Artesanato com manejo sustentável no semiárido da Bahia

21 de abr de 2018 às 11:14 | em: Euclides da Cunha,Jeremoabo

Foto: Portal Semear

Natureza que se transforma em arte, numa relação harmoniosa e sustentável. É assim com a produção artesanal à base de palha de licuri e madeira caída de umburana na zona rural de Santa Brígida, Semiárido da Bahia. Lá, os integrantes da Associação de Artesãos de Santa Brígida (AASB) confeccionam cestas, mandalas, porta-jóias, bolsas, descansos de panela, jogos-americanos, esculturas, entre outras variedades. Além da geração de renda e do fortalecimento da cultura local, o artesanato vem contribuindo para aumentar a consciência ambiental de artesãs e artesãos, que já perceberam a necessidade de fazer o manejo correto do licurizeiro e da umburana para preservar a matéria-prima da arte que produzem.

Foto: Portal Semear

E, para aumentar a produção e a capacidade de responder às demandas do mercado, o grupo de Santa Brígida uniu-se aos artesãos dos povoados de Serra Branca (do município de Euclides da Cunha) e Chuquê (em Jeremoabo) para formar o Polo da Palha do Licuri, iniciativa estimulada pela Associação Movimento João de Barro (MJB). Mais gente trabalhando é mais gente preservando. Assim, o artesanato cresce de mãos dadas com a natureza.

Confira mais detalhes em Portal Semear.

Como você se sentiu com este conteúdo?
Curti
Curti Amei Feliz Surpreso Triste Raiva

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.