Município de Araci terá site para pesquisa histórica, cultural e científica

05 de jun de 2017 às 10:15 | em: Araci,Cidades,Pedro Juarez

                                      Crédito: Danilo Victor

O município de Araci, que ocupa importante posição geográfica no sertão da Bahia, junto aos Tabuleiros do Itapicuru, na rota para Paulo Afonso, Canudos , Monte Santo, Juazeiro e outras grandes cidades, terá um portal na internet (www.viladoraso.com.br) com todas as informações sobre sua história, documentos, jornais, vídeos e fotografias novas e antigas, além de outros materiais que ajudarão pesquisadores das mais diversas áreas. A página será apresentada ao público no próximo dia 9 de junho, às 19 horas, no Centro Cultural de Araci (Rua Sete de Setembro, S/N), quando também ocorrerão os lançamentos do livro Confraria poética feminina , da professora e escritora Rita Queiroz e a exposição de desenhos da araciense Renata Carvalho.

O nome do portal é referência à antiga denominação da cidade, que se encontra cercada de montanhas, daí ter sido chamada de Raso. O site pretende estimular o debate de ideias, por isso tem como lema “Araci: memória, cultura e pensamento”. Além de artigos científicos e opinativos, disponibilizará pesquisas acadêmicas, crônicas, notícias e registros audiovisuais. Estará disponível também no site uma série de documentos antigos do Cartório Civil de Araci, que abrange um período de 1877 a 1949. São registros de batismos, casamentos, óbitos e algumas atas, que servirão de fonte para pesquisadores. A ideia é que esse acervo seja ampliado e já está previsto também que documentos como Inventários, processos crimes e civis do século XIX que estão arquivados no CEDOC –Uneb-Coité sejam também digitalizados e façam parte do acervo do site.
Segundo Pedro Juarez Pinheiro, um dos responsáveis pelo Vila do Raso, o portal também divulgará informações sobre os eventos culturais que acontecerão em Araci, como oficinas, festivais, tradições populares e oportunidades para professores, estudantes e pesquisadores. Para ele, o site deve servir para que as pessoas articulem eventos como seminários, debates e outras trocas de conhecimento. “Queremos constituir uma rede de pesquisa sobre Araci e a região sisaleira, no seu entorno. Nossa produção ficará visível na internet para historiadores e demais pessoas interessadas pela cultura e história local. O cidadão leigo também deve gostar, pois usamos uma linguagem bastante acessível”, concluiu.
A maior parte do acervo do portal foi levantada junto a moradores da cidade que se dedicaram a registrar os fatos ao longo de décadas, mas também há relatórios de origem governamental. O trabalho prossegue, e quem quiser pode encaminhar novas informações, inclusive seus próprios textos, fotos e outras produções, por meio do canal “Fale Conosco”, na mesma página. O site contou com o apoio financeiro do Colégio Apoio, de Salvador e apoio da Diretoria de Cultura de Araci.

Por Franklin Carvalho

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.