Araci

Monografia de araciense explora desenvolvimento territorial sustentável e questões de gênero na região do sisal

21 de ago de 2017 às 10:01 | em: Araci

Foto: Reprodução de TCC

A monografia da araciense Célia Santos Firmo intitulada: “Desenvolvimento territorial sustentável e gênero – o caso do território sisaleiro da Bahia” foi apresentada à Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG em 2010.  O trabalho foi apresentado ao Programa de Formação de Conselheiros Nacionais, através do Curso de Especialização em Democracia Participativa, República e Movimentos Sociais. O objetivo da monografia foi analisar a influência de programas para inclusão socioeconômica das mulheres rurais na participação direta delas no controle social das políticas públicas. Célia Firmo questionou até que ponto o “Programa Territórios da Cidadania” se
desdobra em ações de controle social das políticas públicas do Território do Sisal pelas mulheres.

Célia e Rosival Leite | Foto: Célia Firmo

Em busca de uma resposta para tal questionamento, ela fez uma pesquisa bibliográfica sobre o tema e um estudo de caso. A partir do aporte teórico, contendo reflexões sobre o tema feminização da pobreza, divisão sexual do trabalho, democracia representativa e participativa, accountability horizontal, vertical e social e políticas públicas, buscou-se a
participação social com recorte em gênero. Através de pesquisa qualitativa nas organizações de mulheres e no conselho de desenvolvimento do referido território, Célia observou uma razoável influência do Programa na superação da desigualdade de gênero e na promoção da sustentabilidade do desenvolvimento do território do Sisal. O trabalho foi publicado no site Vila Raso. Clique AQUI e confira!

A História da fundação de Araci escrita por Pedro Juarez Pinheiro

19 de ago de 2017 às 16:16 | em: Araci,Cultura

Antiga Igreja Matriz. Anos 50 | Foto: Araci Raso

As terras do antigo Raso tiveram origem a partir das terras desmembradas da Casa da Ponte, morgado dos Guedes de Brito. Antes da cidade de Araci ser povoada por José Ferreira de Carvalho, em 1812, aqui já era caminho das boiadas que iam em direção a Jacobina e Piauí. A região hoje conhecida como do Sisal era antigamente identificada como o Sertão dos Tocós ou Pindá, denominada assim pelos Bandeirantes que a exploraram e aqui encontraram tribos indígenas, as quais foram aos poucos sendo dizimadas. Essas tribos eram os Tapuias, Cariris, Tocós e Beritingas. José Ferreira de Carvalho comprou através do Procurador da Casa da Ponte, Paulo Rabelo, 20 léguas de terras quadradas. Até então, aquelas terras eram pura caatinga, com diversos animais bravos e possivelmente já se estabeleciam por aqui alguns vaqueiros remanescentes do trânsito das boiadas. O fundador de Araci, antes de ocupar as terras recém adquiridas, morava na Fazenda Serra Grande, no Município de Serrinha. Era filho de Manoel Ferreira Santiago e Maria da Conceição. Nasceu no ano de 1783, e era casado com Maria do Rosário do Espírito Santo. Deste casamento, teve os seguintes filhos: Severo Fabiano de Carvalho, Ludovico Antunes de Carvalho, Rita Constantina de Oliveira, Antônia Francisca do Espírito Santo, Ângelo Fabiano de Carvalho, Francisca Rosa de Lima, Maria Fidélis de Lima , Carlota Ferreira de Lima e Antônio Martins Ferreira. Faleceu no ano de 1866. Seu corpo, assim como o de sua esposa e filhos foram sepultados dentro da Igreja Matriz, hoje demolida, dando lugar ao atual jardim da praça e fonte luminosa. Grande parte da população araciense descende do seu fundador.

Confira mais em Vila do Raso.

Autor: Pedro Juarez Pinheiro.

Projeto de lei muda nomenclatura da Guarda Municipal de Araci e permite se identificar como polícia

19 de ago de 2017 às 14:08 | em: Araci

Foto: Ilustração

Na próxima sessão Ordinária (terça 29) será apresentado no Plenário da Câmara o Projeto de Lei de autoria do vereador José Augusto Moura de Andrade propondo alteração da nomenclatura da função estabelecida para a guarda municipal de Araci e autorizando a instituição e seus servidores se identificarem como polícia municipal. O projeto vai mais além em seus efeitos modificativos na Lei anterior permitindo que seja inserida em sua identidade visual, nos uniformes e nas viaturas, a nomenclatura “polícia municipal” e em seu Artigo 3º diz que os servidores da Guarda, poderão se identificar como “policiais da Guarda Municipal” de Araci. A justificativa do parlamentar é que o trabalho exercido pelos Guardas Municipais é uma atividade de perigo, em razão das atribuições da profissão possui finalidade de resolução de conflitos de terceiras pessoas. O risco é inerente ao trabalho desenvolvido pelos agentes guardas municipais. O novo dispositivo legal caso venha a ser aprovado pelo Legislativo e sancionado pelo Chefe do Executivo vem conformar o papel que na prática já era prestado pelas guardas municipais onde quer que elas existam e vem contribuir com o aparato policial do Estado que nem sempre consegue estar presente de forma satisfatória, justifica o vereador autor. (Portal Folha).

Neste final de semana venha saborear as melhores pizzas da região na Los Motta Pizzaria

19 de ago de 2017 às 12:52 | em: Araci,Publicidade
Galeria de fotos
  • Foto: Los Motta
  • Foto: Los Motta
  • Foto: Los Motta
  • Foto: Los Motta
  • Foto: Los Motta

Los Motta está localizada na Rua José Pinheiro, 137, no centro de Araci. Peça através dos telefones (75) 3266-1686 / 99212-4505 (whatsApp) / 99705-0857.

Teofilândia possui 04 ambulâncias, Santaluz 09 e Araci 02; sendo que uma acabou de sair da oficina

18 de ago de 2017 às 09:56 | em: Araci,Santaluz,Teofilândia

Ambulância de Araci | Foto: Tribuna Sisaleira

Nestes últimos dias o site A Voz do Campo recebeu diversas manifestações de leitores sobre o fato de a cidade de Araci ter apenas 01 ambulância para seus 56 mil habitantes. Nesta quinta-feira (17), a secretária de Saúde, Vaneide Firmo, informou ao site que uma 2° ambulância havia saído da oficina e já estaria à disposição da população. Em um levantamento realizado pela redação, cidades vizinhas possuem o 2 ou 4 vezes mais ambulâncias que o município de Araci. Teofilândia, que tem 22 mil habitantes, possui 04 ambulâncias. Segundo Edy Carlos, secretário de Saúde em Teofilândia, a cidade possui 01 saveiro, 02 courrier e 01 Kangoo. “Somando um total de 4 ambulâncias aqui em Teofilãndia. E não atende a demanda não, viu. Estamos em busca de mais ambulâncias. E agora compramos um gerador para o Hospital Municipal“, finalizou o secretário. Em Santaluz, segundo informações, são 09 ambulâncias atualmente. Recentemente foram compradas 04 com recursos próprios e o município ganhou a 5° ambulância do Governo do Estado. A cidade de Santaluz já tinha 04 ambulâncias. O site A Voz do Campo indagou à Secretária de Saúde Araci se há projetos para aquisição de novas ambulâncias, bem como se a ambulância que acabou de sair da oficina está disponível para viagens e até o fechamento desta matéria não foi respondido.

Jovem é detido por furto de botijão de gás em Araci; vídeo circula nas redes sociais

17 de ago de 2017 às 14:34 | em: Araci,Policia

Foto: Reprodução | Redes Sociais

Um vídeo circula no whatsapp em Araci. O jovem que se denomina “Marquinhos” gravou um vídeo onde assume o furto de um botijão de gás em Araci e justifica: “a Dilma roubou, Lula roubou (…). Por que eu não posso roubar? A prova está ai nas fotos se você quiser ver. Eu me chamo Marquinhos (…)”, disse ele no vídeo. O vídeo circula nas redes sociais em associação a uma foto de Marquinhos ao lado de uma viatura da Polícia Militar em Araci, carregando um botijão de gás nos ombros. A Assessoria de Comunicação do 16° BPM confirmou o fato e disse que o jovem foi detido pelos Guardas Municipais de Araci por furto de gás.

Conto de terror: “Dois medrosos valentes na Casa do Vaqueiro no Quererá”

17 de ago de 2017 às 10:11 | em: Araci,Felipe Sales,Tucano

Casa dos Vaqueiros reformada em 1962 | Foto: Felippe Moura

Conto escrito por Felipe S. Sales: “Dois medrosos valentes na Casa do Vaqueiro no Quererá”

“De terror, acovardados, os dois jovenzinhos, coitados, não puderam nem gritar, lamentando tanto azar!”, teriam que dormir logo no Quererá. Infelizes, tiveram que dormir na Casa dos Vaqueiros. Logo naquele lugar, que de assombração só se ouvia falar. Vindos de Nova Soure, tinham andado léguas e léguas a cavalo. Desceram serra e subiram serra. Estavam cansados.

A Casa dos Vaqueiros, que fica lá pras bandas do Quererá, sempre foi o mais temido paradeiro de tropeiros desde o Brasil imperial. Antes da casa recente, lá era uma casa quase caída. O local dava apoio à estrada das boiadas. Ligava o litoral aos sertões sem precisar passar por Feira de Santana. Por ela o matuto ia para Juazeiro, Jacobina (…), todo lugar! Lá passava todo tipo de gente, do bem e do mal. Alma boa e alma ruim. Já dizia o ditado popular: “lá (…), matavam um na segunda e guardavam o outro para a terça”. Ninguém queria parar lá. O areão do tabuleiro cansava o cavalo. A subida e a descida da serra surravam o animal e o vaqueiro. Ao final, todo mundo parava lá para pernoitar. Ainda tinha quem se perdia. Que sina!

Raimundinho, filho de índia casada com homem nobre, tinha virado homem naquele dia. Antenor, de família pobre das bandas de Teofilândia, já era homem há alguns anos. Eles apearam o cavalo naquele lugar e logo as carnes se tremeram. Nenhum era valente! Mas eram corajosos. Ao menos um mostrava coragem para o outro. A noite tinha chegado, o vento assobiava e o frio trincava os dedos (…). Era o Quererá.

Foto: Felippe Moura

Num salto dos olhos; daqueles que não se vê, se ouve, eles avistaram uma boiada correndo pelo pasto. O gado corria mais que onça brava. Na casa, ouviram gritos e sussurros. “Alguém deve estar lá”, murmurou Raimundinho. “É tardinha, ainda deve ter vaqueiro com gado no mato”, afirmou Antenor. Entraram na casa. Era um gato. Uma corrente batia na porta. “Deve ser alguém”. Era um gato. Acovardados, sem gritar, cochilaram. Pensando no aniversário que não comemorou, Raimundinho acordou na madrugada. Precisava tomar água e usar o banheiro no mato de fora. Relutou. Sem escolha, saiu ao vento. Logo ouviu um papoco no curral. O cavalo relinchava. Parecia que tinha uma vaquejada no mato. ‘Ê boiada! Só pode”, pensou. Antenor acordou. “Ouviu isso, Antenor?”. “Tô vendo”. O cavalo aquietou. Uma voz gritava dentro da casa. Tinha alguém chorando. Tinha um bebê também. Não contaram conversa, passaram sebo nas canelas. “Vamos ficara aqui na  estrada. A noite passa logo. Amanhã a gente pega tudo e parte daqui do Quererá”.

Foto: Felippe Moura

O dia raiou com o sol na cabeça dos jovenszinhos. Noite agitada. Estavam cansados e perderam a hora. Eles voltaram à Casa dos Vaqueiros. Não tinha ninguém. Mas parecia que lá tinha havido uma festa. No canto de Antenor, até tinha marca de mijo. Os cavalos estavam com rabo e crinas enroladas. O mato estava baixo. Tinha muito mato retorcido. “Esse lugar é assombrado. É muita pantumia. Até os bichos estão assustados”. Desceram mais a serra e chegaram no Araci. Pararam no seu Zezinho armarinho. Ainda seguiriam para Santaluz. “Era a caipora”, contaram como se fossem valentes. Raimundinho, que já gostava de causos, era o mais eufórico. Com peito estufado, o chicote de couro no pulso, e gesticulando muito, gritava: “A caipora deu um carreiro em riba do carro de boi. Subiu no cavalo de Antenor. Peguei meus patuá e botei ela no seu lugar”. Antenor tomava uma pinga: “pra acalmar o susto!”. Ouvindo, seu Vitô sussurrava de lá: “esses devem ter se cagado lá!”.

Contextualização do Quererá

O Quererá faz divisa politica e administrativa entre as cidades de Araci e Tucano. Geograficamente, a região está situada dentro da Bacia Hidrográfica do Tucano, que é marcada pela Depressão Sertaneja. Na região, há áreas planas formadas por processos erosivos comuns das regiões semiáridas Essas vastas superfícies aplainadas encontram-se pontilhadas por inselbergs (afloramento de rocha) e maciços montanhosos isolados, por vezes, desfeitos em um relevo de morros e serras baixas. A sua vegetação característica é a caatinga, sendo ela uma formação vegetal resistente a grandes períodos de estiagem, mais seca, rala, de porte baixo e de solo pedregoso.

Grutas no Quererá | Foto: Felipe Sales

A pré-história do Quererá é um capítulo à parte. A região é fonte de riquezas peleontológicas. Há achados recentes de animais da megafauna pleistocênica (grandes mamíferos), que viveram no Brasil até os últimos 14 mil anos. Na região existem indícios de comunidades indígenas pré-históricas e de contato. Há um grande potencial e histórico oral para ocupações de sociedades tupiguaranis até o início da colonização europeia no Brasil. O próprio topônimo “Quererá”, apesar de pouco explorado lingusticamente, tem provável origem tupi. Os séculos XVII e XVII foram marcados pelas ocupações de grupos indígenas tapuias na região do Querará. Os índios kiriris, que hoje ocupam o norte da Bahia, eram presença constante na dinâmica cultural local. Estes foram os últimos indígenas a ocupar a região do Sisal, especialmente os tabuleiros e as zonas mais altas. Por causa da Estrada das Boiadas, que ligava o litoral aos sertões (Rio Real a Jacobina) e pesava pela região, a história recente do Quererá é marcada pelo contato entre vaqueiros, tropeiros, indígenas e comerciantes na região. É a consequência destas dinâmicas históricas e desses sujeitos culturais que surgiram as culturas atuais.

Arquivo de noites com amigos no Quererá | Foto: Felipe Sales

Sobre o autor

Felipe S. Sales é Arqueólogo,  Preservador Patrimonial e Gestor Ambiental. É funcionário da Rialma Energia Eólica, Sócio-coordenador na CRN-Bio Consultorias Integradas e um dos proprietários do site A Voz do Campo. O conto aqui apresentado é uma história fictícia e foi produzido a pedido de Felippe Moura, para que o mesmo esteja no seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). É inspirado nas histórias de terror contadas por seus avós, Raimundo Moreira e Antenor Sales.

Raimundo e Antenor | Foto: Felipe Sales

Uma homenagem a vô Antenor e In memoriam de vô Raimundo.

Ascoob Cooperar convida a todos para palestra sobre Associativismo, Cooperativismo e apresentação da nova Diretoria

17 de ago de 2017 às 09:42 | em: Araci

“Convidamos todos(a), os Presidentes das Associações do município de Araci, para participar da palestra sobre Associativismo, Cooperativismo e apresentação da nova Diretoria da ASCOOB COOPERAR.”

Data: 31 de Agosto de 2017
Local: Auditório da ASCOOB – Araci – Bahia.
Horário: 8h00min
Palestrante: Sávio Sampaio – Consultor do SEBRAE
Teremos Coffee Break.

Sua participação e fundamental para o fortalecimento do associativismo no município de Araci.

Médico do Caps de Araci é preso após aplicar golpe de R$ 2 milhões em Barreiras

17 de ago de 2017 às 09:32 | em: Araci

Foto: Ilustração

Um médico plantonista do Centro de Atenção Psicossocial (Caps), de Araci, foi preso acusado de ter dado um prejuízo de mais de R$2 milhões às vítimas do dito golpe da “Compra Premiada” em Barreiras e região. O anúncio foi feito na tarde desta quarta-feira (16). Segundo o jornal Correio da Bahia, o clínico geral Edson Teotônio de M. L. criou uma empresa de consórcios de motocicletas que trazia uma atração a mais, se comparado à concorrência: o cliente, de acordo com o regulamento, deixava de pagar as prestações restantes quando fosse sorteado, independente da quantidade de meses que ainda deveriam ser pagas. Um mandado de prisão preventiva, solicitado pela Polícia Civil de Barreiras e deferido nesta semana pela Vara Criminal da cidade, foi cumprido com o apoio de policiais da 15ª Coorpin, de Serrinha, na própria clínica em que o médico fazia plantão. Custodiado na unidade de Serrinha (BA), o doutor Edson Teotônio será encaminhado hoje para Barreiras, onde prestará depoimento, explicando, exatamente, como funcionava o esquema. O delgado titular Rivaldo Luz afirma que as investigações continuam para identificar e localizar outros integrantes do consórcio.

Em busca de benefícios para Araci; vereadora Edneide do PT esteve em varias audiências em Secretarias do estado

16 de ago de 2017 às 14:49 | em: Araci,Política

Foto: Edineide Pereira do PT

A vereadora do Município de Araci, Edneide Pereira do PT, esteve em varias audiências em diversas Secretarias do Estado da Bahia nesta segunda-feira (14). O esforço, segundo ela, é para trazer mais benefícios para Araci e para o homem do campo. Ela esteve acompanhada de Rosival Leite, coordenador da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do estado da Bahia, Anderson (comunidade de Laranjeira), Edmundo (comunidade de Ribeira), senhor Lero (comunidade de Vargem Grande, região de Tapuio), Arivaldo (comunidade de Barbosa e assentamento Vale do Itapicuru) e Leone (morador de Bela Vista).

Foto: Edineide Pereira do PT

Ela participou de audiência com a coordenadora executiva da Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), Renata Rossi e toda sua equipe. Na pauta estavam os títulos de terra urbano e rural e o Programa Nacional de Crédito Fundiário. Segundo a vereadora, a coordenadora se comprometeu a acelerar todos os títulos para poder efetivar a entregas dos mesmos. “Já estará licitando o processo para contratação de empresa para poder finalizar o processo de varredura na zona rural e finalizar a medição dos títulos de toda zona rural”, informou Edineide. Ela ainda informou que para a zona urbana, a pauta dos títulos de terra ficará sob responsabilidade da Prefeitura, mas Renata Rossi teria se colocado à disposição da vereadora e da prefeitura para poder continuar ajudando. A pedido de Edineide do PT, a coordenadora da CDA se comprometeu em realizar uma audiência publica para tratar dos dois temas o mais breve possível.

Foto: Edineide Pereira do PT

Logo após, a vereadora teve audiência com Jeronimo Rodrigue, secretário de Desenvolvimento Rural da Bahia (SDA), e Wilson Dias, da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR). Eles receberam uma extensa pauta que a vereadora do PT já tinha entregado ao governador Rui Costa. Entre os pedidos, estavam: 1) barragem que foi efetivado os projetos a pedido da vereadora e da prefeitura, 2) mecanização agrícola, 3) forrageiras com reboque, 4) kits de irrigação para agricultores que praticam atividade de horticultura, 5) carro pipa para associações, dentre outras. O secretario Jeronimo Rodrigues e o presidente da CAR, Wilson Dias, comprometeram-se em cumprir a pauta e ajudar a agricultura familiar do município.

Foto: Edineide Pereira do PT

Edineide também teve uma audiência com o presidente da Companhia de Engenharia Hídrica e Saneamento da Bahia (Cerb), Marcos Bulhões, para tratar de instalações de poços artesianos e extensão de rede de água. Segundo a vereadora de Araci, o mesmo muito receptivo se comprometeu em resolver as demandas postas na mesa. Edineide também esteve em audiência na Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social. Com a superintendente Rose Pondé e sua equipe, ela ratificou a necessidade de mais cisternas para o município e solicitou também a possibilidade de doação simultânea do estado para entidades e órgãos que trata de pessoas em calamidade publica e extrema pobreza.

Foto: Edineide Pereira do PT

Ao final, foi apresentado o projeto que está sendo desenvolvido com a juventude de Araci. Ao final, Edineide esteve no INCRA para tratar as pautas do assentamento Vale do Itapicuru, no qual encaminhou varias demandas.

Bordados computadorizados em Araci é na loja Coisa Linda; borde sua marca ou seu desenho

16 de ago de 2017 às 11:08 | em: Araci,Publicidade

Foto: A Voz do Campo

Borde suas toalhas, fardamentos, enxoval para bebê, artigos de cama mesa e banho e muito mais em menos de 30 minutos. A loja Coisa Linda dispõe de uma máquina profissional de bordado, que produz desenho que você escolher. Contato: (75) 9 9143-7374 ou (75) 9 9216-3261. A loja fica localizada no Calçadão 21 de Abril, na esquina com o antigo Banco do Brasil.

Coisa Linda: A beleza chegando até você; conheça a nova loja em Araci

Confira o que a máquina pode bordar:

Galeria de fotos
  • Foto: Coisa Linda
  • Foto: Coisa Linda
  • Foto: Coisa Linda
  • Foto: Coisa Linda
  • Foto: Coisa Linda

Venha conferir os tratamentos da Clínica Corpo & Movimento que são eficazes para Gordura Localizada

16 de ago de 2017 às 10:46 | em: Araci,Publicidade

Marque uma avaliação e vá conferir os tratamentos da Clínica Corpo & Movimento que são eficazes para Gordura Localizada em Araci. Lembre-se, estamos há poucos meses do verão. A hora certa de cuidar do corpo é agora! Júlia está aguardando você. Contato: (75) 9 9184-4141.

Conheça: Clínica Corpo & Movimento é referência no tratamento, prevenção e manutenção de sua saúde em Araci

Com melhor atendimento e qualidade no serviço, Conexxus Internet lança pacotes à preços acessíveis em Araci

16 de ago de 2017 às 10:38 | em: Araci,Publicidade

A Conexxus Internet que tem escritório de atendimento na Rua Sete de Setembro no centro de Araci, além de oferecer o melhor atendimento e qualidade no serviço, traz pacotes com preços acessíveis aos aracienses. Entre em contato agora e escolha qual pacote se adéqua ao seu estilo.

SAC Móvel estará em Araci nos dias 26 e 27 de agosto na Praça Nossa Senhora da Conceição

16 de ago de 2017 às 10:33 | em: Araci

Foto: Ilustração

O SAC Móvel estará em Araci nos dias 26 e 27 de agosto na Praça Nossa Senhora da Conceição. A informação foi repassada ao site A Voz do Campo por William dos Anjos, do Sindicato Rural de Araci. Ele confirmou a informação que circula nas redes sociais e pede a todos que repassem para os amigos e familiares, uma vez que os serviços so SAC Móvel são de extrema necessidade para a população.

Vereador Marquinhos assina ato de seu retorno à Câmara de Vereadores de Araci

16 de ago de 2017 às 10:22 | em: Araci,Política

Foto: Ilustração

Na sessão desta terça feira (15), o vereador Marcos Antônio Pimentel (PRB) foi apresentado aos colegas de Plenário pelo presidente Jefson Miranda Cardoso Carneiro. Marquinhos pediu sua exoneração do cargo que ocupava na gestão do prefeito Silva Neto. Ele era Secretário municipal de Relações Institucionais e Comunicação Social.  Em sua vacância declarada na primeira sessão de instalação da legislatura em janeiro, assumiu o vereador Anastácio Oliveira Carvalho, suplente ao se eleger pelo PR na ultima eleição com 695 votos que lhe oportunizaram a condição de vereador.

⁠⁠⁠⁠⁠Secretário pede exoneração do cargo e assume vaga na Câmara de Vereadores de Araci

O Secretário de Relações Institucionais, Marcos Antônio Pimentel, mais conhecido como Marquinhos (PSDB), pediu na manhã desta quinta-feira (10) exoneração do cargo que tinha assumido no dia 02 de janeiro deste ano. Marquinhos foi eleito vereador nas eleições de 2016 e deve voltar a assumir sua vaga na Câmara Municipal de Araci esta semana.  Na época de sua posse como secretário, o suplente de vereador, Anastácio Carvalho (PR) assumiu a cadeira. Este já é o segundo pedido de exoneração dos primeiros escalões feito no Governo do Prefeito Silva Neto somente este ano. O primeiro foi feito pelo então diretor de esportes da época, Hidelmar Pinho.

Diretor de esporte e lazer de Araci, Hidelmar Pinho pede demissão do cargo