Tucano: Último vídeo do projeto “Bora?” resgata as passagens de Lampião e a história de João Abade

28 de mar de 2017 às 10:46 | em: Cultura,Tucano

Foto: Ilustração

Canal ‘Bora?’, de jovens de Tucano, vêm produzindo material audiovisual de qualidade para a região do Sisal. No último e incrível vídeo do projeto, eles resgatam as histórias de dois importantes personagens da história do sertão nordestino: o Cangaceiro Lampião e o segundo homem mais importante na guerra de Canudos, João Abade.

João Abade

Natural de Pé de Serra, em Tucano, João Abade, ou o “chefe do povo”, como ele era conhecido, fez história no sertão da Bahia na década de 1890. Sua história, especialmente o local da sua morte, é uma controvérsia para estudiosos de todo o Brasil. Abade dirigiu campanhas de guerra antes e durante as batalhas de Canudos. Abade foi nacionalmente conhecido, amado e temido.  Seu corpo nunca foi encontrado pelo exército da república velha. Envoltos pela fé, prisioneiros e sobreviventes da guerra na cidade de Conselheiro afirmavam que ele havia subido aos céus como um anjo. Para uns ele teria morrido por estilhaços de vidros do teto das igrejas. O Canal “Bora?” investigou. Conheceu seus descendentes. Fuçou a história em registros oficiais. Investigou e concluiu: João Abade, o segundo homem mais importante na liderança da guerra de Canudos, natural de Pé de Serra, retornou a sua cidade e lá viveu no pós-guerra. Consigo Abede trouxe as histórias das batalhas que marcaram o cenário histórico do Sertão da Bahia; a guerra de Canudos.

Conselheiro em Tucano

O líder do cangaço, Virgulino Ferreira da Silva, teve em Canudos em duas oportunidades. Em uma oportunidade, a caminho de Pombal, ele jantou na cidade e deu entrevista a um jornal de Serrinha (VER). Em uma segunda vez ele não entrou na cidade. Exigiu dinheiro ao prefeito. O tenente da volante, valente e corajoso, foi ao encontro do bando. Foi o primeiro a morrer.

São essas as histórias do vídeo. O canal “Bora?”, que trouxe material audiovisual de alta qualidade e prestou um relevante trabalho à cidade de Tucano, não produzirá mais vídeos. É assim que tem que ser. Projetos terminam. Projetos são iniciados. O site A Voz do Campo parabeniza a equipe pelo excelente trabalho e fica na expectativa pelo novo projeto. Que venham mais produções de Astério Moreira, Chris Arruda e Marcelo Filho.