Ex-prefeito de Santaluz já havia sido exonerado pela esposa prefeita antes da determinação do TCM

29 de maio de 2019 às 08:44 | em: Santaluz

Foto: Reprodução

Nesta terça-feira (28), uma sessão realizada no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA) votou pela procedência de denúncia apresentada contra a prefeita de Santaluz, Quitéria Carneiro Araújo (PSD), pela prática de nepotismo na nomeação de seu marido, o ex-prefeito, Joselito Carneiro (PSD), o “Júnior do Max”, para o cargo de Secretário Municipal de Administração (ver aqui). A Gestora foi multada em R$2 mil. No entanto, segundo o site Vem Ver Cidade, “Júnior do Max” foi exonerado do cargo no dia 28 de março do corrente ano, após a Comarca de Santaluz do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) determinar o pedido de afastamento embasado em uma condenação do ex-prefeito por fraude em uma licitação que o deixou “ficha-suja” — inelegível para assumir cargos públicos. A decisão desta terça que multou a prefeita cabe recurso. O TCM também pediu a exoneração de Júnior do Max, todavia, ele já havia sido exonerado do cargo público após outra decisão que enquadrou o ex-prefeito na Lei da Ficha Limpa.

Como você se sentiu com este conteúdo?
Curti
Curti Amei Feliz Surpreso Triste Raiva

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.