão voltada para o problema da depressão e ansiedade que se tornou muito comum entre os adolescentes”, explicou Cristyele. Joyce Gomes completa: “Os projetos culturais são uma forma mais atrativa de apresentar esses temas aos estudantes devido ao formato lúdico. Com certeza há uma absorção maior do conhecimento”, afirmou.

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.