Araci: Respeitado líder religioso, Babalorixá Pai Gel recebe enxurrada de mensagens de carinho de seguidores e simpatizantes do Candomblé

11 de jun de 2019 às 19:42 | em: Araci

Geo ao receber o título de cidadão de Araci | Foto: Redes Sociais

As redes sociais amanheceram com dois novos hashtag nesta terça-feira (11), escritas por seguidores e simpatizantes das religiões de matriz afro-brasileiras. #IlêAxéJitolobi e #JitolobiSempreJuntos estão acompanhadas com mensagens de carinho, elogios e agradecimentos direcionadas para Geovane Silva, popular “Pai Geo”. O Babalorixá, que mora em Araci e comanda o Terreiro de Ilê Axé Jitolobi, é uma das figuras mais influentes do Candomblé na Bahia e no Brasil. Segundo um dos seus filhos de Axé do religioso, Géo foi vítima de mensagens de insultos, discriminação e ódio nos últimos dias. “Em apoio, diversas pessoas resolveram de manifestar. Está muito bonito ver tantas belas mensagens para Pai Geo”, disse Edson Júnior.

Em umas das mensagens, o araciense Marcio Andrade repudiou as mensagens negativas proferidas contra Pai Geo e deu seu depoimento. “Falar de pai Geo (Jitónã) é falar de um grande líder religioso, um grande pai, amigo pra todas as horas. Uma pessoa que me iniciou, me preparou pra vida dentro e fora do axé, me deu amor de pai, me respeitando e educando para o mundo“, disse. O soteropolitano Naldinho Reis também saiu em defesa do religioso. “São 25 anos ao lado desse pai, amigo e irmão. Homem lícito e honrado, provedor do bem, que está sofrendo com mensagens negativas“, disse. 

Geo e o apresentador Alex Lopes | Foto: Redes Sociais

O jovem Matheus Almeida também se manifestou, apontando o orgulho de sua religião, o Candomblé. “Me orgulho de dizer que tenho um Pai de santo, um Babalorixá, um Tatá Nkisi. Um homem amigo, conselheiro, humilde, simples e de muita fé“, afirmou ele, ao se referir de Pai Geo. O paraibano Jorge Armani também deixou sua mensagem. “A quem interessar possa, falo hoje sobre o pai Geovane, uma pessoa que há muito tempo já ouvia falar e acrescento que só de bem. O conheci pessoalmente quando esteve aqui na Paraíba. Ser humano incrível, de luz, de áurea. Um líder nato, que respeita e faz respeitar“, afirmou.

Geo e João Vicente, ator da Globo | Foto: Redes Sociais

Outros Terreiros de Camdoblé também deixaram sua mensagem de amor ao líder religioso. Todos destacaram as virtudes do religioso e pediram mais amor nas relações entre as pessoas. As mensagens com #IlêAxéJitolobi e #JitolobiSempreJuntos já passam de 100. Em seu perfil no Facebook, ele se manifestou, falando sobre as mensagens de apoio.

Nota de esclarecimento e agradecimento! Que Oxalá abençoe a todos! 🕊

Posted by Geovane Silva on Tuesday, June 11, 2019

A história de Pai Géo

O conhecido e reverenciado Pai Géo, do Terreiro de Ilê Axé Jitolobi chegou a Araci em 1982. Nestes 35 anos como retirante, sem residência fixa e sem propriedades, Geovane enfrentou todas as dificuldades comuns aos peregrinos de qualquer lugar. Ele Residiu na Rua Padre Júlio Fiorentino, na Rua 8 de Dezembro, na Rua do Cemitério e fixou residência por fim no bairro do Coqueiro, onde estabeleceu seu terreiro Ilê Axé Jitolobi. Ali e a partir daí, o Caboclo Boiadeiro foi se transformando numa referência do Candomblé da Bahia.

Pai Géo hoje é autor de uma história de vida e, como cidadão, vem desenvolvendo nestes 35 anos em Araci um trabalho de relevância. Seus muitos serviços prestados se evidenciam na área social e nas questões culturais de raízes afro-brasileiras e integração dos povos de terreiros. O perfil desse cidadão conhecido por toda população araciense, como pessoa humana dotada de uma capacidade privilegiada de se relacionar com pessoas e ajudar a muitas em suas necessidades, inspirou o vereador Jerônimo Jesus de Lima a propor essa homenagem e reconhecimento com a concessão do Título de Cidadão araciense (relembre aqui).

Com o plenário lotado por alunos de escolas da cidade, de representantes de terreiros e de amigos do homenageado, o Poder Legislativo realizou a entrega do título em momento solene em setembro de 2017. O religioso é responsável, também, por inserir Araci no calendário religioso das religiões de matrizes afro na Bahia. Além de centenas de pessoas desconhecidas, ele também é orientador espiritual de diversos artistas regionais e nacionais.

Como você se sentiu com este conteúdo?
Curti
Curti Amei Feliz Surpreso Triste Raiva
915

Clique aqui para seguir nossa página no Facebook.